Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMENDO A CASADA NO PONTO DE ÔNIBUS.

Bom, as vantagem de se pegar mulher casada, é que você pode dar uma metida gostosa e nunca mais estar com ela, bom essa historia começou quando eu estava saindo de um evento e tinha que pegar o ônibus, mas ele estava lotado, era por volta das duas horas da manhã, então entrei e fui andando quando vejo uma mulher branquinha com um desses corpos cheinhos, mais com curvas, digamos que seja um falça gorda, então na hora que fui passar por trás dela eu dei uma sarradinha, so que ela tinha uma bunda avantajada e bem macia e usava um desses vestido que fica Souto no corpo, como ela num falou nada, resolvi estacionar ali naquela delicia de bunda, e quando íamos andando eu ia dando minhas sarradinha, mais como ninguém é de ferro meu caralho foi logo ficando duro, imaginei a merda que ia dá, mas de repente eu senti que ela estava se ajeitando no meu pau, tentado se localizar nele, ela com aquela bunda macia na minha frente, o mexe-mexe do ônibus eu aproveitei pra levar a mão e alojar meu caralho entre suas nadegas, quando ela senti minha mão na bunda dela, ficou doida e chegou a estremecer, aproveitei pra passar a mão e dar um aperto bem gostoso naquela bunda.. ai que ficou bom, ele começou a se apertar na no meu pau e ele ficando mais duro e ela mais exitada, e a bundona dela parecia que ia engolir meu pau com vestido e tudo, as pessoas estavam percebendo o tesão que ela esta e começaram a rir e comentar, bom isso foi acontecendo pelo percurso da viagem, chegou meu ponto eu desci, quando escuto aquela voz atrás de mim. Hei você esta com muita preça, bom eu disse que não, então ela falou, agora vem apagar o fogo que você acendeu, bom, como era tarde e não tinha ninguém por ali eu fui na direção dela e coloquei meu pau pra fora, ela começou a me punhetar e me beijar freneticamente e logo desceu e começou a chupar meu pau bem gostoso, com uma chupada gostosa e nervosa parecia que ela num via um pau a anos, porque estava feito doida me chupando, gemendo e se masturbando, feito louco, depois ela se levantou e tirou a calcinha e me deu, mandando eu colocar no meu bolso, depois ela se virou de costas para mim e colocou as mãos na parede deixando aquele bundão empinado pra minha direção, e falou, vem me comer caralho, eu to doida pra dar meu cuzinho, eu fui e levantei o vestido dela, aquele rabo dela parecia uma lua cheia, branco e grande, eu abri as nadegas dela e vi aquele buraco do cuzinho dela, dava pra que ela estava acostuma a dar o cú, então dei uma cuspida no meu pau e foi colocando ele, pra dentro daquele rabão, com forme eu ia enfiando, vendo meu caralho na penumbra entrando nela, ela já ficou doida e começou a mandar eu meter bem gostoso: mete porra, mete esse pau no meu rabo, me come bem gostoso, fia bem fundo em mim, vai caralho, mete fundo, eu fui ficando doido e metendo forte nela, mais quanto mais eu metia... mais ela pedia pau, dava pra sentir que aquele posso num tinha fundo, ela começou a pedir coisa, então eu obedecia fielmente, mordia as costas dela, puxava o cabelo bem forte, ao ponto dela se contorcer pra trás, dava tapa na bunda dela, sempre metendo meu pau forte naquele rado, então tirei e quis comer sua buceta, ela não deixou e disse que a buceta o marido comia, ela queria dar o cuzinho, porque ele tinha nojo de comer, de novo ela colocou meu pau na portinha do cu e falou: mete forte essa porra no meu cu, eu enfiei tudo de uma vez, ela gritou e pedia: me come porra, rasga meu cú seu safado, me arronba toda, que sentir seu pau bem fundo, eu comecei a fuder ela bem forte e selvagemente, com um animal e ela pedia mais e mais, bate na minha bunda... apera meus peitos... puxa meu cabelo..... me faz de vagabunda,,, de piranha... me chama de cachorra... mete porra... me come bem gostoso, que aquele corno que eu tenho em casa num faz isso, aquele viado.... mais forte... mais forte... fiquei metendo forte naquele rabo até que num aguentei mais e disse que ia gozar, ela tirou do cú e me mandou gozar na mão dela, então começou a punhetar meu pau ate que eu gozei na mão dela, que escorreu entre seus dedos, e ficou olhando minha porra na mão, depois falou... pronto, agora você pode ir embora, já estou satisfeita.... eu sai andando sem entender muita coisa e ela ficou La no ponto de ônibus, me olhando, sem sei de onde ela era, mais sei que foi uma foda deliciosa, como eu disse, adoro pegar mulher casada. Em breve tem mais... aguarde. [email protected], entre em contato.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


volume na calça encoxadacontos eroticos enfermeirascomo enraba uma colega. de trabalhobundinha cobiçado conto erótico gayum pivete me engravidou contoscontos eróticosde lésbicascontos gays meu cuzinho me chamava de festaContos d uma menina estrupada por taxistaAtras da casaxvidiocontos eróticos devemos dividir o mesmo quarto com um casal de amigobuceta chupar elaeleContos eroticos primeira vez no puteiroconto erótico de primo cdzinhaconto de cunhada depilando o cu para levar varaContos eróticos de mamãe ensinada a filha ser putaContos de metidas nos cuzinhos inocentesConto, soubaixinha e mulher de um.cornoconto muro eroticocontos vacilei e engravidei do meu filhocontos eroticos esposa me deucontos eroticos perigovou começar com Vanessa bucetacomtos de incesto com subrinha na caxuera no carrocontos eroticos padrescontopaugrandefotos cim zoom so de cacetes duros melado de porralambendo meu cu contos exibicionismovídeo de namorado faz bem aqui Amanda no Pou pelo jeito da sua bundacontos eróticos muleque pega no flagra muleques tocando punheta no matoconto xota cu irmãzinhacolocando devagar na bundinha vestidinhocafetao metendo na minha filha conto eroticosconto cachorro tirou minha virgindadeGozei dentro da xereca peluda da minha vizinha coroa enxutaContossafadezascontos eroticos de cornos e veiasso rendudo socando ni bundao enormecontos eróticos eposa e amigoContos eroticos minha esposa rabudaContoe d orgias cadelinha e seu donocontos erótico com enfermeiravirando escrava submissa do traficante contogozei com a minha.irma no meu colocontos eu minha esposa meu pai e meu irmao na putariacontos heroticos gay meu tio de vinte anos me comeu dormindo quando eu tinha novecontos eroticos mendiga negrafui tomar banho na casa do amigo e comeu a mulher deleconto erotico submissa gozei choreicontos eroticos amigos heterosdividindo a enteada teen com o filhoQuando eu era pequena meu primo comia meu cu e eu peidavaGozando na boca Abrantes dela chuparContos eróticos de incesto filinha mimada do papaicontos eroticos com dialogo molestada pelo patraocontos eroticos prima 32noscontos erotico so de negrinhas dando o cusinho e a bucetinha pro cunhado e chupando muita rolacomedo tudo que e tipo de putinhas e putinhoscontos eroticos nordesteminha tia mim viu de pau duro e mim deu sua buseta gostosa e boacontos eroticos sou casada ,eu sobrinho pedrinho parte 4contos flagrei minha irmã e seu filhono acampamento enquanto eu dormia contos eróticosconto mamae fode com filho aniversariantecontos eróticos de mulher ajudando o marido tirar o cabaço das sobrinhas e vizinhascontos eróticos putona do touroAcordei com o cuzinho cheio de porra contoscontos vendo a irma sendo fodida betinhaContos tia de saia curtabodes trwpando com cabraMeninas virgem estuprads pela zeladorpassei a calcinha contos eróticoscasada dando o cu no bairro de na casa do feranteminha irma casada conto erotico