Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU VIS MINHA FILHA UMA VADIA GOSTOSA

Foi há uns três meses, aqui em PIRACIBA sp, onde moro. Sou uma mulher considerada atraente, apesar dos meus 55 anos: morena, baixa, quadril grande e seios fartos. Sou casada -38 anos. Meu genro DANIZETI, hoje com 28 anos. Ele é oficial da Polícia Militar e casada com minha filha ELA ERA EVAGELIC A jusceli uma bela morena que tem 24 anos.

Bem, jasceli e eu somos bastante ALEM DE SER FILHA BASTANDE amigas. Sempre que o meu genro é obrigado a ficar hospedado por alguns dias no Quartel da PM é ela quem fica comigo lá em casa. Além de bonita e educada, jusceli é muito prestativa.

Sempre que podemos, pegamos irmos numa chácara bem no início da manhã, por volta das 6h. Há uns três meses, nás estávamos pegando uma piscina na chácara aqui perto de limeira sp - não havia praticamente ninguém por lá. Foi então que, por volta das 6h30, chegaram-dois homens No sitio ele eram amigo do meu marido perto de onde estávamos. Como eles nos observavam, vez ou outra, ficamos com certo medo, afinal os dias de hoje estão muito violentos. Mas eles não pareciam pessoas más. Logo, eles dois caíram na água. Comentei com minha filha :



- Não me parecem marginais.



Ela respondeu:



- Que bom, dona Cláudia.



Enquanto tomávamos bronze, de bruços e de frente para o casa PERTO CHACARA TINHA SITIO LA dois homens pareciam bastante gostosos. Um era negro, alto, forte, aparentando uns 35 anos. O amigo dele, moreno, devia ser mais VELHO





Quando eles vi eram do sitio, tal qual foi a nossa surpresa: os dois vieram ao nosso encontro. Ficamos preocupadas em um primeiro momento, mas logo eles deram um "bom dia" e perguntaram se podiam ficar conversando conosco. Cade eles conhecia o José o meu marido sá vocês



JUSCELI minha filha logo fez menção de reprovação à ideia, mas eu tratei de dizer a ela que não haveria problema. Aos poucos, com a conversa, o clima passou a ficar mais desinibido. Eles perguntaram se nás éramos irmãs, o que nos provocou risadas. Foi então que eu disse que, não verdade, éramos mãe e filha, e que o meu genro era oficial militar, e coisa e tal.



Era um dia dia de sol e o homem moreno, de nome Marcos, uma piscina enorme que tem no sitio bem práxima de onde nás estávamos. Volta e meia ele o amigo negro, chamado Paulo, se dirigiam até a O SITIO para nos trazer cervejas long-neck. MINHA FILHA NÃO BEBIA



Percebemos logo que eles estavam excitados. O volume das CALÇAS era enorme, o que indicava que ambos eram bem dotados. Naquela manhã eu estava com o meu biquini amarelo, que ressalta bem minha pele morena, enquanto minha minha filha vestia um biquini cor de rosa. Com um SHORTINHO POR CIMA Conversa vai, conversa vem, e como não havíamos tomado café direito, MINHA FILHA e eu já começávamos a perder os reflexos, em razão do efeito do álcool.



Foi aí que surgiu o convite para que conhecêssemos a O SITO de Marcos. A princípio, minha FILHA recusou, ao argumentar que tinha MARIDO, que aquilo não era certo, enfim. Como a ELA ERA EVAGELICA adrenalina da ideia me fizera bem, eu disse a JUSCELI que não haveria problema algum, que sá daríamos um UMA VOLTA ATÉ O SITIO DELES LA TEM UMA PISSINA para pegar um bronzeado e fim. Ela se sentiu mais segura e acabou aceitando.



Depois de cerca de uma hora e meia, e já cheias de cerveja na cabeça, lá estávamos nás em NO SITIO, educadamente, a proposta de nos "conhecermos melhor". Novamente JUSCELI tratou de botar empecilhos, mas eu argumentei que ninguém iria ficar sabendo, que seria bom, apenas um rápido prazer, que os homens são todos iguais e que ela se arrependeria um dia caso recusasse.



Marcos e Paulo nem esperaram a resposta de minha FILHA e logo trataram de mostrar os paus, tirando-os das sungas. De fato, eram dois pintões enormes, principalmente o do negão. MINHA FILHA, a princípio, ficou meio assustada com toda aquela cena, foi então que eu não perdi tempo e caí logo de boca no pau de Paulo. Marcos, por sua vez, tratou de beixar o pescoço de MINHA FILHA e, em seguida, tirou-lhe a parte de cima do biquini, chupando-lhe o biquinho do seio.



Então eu parei de fazer o boquete para Paulo, que passou a meter o pau na boca de Tatiana, enquanto Marcos lambia a buceta de minha nora. Bastante excitada, eu tratei de lamber o seio da minha filha, que gemia gostoso. Estávamos os três nela. Em seguida, Paulo (o negão) enfiou a rola na buceta de Tatiana, que estava toda raspada, e passou a comê-la, enquanto Marcos batia com o pau dele nos meus peitos. Minha filha era comida de pé, enquanto eu estava ajoelhada.



Depois disso, Marcos me colocou de quatro e passou a comer meu bucetão gostoso de coroa. Ele me dava estocadas com força, até o fundo, o que logo me deixou toda molhadinha. Já Tatiana era todo prazer no cacetão de Paulo, que também aproveitava para puxar o cabelão de minha nora.



Na sequência, houve a troca, e o negão passou a me comer. Ele deitou-se sobre o chão da lancha e eu montei nele como uma vagabunda. O pauzão dele passava fácil na minha buceta, que nem um quiabo. Tatiana pagava um boquete lindo para Marcos, que dizia a ela para provar o gosto de minha xana. Logo depois, Marcos colocou-a de quatro e passou a comer a xoxota de minha nora.



As únicas recusas que fizemos foram em relação ao sexo anal. No mais, fizemos de tudo.



Para finalizar, Paulo e Marcos me fizeram chupar a buceta de minha filha até ela ter um orgasmo múltiplo. Depois de realizada, minha FILHA e eu fizemos mais um boquete gostoso para os dois. Eles gozaram nos nossos peitos, mortos de prazer, e nás passamos a ser amigos, uma vez que trocamos telefones.



Meu genro e meu marido, é claro, nem suspeita de nada.







!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eróticos primo comedor comeu o cu da nanehomes esfregando nas mulhres no honibusmetendo devagar na buceta da minha irma dormindo no escurotirou as pregas dela contosconto erotico traveco e casalVer buceta mulhere mas buntuda do mundo jogadora de pau pau de borracha na bucetinha da norao padre ecoroinha no conto erotico gaycontos eróticos de Poucomtos eróticos de fazemdeira com animalconto erotico amamentando meu homemcontos eroticos quanto vi aquele pau mostruoso o meu cu piscocazal gay fudedo gostoso ao vivopornodoido transando com mulher peituda e fim de noite espíritacriando uma putinha contoscontos de incestos e surubas ferias entre irmas fazendadsrelatos eroticos casadas com negao e velhoa buceta da jega contosContos eróticos linguada safadocontos de cornoscumi minha intuadagotosa pede procara goza dentodelaex cunhada safada casada com presidiáriofilho dotado fudendi o pai desejosecretos.comnatalia do ceará chupando o pauolha tio minha bucetinha virgem e inchadinhaContos de comadres lesbicaseu minha esposa demos carona o cara era um pintudoContos erotico travest cinemacontos fazendo vovô gozarbai jo meu primo e ele me comeutroca troca de homens adultos contosMeu ex primo viuvo conto eroticoconto mamando vizinho casadocontos vendo a irma sendo fodida betinhaTenho 103 cm de bunda.conto eróticoum coroa me fudeucontos eroticos garotao passando bozeador na minha esposacontos eroticos mae e pai iniciando filhosler conto erotico dando a xota na cabano pro tiofudendo a empregada rabuda negra com fotos contoastrepafa de caronatanguinhas molhadas contos eroticos reaiscontos de atiivo x passivo fodendoCasa dos contos: Virgem na baladacontos euroticos de meninas com mito tesaofotus de zoofiliaconto gay tio paciente comendo o novinho devagarinhoconto comendo o casado de calcinhaEnrrabada contocontos de sexo com vovocontos eróticos de Pouconto lesbica professora dominadaconto sem calcinha a troco de doceConto erotico gay rasgaran meu cua menina e o cachorro de rua contos de zoofiliacontos eroticos meu padastro mim estropo no onibusHistórias contos ficticios e reais de sexo com travestismadrinha safada contosmulhe chupa caserte do jegueContos eróticos suruba com homens velhos na peões da fazendanamorado embreagou a namorada para foder o cuzinho delacontos comi a internadacontos eroticos mamei no pintinho do nmeu filhinho pequinininhocontos eróticos com animais papada por um cãogozei com a minha.irma no meu colonegao deu o cu contos gaycomi minha tia gorda rabuda contosdando no ônibus contoscontos de coroa com novinho