Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FODIDO E ENVERGONHADO.

Tenho 19 anos.

Não sou nenhum Deus Grego, mas sou pintoso, chamo atenção.

Tenho 1,78m, 74 kg. Típico Carioca que frequenta praia.

Sou discreto, tenho namorada e até o acontecimento que irei contar aqui sempre me considerei hetero, e na verdade até agora não sei bem o que sou.

Vamos ao que interessa.



Minha família é grande, tenho primos que nem conheço e outros que são meus vizinhos, os quais fomos criados como irmãos.

Um de meus primos, que aqui vou chamar de Yago está passando um tempo aqui em casa até que ele alugue uma, pois a burocracia para alugar é grande.

Ele tem 25 anos, e morava com meus tios, que não batem muito bem da cabeça e o expulsaram de casa.

O Yago mora perto da minha casa, mas por conta de termos idades diferentes nunca fomos de sair juntos, não éramos intimos.

Nesse tempo que ele está aqui em casa ele está dormindo no meu quarto, e foi ai que tudo aconteceu.

Tenho o sono leve e acordo com qualquer barulho, e uma noite normal acordei com uns gemidos muito baixos vindos da direção de onde meu primo dormia, como havia acabado de acordar minha visão demorou para se adaptar, mas depois de uns 2 minutos já conseguia ver perfeitamente meu primo se masturbando. A principio achei engraçado, mas depois fiquei com muita vontade de vê-lo gozando e quando percebi estava de pau duro, que babava muito, mesmo com essa tesão enorme que estava sentindo, o meu lado 'macho' falou mais alto e com um movimento brusco me virei de costas. Demorei a dormir.

No dia seguinte ao me masturbar no banho pensei na cena da noite anterior e gozei muito, como poucas vezes havia gozado.

Fiquei com isso na cabeça o dia todo, rezando para que meu primo chegasse logo do trabalho e ansioso para que chegasse a hora de ir dormir para que eu o apreciasse de cueca.

Não sei se meu primo reparou em algo, mas naquela noite ele resolveu dormir de short, sem cueca, o que fazia com o que o pau dele balançasse quando ele andava, aquilo me hipnotizou e tive que me cobrir para que ele não reparasse na minha ereção. Quando viu que eu estava coberto ele disse "-Tá louco primo? Um calor desses e você coberto?", fiquei sem reação e disse que era mania, ele riu e deitou.

Dessa vez colou o colchão bem práximo da minha cama e eu fiquei o admirando a noite toda, quando percebi um volume crescente no meio das suas pernas. Ele estava ficando de pau duro e ele estava escapando pelo canto da bermuda. Meu pau ficou duro feito pedra na hora e como ele estava dormindo comecei a me masturbar ali do lado dele, admirando aquele pau. Não demorei a gozar, me levantei, fui ao banheiro lavar a mão e quando voltei meu primo estava acordado. Quando me viu ele riu, fiquei assustado e ele percebendo me disse "Relaxa, essa ebulição de testosterona é comum na sua idade, mas você podia fazer movimentos menos bruscos ao tocar uma quando tiver alguem dormindo do lado... rsrs", e eu respondi tentando disfarçar a vergonha "-Ah, mas vai dizer que você quando se masturba você se liga nos movimentos? .. Foi mal te acordar ai quando levantei..." E fui me deitar de costas pra ele, depois de uns 2 minutos ele começou a dizer: "-Sabe primo, não acordei quando você levantou, foi bem antes..." Fiquei em silêncio e ele prosseguiu "-Eu estava olhando pra você e tive a impressão de que você olhava pra baixo enquanto tocava..." Eu gelei, não sabia se fingia que estava dormindo ou se respondia, mas meu sistema nervoso me traiu e eu comecei a respirar mais alto, de tão nervoso que fiquei.

Ele apenas se levantou e disse "-Olha melhor o que você estava admirando ainda agora..." eu fiquei com raiava, me virei e falei "Porra! Qual é Yago? Sou homem! Vá se fuder!" enquanto isso ele tirou o short deixando à mostra todo seu pau, e seu saco... e disse "-Relaxa primo, não disse que você é viado, eu não sou, mas essa curiosidade é normal, vai dizer que não pegar na minha rola?" eu relutei, mas meu tesão começou a aflorar e eu fiquei olhando fixamente pro pau dele, que deve ter uns 20 cm, ele então tomou a iniciativa e pegou minha mão e colocou na sua rola. Eu a princípio não fiz nada, ele então falou "-Faz o que tu tá com vontade, somos macho e isso não sai daqui!". Então comecei a masturbalo timidamente, e ele pegou no meu pau que já estava duro, ele deitou na minha cama, e me puxou pra cima dele e me deu um beijo, um beijo muito gostoso, senti aquela barba por fazer roçando meus lábios quase me fez gozar, então ele começou a me empurrar pra baixo, entendi o recado e fui com meu rosto pra bem perto do seu cacete que apontava pro teto e pulsava. Coloquei a mão no seu saco, passei a lingua na cabeça e senti um gostinho salgado daquele liquido transparente que melava o pau dele, e como por extinto comecei a chupar aquele caralho com vontade, tentava enfiar tudo na boca, chupava suas bolas... Me soltei, estava me comportando como uma putinha, pedia pra ele me bater e fuder minha boca, e ele obedecia, muito bem.

Depois de um tempo que nao sei exatamente quando, ele se levantou e começou a tirar minha roupa, eu já estava em transe com aquele situação que deixei em relutar, ficamos de pé e ele começou a roçar aquele pau duro atrás de mim, e eu estava rebolando feito uma putinha, me empinando todo pra ele, então ele falou no meu ouvido "-aposto que esse cuzinho virgem ta doido pra levar piroca.." eu como já estava entregue disse "-Faz o que você quiser, mas vai com calma...". Ele sorriu e me empurrou de bruços na cama, foi até a sua mala pegou um sachê e camisinhas, pensei que ele já fosse meter mas ele começou a lamber meu cú, eu gemia e pedia pra ele bater na minha bunda, e ele obedecia, depois de um tempo ele mandou que eu apoiasse um travesseiro no meu ventre e empinasse bem a bunda, rapidamente obedeci, e ele colocou a camisinha, e lambuzou meu cú com o conteúdo do sachê, mandou eu colocar um lençol na boca, não entendi, mas obedeci. Ele ficou um temo pincelando meu cú com o pau e sá enfiava um dedo... Não aguentava mais e pedi pra que ele metesse logo, então com um movimento brusco ele se posicionou e meteu o pau no meu rabo de repente, senti uma dor gigante, pedi pra parar mas ele mandou que eu continuasse com o lençol na boca, que eu mordia muito forte, lágrimas saiam dos meu olhos, mas meu primo sá fez aumentar o ritmo e dizia coisas das quais não me lembro. Depois de um tempo continuou doendo, mas comecei a sentir prazer também. Na mesma media que ardia era prazeroso, então comecei a empinar a bunda e pedir mais, meu primo não se fez de rogado e metia mais forte, dizendo coisas do tipo "Sabia que tu ia gostar de levar piroca no cu!"

Ficamos nessa posição a maior parte do tempo, mas ele mandou eu ficar de frango assado porque ele queria ver minha cara enquanto metia, e eu obedeci prontamente.

Ele aumentou a velocidade, e eu percebi que ele estava pra gozar e pedi pra que ele gozasse na minha boca, queria sentir o gosto dele, ele riu satisfatoriamente e depois de uns 3 minutos arrancou o pau do meu cú, tirou a camisinha e meteu a rola na minha boca, que logo sentiu jatos de leite quente, que quase me fizeram engasgar. Enquanto eu ainda chupava a rola dele ele me dava uns tapinhas na cara e me chamava de putinha, viadinho, etc.

Tirou a rola da minha boca, ficou esfregando na minha cara e falou: "-Não se fala mais nesse assunto, isso nunca aconteceu, entendeu? Mas bem que eu gostei de te comer..." ele foi ao banheiro, voltou logo em seguida e se deitou, logo depois fui ao banheiro tomar banho, e enquanto sentia arder meu cú enquanto a água batia sentia vergonha.

Voltei e ele já dormia, e desde então nunca mais falamos no assunto.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


prima renata parte 1 contosContoseroticosprimeiravezpagou pra cunhada,sobrinha,enteada,pra chupar caseirocontos dei pro meu padastrocontos de gay passivo dando pro macho eu agora eu sou mulher do meu ex primo viuvo conto eroticome vinguei do meu irmao e me arrependi contos eroticosprimeira vez que comi meu amigojaponesinha novinha dividindo o quilo do pai e chupando pornôcontos eróticos fode ai rebola vadia isso abre isso aí que pau grandeContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorminha madrasta viu meu pau molecontos eroticos sasuke e sakura minha doce virgemcontos eroticos marido liberado a esposa e filha p patraocontos eróticos quando eu tinha catorze um coroa bem dotado decontos eroticosmeu marido me chamou pra ver um filme porno com os amigoscontos comeu meu cu adolecenciaarrombado cu contoscomendo.o cu e a buceta da novinha pela perna do short dentro do onibus lotado sem ela pode ae defenderconto dpiniciacao putaria bi conto eroticorelatos de casadas que treparam vom suas cunhadssmulher botando a x*** para o cachorro lamberminha sobrinha pediu para mim gozar na calcinha dela contos eróticoscontos eroticos prazer solitario homemsarrou a bucetinha no meu ombro no onibusContos minha sogra quis medir meu paumeu avo aquele tarado comeu eu e amigas no riachoraparam minha buceta a força contos.Contos de transexicontos eroticos sobre virgindademulher pede ao vizinho pra ser errabadahomen preto com olhos castanhos peladinhosviuva darlene fudendo muitoler contos pornos eletrecista mi comeo no hotelcontos eróticos em cima do carroFodi a enteada a cunhada e sobrinha na praia de nudismo contoerooticoorgias/contoscontos/ morena com rabo fogosocontos corno humilhado beija péscontos minha irmãzinha tinha mania de sentar no meu colocontos gay trans teenContos casal pelado na praiacontos erotico farmaceutico macho negao fodendo gaycontos eroticos chamei meus amigos pra ver jogo em casaaluninha dando cuzinho virgem para o professor pirocudo contos eroticoscontos de rabos sendo dilaceradoscomendo o cu da lais e amiga olhando mulher rebolando de costa para o espelho de fio dentalcontos minha enteada minha amanteconto erotico com crentecontos eroticos fiz amor c minha mae na primeira vez que fui pra cama c elarecem casada safada contos eroticosContos eróticos de incesto filhinha caçulinha dando em cima do pairasguei o afeminado novinhoconto pai por favor mim enxugacontos eróticos de norasafada pediu pro tio pauzudo gosa dentroegua deixa homer comer sua buceta virgContos erótico novinhas vigem sedo arobada pelo vizinhoa gozada mais rapida da estoria pornodoidoContos erotico me exibi pro taxistairmã irmão estudando lá no exterior não tinha feito ela com tesão ele com tesão meteu a rola nela bem gostosomenino de treze anos gostoso bundinha e cuzinho jeitoso contos eroticoscontos eroticos d zoofilia cine maxcontos arrombado por cdminhas duas prima foi dormi em casa cime fou a duascontos porno de comeram minha namoradacontos eróticos estuprada pelo médico dupla penetraçãoContos eróticos picantes-padrasto e sobrinhacontos meu pai me fodeconto erotico bi com atendente de hotelcontos eroticos Supresan bate papocontos eroticos. esposo duvidou da esposacontos eróticos me obedece putinhacontos ela gozou no meu dedo no metrôconto erotico toma leite pra crescer fortecavalo e pônei cheio de tesão tentando dar em cima da mulhercontos bund 130cmcontos erotis orgia bicache:lzLFg49SSUgJ:biz-kon24.ru/conto_1039_fim-de-semana-com-titia-e-empregadas.html minha namorada perguntou se eu era gay contoempregada fodida na marra.contoscontos minha mulher foi fodida na praça por estranhosfragrância zoofilia caseiro contos massagem colegaContos de Puta que pra ela so dava rolao cavalofotus de zoofiliaConto erotico minha esposa e o pau enorme do nosso cachorrofui na casa de massagem e fui enrabada contos eróticospulando casa do vizinho cherando calsinhaconto goza sobrinhnporno gay interracial com macaquinho gulosobrincando com maninho acabou em sexoeu trinquei o meu pau na mão dela contos eróticos