Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU SERVENTE DE PEDREIRO HETERO

Conto estranho

Sou engenheiro elétrico e trabalho em diversas obras, certo dia fui apresentado a um servente novo que começaria a trabalhar numa das minhas obras.Se chamava Soares era magro e alto de pele morena e cabelos negros cortado bem curto tinha um semblante indígena meio mameluco com algumas tatuagens no braço que sem cerimônia peguei para observar melhor os desenhos aproveitei para mostrar minha tatuagem e assim notadamente um tesão percorreu meu corpo desejando aquele homem bruto e tão receptivo.Logo depois tentei me desviar daquele sentimento sacana, pois não costumo misturar meu trabalho com sexo além do mais era velho conhecido dos outros operários que nada sabiam dos meus desejos .Fui até outro setor da obra averiguar o trabalho e depois foi até uma pequena copa da obra tomar um gole de água, pois o dia era muito quente.Chegando lá ao me servir percebi o novo servente entrando coma desculpa de tomar água também, foi logo me dizendo que era casado mas que a mulher não ligava quando não dormia em casa e que a alguns anos costumava dormir no apartamento de um amigo no centro da cidade e que gostava bastante destas saídas,a princípio não acreditei no que estava pretendendo revelar mas desconfiei que era uma cantada, muito constrangido pedi licença e me dirigi direto ao meu carro pois estava explodindo de tesão e medo sem saber ao certo qual atitude tomar pois estava querendo aquele homem mas não o conhecia e temia cair numa armadilha .A caminho de casa recebi um telefonema era o Soares que consegui meu numero na agenda do telefone do mestre de obras e me convidou para tomar uma cerveja no final da tarde sem nenhum constrangimento. Disse-lhe que não poderia, mas quem sabe no sábado pudéssemos tomar uma cerveja e bater um papo ainda não sabia o verdadeiro interesse por mais que desejasse aquele homem loucamente.No sábado a tarde liguei e disse que estava ido até minha casa de campo fazer um serviço urgente e o convidei a me acompanhar e me ajudar no serviço pelo qual pagaria o preço de uma diária, ele concordou e fui até seu bairro de periferia buscá-lo.No nosso caminho de ida sá conversamos sobre trabalho e por uns instantes achei que tudo não passava de uma viajem da minha cabeça, pois me falou da mulher dos filhos e na metade do caminho pediu para comprar umas cervejas o que fiz no primeiro bar que encontrei aberto na esperança de quebrar o gelo e quem sabe sentir enfim aquele macho sobre mim.Ao chegarmos na chácara mostrei-lhe o trabalho a ser feito e ele então pediu uma bermuda emprestada para não sujar sua roupa, subimos até a sede e entreguei-lhe uma bermuda que sem se importar com a minha presença vestiu vagarosamente como que deixando que eu apreciasse aquele volume por baixo da zorba azul escura. Depois de vestir-se, sentou-se numa poltrona ao meu lado e começou a coçar o saco e me olhar com cara de safado disse então: Pode pegar não é isso que você quer ? E tirou aquele membro escuro e cheio de pelos de dentro da bermuda me convidando a tocá-lo.Não consegui me segurar e caí de boca naquela vara que aos poucos foi endurecendo entre meus lábios e tomando uma dimensão que me amedrontou a princípio, chegou uma hora que sá a cabeça preenchia minha boca me deixando de pernas bambas de tesão e medo daquela rola . Enquanto eu o mamava ele dizia :chupa pra ver o tamanho da jeba isso chupa gostoso, que boquinha quentinha parece uma bucetinha molhada, chupa mais vai enfia tudo na boca .Então mandou eu ficar de quatro que queria me encoxar e sentir meu rabinho guloso, deu uma cuspida na cabeça do pau e colocou de primeira na portinha do meu cú que não estava acostumado co aquilo tudo, implorei para que fosse de vagar e fui atendido ele sá começou a bombar depois de ter enterrado tudo dentro de mim.Foi demais sentir aquela tora dentro e ele falando um monte de putarias no meu ouvido: vou trabalhar nada vou ficar te comendo o dia inteiro,meu viadinho vou deixar esse cuzinho do tamanho do meu pau pra te comer sempre, é assim que você gosta então leva nesse cuzinho tudo pra você e assim por diante...depois de gozar um gozo grosso em golfadas dentro de mim ele se trocou e disse que precisava ir para a casa dele e outro dia poderíamos marcar para repetir a brincadeira,fez-me jurar que não abriria minha boca sobre o assunto e nem mesmo pediu o dinheiro da diária que nem chegou a realizar.A partir daquele dia sá consigo me masturbar pensando nele e em sua postura de macho predador me subjulgando e me possuindo .





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico descabaçando garoto dorcontos eroticos sou casada a segunda orgia para meu maridocontos eroticos jardineiro comeu eu e minha mulhercontos eroticos feminino cunhadocontos eroticos- supositorio no cu da filhaconto erotico surpresa na siricacontos eróticos n***************** e g******contos dando para minha familia parte 2aec porno videos bhContos corno mansocontos eróticos reais de mulheres evangélicascasada chantageada e submetida aos limites contos eroticoscontos tias putaspapai encheu minha boca de porrameu padrasto fou no meu quarto vcontosVacilo comi a esposa contosBrincadeira na piscina com meu irmao poran vedeosconto porno meus filhos mi secava levei eles na praiaContos porno seduzi meu netomeu pai comeu meu cuzinho dedo do carrocontoseróticos chupei os peito da mamãeporno com primas branca de olhos verdes de cabelos ruivos bunda redonda e peito pequeno redondinho / anal/contos de cú de solteironacontos erotico, dei pro dois amigos do meu filhocontos de corno no cinema com 2 negros bem dotados estuprada esposa loiracontos meti na bundinha da irmã do meu amigouma dupla penetração com vibrador contospeguei cunhada certinhaestrupada na marra pelo pastor contocontos de relatado por mulher de corno e viadocontos não resisti ao cacetaomulek gemendo no pau do outro mulrkGozei no pau do meu irmão dormindo contoscontos de afilhadaconto gay ciumes exageradovideo porno prima e minha tia vieram me visitar e me acordaramcontos/meu primeiro broche e fodaContos eróticos Bundona enorme da esposaconto erotic pegand a calsinha da sogranoiva tarada melando o pau do noivocontos erotico chantageada pelo meu padraocontos.erot meu genro bem mas velho.que a minha filhaChat Amo sexoavivoContos eroticos de mulher de salto e lingerie traindo o maridoconto eroticos comi minha vizinha de 7aninhoscontos meu vizinho taradoContos eroticos estorial, enfie o meu pau na buceta da minha irma ela dormindo e disperto eu dentroconto erótico de primo cdzinhacontos eróticos mostrei o pau pra minha mãeconto marido do ladocontos eroticos tia feiamasturbando com obras em xasa contocontos eroticos tapou a bocaescutou gemido da esposa sendo enrabada contoempregadas provocantescontos provocantes videoscontos eroticos amigo gay inicioucontos minha filha olhou em dandoporno contos massgen na tia gostosacontos aluguei minha mulhercontos eroticos comendo uma carcereiracontos eroticos putinha famíliacontos eroticos de putas viciadas em porra gang bangcontos erotico de estuproconto minha noiva foi fudida pelos padrinhos na minha lua de mel no motelenchi a cara e dei para meu primo porno gayconto porno puta suja de estradaxvidio real meu primo mamado peito bicudo da minha mae negravamos lá tem uma loira chupando a b***** da outra na boa f***adoro ser cadela contosTitia deu pra mim e meu primo praticando sexo contos erticotoquei uma punheta pro cara enquanto ele dormi relatosreais contos eroticos de estupros entre primos