Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU E O PAI DO MEU NAMORADO.

Olá. Meu nome é Barbara, tenho 19 anos e namoro. Nesse carnaval, eu e a família dele resolvemos descer para a praia.

A casa fica uns 19 minutos da praia e sempre íamos a pé, porém um dia o meu sogro o Roberto esqueceu a sacola de cervejas e resolveu voltar para buscá-las. “Esqueci as brejas em casa. Vou lá pra buscá-las” Eu tinha deixado o meu livro em casa também, não fazia questão dele, mas como ele estava volta pra casa, eu fui com ele. “Deixei o meu livro lá, vou com você pra casa e aproveito pra pega-lo.” E assim fomos.

Chegando em casa, eu fui no banheiro fazer xixi, depois eu sai, fui ao meu quarto, peguei o livro que estava na cabeceira da minha cama e passei em frente ao quarto do Roberto e da Ana (minha sogra) e porta estava entre aberta. Vi uns vultos e percebi que ele, o Roberto estava lá e fiquei espionando. Abri um pouco a porta e vi que ele estava nu e se olhando no espelho. Ele tem 40 anos e malha logo ele tem o corpo em dia. Moreno, tipo “urso”, tem peitos fortes e coxas largas, um tesão! Fiquei lá olhando aquele corpão e ai derrepente ele olha pra trás. Sai correndo, sentei no sofá da sala e fingi que nada aconteceu. Logo ele apareceu e se sentou ao meu lado e disse: “Eu vi que você estava me observando em quanto eu trocava de sunga...” “Ah, eu escutei um barulho e fui ver se era você mesmo...” – Não sabia o que responder. “E parou na porta e ficou me olhando...” retrucou ele. “Não! É que na hora que você olhou foi justamente a hora em que eu olhei também” tentei me esquivar. “Uhm, certo. Então porque antes de perceber que eu estava olhando, você estava se tocando e olhando pra minha bunda?”. Gelei na hora, não sabia o que responder. “Ah, é que...” tentei me explicar, mas ele me beijou (e que beijo), acariciou o meu cabelo e disse: “Fiquei excitado em ver você me olhando” pegando a minha mão e colocando sobre a sua bermuda.

O volume da calça dele era enorme e fiquei excitada também. Logo ele voltou a me beijar, desamarrando a parte de cima do meu biquíni, tirou e começou a passar a mão na minha perna. “Sempre te achei muito linda. Meu filho tirou sorte grande” e continuava a me beijar. Depois de alguns amaços, ele me deitou no sofá e se colocou sobre mim. Tirou o meu short e em seguida tirou o dele. Enquanto ele apertava os meus seios bem firme, ele esfregava o corpo dele no meu e eu podia sentir aquele pauzão sobre a sunga raspando na minha buceta escondida sobre a parte de baixo do biquíni. “Sempre te desejei e hoje você será minha!” – disse ele. “Toda sua, você vai poder fazer o que quiser comigo.” Depois dessas palavras, ele tirou a parte de baixo do biquíni e começou a lamber a minha buceta. Uhmm que língua gostosa. Ele sabia como fazer, hora lambia, hora chupava, hora dedava. Eu já estava toda excitada e quase gozando quando ele parou e eu o vi tirando a sunga. “Vem cá e faz uma chupetinha...” – mandou ele. Cai de boca. O pau dele devia ter mais ou menos uns 17,18cm muito bem cuidados. Comecei pela cabeça, desci pelo corpo e engolia até a metade. Repeti isso várias vezes, variando a velocidade e as vezes o punhetando. “Chupa as bolas também.” Obedeci e lambi o par de bolas dele, mas logo voltei para o que me interessava mais: o pênis. Chupava, punhetava e deixei bem molhado. Eu estava de quatro no sofá fazendo o boquete, então eu parei e me deitei, ficando deitada com a cabeça inclinada no braço do sofá e disse: “Me fode papai”. Pra que eu falei isso? O cara ficou louco. Deitou sobre mim e disse: “Vou fuder a minha filhinha bem gostoso.” E fez. Colocou o pau na minha buceta que entrou sem cerimônias. Como era gostoso. Ele começou metendo bem devagarzinho e depois foi acelerando o ritimo e depois bombava que nem um touro. Eu gemi e gemia muito. “Mete gostoso! Ai, ai, isso vai! Ai, ai...”. Então ele me pegou pelos braços, sem sair de dentro ele foi se inclinando pra trás e me puxando junto e então ele se deitou e eu fiquei sentada por cima dele. “Fode o pau do papai”. Nem precisava pedir. Cavalguei como uma puta naquele pau. Subia, descia e rebolava. Ele apertava meus seios e fazia expressão de tesão, enquanto eu cavalgava num ritimo frenético. Depois de uns minutos naquela posição, ele disse que queria me foder de quatro. Sai de cima e fiquei de quatro no chão da sala e disse: “Fode a sua cadelinha” balançando a bunda. “Sua puta gostosa!” Ele se posicionou atrás e diferente de antes, me fodeu sem dá. Metia muito forte, dava pra escutar de longe nossos corpos se batendo e foi ai que eu gozei soltando um “Aaaah”. Depois de alguns minutos ele anunciou o gozo. “Segura que lá vem porra!”. Depois de uns segundos senti o pau dele pulsando dentro de mim e o gozo quente percorrendo a minha vagina. Caímos para o lado todos suados. “Jamais pensei que isso fosse acontecer” – disse ele. “Nem eu” – Respondi. Ele me deu um longo beijo e ai começamos a nos trocar, pois já havia passado 20min desde a hora que tínhamos chegado. Pegamos as brejas, o meu livro e combinamos como iríamos justificar o atraso.

No caminho de volta a praia, ele disse: “Vai haver outra vez ou foi uma aventura dos dois?”. “Por mim haverá várias vezes e eu gosto de aventura. E você?” – Respondi. Dando um tapa na minha bunda, ele responde: “Beleza então. Faremos isso outras vezes, não abro mão de uma aventura também.

Chegando à praia, a Ana perguntou o motivo da demora e respondemos que ele não estava achando a sunga nova e paramos pra conversar com o vizinho. Abracei e beijei o meu namorado e tudo ficou normal.

Houve outras transas com o meu sogro. Ele chegou a meter no meu cuzinho e gozar na minha boca, mas foram apenas umas 2x. Ele trabalha bastante, é casado e eu estudo e tenho namorado, ai fica difícil né?

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


incesto real mãe gostosa da coxa grossa e quadril largoconto minha mae rabuda e eu meu paiContos eroticos minha mulher na festaContos Eróticos. de Minha Madrinha Veraperdi minha mulher no jogo contos eroticosiniciando um cuzinho virgem contosmulher leva enrabado de cachorropapai me ensinou chupar buceta conto eroticomachos arrombador de gay afeminadoconos eróticos verdadeiro convenceu a mulher a a bundabotando a patroa pra gozarcontos dei minha buceta para o novinho pauzudo na pescariacontos eroticos cunhada crentecunhada baxinha dando a buceta pro cunhado no milharalcontoseroticosiniciandocontos eróticos relatados por maridos chegando em casa e pegando o fraga interracial 2Minha esposa arregaçadasbuceta de crente meu nome domitiliaminha amiga sapa e eu chupando contocomendo meu cunhado gay conto part 1meu noivo me preparo uma despedida de solteira conto eróticoscontos eroticos abusada levando tapaVer buceta mulhere mas buntuda do mundo meu aluno bate punheta olhando minha bundacontos eroticos gay meu tio de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anosconto erotico gay magrinho calcinha e coroaporno amador em festinhasparticularesconto minha mulher cheia de porracomtus erroticu de zoofelia mulhe casada dano banho no seu cachorroboqueteira gaucha contoconosco toma a porra de. macho na. bucetaContos eroticos chantagem cuProfessora ruiva com um bunda tapa na bunda do aluno vode o aluno gostosoConto erotico muito forte contos de maes flagando fihos punheteirosestrupada contosconto erotico lésbicas roçando.a buceta na caraCarnaval cerveja mezanino nada conto eróticocontos swinger fudendo sogra e sogro bicom jeitinho meu filho me convenceu a chupar seu pauporno tia tica soprinho 18 anohomem de pau duro pra outro no cfc contoConto erotico no sitio casa de dois comodosvideos porncao a e iasmos pintaoas molhadinhad mas. gostozas com vidios porno com voz altacontos erotico chantagiei e depilei minha sograporn contos babesitter em casa familiacomeçando se transformar travesti .. encarando pau enormeAbusei minha prima contosContos de incesto familiarandava só de cueca no carro. conto gay teencontos chineladas da empregadacontos tudo enfiado no cucache:http://idlestates.ru/conto_5928_sou-julietana-van-levei-uma-surra-de-rola.htmlcontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos vizinha novinha mas ja bem.desenvolvidacontos eroticos corno oferecendo namoradacontos eroticos dando o cu numa apostaConto erotico negao casada loiraminhas duas primas me chupando o palmeio das pernas uma pica dava inveja grossura esposacontos de incesto de maes treprando com filhoscontos comi minha filha caçula dormindocontos chavecando o cuzinho da coroaPeguei meu filho e mandei ele chupar minha bucetaconto erotico meu pai me fudeucontos eróticos de negros em carnavalnegao marido de aluguel com casadas contoscontos eróticosgaysmeu primo de menoreu quero história comendo a minha vizinha e ela nem dá bolaCamila minha enteada sozinha comigo em casa dando a b******** para mimo lekinho putinha da turma conto eroticoconto erotico submissa gozei choreiO primo do meu marido é meu machocomi minha criada boazudaContosesfregandoContos Eróticos DE Dei Para O Amigo Do Meu Filho Na Minha Casacontos eroticos. buceta virgem, só liberava cuzinhocontos eroticos mostrei o pau pras mulheres no parquecontos eroticos sou coroa viuva e dei minha buceta pra um muleque roludocontos eroticos mulher do pedagiocontos. papai da leitinhosexo com a namorada do meu filho anal e ela gritaconto eróticos sadomasoquista meu dono me deixou amaaradafeira conto heteroConto erotico bebendo porra do pedreiro e seus ajudanteshistórias eróticas com tiacomessei a alizar o pau do marido da minha tia contocontos amigas carentescontos eróticos caderamte analcontos eróticos de irmãosFernanda jeitim nuaconto erótico mãe dando o cu pro filho por perde a apostaContos eroticos tarado por seioscontos eróticos com marido tratado me estupandotraficante comendo a travesti conto eroticocontos eróticos ficando com a casadacontos eronticos pai e filhia no camilhao trasei com elahetero dando a bunda contominha tia travesti contos