Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O BAIXINHO

Sou professor de Educação Física e Personal em uma academia do shopping perto de minha casa, tenho 25 anos, 1,75m, musculoso e peludo, não um Tony Ramos, mais como... Chris Evans.

Trabalho na academia todas as tardes, menos às sextas, minha folga.

Este conto ocorreu em uma sexta feira que tive que trabalhar para "pagar uma folga" que viria a ter. Neste dia, chedou no Gym, um menino baixinho, meio sem pescoço, mais tarde eu saberia que viera da capital.

Ele usava uma camiseta supergrande, o que tornava um palpite sobre seu corpo impossivel, e por isso logo pensei... La vem mais um gordinho... sabia bem como isto é, pois havia sido gordo até os 20 anos.

Assim me aproximei e perguntei a ele se precisava de ajuda, ele estava suando muito. Me respondeu que não, ja havia feito suas séries. De um modo estranho, percebi q seu pescoço não era um "pescoço gordo" e lhe perguntei: - Quantos anos tem?

- 23, pensou que era menos? Pela minha altura?

Eu desconversei... - De maneira alguma.

- Ja estou acostumado, nas competições sempre pensam pouco de mim, mas depois se surpreendem, ah, meu nome é Luis.

- Prazer, Brad (fictício), mas competições?

- Sim..

- Que beleza, parabéns, é sempre bom competir!

- Valeu.

Ele olha para seu braço.

- O que foi? Pergunto.

- Acho que dei um mal jeito.

- Posso ver?

- Sim, sim.

Quando ele levanta a manga da camiseta, eu levo um susto. Vejo um braço incrivelmente definido, musculoso e com grades veias.

Eu toco em seu braço suado e digo que ele precisa repousá-lo, embora eu não tivesse sentido nada de anormal. Bem... nada de anormal nele, pois meu pênis ja estava duro como uma rocha.

- Cara, sá uam pergunta, você compete em que?

- Fisiculturismo.

- Bem que eu havia notado seu braço.

- Gostou?

- É muito bom.

- E você professor?

- Eu o que?

- Como é seu braço?

Sem vergonha nenhuma, arremango-me, flexiono e mostro.

- Posso tocar?

- S-sim...

Ele agarra meu bíceps com as duas mãos e força-o.

- Uau, duro como pedra... assim como outras partes do seu corpo heim...

Neste mesmo momento ele olha para baixo.

Fico meio sem jeito.

- Bem, vou tomar um banho, não vai fazer o mesmo?

O fim do dia estava chegando, a academia vazia, naquela semana eu seria o responsável por fechá-la. Corri para fechar as portas e ja nelas e me dirigi ao vestiário.

Quando cheguei ele ainda estava de roupa, encostado no box do chuveiro.

- Demorou.

- Estava fechando a academia.

- hmm... e aí, quer ver o resto?

- Com certeza!

- Então vem e tira minha camiseta, meu braço dái quando eu tento.

Me aproximo e posso sentir sua respiração e ver as gotas de suor escorrerem. coloco a mão por debaixo da blusa e começoa acariciá-lo. Enquanto passo meus dedos por um corpo incrivelmente musculoso e quente, ele enfia sua mão em minha calça e agarra meu penis com muita força, eu gemo e ele sorri.

Levanto sua camiseta e o corpo de um deus se revela, músculos perfeitos, grandes e definidos. Me agaixo um pouco e peço para que ele tire a minha camiseta. Ele obedece e logo começa a lamber meu peito insessantemente. Eu seguro seus cabelos e o faço lamber forte. Ele vai descendo e me empurra contra a parede, me vira de costas e abaixa meu calção.

Repentinamente sinto algo encostar em minha bunda e contraio.

Me viro e pergunto:

- O que você está querendo fazer?

- Quero te fuder!

- Vai sonhando, aqui sou eu quem come! Pula no meu colo!

Ele obedeçe e se aggara ao meu corpo, eu encosto sua costas na parede e ele cruza os pés logo atrás de mim. Aos poucos eu vou arrumando "meu menino" de 20cm e coloco a cabeça, com alguma resistência no ânus de Luiz. Ele geme e pede para que eu o foda com força.

- Nem precisa pedir.

COmeço a bombar e ele a gritar. As veias do seu pescoço ficam saltadas e seu panis de uns 16gm esta duro e cutuca meu abdôme.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


cheirei o fundinho da calcinha usada da minha tia safada contosconto meu cu te amo grosscontos eróticos frio inverno geladoconto erotico enganei a bobinharasguei a camisinha sem ela perce er e gozei dentro/contosVer fantasias de homem no xvidioConto minha mulher cuida do paimenininhas fudendo com vários cachorros contos eroticosela pediu pra parar mas continuei empurrando na putaminhas sobrinhas conto eroticocontos eroticos de coroas dos seios caidosporno doido sumindo um emorme prinquedo na pusetaIncesto com meu irmao casado eu confessoporn contos babesitter em casa familiacasada meu patrão me comprou e arrambou meu cú virgemvendi a buceta/contocontoseroticocoroasmeu corninho deixou fuder com outro ainda me ajudou chupar a picona do meu machocontos chupando rola em terreno baldiooque falar quando um menino fala pra voce "quero lhe fuder"??remedio para durmi contoseroticosContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorsou puta do padrasto-conto eróticocache:http://idlestates.ru/conto_5928_sou-julietana-van-levei-uma-surra-de-rola.htmlcontos gays seu tiaocontos cunhadas gostosas"klaudia kolmogorov"contos de sexo com animais rasgando com forçamulher chupa o peito da outra ate ela gemerlesbica minha namorada tirou meu shortscontos eroticos abri sua boceta e minha porra escorria do seu buracocontos eróticos cheirando a bunda de minha sogracontos-gays sou gay e fui arrombado pelo pauzao grosso e grande do meu patraomenina de calcinha pornoe chiorts curtosesposa novinha gostosa dominada por velho roludo contos eroticosnamorada de calnsinha centou na picaContos eróticos minha tia me chupouler contos eroticos incesto mae transa com filho e pai esta desconfiandochata levou rola contosquero ver Márcia cama na buceta e gozando quero ver Márcia cama na buceta e gozando quero ver Márcia acabando a buceta e gozandoconto erotico sogrocontos er tiomeu amigo falou que quer comerminha esposabrincadeiras com irmã-contosdona Florinda abrindo pernas mostrando calcinha pornvídeos e contos eróticos de gays novinhos bonitos afeminados perdendo a virgindadeconto enfermaria cheiro sexo intensocontos eroticos a talaricameu marido viajou peguei o carro paguei travesti contosela me endinou a roçar grelo com gtelo/contoconto meu tio encheu a b********Contos eroticos de calcinha fio dental saia rodada no coletivominha mae é a mulher do meus amigos contosconto tia velha safadacontos eróticos sogra pega mulher metendo na camacontos meu pai me arrastava pro matoContos eróticos menininha novinha e putinhaconto erotico neide safadinhaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorconto erotico Filha curiosalanny_contosminha tia batendo um punheta para sobrinho contosconto porno de peludas recentecontos eroticos dopando a cunhadaconto no colinho sem calcinha sentada num jumento humanocabelos lisos ate na bunda de dar invejalongos contos eroticos estupros dpconto gozada dormindosentei na rola do padrinho contos eróticoscontos de sexo gay minha esposa viajou e dei com sua calcinhacontos gay comendo o amigo rabudo em casacontos eróticos de lésbicas masoquistasconti erotico a massagista enfiou o dedo no meu cu e chupacontos de coroa com novinhocontos eu e.mamae metemos fortecontos eróticos meu tio cego mim. fudeucontos eroticos putas brancas pretos piçudosMeu sobrinho me fez gozar no rio contos eroticos de gayscontoseroticosrolacontos eroticos esposa exibicionista ficou curiosaEmpregada Triscando no meu pau contoFILHA CHORA QUANDO O PAI EMPURO A PICA NELA PORNOnovinhas escoteiras abusadasContos mamae é a puta da familia e dos vizinhos