Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

GOZANDO NA PRIMEIRA CASADA

Bom, eu começo falando que nunca imaginei que me tornaria um pegador de mulheres casadas, mais foi tudo por conta do destino, acabei me viciando e especializando no assunto, já que hoje é meu maior desejo, a partir de hoje vocês vão me conhecer como GG, e o nome da minha primeira experiência vai ser Sonia... tudo começou quando eu tinha 30 anos, um dia que eu estava em cada sem nada pra fazer, então resolvi dar uma volta pelo bairro onde eu moro, ao passar por uma rua reparei que tinha uma mulher loira e muito atraente sentada em frente a casa dela, e notei que ela me olhava de uma forma diferente, então dei a volta no quarteirão e passei lá novamente, mas quando vinha na sua direção ela entrou dentro da casa, mais logo em seguida saiu e me olhou de novo, agora com mais intensidade, achei estranho porque ela era casada, resolvi me aproximar. Falei sobre o calor que estava fazendo e que o ar na rua estava mais fresco, então ela me disse que nem tinha como ficar em casa porque o relágio tinha desligado e ela num sabia ligar, eu me ofereci para desligar o relágio, ela agradeceu e me levou ate ele, mais logo que eu religuei o relágio ela me perguntou se eu queria uma suco, como eu já estava meio intrigado com aquilo, resolvi aceitar, e fomos para a cozinha, ela pegou o suco na geladeira e me deu, logo depois ela me disse que podia ficar a vontade que ela ia tomar um banho, não acreditei no que ouvi, aquela mulher maravilhosa e sensual me falando aqui, parecia filme, era impossível... mais ela foi na direção do banheiro. Eu fiquei estático sem saber o que fazer, afinal ela era casada e podia aparecer alguém, ela nem fechou a porta, de repente quando olho na direção do banheiro, surge aquela mulher linda, deliciosa peladinha na minha frente, quase morri de susto, seios grandes e duros, uma cintura bem feita, uma xaninha desenha e aparadinha, pernas roliças e com uma carinha de safada, fiquei extasiado com aquela visão, ela me olhou e perguntou: Você não vem? Sem saber o que falar eu so fui na sua direção, entramos no banheiro, ela encostou a porta e sem falar nada já foi descendo e colocando meu pau pra fora e acariciou ele bem gostoso, quando ficou duro ela disse; assim que eu gosto, grande e grosso, e começou a chupar bem gostoso, eu me senti um pervertido, afinal era a mulher de outro cara, mais estava bom de mais, ela coloca ele na boca e chupava feito doido, batia com ele na cara, falava que adoro uma caralho e que queria me fazer gozar de todo jeito, fazia uma massagem muito gostosa no meu saco e fica tentando colocar ele todo na boca, de repente ela levantou um pouco e colocou ele nos seios e brincou com ele La, gemendo d prazer com meu caralho em seus seios, cuspia nele e brincava mais ainda e sempre batia com ele na cara, e me perguntava se eu achava ela uma vagabunda por fazer aquilo, eu nem sabia o que dizer, sá olhava ela assustado, mais cheio de tesão, ela se levantou totalmente e me despiu todo, ficamos os dois paladinhos, meu pau estava muito duro, ela me pediu pra deitar no chão do banheiro, e quando deitei, ela colocou seus pés um de cada lado da minha cabeça e sentou na minha cara, na minha boca, começou a rebolar bem gostoso, ela estava todo meladinha e seu liquido vaginel era delicioso eu comecei a chupar ela bem gostoso e ela chupava meu pau também, ela num se aguentava de tesão e rebolava feito louco gemia muito gostoso e esfregava a buceta na minha cara, eu fiquei embriagado pela buceta dela, era um bucetão enorme que parecia que ia me engolir, mais eu queria mais e mais, pedia pra ela rebolar mais ainda, ate que ela num se conteve e gozo una minha cara, me lambuzando ainda mais, fiquei doido e acabei gozando também, enchendo a boca dela de leite quente, ela me pedia pra fazer a ultima coisa, eu disse que ela podia tudo, então ela se levantou um pouco e mijou em meu peito, aquele mijo quente, me encharcava todo, mesmo achando nojento era muito delicioso, ela me olhou e perguntou se eu gostei do jeito de cachorra que ela tinha, eu disse que adirei então fomos finalmente tomar o banho, ela num deixou que eu penetrasse nela de jeito nem um, já que num era isso que ela queria? Perguntei por que ela fez aquilo, ela então me disse que seu marido a tratava como uma Leide, uma rainha, mas as mulheres casadas querem seu dia de puta de safada, e que toda mulher tem desejos e fantasias, e essa sempre foi uma das fantasias que ela tinha, me confessou também que foi ela quem desligou o relágio. Nesse momento eu descobri que era esse tipo de fantasia que eu queria satisfazer. Esse é meu primeiro conto, mais tenho muito mais historias para contar... aguarde. [email protected], entre em contato.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos casada fui estuprada 6 e inda meu marido mim comeucontos a mulher policialleitinho do titio contos inocentescontos podolatria irmao sobrinho contossou uma mulher crente mas quero picacontos eróticos eu inocente meu vizinho me pegou no flagra transandopenis torture alargando a uretracontos de meninos putinhostava um tedio danado,resolvi dar a buceta pra ele,incesto contosse eu deixar no seu sobrinho como é lá dentro da piscina e gozar na sua caranovinha com peso na barriga usando churrasco de vídeo pornôIncesto com meu irmao casado eu confessoAdora mamadas contoseroticosesposa da o cu au marido sorindapai que fica rosado.o pau na buseta da filha bebadapagode porno grelo gosadogarotinha sentava no pauContos eroticos novinho cu sendo rasgado pau dotadoum cavalo fudeu minha buceta contoscontos eroticos tia brincandocleide chupou ate gozarcontos eroticos noivas.boqueterascontos eroticos comendo o cu da amiga bebadaVilma metendo dos friston sem ser em desenho o vídeo erótico metendo sem ser em desenhoconto gay fui feliz em salvadorconto fiz sexo oral em padreadoro andar sem calcinha contoscontos eróticos satisfazendo as fantasias do maridocasada recebe proposta indecente contosrelatos hetero casado que deu o cucontos de tioscache:9sPphOOPSSEJ:https://idlestates.ru/m/conto_2200_corno-manso-e-viado.html Comendo cu de mulher dormindo conto eroticoMinha irma adolecente taradinha em conto eroticoa foder a policial na rua contosminha chefe japinha contosconto no mato espiando a filha tomar banho no riu  Marilia e Juliana estavam mais uma vez fr ente a frente para uma dolorosa batalha. Ambas traziam nos corpos as marcas feitas pela outra em combates violentos e sangrentos. Marilia vestia tão somente uma minúscula tanga branca fio dental. Juliana uma  Conto erotico gay sr.juvenalContos eroticos meu rabaocontos comi minha alunacontos reais buceta gorda siririca buceta de cajaraContos gravida chupandomulher transando com dog contosestrupadas contoscontos minha namorada me fez corno com vizinho marrentoAdorei meu primeiro anal contos eróticosContos de travestis pauzudosfilmes de televisao pornosComtos professoras novas casadas fodidas na sala de aula pelos alunoscontos punheta com a maecontos eróticos frio inverno geladocontos eroticos cu e bucetatio gordo dormindo conto eróticocontos eroticos comi minha prima no rodeiocontos eroticos dainfanciacontopaugrandecontos eroticos porno de pirralhas inocentescontos sou bem fudidacontos eróticas de mulheres cuiabana louca por pau no cuconto erotico tem um travesti na minha familiaconto viadinhocontos de hilhas putinhas pro paiconto erótico piroquinha da mamãeporno mulher no onibus deixando um homem te alisar por baixo da saia mesmo com o corno juntono hotel com meu filho contos de encestocontos gay comendo o muleke do orfanatocontos eróticos primos amantesconto erodico 5 amigos me fuderaocontos eróticos mostrei o pau pra minha mãeesposa safada fudendocom cavalos na fazenda contosconro erotico gay meu tio alopradonovinha de 13com peitinhosendo chatagiada a fufer contos por amigoconto real casada moro na casa do fundoaconto erótico chupada do nada escondida mel sugar babar