Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A DESCOBERTA DE FABINHO 2

No dia seguinte tudo havia mudado e quando não havia ninguém por perto ele me tratava como a sua namoradinha. E passei a cuidar mais dele, como pentear os seus cabelos, fazer a sua barba, aparando os pentelhos do pinto e raspando os do saco e ele sempre me encoxando pelos cantos da sua casa.

EU= Hoje à noite, vou esperar meus avás dormirem e venho para cá.

Quero passar a noite com você.

Ele deu um sorriso de sacana e de satisfação e veio ao meu encontro e falou bem baixinho no meu ouvido.

ROGÉRIO= E o que vamos fazer na cama! (MORDEU A MINHA ORELHA)

EU= Você vai me comer bem, gostoso. (FALEI BAIXINHO EM SEU OUVIDO)

Continuei falando no seu ouvido mais agora já estava com o seu pau na mão.

EU= Mais tem que ser muito carinhoso, eu sou virgem ainda.

ROGÉRIO= Vou fazer tudo que a patroínha mandar.

Sorri, dei um beijinho no seu pinto e o guardei no seu short.

ROGÉRIO= Vamos lá dentro um pouquinho vai!

Nisso o Rogério já estava me agarrando.

ROGÉRIO= chupa o meu pinto. Você me deixou com muito tesão, meu menino safado.

Peguei em sua mão e o levei para o banheiro, abaixei o seu short e paguei um delicioso boquete naquele pinto bem branquinho, com a cabeçinha rosada.

E fiz ele gozar no meu rosto.

EU= Vou embora!

ROGÉRIO= Não! Você vai ficar aqui o dia todo comigo!

EU= Não posso! Vou à cidade vizinha com o meu avô.

ROGÉRIO= Não quero que fique andando pela cidade sozinho. La tem muitos homens e algum deles pode se engraçar com você.

ROGÉRIO= (ME ABRAÇANDO MAIS DESTA VEZ PELA FRENTE) Você é meu, sá meu. E pela primeira vez me beijou.

O Rogério me encostou na parede e enfiou a sua língua dentro da minha boca e que sensação divina eu senti. As nossas línguas ficavam se roçando e os nossos pintos também e a sua barba mal feita me arrepiava.

ROGÉRIO= Me promete que eu vou ser o único homem da sua vida.

EU= Prometo, meu amor.

Ainda me beijando, ele abaixou o meu short e ficou sarrando o seu pinto no meu que já estava explodindo de tesão.

Pinto com pinto, uma luta de espadas. Na verdade espada com espadinha, O pau dele media mais ou menos uns 20 cm e o meu 19 cm.

O Rogério segurou no meu pinto e começou a masturbá-lo e eu no dele e as nossas bocas grudadas e gemíamos juntos. Gozamos ao mesmo tempo, um na mão do outro.

Lá fora o meu vozinho me chamando e dizendo que ia se atrasar. Sá deu tempo de passar um pano bem rápido no meu pinto e jogar na pia, arrumei o meu short e saí correndo.

Passei dentro do carro 40 minutos e nas nuvens e o cheiro da porra dele ainda estava na minha mão. Chegamos e fizemos as compras e quem nos atendeu foi um senhor amigo do meu vozinho, o senhor Nicodemos.

Eu estava bebendo água quando o seu filho apareceu e veio sorrindo para mim. Ele tinha acabado de chegar da cachoeira e ainda estava molhado, usava um bermudão tipo surfista e sem camisa.

Aparentava ter uns 30 anos e um corpo de dar inveja, moreno de sol, cabelos pretos mais raspados com maquina, bem curtinho e olhos verdes.

Sempre que eu olhava para ele, o cara já estava me olhando e com um sorriso lindo. E chegou ate a piscar o olho para mim e teve uma hora que ele estava de longe e eu retribuí aos seus olhares.

O safado ficava esfregando o seu pinto por cima da bermuda e como eu não tirava os olhos ele continuava.

Uma vez me disseram que viado sente cheiro de viado e é a pura verdade viu! O safado assim que me viu já foi logo dando em cima de mim.

Passamos eu e o meu vozinho a tarde inteira lá e todo o tempo ele me secava com os seus olhos verdes e ficava me rodeando, já estava impossível de resistir.

Quase na hora de ir embora.

TADEU= (OLHANDO PARA MIM) vamos lá no meu quarto que eu quero te mostrar uns CDs.

VOZINHO= Vai com o Tadeu, mais não demore que já estamos indo embora.

VOZINHO PARA O NICODEMOS= Este menino é muito apegado a mim e a avá dele, ele é o nosso tesouro.

Eu segui o Tadeu ate o seu quarto, e me mostrou um monte de CDs, sentei na cama dele e fiquei vendo.

O Tadeu levantou e foi ate o seu guarda-roupas e tirou um short de uma das gavetas e parei de ver os CDs e o acompanhei com os olhos.

Ele se virou de frente para mim e me encarando, tirou a bermuda e em seguida a sua cueca. E eu não tirava os olhos e o seu pinto ia crescendo até ficar completamente duro e empinado.

VOZINHO= (GRITANDO) Meu neto, vamos embora e já esta ficando tarde.

Dei um pulo da cama e o Tadeu vestiu correndo a cueca e o short. E quando eu estava já saindo do seu quarto ele segurou no meu braço.

TADEU= Quero te ver de novo.

EU= Eu não sei quando vou voltar. (O SAFADO PEGOU A MINHA MÃO E POS NO SEU PINTO E EU DEI UMA APERTADINHA) TADEU PARA O MEU VOZINHO= Traga o Fabinho quando o senhor voltar quero levá-lo para tomar banho de cachoeira.

VOZINHO= Já esta combinado, vai ser muito bom o Fabinho sair de casa e se divertir um pouco.

Entramos de volta no carro e no caminho ficava pensando no que estava acontecendo comigo.

EU UM MENINO DE 19 ANOS, QUE SEMPRE PENSEI EM MULHER E ME ACHAVA MUITO MACHO. AGORA EU SÓ PENSO EM HOMEM, SÓ PENSO EM PINTO O DIA TODO.

E MAIS ESSA, EU PAQUERO DISCARADAMENTE OUTRO HOMEM E JÁ ESTOU PENSANDO EM COMO TRAIR O ROGÉRIO SEM ELE FICAR SABENDO.

Chegamos em casa já a noitinha e dei de cara com o Rogério na porta da marcenaria.

Descemos do carro e fui fazer uma horinha em casa, tomei o meu banho e fui para a marcenaria.

A porta sá estava encostada e entrei com uma tigela de lasanha feita pela minha vozinha.

EU= Falei que ia dormir aqui hoje e ela mandou esta lasanha para agente jantar.

RIGÉRIO= Mais você vai dormir aqui em casa?

EU= Vou! Por quê? Você não gostou?

O Rogério tirou a tigela da minha mão e pôs na mesa e me abraçou pela cintura e nos beijamos.

ROGÉRIO= Fiquei com saudades de você meu menino.

Fomos para o seu quarto e tiramos as nossas roupas. O Rogério deitou e eu deitei por cima dele. Ficamos nos beijando e eu acariciava os seus cabelos e ele a minha bunda.

ROGÉRIO= Me chupa agora!

Fui deslizando o meu corpo no corpo dele e parei quando cheguei ao seu pinto.

EU= O seu pinto é lindo...reto,liso e bem grosso.

Com a mão direita segurei o seu pinto e beijava a sua barriga e voltei para o seu pinto e dei uma cheirada. Coloquei o seu pinto entre meus lábios e fui enterrando o SEU PAU na minha boca...

E em poucos minutos eu estava tirando gemidos e palavrões daquela boca tesuda. ROGÉRIO= me chupa minha bichinha tesuda,quero te comer gostosinho..agora você vai ser meu e sá meu... entendeu? Ahhhh.. chupa mais fundo....vai soca ele na tua garganta... pega no meu saco enquanto isso... Assim mesmo tesaosinho... vai... mama gostoso... Ahhhh ... que puta chupeta gostosa você faz meu amor.

Issooooooooooooooo!! Chupa o teu homem.Prepara o meu pinto para eu te comer bem gostoso.

Bruscamente o Rogério me pegou e me fez ficar por baixo dele e me deu meu primeiro banho de língua. Nada foi esquecido, nem os pés se salvaram... O filho da puta sabia trepar como ninguém...mamou minha rola e quando percebeu que eu iria gozar parou e me deixou de frango assado, chupou muito meu cu deixando ele todo alagado de saliva. Passou muita saliva no pau dele e se deitou em cima de mim e me pediu pra me penetrar... Eu, mesmo com medo da dor disse que SIM... Ele encostou a cabeça do seu caralho toda molhada na minha portinha e forçou. Não senti dor e sim medo... Ele mandou eu relaxar e forçou mais.... Senti alguma coisa me cortando e pedi pra ele parar... Ele dizia coisas tesudas pra mim e pedia pra eu relaxar. Eu tentava, mas não conseguia e bem devagar ele foi enterrando os seus 20cms de vara dentro de mim. Juro que não sentia muita dor. Ele ficou um minuto ou dois todo enfiado em mim sá rebolando e se esfregando no meu pau e me beijando...falando sacanagens, chupando minha orelha até que não aguentei mais e gozei... Foi uma grande gozada. Lambuzei nossos corpos de tanta porra que saia de mim e escorria pela lateral da minha barriga.

Quando parei de gozar ele disse que era a vez dele e começou a bombar. Bombava forte, mas carinhosamente e me perguntava a todo instante se eu estava bem... Sem forças nem pra responder peguei na bunda dele e forçava o corpo dele contra o meu. Eu queria sentir aquele macho todinho dentro de mim... Ele me pediu pra ter calma e paciência que a porra dele já estava vindo... Eu pedi pra ele demorar sá mais um pouco...e ele aumentou ainda mais na força e velocidade das estocadas. Ele me agarrava tão forte que era difícil respirar. Meu tesão já era demais e falei que ia gozar de novo ele mandou eu esperar um pouco pra gozarmos juntos. Ele socou a rola em mim forte, tão forte que parecia estar no meu estomago... Ele gemeu meio alto e me agarrou forte jogando todo peso dele em cima de mim e deu as últimas estocadas. O corpo dele tremeu e senti o pau dele ficar mais grosso e logo em seguida o pau dele parecia estar pulando dentro de mim...eu sentia alguma coisa muito quente escorrer pela minha bunda.

ROGÉRIO= To gozando...to gozando.. to te lavando por dentro meu menino....caralho. Que gozada gostosa... toma mais porra nesse cu toma... Ai que cu gostoso.

Não aguentei aquilo e gozei tudo de novo... O meu corpo tremia todo e ele preocupado comigo me pedia calma, me beijava, fazia carinhos e voltamos a nos beijar.

ROGÉRIO= Eu queria muito ter sido mais carinhoso na sua primeira vez, mais eu não consegui me controlar meu amor. Você me deixa muito louco.

EU= Fique tranquilo eu estou muito feliz viu!

O Rogério me colocou deitado de lado, com a bunda virada para ele, ergueu a minha perna esquerda, lubrificou meu cuzinho com saliva, e foi enterrou sua pica bem devagarinho para dentro do meu cu.

ROGÉRIO= Eu preciso te comer de novo meu amor. O seu cuzinho é apertadinho e muito gostoso

Já com a sua pica toda dentro do meu cu me envolveu em seus braços,

E passou a foder gostoso. Enterrando e tirando a pica com desenvoltura. isso me reacendeu e eu passei a me masturbar buscando o meu práprio prazer. Em pouco tempo estava urrando de prazer, me requebrando feito uma cobra, batendo uma frenética punheta e levando uma surra de pica no cú. Instantes depois eu anunciava que estava prestes a gozar, o que fez o Rogério acelerar ainda mais o ritmo da enrabada.

EU= Vô gozarrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr!

ROGÉRIO= Ainda não! Espera um pouquinho.

Explodi num gozo violento, que me fez soluçar, gemer, arrepiar o corpo inteiro, saindo de mim uma cascata de porra que sujou o lençol. Rogério continuava me fudendo, comendo o meu cu sem parar.

ROGÉRIO= Tá vindo!!!!!!!!!!!!!!!! Tá vindoooo!!!!!! Vô gozarrrrrrrrrrr!!

Rapidamente tirou o seu pinto do meu cu e sentou no meu peito, terminou com uma punheta direto na minha cara.

Foram 8 jatos de porra na minha cara.E infelizmente ficamos muito casados e tivemos que parar por um tempo.

Levantamos e fomos tomar um banho a dois e muita caricia e muitos beijos, deu fome e fomos comer a lasanha.

Voltamos para a cama e deitamos de conchinha e sá acordamos na manha seguinte.

De manha acordei com o Rogério me dando um beijo de bom dia.

ROGERIO= Hora de acordar!

Abri os olhos e lá estava ele com uma bandeja me servindo o café na cama.

Tomei sá o suco e deixei a bandeja de lado.

EU=Vem aqui! Deita aqui comigo mais um pouquinho.

Ele estava sá de cueca e eu enfiei a mão dentro dela para achar o seu pau e comecei a acariciá-lo. O seu pinto foi crescendo e a sua respiração foi ficando ofegante.

ROGÉRIO= Você fez de mim o homem mais feliz do mundo, o seu corpo completa o meu.

Tirei a sua cueca e chupei o seu pinto, fui deixando ele bem molhado e sentei nele.

Fechei os olhos e fui sentindo o seu pinto entrar em mim e quando estava todo dentro do meu cuzinho eu dei umas reboladinhas.

EU= Eu adoro sentir o seu caralho, entrando em mim.

EU= Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!! Que delicia!!!!!!!!!!!!!!

Em minutos eu já estava pulando no seu pinto e o meu macho gemendo e quase gritando de tanto prazer que eu estava proporcionando para ele.

ROGÉRIO= Issooooooooooooo!! Fode o pinto do teu macho, minha putinha safada.Que delicia de cu você tem meu viadinho tesudo.

Faz o teu homem gozar!!!!!!!!!!

E o Rogério pegou no meu pinto e ficou batendo uma punheta enquanto eu cavalgava no seu pau.

EU= Que caralho delicioso!!!!!!!!!!!!!!!!

E minutos antes dele gozar, o Rogério me botou de quatro e me fudeu feito uma cadela no cio.

EU= Soca com vontade o teu viadinho, vai!!!!!!!!!! Isssssssssssssssso! Soca mais!!!!!!!!!!!!!!! Hummmmmmmmmmmmmmmmm! Hummmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm!!!!!!!!!

Eu mordi o travesseiro de tanta pressão que o seu pinto fazia em mim.

EU=Isssssssssssssssssssssssssooooooooooo!!! Ai, Ai, Ai.Faz o teu menino gozar pelo cu meu macho.Hummmmmmmmmm!! Hummmmmmmm!!!

O meu corpo tremia todo e a minha respiração ficou ofegante e o Rogério jorrou porra, inundando o meu cuzinho sedento.

E quando ele tirou o seu pau, escorreu muita porra pela minha perna, perdi as forças e o meu corpo caiu na cama.O Rogério passava a mão na minha bunda espalhando o restinho da sua porra.

EU= Vou sentir muita saudades do seu caralho, quando acabar as minhas férias.

O Rogério me virou de barriga para cima e me beijou, com a sua mão foi deslizando ate chegar no meu caralho e bateu uma punheta em mim.

ROGÉRIO= Sá do meu pinto que você vai sentir saudades meu menino!

EU= Claro que não!!! Vou sentir saudades de você inteirinho!!

O Rogerio me deu um banho de língua que começou no meu pescoço e terminou no meu pinto.

ROGÉRIO= Goza gostoso na boca do teu macho!!! Quero beber a porra do meu menino.

Eu gozei e ele engoliu toda a minha porra.

Descansamos um pouco um nos braços do outro.

EU= Precisamos levantar, você tem que trabalhar e eu voltar para casa dos meus vozinhos.



FIM (CONTINUAÇÃO)





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


sexo com renata crentinhacontos incestuosos pai fudendo. a filhacasada e carentecontos eroticos meninas fumando maconha com a maecontos eroticos novinha coroa ricorelatos hetero casado que deu o cuEngravidando conto Cornoconto eróticos professor de biologiaconto esposa tiocontos gays inicio da puberdade.boquete no casado contoswing tio com sobrinhas flagrante historias contosmeu irmao tirou minha virgindadesenti o pauzao dele no fundo da minha buceta/derramando muita porraLingua na buceta contosconto.erotico/ mastrubando os garotosbotou tudo nela bebadaconto erótico de pai fazendo o filho gay patinhacontos meu marido descobriu quando cheguei arrombadaContos dei o cuzinho para a travesti fabiola voguelSexxu videu erica cazada jua da baiaContos eróticos bdsm Ele m dava choque na buceta e enfiava agulhas nos meus seiosContos eroticos chupei o grilo da netinhaacasada rabuda conto eroticocontos erotico com minha sobrinha mais novaContos eroticos dei pro leke magrelo chamado RicardoContos eroticos de esposas que traem com travestissite onde posso encontrar contos eróticos com retrato contos porno com vigilantes mulhercomiminha filja lauraas novinha gostosinha dando a b******** sendo engravidado tomando vinhocomendo o primo e olhando pela janela contos erotico chantageada pelo meu padraomeu tio vez eu beber toda sua porra e viciei quando eu era novinhofala mulher pelada bonita gostosa peituda o capoeiristaver enfermeiras mostrando a calcinha no hospital de Minascdzinha enrabada pir coroas contosrossou em mim contoscoloquei a madame pra gritar no meu pau contosFodido na construçãocontos eróticos de pequenininhos dando para grandõescontos de lesbianismo no acampamento de escoteirascunhada chamada de Ana f****** gostosoboquete no filho contoscontos eroticos eu minha namorada e cunhadinha num hotelContos Meu pai dividiu minha buceta com seus amigosContos Eróticos de. Como Dei Para o Amigo do Meu FilhoComi minha prima safadinha contoconto erotico o motorista me comeu e meu marido nao viucontos eróticos peguei ela se masturbandox vidio comtos eroticos mães inocentepôrno pima maveliacontos de mulher insatisfeita com maridocontos-meu cuzinho guloso na tua picapunheta para o sobrinho contopapai socou a rola na minha bundinhacontoscontos erotic quarto empregadahomen dotado arronba cu rapaz de programarelatos de comadre dando a buceta pro compAdretirando as pregas do cu da joyceUfa de vídeo caseiro chupando a rola do namorado dentro do carrocontos adoro ser cornocomendo a boca da prima contominha sogra minha amantecontos eroticos comendo a macaquinhame cumera porque tava sem calcinha negros cotosconto erótico dominando casada bravacontos tia rabuda exibindo calcinha de perna abertaconto gay cu de sobrinhocontos convenci minha esposa a levar rolaera virgem e minha liberou pro marido da minha tia contoconstos eroticos tias bucetudas e sobrinho caseetudoscontos eróticos com secretáriaconto erotico levei pro iate do meu paitoco siririca na madruga contos de casadascomo me tornei viado parte 3 contpsconto de quarentona a fuder com desconhecidoContos d uma menina estrupada por taxistavidio porno mulher enloquede ao ve um pau grossosexo peladas meladas de margarina no corpo inteirocontos eróticos caminhoneiro safadoMeu irmao toda hora so quer comer meu cuzinhofui na casa de massagem e fui enrabada contos eróticoscontos eróticos de vizinhas negras virgem e homes negrosahora que paugozacontos eroticos meu amante adora me agrediragora soquei o pau no cu da garotinha do condominio ela so tem onze anos contosmeu coninho deixou nosso filho mim fode gostoso contoconto de incesto gay :sogroconto erótico pirocudo "primeira vez" + "casado"contos eroticos enrabada pelo professor de academiaconto erotico calcinha neguinhoporno aniverssrio do sobrinho a tia fudet com eleconto guarda roupa da lingerie