Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA MULHER E O PASTELEIRO

Este fato aconteceu quando minha mulher ainda trabalhava em uma lanchonete no centro de BH, ela nunca me contou tal fato, mas como atualmente estamos mais separados que juntos e talvez pra mi fazer ciúmes ou raiva num momento de briga nosso ela me joga o ocorrido na cara. Ela tem 1,55m de altura 33 anos é branquinha de bunda arrebitada, loira e 55 quilos bem distribuídos, já falei como ela é em outro conto, vamos ao fato.

Ela me disse que nunca tinha ficado com outro cara enquanto estávamos juntos (Acredito!) bom! Nessa lanchonete tinha um pasteleiro por nome João, um cara negro de uns 38 anos mais ou menos de 1,80m de altura, ele começou com aquelas cantadas que a maioria dos homens taca na mulherada quando quer puxar conversa, (qual seu nome, que o cabelo é lindo que o marido ou namorado tem sorte de ter uma mulher assim etc. etc. etc.) ela não dava bola no começo e mal falava com ele sá mesmo para pedir os pasteis quando acabava, toda vez que ela ia à cozinha ele dava uma cantadinha de quebra nela, ela às vezes sorria meio sem jeito, com o passar do tempo ela foi se acostumando com essas cantadas e passou a provocá lo usando calças leg. Ou calça Jens mais justa passava perto dele e esbarrava a bunda nele, nessa lanchonete não tinha vestiário ou banheiros separados para homem e mulher tinha um monte de armários enfileirados que os funcionários usavam para trocar de roupas, mas era dividido para homens e mulheres, ela trocava de roupa no fim do expediente quando o pasteleiro passou na hora que ela tava vestindo a calça jeans dando pra ver sua calcinha na frente ele ficou meio escondido tentando ver algo a mais, mas ela sá abotoou a calça e saiu sem nem olhar pra ele, ate que um dia ela viu ele olhando e deixou a calça abaixada ate no meio das cochas sá pra ele olhar fingindo que não o via, isso durou algum tempo ate que ele um dia entrou a onde ela estava, ela disse pra ele que ia deixar ele ver sá a calcinha que ela usava e nada mais e assim foi, mas ele não se contentava sá com isso e por varias vezes passava a mão na bunda dela quando ela ia na cozinha ou se ele passava perto dela mas tudo por cima da calça teve uma vez que ele entrou novamente quando ela trocava de roupas e antes que ela vestisse a calça atolou a mão na buceta dela por cima da calcinha ela empurrou ele antes que ele fizesse algo mais, ele disse que não aguentava e mostrava pra ela o pau duro e que quando chegava em casa comia a mulher dele pensando nela, que teve uma vez que ele comeu ela com tanta força que ela perguntou para Ele com quem ele achava que tava transando.

Minha mulher disse para ele que se contentasse que não passaria daquilo, ele falou para ela que ia agarrar ela a força, ela falou se ele fizesse isso que ela gritaria e por vários dias trocava de roupa mais cedo sá para ele não ter como fazer nada, mas teve um dia que ele estava de folga e arrumou uma desculpa qualquer com o seu patrão para poder ir à lanchonete e justamente no fim do expediente da turma da manhã, quando ele passou perto dos armários e viu ela trocando de roupa sem ela perceber chegou por traz e a abraçou forte sem ao menos ela ter como sair do seus braços e antes que ela ao menos vestisse a calça ele já de pau duro tentava enfiar o pau na buceta dela por trás ela resistia ao Maximo ele foi atolando a mão na bucetinha rosada dela e cutucava a bunda dela com o pau preto, ela não gritou ficou se fazendo de difícil como ele não dava trégua ela foi relaxando e ele forçando cada vez mais ate que ela viu sua calcinha sendo arredada pro lado e o caralho dele entrando ate as bolas baterem na sua bunda com uma das mão ele segurava sua cintura e com a outra tapava sua boca pra ela não gemer alto e estocava sua buceta com força parecendo querer enfia ate as bolas dentro dela ela ficou sá sentindo as fortes estocadas e gozou encharcando o pau dele todo com o seu liquido ate que ele também não aguentou e gozou feito um jegue inundando de porra sua bucetinha rosada quando ele tirou o pau ficou esfregando ele na bunda dela pra limpar o resto de porra que saia. Ele disse que nunca tinha gozado daquele jeito e que repetiria a dose qualquer dia, ela disse que nunca mais ele teria outra oportunidade e realmente não teve, pois uma semana depois ela saiu da lanchonete agora se foi por causa dele não sei. Espero que tenham gostado e se ela me contar mais alguma coisa eu conto.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de mulheres pegano carona indo no coloRelatos eroticos de professoras casadas brancas que foram usadas por alunos negrosmenininha conto eroticomulher botando a x*** para o cachorro lamberContos erocticos dei comprimido ao velhofilme pornô minha prima gravata preta para mimvelhos gay contosdeixei um mendigo de rua comer minha bucetinhasogra e genro. não. se falavam pornocontos eróticos de lésbicas tirando a virgindade das outrasfui enrabada na frente do meu marido/contoszoofilia negao comenorme pau deixando putia loucacontos eroticos iniciaçao gayvideo de cunhadoxcunhadacaseiro entregado trasanoconto gay cu de sobrinhona casa de swing recife contopeguei a x*** virgemcontos papai encoxou sem querer na minha bundaContos eroticos gaucha casadamamando na velha contoscontos eróticos sexo com menininhas traduzidosContos minha esposa com velhinhosfudi as dua sobrinhas de nove e onze anos contoconto erotico minha mae e 2 viralatacontos eroticos de namorada fazendo sexo pelo celular com o namoradocontos gay chupei o pau do borracheirotirei a saia da minhan e fudi com ela no banheiro pornodoidovideos contos despedida solteira punheta chupadaconto sentei no colo do lekecontos inocênciamwu irmao comeu meu cuzinho contosCom medo da jeba enormeme seguraram e um jegue me arregaçou contos eróticoscontos eroticos sou uma mulher coroa e adoro tira a virgindade das mulecadaadoro ser estuprada contostraveco roludo patendo puenta derepente chega a mulher bem gostozacontos de cherado decalsinhaConto porno de marido e sogrocomendo e falando sacanageme gozando contoscontoseroticos chupando meu tiocontos cuidando da minha irma casadacontos enrabada no chuveiroContos eroticos flagrou namoradaFODA GRAVE arrombando ninfetinhaContoseroticos estuprando Vitóriagordao tarado conto eroticomenininhas fudendo com vários cachorros contos eroticosconto erotico de fui comida pelo amigo do meu esposo insperadamentedormi com meu irmao contoscontos de sexo com mulheres menstruadascontos eróticos primeira vez mãe fazendo dupla penetração com seus filhosconto comi.uma coroaeu quero ver anaconda chupando leite da mãecontos eróticos de Zoófila - empregada foi amarrada e castigadaConto erótico infância dupla penetracaomasturbando com obras em xasa contoeu meu primo e minha mulher contoscontos porno de comeram minha namoradacontos com fotos esposas com a buceta cheia de porra de negrosporno abuzado mulhe olho tapadoContos sexo coroas esposas de amigosContos lesbicas nossos maridos sairam fiquei bebendo com a comadrequero rola contos eróticoscontos eroticos:esporrei na maeporno abuzado mulhe olho tapadobundagaypassivacomendo cu tia 57anosDei o cu pro policial, quase me rasgacontos comi a irma gravida gostosa rabuda peludacontos eroticos de esposas com negaoconto erotico fui no banheiro da estrada mijar e me assustei com o tamanho do pauzao do negaocontos eróticos de irmão comendo a irmã pequenininha novinhacontoa gay - meu colega de quarto musculosocontos eroticos eu e minha esposa cinepornocontos eroticos iniciei meu marido a da o cuporno policia agelma ou marido fode amulher