Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMO PERDI MEU CABACINHO ANAL



Eu tinha 19 anos e começava a conhecer as coisas do sexo por meio de revistinhas e filmes pornôs que um amigo me mostrou algumas vezes. Esse amigo tinha 19 anos e a gente vivia juntos pra tudo, já que ele era meu vizinho e como eu, era filho único. Nas casas práximas das nossas sá tinha meninas e raramente brincávamos com elas jogando queimada ou ainda jogando vôlei numa quadra da casa de uma delas. Eu e o Edu curtíamos games, futebol com meninos da rua de cima e íamos pra shoppings e cinema sempre juntos. Nossas famílias eram amigas e sempre rolava almoços e festinhas de aniversário com todos frequentando as casas uma da outra. Numa das sessões de filme pornô que o Edu me chamou pra assistir com ele algo diferente aconteceu e me deixou excitado pela primeira vez na vida. Durante o filme ele naturalmente puxou o pau pra fora do calção e começou a se masturbar. Falava que era normal a gente ver cenas de sexo e ficar de pau duro. Eu também fiquei, mas meu pau era muito menor que o dele e ele pediu pra dar uma pegadinha no pau dele. Sem noção de nada eu fui e acariciei no começo e depois dele ensinar, comecei a punhetar pra ele. Ele falou que eu tinha mão mágica e que dalí há pouco veria a mágica que eu faria no pinto dele e não deu outra. De repente vi um líquido branco e grosso sair do pau dele e ele gemer de forma que mostrava ser gostosa. Inocente de tudo, eu achei legal e daquele dia em diante eu aceitava fazer aquilo nele sem nem mesmo vermos filmes. Num certo dia na casa dele sozinhos quando ele me explicava matérias de matemática, falou que estava com o pau duro de novo e nem sabia o motivo e falou que se eu sentasse no colo dele seria legal e faria o pau dele amolecer e eu querendo e precisando aprender matemática, aceitei sentar no colo dele enquanto ele me explicava a matéria. Mas o pau dele continuou duro o tempo todo e ele disse que não teria jeito. Eu teria que fazer minha mágica no pau dele pra continuar a aula. Saí do seu colo e ele tirou a rola pra fora e eu comecei a punhetar mais uma vez. Aí ele puxou uma revista onde um garoto chupava o pau de outro e me disse que era outra forma de fazer a tal mágica. Ainda todo inocente de tudo eu aceitei e coloquei seu pau na boca e atendendo às suas orientações comecei minha primeira chupeta. Ele falou que o líquido tinha um gosto gostoso e que eu poderia engolir sem problemas e eu aceitei na maior inocência sua sugestão. Chupei em movimentos orientados por ele até que senti como se ele urinasse na minha boca, mas abediente engoli tudo. Desse dia em diante ele pedia pra fazer daquele jeito e eu fazia. Foram meses chupando o pau dele quase todos os dias até que outro amigo que conheci na escola e que tinha a minha idade me contou coisas sobre o sexo e eu acordei pra vida. Me senti enganado e fiquei bravo. Mas apesar desses sentimentos lembrei que também sentia prazer em fazer aquilo pro meu amigo. O segundo amigo não sabia que eu fazia aquelas coisas com meu vizinho e aprendi na teoria que os viados curtiam o tesão com carinhos na bunda. Nessa época eu comecei a me masturbar todos os dias e numa dessas vezes coloquei um dedo no meu cú e senti um prazer maior ainda. Descobri que tudo era delicioso e liguei os fatos de sentar no colo do meu vizinho entre outras coisas. Voltei pra casa depois das explicações do meu novo amigo e fui correndo pro banheiro me masturbar lembrando tudo que o meu vizinho tarado me fez fazer pra ele. No dia seguinte meu vizinho me chamou pra ver uma nova revista que ele tinha comprado. Era uma revista de negros superdotados de paus duros e eu achei todos lindos. Meu vizinho pediu pra chupar o pau dele mais uma vez e eu chupei, mas parei num certo momento e falei que sabia de tudo agora e que ele estava me usando pra gozar. Rindo ele disse que estava esperando que eu descobrisse tudo e se desculpou por ter me enganado daquele jeito. Respondi que eu gostava de tudo que ele me fazia e que estava querendo sentir mais prazer também. Estávamos no quarto dele e eu sem pensar em mais nada tirei toda roupa e pedi pra ele acariciar minha bunda por que me dava tesão. Ele sacou o que eu queria e ficou feliz. Tirou sua roupa também e já de pau duro disse que eu seria a namoradinha dele daquele dia em diante. Respondi que tudo bem e atendi seu pedido sentando no seu colo, seu pau em contato com a minha bunda me deixou com vontade de mais e sem pensar já fui tentando encaixar ele no meu cú virgem. Mas sem lubrificar não dava e meu vizinho falou pra esperar e colocando o calção foi pra cozinha e voltou com um pouco de margarina na mão que passou no pau dele e o resto passou na minha bunda e fez um pouco entrar no meu cuzinho. Voltei pra posição de quatro na cama e ele tentou novamente meter no meu cú. Dessa vez entrou muito mais fácil e eu senti um prazer naquilo que era novo pra mim. Meu pintinho estava duro e enquanto ele metia, eu me masturbava até que senti que ele gozou em mim, mas não tirou de dentro enquanto eu continuava me masturbando até que acabei gozando. Daquele dia em diante eu sentia o maior prazer em ir pra casa dele estudar sentado no colo dele metendo e estudando. Foram 4 anos dando quase todo dia pra ele e recebendo sua porra na boca ou no cú. Numa das vezes que estávamos no porão da sua casa, fomos flagrados por um primo dele que falou que também queria meter em mim ou contaria tudo para os pais dele e pros meus também. Achamos melhor aceitar as condições dele e eu então passei a dar pros dois sempre. Mas meu segredo foi descoberto e papai acabou ouvindo comentários sobre mim, mas isso é assunto para o práximo conto.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Conto incesto chicotadas no rabao da filhacontos eróticos: gostosa não resistiuContos deliciosos tomar no cucontos eróticos com pai e filhaconto erotico de menino com caralho jumentocontos eróticos vendadaRelatos de casada bunduda dando para os amigos do corno bebadocheirei o fundinho da calcinha usada da minha tia safada contoscontos eroticos gay problemas mentaisfingi que dormia pra ver ela meter contosa pica do meu filho é enorme dei gostoso ate o pai dele deu virou viadao corno contoAmante de coxas grossa e bundao contoscache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html pornodoido fudendo a metaleiraconto erotico cinema marido e mulhercafetao metendo na minha filha conto eroticosconto erotico real meu marido me liberou dar o meu rabocontos eroticos cornos que nao desconfiacontos encesto na praia de nudismop****** do papai contos eróticoscontos/comi a mae e tirei o cabaco da filhaa buceta da jega contoscontos eroticos de madame cm entregadoconto erotico pagando o aluguelcomi uma menina em contagem contoscontos novinha e o velho roludocontos erótico me rasgaram mo acampamento só um pouquinho contos pernas grossas dosexoerotico menininhanovinha da buceta lisinha dgnna de uma punheta cabiokinawa-ufa.ruO velho asqueroso quebrou meu cabaço e eu gozeicontos/eu e minha mulher fomos assaltados e enrabadoscontos erotico fui concertar s torneira da vizinhacontos eroticos meu vizinho insitiu com minha mae e comeu elaconto erotic pirocudo na praia de nudismocontos de incestos e orgias com minha mulher minha irma emcass nudistascontos dei para meu cunhadinho novinhocontos virei a cachorrinha do meu amigocontos eroticos doente mentalcontos porno gay sobre conhadoscontos eroticos dormindo com meu filhocontos eroticos filha da minha namoradacoloquei o dedo no cu da minha namorada ela endoidocontos eróticos de sobrinhas com tiasnem peitinho teen grita na pau do vocontos eroticos cu da enteadaContos eróticos menina com bucetinha lisinha e putinhaarrombando o cu da luzia contoscontos eroticos tenho 23 cmcontos lesbicos princesa chupa princesaTia de xana peluda e sobrinho metendo conto eroticoestuprada na lanchonete contoscontos eu marido na prai de nudismocontos corno arregaçadas no cinema pornôpriminho tesudinhodeu pro vizinho trans e ficou grávida contoscontos eróticos coroas na casa de repousoconto erotico dopei minha espos e comi ela de todo geitomeu amigo me pediu para fazer sexo anal com ele gay contoConto erotico incesto, mae evangelica transa com o filhoconto gay xoxotao de garotoamiguinho do filho contos eroti,osContos eróticos titiocontos dona vava uma senhora negra com a buceta grande e depiladafui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticocontos gays me viu de calcinhawww.contos+de+zoofilia+enpregada+ver+patroa+na+rola+do+cachoro.com.brcomo perdi o meu analconto erotico sogra de calçinha fio dentalContos eróticos metendo debaixo da cobertachupando a bunda da daniele enquanto ela dormia 2dei pro meu genrocomtos eroticos o velho tarado do elevadorcontos eróticos encontrar minha antiga namorada depois de 30 anoscache:HVsxZOrs15AJ:http://okinawa-ufa.ru/m/conto_12619_quando-eu-dei-pela-primeira-vez.html+"dei pela primeira"