Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CADELA IMPLORANDO

Senhor estava em sua mesa,sentado,trabalhando,todo concentrado . Cheguei de quatro,nua, de coleira,toda manhosa e safada . Senhor sentiu a minha presença,mas fingiu que não viu,me ignorando totalmente . Fiquei lhe olhando,com aquela carinha de piedade,pedindo a sua atenção apenas com o olhar . Estava ali,de quatro,pertinho de ti,esperando,implorando apenas um olhar e nada .



A sua presença,o seu desprezo,me causava um tormento e ao mesmo tempo uma excitação incrível .



Já estava toda molhada,quente...ansiosa,agitada... os minutos passavam e cada vez ficava mais excitada,nervosa,apavorada, submissa .



Senhor sentiu a minha respiração ofegante,soltou um sorriso me olhando...nossa !...fiquei desesperadamente excitada com seu olhar debochado,firme e ao mesmo tempo,sereno,dominador...



Estava toda boba,feliz,inquieta,excitada,nervosa,envergonhada,agitada e safada!..



Uma mistura louca ...Senhor sorriu,desviando o olhar novamente e espichando os pés... (debochado)...rs !.



Na hora olhei e com aquela carinha de cadelinha manhosa,submissa,obediente e servil,já fui implorando para lhe servir de mesinha,apoio para seus pés .



Mas seu olhar estava totalmente para o computador,não viu meu olhar e estava bem concentrado . Fiquei atormentada,excitada demais....o nervosismo já estava me deixando impaciente,inevitável,comecei a tremer...então,resolvi fazer barulho,baixinho,bem baixinho...gemidinho de cadelinha..rss..Senhor ouviu,adorou....estava amando tudo,mas estava disposto a judiar mais e colocar em prova a submissão de seu bichinho . Fingiu,ignorou....não demonstrou nenhuma reação, até o deboche havia sumido . Sua atitude estava me excitando e ao mesmo tempo me deixando impaciente demais . Não teve jeito,já estava totalmente confusa . Então,resolvi gemer mais alto,necessitava a sua atenção e não estava disposta a desistir . Senhor gostava e sabia muito bem me causar aflição . Continuou me ignorando,não manifestou nada,nem um sorriso,nem um suspiro,nem um olhar,nem uma mudança na respiração,nada! . Ah....inevitável..o desespero começou a bater em minha porta...corpo estava tremendo,estava literalmente molhada,encharcada,quente,louca de tesão e de raiva... atormentada,confusa....fiz gracinha,gemi mais alto...nada...absolutamente nada....comecei a pensar em várias coisas...mas estava confusa demais...excitada....não sabia o que fazer,como fazer...respirei fundo e mandei o desespero embora....não podia e não iria perder o controle .. (falso controle,pq nesse momento já estava sem nenhum)..rss..Senhor estava amando aquele desespero todo causado por ti... e estava disposto a torturar muito mais....queria ver até que ponto aguentaria o desprezo,a pressão... Então,depois de muitas tentativas,resolvi falar baixinho,morrendo de medo de lhe incomodar,mas ao mesmo tempo com a consciência pesada por não estar lhe servindo de mesinha....precisava ser útil...estava me sentindo mal,por estar ali sem fazer nada ... com o corpo tremendo,respiração ofegante,pausas na voz,disse baixinho :



- Donoo.... ( aquele jeito manhoso e submisso de pedir atenção.)..



Hum...mas ainda estava pouco.. (maldade )...Senhor nem se mexeu,fingindo não ouvir nada . Estava realmente testando meu limite,minha submissão,meu controle,minha dedicação,minha paciência .



Respirei fundo,com a boca seca,coração disparado,respiração ofegante,corpo tremendo,lhe chamei novamente,baixinho,implorando o seu olhar,a sua atenção :



- Donooo...



Senhor não manifestou nenhuma reação...ai sim,fiquei extremamente nervosa e impaciente..naquela altura,já estava confusa demais....não sabia distinguir o que era maior : o tesão,o tormento,o nervosismo, a raiva, a aflição,a angústia . Senhor percebeu a falta de controle,estava muito excitado com tudo que estava provocando em seu bichinho . Respirei fundo,tentando controlar o máximo aquela aflição....mas a essa altura já tinha me entregado...a respiração estava ofegante demais,o desespero já havia entrado,claro,as lágrimas foram inevitáveis no momento..tentei controlar...que pânico !...implorei novamente,chamei baixinho :



- Donooooooo....



Senhor sorriu,amou....me olhou,com aquele olhar debochado,com aquela voz tranquila, disse :



-Sim,meu bichinho,diga !.



Ah !...naquele momento não sabia o que era "pior",a sua atenção ou o seu desprezo....rs...pq estava excitada demais.....nervosa....tremendo muito,não sabia por onde começar,como falar...estava quase atropelando tudo,quando lhe olhei...aquele olhar,nossa...!..me acalmava e desesperava ao mesmo tempo...que loucura !...respirei fundo...estava com um olhar aflito,desesperado...Senhor sorriu,me olhando de um jeito debochado...me testando....então,disse :



- Por favor,Dono..( a essa altura quase chorando )...



Senhor fez sinal pra respirar fundo e dizer calmamente,sem desespero e pressa..( fácil,não?..rs..debochado mesmo )....



Não podia desesperar,mas já estava desesperada...rss...nesse momento já estava confusa demais...então,num impulso,falei:



- Dono,por favor,permita-me servi-lo de mesinha !



Bonitinho...Senhor adorou,mas ainda sentiu um fio de "controle"...ah....queria provocar mais desespero..agora estava na hora de ver mesmo até onde seu bichinho era capaz de ir..



E com deboche,respondeu :



- Hum,não...acho que vc não está com tanta vontade,melhor ficar quietinha,descansando...



Poxa,que deboche heim....que descansando.....necessitava servi-lo...precisava daquilo....



Nessa altura já estava absolutamente confusa,sem controle,nervosa e excitada demais....respondi:



- Dono,por favor.. (ajoelhada)..imploro,dê permissão a esse bichinho idiota,que sá serve pra te agradar....permita-me servi-lo de mesinha,imploro....



Que aflição,que desespero,que tormento,que maldade !.



Senhor já estava desviando o olhar novamente,quando...



Desespero tomou conta,me cegando,me deixando totalmente nervosa e transtornada,disse :



-Dono,por favor,dê permissão a esse pobre bichinho,que está disposto a lhe agradar,imploro...já estava quase beijando o chão....totalmente sem rumo....chorei...implorei....no chão...pertinho de seus pés,mas sem permissão para tocá-los....chorei muito....implorei,entre choro e soluço.....Senhor resolveu atender o pedido de seu bichinho,com deboche,disse:



-Certo...venha...mas não quero ouvir um choro,um gemido,uma respiração,será que consegue inútil?...nossa !....maldade mesmo...já fui enxugando as lágrimas,respirando fundo,tentando controlar o nervosismo,a excitação...que mistura louca...precisava controlar tudo....tentando controlar,fui pra posição rapidamente ...



Senhor delirou de tesão,quando apoiou seus pés em seu bichinho,sentindo seu corpo tremendo,sua respiração ofegante,seu desespero,sua vontade absurda de tentar controlar,o que a essa altura já estava totalmente,absolutamente sem controle....rs !..mas gostou,sentiu a vontade,a submissão de seu bichinho naquele momento....encolhida,tentando não mexer...( rss.)....totalmente excitada,nervosa,transtornada..



Senhor riu e continuou de onde havia parado,totalmente concentrado no trabalho... ( não sei como conseguia....)..vai ver é por esse e outros motivos que é Dono..rss..tem o controle nas mãos.... ( ai ai ai )...







VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos gay arrombaram meu cu enquanto eu dormiacontos eróticos gay - jogadores fudedoresgays chupando cu de macho caretacoroa me fudeuconto meu marido insistiu no ménage e levou rola a forçasó não doidão priminha gostosacontos meu pai comeu o'cuzinho na marra eu adoreiMe Faz um Cafuné conto gayrelatos de traicao com negros picudoscontos eróticos comendo a cunhada gostosa em uma festa de fim de ano com família toda reunidacontos erotecos dei mel rabao pro mel felho toludopai gosano dentro da eintiada. ela gritaconto comi o cu da minhamaesobrinhos fazendo massagem na esposa bebada casada contoFernanda jeitim nuaContos heroticos esposa quer muitas picasfui dominado por uma mulher mais velha conto eroticocasa dos contos eroticos/padrescontos eroticos dupla penetraçãocontos er passando em casacontos eroticos comi minha esposacontos eroticos de pai dando um trato na filhaconto erotico arrombei o travesti do baile funkconto de comi o cuzinho do garoto dando aula particular em minha casa fazendo chorar na pica grandeconto. tirandobo cabaço da minha namorada na frente da familia delacontos sou angolano nunca comi um cu tenho um pau grandeNerdes gay contos eroticossoofilia.quando meu marido viagouCamila minha enteada com a b********chantagem com casal. que pediu carona contos eroticocaralho meu empurra tudo nu meu cuzinhohttps://idlestates.ru/conto_3484_desvirginando-minha-querida-irmazinha.htmlmeu amigo chantagia minha mãe. conto eroticoContos eroticos : Aticei o porteiro e ele me pegou de jeitocontos eróticos meu segredocontos eróticos minha esposa ficou pelada na frente do sobrinhocontos eróticosprimosContos de mulheres, fudendo com seu avôjogando nas duas pontas trailer porno travestiscontos esposa bundacontos orgia com pobresContos eroticos estorial, enfie o meu pau na buceta da minha irma ela dormindo e disperto eu dentrohomem fudeno acachoradacontos de coroa com novinhocdzinhas contos reaiscontos eroticos de travesti com mulher com gemidos escritosconto erotico engoli 1 litro de esperma no vestiariominha irma uma pretinh que adora trepa comigo pornoContos eroticos gay dando pro maconheiro safadovídeo de professora dando a pombinhacontos minha namorada pelada meu amigocontos eroticos com homem contratado para engravidarconto erotico viadinho dei meo fu virgecontos verdadeiro de filha de 10 aninhos dando o cuzinhocontos eroticos tia tucaconsultora pega a cliente e a faz gemer de prazerMinha vizinha me deixou ver ela transando contoscontos meu genro me comendoesfolou o cu do gay conto pornocoroa dona de banca em teresina dando bucetaMeu penis mede 17 cm e grandeporno doido em cabines chupando e dando a buceta por buracos de paredescontos putinha caralhudo corno chupasou casada mas sou fissurada em paudando mama para o vaqueiro no pasto contoscontos eroticos a gostosa da jussaravideo porno de megao conedo a maecontos eroticos de incesto selvagemcontoseroticos primo transou com a prima e ela ficou gravidacontoseroticocoroascontos bem sacana com peitudas e patraocontos eróticos assaltantes me f****** na frente do meu filhoComi um cu fedodo contosNerdes gay contos eroticosConto as primas na roçaContos eroticos nerd virgemvídeo pornô caseiro cabritinha abrindo a b***** para o cara meter a pica grossa dentro delacontos-você mete teu pau no meu cuzinhosambado se caucinha pra da pra pau grande e se deu maucontos Eroticos com 3Homems e uma mulhercontos eróticos comi titia no banheiro com um monte de gente em casacontos eroticos familia unidaComtos namorada fodida para pagar dividas do namoradoconto marido do ladoconto fui buscalo no aeroporto oadoro dar para o nosso cachorro contos eróticosnegoes picudos/contosviajei e transei no onibus marido corno assumidoeu e meu irmao no carro vigando contos gaycorninho esposa picudo frouxo contotraindo no hotel contostempo minha filha gostosa e g************* do c* dela contos eróticos