Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A AMIGUINHA DO COLÉGIO

Sou Branco, 20 anos, 70 quilos, 4.75% de Gordura Corporal, malho muito. Certo dia eu por obra do destino, tinha de ir na Academia muito cedo, fora do horário comercial, e como sou muito amigo da dona da Academia, acabei por pedir pra que nesse dia eu ficasse com a chave para que ela não tivesse que acordar cedo, ela topou, me deu a chave e disse que uma nova aluna estava matriculada e que viria nesse horário e que se possível eu a ajudasse com a série de exercícios pois ela ainda estava “pegando o jeito da coisa” e disse que ok e que entregaria a chave antes de ir pro trabalho.

Então no dia seguinte lá estava eu de pé, cedo, malhando. Eu estava me perguntando se a nova aluna ia chegar logo, e pra minha surpresa ela chegou nesse momento. “Cadê a Neusa?”ela perguntou. “Ela não pôde vir” eu disse. Eu tinha certeza que conhecia aquela mulher, não me lembrava de onde, mas conhecia! “Ela me pediu pra te ajudar com a sua série da Musculação” eu continuei “Ainda bem, eu ainda sou nova nesse negácio” ela falou. Então começamos, e eu pude frisar bem o rosto, então acabei por reconhece-la era uma antiga colega de sala dos tempos de colégio, sá que estava muito mudada, eu me lembrava dela magrinha, sem ‘carneÂ’ alguma, mas agora ela tava muito gostosa, 1,65m mais ou menos, por volta de 50 quilos, sem gordura nenhuma, 50 quilos de carne pura. Eu fiz aquela cara de surpreso e falei “Aninha... É você?!?”. “É, sou eu. Mas de onde agente se conhece?” ela respondeu “Ora do Colégio! Turma de 2007! Estou tão mudado assim a ponto de você não lembrar de mim?” na época do colégio eu também não era tão musculoso quanto hoje, mas já chamava a atenção. “Claro, Marcelo, é você! Poxa, você mudou bastante nesses quatro anos! Ficou um gatão!” falou ela. “Ah, a academia ajuda bastante. Mas você também tá lindona guria! Que corpão...” eu disse com um largo sorriso. Agente começou a conversar entre uma série e outra e eu já tava ficando maluco com aquele pedaço de mal caminho, Aninha tinha a pele clara, cabelos pretos, o busto dela devia ter um 90 cm e o quadril por volta disso também. Fazendo agachamento era uma tentação! Ela acabou por me flagar secando a bundinha dela, que era durinha e que eu tava louco pra comer. “Gostou?” ela disse em tom de sacanagem. “Seria melhor se fosse minha” eu respondi, ela fez uma cara sacana e largou o peso, ficou bem perto de mim e respondeu “Você sabe que eu tenho namorado” eu disse “Eu não sou ciumento, e aposto que depois de mim você vai querer largar dele” e agarrei ela dando um beijo de língua, levei ela pra ante-sala que funciona como um escritário, ela tava toda suadinha, toda salgadinha eu dei uns amassos e comecei a descer, beijando a barriguinha, tirei o short e comecei a fazer sexo oral por cima da calcinha, beijei as suas coxas firmes, e tirei a calcinha e comecei a lamber o grelinho dela, dei uma boa chupada no clitáris dela e foi o suficiente pra ela se retorcer na mesa, entre os sussurros ela me disse que o namorado dela nunca tinha feito sexo oral nela, um cara desse merece um par de chifres não é verdade? Então eu continuei, lambendo e chupando a bucetinha dela, que era apertadinha e raspadinha, e tava toda molhadinha já. Ela depois, de um tempinho, disse que era a vez dela de mostrar o que ela sabia. Tirou meu calção e alisou meu pênis que já tava duro de tesão, olhou pra mim e disse Â“É maior que o do meu namorado” e tirou minha cueca e começou a chupar e tocar uma punheta. Ela tinha uma boca que parecia dez dedos e vice-versa, eu já tava quase gozando quando pedi pra ela ficar de quatro, pra mim comer ela. Ela, acenou com a cabeça e se pôs de quatro, eu meti naquela xaninha, e comecei a bombar, era tão apertadinha! Pedi que ela rebolasse no meu pau e ela obediente fez, ela gemia alto, tava uma delícia aquela xaninha, eu comecei a apertar o cuzinho dela também, que pelo que eu tinha reparado, era virgem, eu bombei mais forte e senti ela gozar, ela deu uma retorcida no corpo, gemeu, eu cheguei no ouvido dela e falei “Goza mais pra mim” e continuei apertando o cuzinho dela, e ela louca de tesão me disse “Come a minha bundinha, põe nela!!!” e como eu sou muito obediente, pedi a ela que lambesse meu pau e lambuzasse ele bastante, ela fez isso muito bem, eu novamente a coloquei de quatro, e pedi pra que ela arrebitasse bem a bundinha, e foi isso que ela fez, eu coloquei a cabecinha bem devagar e ela deu uns gemidinhos de dor e falou “Isso vai, tá gostoso, assim” eu fui colocando o pau bem devagarinho, e ela ia arrebitando a bundinha durinha dela, eu dei uma paradinha quando terminei de colocar tudo, meu pênis tava latejando dentro do cuzinho suculento dela, então eu comecei a bombar, e enquanto bombava, eu esfregava a bucetinha dela. Ela molhou minha mão com o melzinho dela, eu já tava doido pra gozar e ela percebendo isso começou a falar “Goza, goza pra mim meu gostoso!” aí eu não aguentei, gozei no cuzinho dela, enquanto ela gemia de prazer. Depois desse dia passei a fazer academia todos os dias com Aninha, até ela voltar pra cidade onde ela tava fazendo faculdade, coitado do namorado dela, nunca ficou sabendo que foi corno, e nas duas ou três vezes que a vi com ele tive que me segurar pra não rir da cara dele, e pra não dar um tapão na bunda dela.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos sobre irma fazendo faxinaContos.eroticos traindo marido na.sala ao ladocaravda pica imenca rasgando bucetacontos eróticos de minininhas que adorava ser abusada dormindoContos na lua de mel o corno lambeuContos eroticos comendo cu da madrasta e da meia irmacontos calcinha da filha tava cheia de porracontos eroticos comendo o cuzinho da minha esposaConto erotico contando minhas tranzas para meu pai e acabou me comendochupando pica abrancando o namorado pela cintura amadorinterracial mulher meia cousa fudendocontos de cornoo meu padrasto me arrastou pro matagal contosmarido dormiu eu me depilei toda contosempurando devaga no cu 30co pai da minha amoginha me comeu contoscontos com fotos tia e sobrinho baixinho realconto erotico quando era pequenarealizei meu sonho comi minha tia perdi a virgindade conto eroticocontos de coroa com novinhoconto gay mim casei comcontos eroticos de ferias em familacontos eroticos tia feiaContos eroticos com animaiscontos eroticos filho fez chantagem e comeu a maeporno com tio acorda subrimha pra fufet com elecontos eróticos bucetas pequeninasacidentado comi minha sogra contosesposa voltou raspadinha contoscontos de incestos e orgias com minha mulher minha irma emcass nudistasmeu padrasto tirou minha calcinha e comeu meu cuzinhocontos betinha vendo a irma sendo fodidacontos velho nojento pauzudocontos eróticos cdzinhacontos erotico frentistaencaixei o cacete do amigo de meu marido q tava ao lado e nem percebeu contoscontó erótico sendo estrupada por pau grande com dorconto erótico meu padrinho me estuprouchupei no carro contocontos quero ser corno secretoDei o cu ao velho gostoso contos gaysobre lamber e chupar a vaginacontos eroticosAdora mamadas contoseroticoscontos titia do cuzinho gostosoperdendo o sele o selo do cucontos eroticos dominou toda a minha familiacontoscomi minha cunhadinha dormindoseduzindo o colega hétero parte 2Contos gay pinto pequenocontos de tio taradocasada da bunda maior de todas contosContos eroticos comi a força a minha tiaconto novinha devendopau buceta dormia contoscontos duas putinhas chorando na varaconto erotico;eu e a professora de artesEliana vai almoçar com Maísa fode fode vai fode fode fode meu c*Vacilo comi a esposa contosrelato erotico gozei na calcinha depois que vi o pausao do meu sogrofui passear vestido de putinha e os noiados me fuderam o cu conto gayCunhada dormindo com a bundinha descobertameu marido pirocudo me arombou contoscontos gay assediado por causa do corpinhocontos eroticos abri sua boceta e minha porra escorria do seu buracoConto erotico veridico circoler contos pornô de i****** pistola gostosa do meu filhohomem gosta de perna aberta ou mais fecjadinha na hora do prazervoyeur de esposa conto eroticoEu contratei uma garota pra ela ser meu presente de casamento eu e ela e meu marido fomos pra lancha conto eroticoao meus 19 anos cumi um cuziho bricando d esconde esconde contosgayconto erotico negras escravas dos brancospoi ve a folha fundedo com o primo dentro de casacontos eroticos ijui rsvideo de sexo encochando garotinhas e gozando nas coxas e pernas.Contos Eroticos fudi amiga da tia choronaputa de recife tomando banho e a outra filmandoporno tio roludo viaja dd onibus com sobrinhacontos eróticos ajudei minha tia limpa a casaai meu cu porrnodoido