Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

(REAL) ACONTECEU DE VERDADE

Oiii... sempre tive um incontrolavel tesão e desejo no meu bumbum... algo que me atormenta desde novinho... fora alguns fatos que me aconteceram com (cão e primos), houve apenas uma vez que fui penetrado por um homem de verdade...

Esta histária é verídica e aconteceu qd eu tinha em torno dos meus 19 anos...

Sempre fui alto e magro... mas sempre tinha problemas com cauças... pois meu bumbum sempre foi muito saliente... e por causa disso sempre usava muito naquela época moleton, e me lembro nesta ocasição de estar com um cinza claro e uma camiseta branca, sou clarinho e naturalmente meu bumbum não tem pelos (sou lisinho)... acho que nasci com alguns traços femininos, apesar de nao ter seios rsss

tb, nunca fui de adorar homens, minha perversão se resumia ao meu bumbum... á ser possuído... mas meu medo da verdade e da familia era maior que minha vontade...



Meu conto começa na casa da minha avá... no centro da cidade... ela era viúva e tinha uma casa (mesmo no centro) com um terreno com frente para duas ruas... com a casa dela dando frente pra rua principal e uma edícula dando frente pra rua dos fundos...

Na ocasião fui passar a tarde de domingo na casa dela... por pedido da minha mãe... mas chegando lá, ela tinha que ir p igreja (grupo de oração acho).

Na edícula dos fundos, morava um senhor, advogado, beirando uns 45 á 50 anos... chamado Cleber (pele bronzeada, meia altura, grisalho, corpo normal).

Fazia poucos meses que ele estava ali... por isso mal nos falamos...

Entre as duas casas havia um quintal com uma goiabeira e uma amexeira... que logo que minha avá saiu... fui trepas para pegar algumas frutas...

Neste momento vejo o Sr. Cleber me olhando e começando a me orientar onde havia as melhores frutas até que me descuidei, e minha calça engatou... deixando minha cueca exposta e enfiada... tive um pouco de dificuldade pra puxar a calça de volta pois era um galho fragil... resolvi descer pra ver se tinha rasgado, foi quando tomei a única coragem da minha vida... de tentar seduzir alguém!!

pedi lincensa, dizendo que ia ao banheiro me limpar, mas fui na verdade tirar a cueca... para então tentar repetir aquela cena...

nunca tinha me passado pela cabeça chegar a deixar ser possuído, mas penas deixar aquele homem instigado a me comer...

Então voltei do banheiro e logo comecei a escalar a arvore... quanbdo veio o comentario dele: rasgou a cueca? tá sem?

Putz..., fiquei roxo na hora...

ele perguntou se queria uma dele emprestado e eu respondi que não precisava... morrendo de vergonha... mas agora já estava feito... e voltar a por minha cueca estava fora de cogitação...

começamos a nossa rotina de pegar goiabas e ameixas... e frequentemente eu deixava meu cofrinho a mostra de cima da arvore, com o Sr. Cleber embaixo de mim...

A altura do galho que eu estava sentado, era uns 30 cm acima da cabeça dele...

Aquela situação estava me deixando maluco... e meu penis começava a dar sinal de exitação, por isso eu procurava nao ficar de frente pra ele...quando a minha situação começou a ficar fora de controle, tive que me sentar novamente em outro galho, e foi quando sentei em uma ponta de galho partido, e curto, que encaixou exatamente no meu bumbum... e por uma grande coincidencia da ocasião, foi o momento que meu cofrinho teve maior revelação... com metade da bunda exposta...

deixando inacreditavelmente a ponta do galho cutucar meu cuzinho...

Neste momento escuto um: SSSSssssss!!! e sinto a mão dele na minhas costas tentando, não me segurar, mas me encaixar naquele galho...

Eu estava tão exitado naquela hora que nem me dei por conta doq estava acontecendo e deixei aquela arvore me invadir um pouquinho... e levei uns 19 segundos para me tocar da situação... então ele perguntou se eu queria ajuda pra descer... e eu permiti... foi quando ele viu que eu estava exitado!!!

Nisso colocamos as frutas que faltavam na sacola e ele me pediu pra ajudar ele para levar na casa dele... aos fundos!

Acho que a exitaçãotesão foi tao grande que eu nem respondi e fui na frente...

Mal chegando na casa dele, ele perguntou se eu estava bem... se tinha me machucado com aquilo... e eu repondi que nao... e foi aí que ele pediu pra eu deixar ele ver pois tinha um arranhão (mentira... nem tinha nada)... e eu sem ter noção doq estava fazendo, deixei!!!...

ele sentou-se na mesa da cozinha e eu me posicionei na frente dele e deixei ele abaixar minha calça a meia altura (deixando apenas o bumbum exposto)... então me curvei e empinei discretamente...

Minhas pernas tremiam... de medo, tesão e nervos a flor da pele...

Ele abriu meu bumbum e disse: Está um pouco vermelho... vou massagear que já passa!!!

E então começou a roçar o dedo dele exatamente no meinho... bem no cuzinho... me massageando... e cada passada de mão e dedo, eu quase morria... até que senti meu cuzinho molhado... ele havia passado saliva... e estava ainda me massageando...

de costas para ele não havia percebido que seu mastro já estava exposto, duro e melado...

Foi quando ele pediu pra eu me abaixar um pouco... e começou a precionar minha cintura para baixo com a mão esquerda e puxando minha cintura para trás com a direita... ou seja, pedindo pra eu sentar no colo dele... com cuidado ele foi me abaixando até ele soltou a mão direita e, me pressionando pra baixo ainda, cheguei a uma determinada altura que senti seu mastro quente e melado bater no meu bumbum... a mão direita já estava direcionando ao meu cuzinho... até que ele me tocou...

e eu finalmente me toquei que ia ser comido...

A sensação po pau dele tocando no meu cuzinho..., bem quente... duro... arrancou os sentimentos femininos de dentro de mim e dez eu correr atras da sensação de ser penetrado...

Não precisou nem ele me puxar... eu por vontade prápria forcei meu cuzinho naquele pau... e em pouco tempo já estava dilatado e totalmente preenchido...

Não olhei nenhuma vez nos olhos dele e nem pro rosto dele... somente saboreei o momento...

Ele ficou sentadinho e eu literalmente COMI aquele pau!!!

Acho que a excitação do Sr. Cleber foi tanta que no vai e vem do meu bumbum... não demorou para ele gozar dentro de mim... e nossa... aquele homem gozou...

Senti seu pau, pulsar dentro de mim... senti alguns jatos ficamos imáveis acho que por uns 3 minutos... e o pau dele não amolecia...

Foi quando escutamos o barulho de minha avá me chamando... eu me afastei e senti cada milímetro do pau dele saindo de dentro de mim... e fui a janela gritar pra minha avá que já ia...

Então dei dois passos pra trás da janela... e me ajoelhei com a bunda virada pra ele...

Pus as mãos no chão e abaixei a minha cabeça... empinando de novo meu bumbum para o meu macho... e naquela situação senti seu esperma infiltrando, indo pra dentro de mim... do meu corpo... sendo consumido...

Então ele disse: Acho bom vc ir antes que sua avá venha aqui...

Foi um balde de água fria... puxei minha calça, peguei duas goiabas e saí, apenas nos dizendo tchau...

No dia seguinte soube que ele havia pedido pra sair da casa da minha avá pois iria pra outro local... não sei se de remorso ou se realmente já era destinado a sair dali... mas nunca mais o vi... até que... ;)

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


inquilino viu as minhas calcinhas contos eroticoencoxada onibus apagado contoscontos o pau do enteadomenage com primo contocontoseroticos comendo sebo e bebendomijo de picaemplorando pra ganha leite eroticos contoscontos de iniciação no swingcontos eróticos [email protected]contos gays chantageadocontos eroticos chorou dormindocontos eroticos de calcinhaconto esposa cabeluda de óculos liberada assistir filme pornô mãe então você tá grande meladacarnavaldeputariasminha irma só de calcinhavelha que ainda transa contoconto erotico foda com a viuvinhacontos eroticos carona com pai e filhinhana hora do horgazmo gozandohistoria quadrinho eroticos de sexo na chuva bimulheres peitudas contos eroticoscontos pirralho roludomulher de viajante contos eróticos gang bangcontos duas putinhas chorando na varacontos eróticos esperava o meus dormir eia na cama do papaigozei gostoso e tive que ir pra casa com a buceta cheia de porra. contos eróticostia dando pro negao contocontos reais de mulher que deixou cachorro emgatar na bucetaconto erotico comi.a .mulher.do meu amigo.corinthianolésbicas chupando sopinhasContos me bateu e comeu minhacontos eroticos meu sobrinho vei morar e casa do interior pra fazer facudadecontodeputavídeo porno de menina goza no pau enomejato forte coroa vomitaconto sobrinho engravida tia casadameu pai fazendeiro ele meteu seu pau na minha buceta conto eróticocontos eroticos com mts mamadas nos peitos/sexo com o amigoConto eroticos no beco escurocontos eróticos traficantecavala q adora foder d salto alto contos eroticosFui vendida como escrava sexual para um negaoconto esposa exibicionista sensual pra molekcontos erticos de ninfetasContos eroticosm comendo a prima de calcinha amarelacasa dos contos eroticos metendo no cu cagadoContos eroticos no onibuseu e minha filha no baile funk contos eroticoserotico meu pai me bati na cara quando gozaContos de insestos com irmapuxa agarra japinha cabelos pornocontos eroticos, venerava meus mamilosmasagista se marturbando no meio do espediente porcoontos eroticosminha esposa fez eu comer sua amigatia me humilhou contotitio pedia q eu sentasse no seu colo e fazia cariciasanão transando com jamaisConto erotico teen gay free escolacontos erotico gay negro dando pra brancocontos eróticos pra lésbicas miga sapatacontos reais punheta gozadacontos eróticos de gordacontos eróticos morando com filhocontos er deixa que levocontoserticos.com icesto mae filho minha mae de 80 anosconto erótico meu pai fude minha esposa rindo da minha carapegei minha sobrinha mastubano e acabei comeno elaContos eróticos incesto teens tomando banho com meu paiA chapeleta arronbou minha bucetinha contoscontos gays ordenhando papaientão toque consulta paciente e chupa b***** no pacientecontos eróticos bumbum grande no ônibuspretinha choradomuito pornolContos erotico Minhas mamas doem muitocontos eroticos minha sogra de calcinha renda