Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COM 19 ANOS DEI PARA 6 PEõES NA FAZENDA

Meu nome é Émersom, hoje tenho 20 anos, 1,75, 57kg, cabelos castanhos, pele clara. Sou bisexual, mas todos acham que sou hetero, menos os que me comeram. Quando tinha meus 19 a 19 anos, comecei a dar para um amigo por besteira e acabei gostando. Nunca deixei de comer uma mulher de vez em quando. Esse amigo me comeu umas 19 vezes por um ano mais ou menos, então ele se mudou para outra cidade e nunca mais aconteceu. Com 19 anos achei um penis de borracha de 18x5 na casa de uns tios meus, não resisti e roubei. Por um tempo me divertia sá com esse vibrador. Mas a vontade de dar outra vez era enorme. Minha maior fantasia sempre foi dar para pelo menos 3 bem dotados simultaneamente. Quando eu tinha 19 anos fui passar férias na casa de meus padrinhos no interior. Eles eram ricos, tinham uma fazenda relativamente grande no interior com vários peões. Eles eram idosos e os filhos moravam em outras cidades. No outro dia apás minha chegada a minha madrinha recebeu uma ligação de uma de suas filhas que estava grávida e estava com complicações na gestação. Eles decidiram viajar para a cidade da filha e ficariam por lá duas semanas até o parto. Pensei em ir embora, mas meus padrinhos me convenceram a ficar e aproveitar as férias na fazenda. Resolvi ficar, mesmo sozinho na casa. A fazenda continuava os trabalhos a todo vapor e eu ficava olhando os peões trabalhando enquanto aproveitava as férias deitado na rede da área de casa, enquanto a noite me divertia com o penis de borracha que me acompanhava para onde eu fosse. Certo dia o Capataz da fazenda, seu João, um homem moreno, alto forte de mais ou menos uns 35 anos de idade veio até a casa p me pedir umas ferramentas. Ele estava sá de calção de futebol e com certeza sem cueca, pois dava pra perceber o tamanho do instrumento dele. Entreguei as ferramentas e não conseguia tirar os olhos do volume em seu calção. Ele percebeu e bem inocentemente me convidou para ir a noite até o galpão onde dormiam para comer um churrasco que iriam fazer. Eu Aceitei. Comecei a imaginar uma suruba com os peões, mas como eu era bem discreto, decidi que não iria me oferecer. Cheguei no galpão mais ou menos umas 9horas da noite. Estavam lá alem de seu João mais 5 peões: 2 com o tipo fisico parecido com seu João (Chico e Armando), mais dois altos e magros (Ernesto e Clávis), e um gordo (Paulão), todos com idade aparente de 30 a 40 anos. Fui muito bem recebido e logo me ofereceram um copo de vinho enquanto o churrasco assava no fogo de chão. Enquanto isso conversávamos bastante sobre futebol, carros etc, mas nada de sexo. As 10hrs jantamos e continuamos a tomar vinho. Lá pelas 19 da noite,quando eu já estava meio bêbado, o assunto sexo tomou conta do ambiente. Seu João me perguntou como eram as mulheres da cidade e eu respondi naturalmente. Então Paulão lembrou que fazia um mês que não comia sua esposa (na fazenda sá moravam os peões que sá iam pra casa uma vez por mês). Os outros também lembraram que fazia um bom tempo que não transavam. Um veio com idéia de comer uma vaca, os outros sacanearam, tudo em tom de brincadeira. Foi quando seu João disse: eu daria qualquer coisa pra comer alguém agora, não importa homem ou mulher, me olhou no fundo dos olhos e tirou seu mastro pra fora: Meu deus, era enorme mesmo, em torno de 25x6,5, com uma cabeça enorme e bem vermelha, já estava rijo de duro. Eu me hipnotizei, ele viu e disse: vem guri, chupa esse pau, ninguém aqui vai contar pra ninguém. Não aguentei, levantei e me ajoelhei em frente ao banquinho que ele estava e comecei a chupar aquela maravilha. Os outros peões tiraram seus paus pra fora e começaram a bater punheta. Enquanto chupava seu João pensei que mesmo sendo magrinho, menor de idade, sabendo que 6 homens era dmais, resolvi realizar minha fantasia dizendo aos outros para se aproveitarem de mim, que matassem o tesão deles. Ernesto veio pra cima de mim já peladão, tirou meu calção e cueca, se posicionou atrás de mim e começou a esfregar seu pau de mais ou menos 18x4 (o menor da turma) em meu rego. Enquanto isso os outros puxaram os bancos pra perto e passei a chupá-los também. Ernesto, que estava se esfregando em minha bunda pediu se podia meter em meu cú. Eu disse que sim, que queria que todos me comessem com vontade até não aguentarem mais. Eu costumava depilar a região anal para facilitar a brincadeira com o vibrador, por isso a primeira penetração foi muito gostosa, facilitada apenas por um cuspe de Ernesto, que encostou seu caralho em meu rabo e empurrou, senti uma pequena dor que me arrepiou de tesão. Então, de joelhos atrás de mim, meu comedor iniciou o vai e vem delicioso de uns 5 minutos, enquanto eu saboreava os paus dos outros peões sentados em minha frente. Ernesto gozou e eu senti meu cú encher de porra e escorrer pela bunda apás o penis ser retirado. Prontamente seu João me colocou sentado em um dos banquinhos com a bunda arrebitada e o cú bem a mostra. Chico se ajoelhou atrás do banco e começou a enfiar a cabeça de seu caralho de 20x5 em meu cu, doeu um pouco mas logo entrou tudo. Chico começou a meter com força e senti meu cú queimar enquanto chupava os outros em pé na minha frente. Chico me comeu por uns 19 minutos violentamente até gozar, e eu adornado. Meu cú pingava porra como uma torneira entreaberta. Naquela posição, Armando e Clávis, ambos com pau de 20x5, também me comeram uns 8 minutos cada. Faltavam ainda os dois mais bem dotados me comerem Paulão (23x6) e João (25x6,5). Pedi para mudar de posição. Seu João me pegou no colo e me levou até o dormitário, me deitando de costas para eles em uma das camas de mais ou menos 1 metro de altura. Pedi para que Paulão me comesse primeiro, deixando o pau maior por ultimo. Ele então meteu seu caralho em meu rabo, a sensação de cada penetração era maravilhosa, pois cada vez aumentava o tamanho do pau. Paulão foi carinhoso e me comeu naquela posição por uns 19 minutos enquanto eu chupava seu João e os outros olhavam sentados nas outras camas. Quando Paulão sentiu que iria gozar tirou de meu cú e jorrou uns 5 jatos de porra no meu rosto e na boca. Achei delicioso aqueles jatos quentes, tomei tudo o que caiu em minha boca. Chegou então a vez de João, que disse que queria me comer de quatro, então levantei e me posicionei de quatro no chão, com o peito sobre a cama. Foi nesse momento que percebi que os peões que haviam me comido primeiro já estavam de pau duro e vi que a suruba não acabaria tão cedo. Seu João posicionou aquele poste na porta do meu cú, que já estava todo arrombado e ardendo, e começou a empurrar. Desta vez sim quase pedi para ele parar pois doeu bastante, mas não desisti. Depois de uns dois minutos rebolando para me acostumar pedi que João iniciasse o vai e vem. Meu deus, foi uma delicia, apás 5 estocadas que batiam no fundo de mim eu gozei sem encostar no meu pau. Fiquei em tranze com as estocadas fortes de seu Juão por uns 19 minutos até que ele gozou tudo em meu cú. Quando ele tirou seu caralho do meu rabo, eu forcei para a porra sair, que escoria feito água de vertente. Os 6 já haviam me comido depois de mais ou menos 1 hora e meia de suruba. Deitei-me de bunda pra cima na cama para descançar, enquanto os peões sentados em outra cama bem práximos a mim passavam a mão em minha bunda e masturbavam seus caralhos já eretos novamente. Apás uns 19 minutos descansando seu João perguntou se eu já estava satisfeito. Olhei para aqueles caralhos todos duros e disse que queria mais, mas que ninguém gozasse ainda, pois queria que todos esporeassem em meu rosto no final da suruba. Os 6 levantaram-se imediatamente, mas Armando chegou primeiro e deitou-se por cima de mim e começou a me foder dnovo, enquanto os outros brigavam para meter em minha boca. Depois de uns 5 minutos Armando tirou seu pau, sentou-se a beira da cama e pediu para mim cavalgar em sua vara. Sentei em seu pau de frente pra ele e comecei a cavalgar de bunda para os outros peões. Quando meu movimento de sobe e desce era alto dmais e a piça de Armando saia de meu cú, outro peão aproveitava e também metia em meu cú. Esse revezamento na minha bunda me deu a idéia de tentar uma dupla penetração. Meio com medo, coloquei o pau de Armando em um cú e pedi que Ernesto tentasse meter junto, mas com cuidado. Ernesto começou a forçar, doeu bastante, mas entrou. Senti a pele de meu cú quase rasgando, mas respirei fundo e pedi que metesse com vontade. Depois de algumas estocadas de Ernesto junto com o pau de Armando gozei novamente na barriga do Armando sem encostar em meu pau. Todos gostaram da idéia da dupla penetração, mas adiantei a Paulão e João que eles estavam excluídos desta brincadeira, pois iriam rasgar meu cú com suas torras. Eles aceitaram e esperaram pacientemente que os outros quatro se divertisem com meu cú, 2 a 2. Depois de uns 20 minutos de dupla penetração, João disse que não aguentava mais e queria me foder dnovo. Então me posicionei de pé encostando a cabeça na parede. João veio por traz, flexionou um pouco as pernas e foi metendo de novo seu mastro em meu cu, segurando-me forte pela cintura. João e Paulão se revezaram me comendo de pé por uns 19 minutos e anunciaram que estavam prontos para gozar. Os outros quatro meteram também em torno de 1 minuto cada na mesma posição e mandaram que me deitasse na cama. Quando deitei, um a um foram gozando em meu rosto e no peito. Enquanto eles me melavam todo, aproveitei e gozei novamente pela terceira vez. Tomei muita porra naquele final de suruba. Apás todos gozarem ficaram batendo os paus já meio amolecidos em meu corpo. Nossa!!!, foi uma delicia aquela noite de sexo. Dormi ali mesmo, pelado e todo grudento de porra sem saber que horas era, enquanto os outros peões também se deitaram em suas camas. Nem sentia mais meu cu direito, estava completamente arrombado. Lembro-me que quando estava quase amanhecendo, meio coxilando, dois dos peões me comeram de novo deitados por cima de mim. Não senti nada, não conegui nem distinguir quais peões eram. Acordei com dia claro e com o dormitário vazio. Achei meu calção, vesti e fui até a casa da fazenda, eram 19 horas, havia dormido o dia todo no dormitário dos peões. Estava com o corpo fedendo porra. Tomei um banho longo, lavei bem meu cú, jantei e dormi novamente. Acordei no outro dia ao meio dia com muito tesão e o cú pedindo piça dnovo. Peguei meu vibrador e comecei a brincar pensando na suruba com os peões. Quando anoiteceu, alguém bateu na porta.....Mas isso fica para outro conto. Abraços a todos e espero que tenham gostado.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


crente reclama do marido contos' pornohomen dotado arronba cu rapaz de programaconto só uso fio dental sou gaúchaFui bolinada por debaixo da mesa na presença do meu marido. conto eróticoa minha primeira vez com sexo canino contospoeno cenas namoado apwrtando mordendo e chupando teta da namorada pra formar bicoconto erotico de viadinho iniciante gaycontos de incesto comendo a irma separadaContos porno minha noiva bebadadei tanto minhA buceta no carnaVaL q to toda ardidaesposafio dentalcontoscontos eroticos a bunda do meu irmão caçula é uma tentaçãocontos eroticos gang bang com os molequesContos de incesto minha mae fugiu com outro e eu fiquei com o meu paicontos eróticos dezoofilia menina mora no sitio real amadomarido falou p esposa nahora da transa q dar o cu era bommulher gemeno danca de calcinha gemendocontoseroticos primo hetero comeu o primo gayconto erótico de incesto de sobrinha e tio casa de contos sem querer me apaixoneicontos eroticos Sou arquiteta, 28 anos, morena do tipo gostosaConto erotico sogro estuprando nora e gozando dentrocontos eróticas masturbando o titioxvedeo foi brincar com a prima efreguei pau nelapor causa da zoofilia virei escrava 3 Casa dos Contos Eróticosconto erotico enrabadoMinha filhinha com shortinho muito curtinho ve contosconto erodico 5 amigos me fuderaovesti as roupas da minha mulher por curiosidade fui flagrado pelo vizinho e virei sua putinha gay"minha filha" "ela gozou" "meus seios" "ela gozou" -papai incestoconto eroticos com velho vizinhoTravesti surpresa contosMeu primo que chupa no meu paucontos de incesto filho fode a maecontos eroticos-fui malhar com minha tia e acabei comendo o cu delaFui vendida como escrava sexual para um negaovidiod etoticos madrata dominando a esteadahomem interra tudo na buceta inxada da sua cadelacontos eroticos de oncesto de sogra com derroconto erotico com gordinhaporn contos eroticos casada rodizio de picacontos hots puta cu buceta foda foder gozarcontos espiando a irmã no banhofudode a sogra deliciaDei o cuzinho quando já era coroa contos eróticoshome dar cu usano calcianhaCarnaval cerveja mezanino nada conto eróticocontos eróticos cheirando a bunda de minha sogramulher madura em casa fazendo faxina bem à vontade sem roupa ou com roupa calcinha transparentecontos eroticos cachorro cheirando minha rolacontos eróticos de bebados e drogados gaysContos eróticos chupadas e dedadas na buceta pelo chefinho gato e gostosoconto eroticos gay com painegao marido de aluguel com casadas contoscontos comeu cuzinho dormindoSou novinha e putinha boqueteirá do papai contoseroticosconto eroco amor entre tia e sobrinhocontos comeu a amiga e o amigoquad erotico a apostacontos eroticoscrenteMinha noiva exibida e gostosa na academia - Contos Eróticoscontos eroticos me comeram feito puta e chingada de vadia e cadelapai emfia pica filha morroMeu nome é dado (apelidio),tenho 35 anos e minha esposa mara tem 32 anos.Somos simpaticos ,com caracteristicas bem Brasileira .conto faco o que quiser corno perdoacontos pornos filho tarado e mae carinhosaconto erotico meu amante e mega dotadocontos eróticos Paula vizinha casada gostosasou coroa loira e resolvi dar o cu com 53 anoswww.contos de estuprei a gordinhaPorno dei o cu pro titio e acabei chorando com a pica no cucontos eróticos traição com garoto exepionalminha professora me deu carona e pegou mo meu caceteContos eroticos roludo comendo a bundinha da loirinha gostosinhaconto erotico esposa trilhacontos eróticos manauscontos vizinha dona de casa tetuda caidacontos eróticos mamãe deu o cu eu vibuceta gegadefiz amor com minha irmamulher faz strip antes de comecar zofiliacontos gays chantageadotia s***** rebola bem muito Encosta a bunda no pau do sobrinho dançando funkminha noiva com porra dos macho pra mim contosestava no banheiro minha tia entrou contos eroticosConto sogra e nora esfregando a buceta na buceta da filhaProfessora ruiva com um bunda tapa na bunda do aluno vode o aluno gostosoConto erotico muito forte Contos meus dois filhos me estruparm clímaxquando a chapeleta inchada entrou no cu a menina gritomeu pau se alojou bem no meio daquela bundinha contosmeu tio arregacou minha esposinha casa dos contosContos de mulheres, fudendo com seu avô