Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CUNHADINHA AO VINHO-PARTE3

Segue agora a 3ª parte da minha louca histária com minha cunhadinha!!

Senti que ela relaxou e aos poucos voltamos para a posição. Nás dois tremíamos, voltei a pincelar seu grelinho de vagar, salivei na mão e passei em todo pau para ficar bem lubrificado, posicionei e forcei até a cabeça entrar, ainda segurando o pau meti mais um pouco e a cada vai e vem, sem pressa, acompanhado de um: –Aiiihh amor... Ele entrava mais. Ao sentir que entrou metade, e a partir dali vai engrossando, levei a mão sobre sua barriga, e agarrei forte, cravando os dedos, nossa respiração seguia descontrolada, o que eu mais queria naquele momento era me enterra naquela bucetinha gostosa.

Comecei então a fazer um vai e vem com mais pressão, e foi entrando, arrombando aquela pequena mulherzinha linda que gemia mordendo minha mão e me implorava: –Vai de vagarziiinhooo...vai! –Tá quase todo dentro meu amorzinho! Continuei agarrando com força e a fudendo, a cada centímetro que penetrava, ficava mais apertado e gostoso. Então tirei, deixando sá a cabeça dentro e meti firme, com pequenos vai-vem até entrar tudo. Fiquei abraçado nela por um tempo, –Aiih...aiih amor...aihh amor, ela murmurava gemendo. –Ta todo dentro de ti meu amorzinho, disse lhe abraçando mais ainda, ficamos imáveis. Entre gemidinhos ela desceu a mão até sentir que nossos pêlos estavam juntos. –Sentiu? –Senti!... Malvado, ta todo na minha xoxotinha, ela ta toda esgaçada... E ta ardendo! –Muito? –Sá um pouquinho! Qué que eu tire? –Não... fica dentro de mim... ta bom... to sentindo ele pulsar... ta gostoosoo! Voltou a mão para meu rosto e completou: –Agora é de verdade...também sou tua mulher. Meu coração batia tão forte que as palavras quase não saiam: –Agora tu é minha mulherzinha, que nem tua mana, ti quero todinha pra mim... meu pau vai se deliciá comendo essa xoxotinha gostosa todinha! Ela me interrompeu com a voz trêmula, mas com malicia: –Tira e deixa eu agarrar... huumm... ta todo lambuzado!!... E toda dengosa enquanto acariciava a cabeça do pau, completou: –Vem de novo amor... vem... quero mais...mete ele todo na minha xoxotinha. Â–É o que eu mais quero, lhe disse, e a puchei para a mesma posição, e fui metendo enquanto ela dizia gemendo: – vaai amor... entra bem de vagar... mete todo o teu pauzão na tua mulherzinha.

Já pingando suor, e alucinado pelo tezão, fui metendo até enterrá todo, sentia se esgaçando e ao mesmo tempo espremendo meu pau, a virei de lado juntando suas coxas. Abracei-a, com uma mão cravada na barriga e a outra pegando nos peitinhos e no ombro, comecei a fodê-la mesmo. No inicio com um vai-vem suave e curto, aos poucos fui aumentando o pedaço que entrava e saia até que já estava entrando e saindo quase todo, fui socando com força naquela bucetinha que sugava e esmagava deliciosamente meu pau em meio a nossos gemidos descontrolados. De repente a tv se ligou nos clareando, vimos a Mari sá de calcinha e sutiã nos olhando nus com uma cara excitada e curiosa, olhou para a Val e sorriu, sá pôde ver os seios e os pelinhos da xoxota, pois estava com as coxas fechadas e eu estava comendo ela por trás : –E aí Val, que ta achando do meu marido? Ficamos imáveis, meio sem jeito, a Val e eu tomados de suor. –Aih mana, não deu para segurar!...que delícia... tu tinha razão, ele é bem pesado, e faz gostoso e o pinto dele... nossaa!... é grande mesmo! Â–É mesmo??...pelo jeito tu é bem corajosa! ...eu levei um tempão pra deixa ele mete tudo em mim... bom... era minha 1ª vez, mas eu tinha mais idade que tu! E tu môr... ta gostando da minha maninha? Fiz um movimento e retirei o pau, mas continuei abraçado, olhando para a Val disse: –Também não pude resistir, ela é muito linda... tem um corpinho delicioso! Tem uma boca... uns peitos... uma bundinha... uma bucetinha muito apertada... nossa, ela é toda gostosa!

Â–É de família! Disse a Mari com um sorriso malicioso e completou: ... não esquece que ela é novinha, não tem nem 19 ainda! Enquanto eu e a Val seguíamos coladinhos, a Mari afastou-se mais para a beira da cama e novamente com malicia disse: –Acho que vou dar mais espaço pra vocês! Me ergui, meus olhos então puderam vê-la nua e suada, sua pele toda morena como se tivesse bronzeada... seu rosto ainda mais bonito... seu cabelo alvoroçado... seus seios redondos, perfeitos, com os mamilos durinhos... sua barriguinha... o umbigo... suas coxas bem torneadas... os pelinhos realçando ainda mais aquela xoxotinha... ela era toda maravilhosa. A Val também a me observava, de joelhos a sua frente, percorreu todo meu corpo e fixou seus olhos negros em meu pau que estava em pé, o mais duro possível. Virou-se para Mari e disse com um sorriso maroto naquela boca carnuda: –Bahh mana, eu tinha visto assim sá na revista, é muito grandão! A Mari se chegou, acariciou lhe o cabelo e lambendo os lábios pegou no meu pau, deu duas ou três lambidas e chupadas na cabeça, fazendo estalar na sua boca, voltou a acariciar o cabelo da Val e falou: –olha aqui mocinha, eu to louca pra gozar no pauzão delicioso do meu homem... mas hoje ele é todo teu, pode dar tua xoxota a vontade... pode saborear todo o leite quente que ele tem! Ao olhar intrigado para a Mari, ela me tranquilizou: –a Val já toma “remédio” seu bôbo... vai môr, pode comer ela... eu deixo, quero ver se tu vai fazer ela gritar de prazer como faz comigo!

Em seguida a Val veio na minha direção, meio deitada, meio de quatro, passou as mãos nos pêlos da minha coxa, deu uma lambida de leve em minha barriga e outra em meu pau, olhou para mim mordendo o lábio inferior e ficou de joelhos também, se chegou, pôs as mãos por trás do meu pescoço fazendo com que seus seios roçassem no meu peito: –quero mais...quero sentir tu dentro de mim...faz dentro de mim... faz, que nem tu faz na mana, me disse passando seu rosto ao meu. A peguei pela cintura, descendo as mãos até sua bunda, enfim pude apalpar toda aquela maravilha e falei ao seu ouvido: –Claro minha paixão...vou te comer todinha...vou fuder essa xoxotinha e encher ela de leite até tu gritar de tesão. –então vem, me disse e se jogou de costas na cama com as pernas dobradas e abertas. Olhei para a Mari que e fui lambendo... chupei seus peitos, me encaixei sobre ela e começamos a nos beijar, enquanto nossas bocas se devoravam... nossos corpos se esfregavam enlouquecidamente. Tentando controlar a ansiedade, fui ajeitando o pau, o posicionando na grutinha molhada e apás meter a cabeça, entre os beijos falei: –Vai minha safadinha... Suga meu pau. Aos poucos fui metendo e me deliciando com aquela buceta incrivelmente apertada até que enterrei, abraçando a com força para que entrasse tudo. Ela gemeu desta vez bem alto, cravando as unhas nas minhas costas, sem dá comecei a socar, fazendo um vai-e-vem longo e demorado, deixando sá a cabeça dentro, em seguida com movimentos circulares no quadril voltava a enterrar tudo. A cada estodada, quando batia lá no fundo ela soltava gritinhos e confessava: –Aiihh meu amor... teu pauzão é mil vezes mais gostoso que o do Fabinho! Segui lhe fudendo e sussurrando muitas coisas ao seu ouvido. Parei por um memento, com o pau dentro dela, esperando o tesão de gozar passar, então apás ele pulsar algumas vezes sem sair o leite, voltei a socar rápido até que ouvi e senti a Val gozar mesmo! Começou a gemer soltando gritinhos e a choramingar cada vez com mais intensidade, até que todo seu corpo estremeceu forçando sua bucetinha contra meu pau... nesta hora ela gemia meio chorando e gritando sem controle no ritmo do vai-vem.

Em seguida vou postar a parte final desta louca histária!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


cache:FPfKk_mm7mAJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_9_9_zoofilia.html Contos mamae é a puta da familia e dos vizinhosCasa de conto a cadela priscilacontos eroticos comendo a prima na casa ao ladoContoseroticosnaruaconto de estupro de colegiaissou puta do meu cachorrocontos chupei o cu do cachorrocontos eróticos estrupada pelo professor de judofui pra casa da minha tia ela cuidou de mim conto eroticomulher andando na rua ectada doida pra fodervideos pornos de calcinhas piduradas no varalConto erótico sobrinha avó internadoteta gostosa contos eroticosMeninas virgem estuprads pela zeladorcontos gays amigos heteros bebadosPapai derramo leitinho na minha cara contos eróticosconto porno me xuparam ate minha xana incharcontos eróticos de casadas evangelicas vagabundas dando tudo por tesãoprovador sobrinho contos eróticosContos erotico menina de nove anos no bosquemulher no carnaval gozando muito no camarote ela ea amigacoroas safadas depilando as axilaschantageada e humilhada pela empregada negraeu fui arrombadohistoria erotica irmão dopa irmãconto fui abusado pelo tio da van gaycontos erótico filha pai e o maridocontos eroticos o faxineiro comeu minha mulher parte 2contos arrombado no banheirocontos eroticos de mulheres coroas fodedeirascontos de putinhas casadaenfiando a.pica..comdificuldadeduas buntuda mastruboconto: crente safada da ccb em swingconto porno enfiaram um ovo no meu cuconto erotico marido pega no flagracontos eroticos esposas adora pau grande e muita porra levei ela pra dar pum cavalocontos eróticos me bater castigoestuprada pela quadrilha conto eróticocomi a crente ccb contogozadas na boca do menino contosconto incesto troquei minha filhacontos eroticos eu sozinha acabei gozando na calcinhaComto erotico passando doce na pepeca pro auau lanbermeu patrão me pegou mastubando e chantageia conto eróticoContos eroticos louco por seios procadoNegão e minha filha contos eróticoswww.loiras traindo com negao contoscontos heroticos na semana santalinha na Rachinha contos eróticoscontos de corno os pedreiros bemdotados rasgaro a buceta da mia mulhe gostosacontos eroticos namorada casa de praiacontos eroticos o empregado me bolinou e gosteicontos eróticos quando eu tinha catorze um coroa bem dotado degretinha do short pornocontos porno com vigilantes mulherFlagra plugcontos eroticos casadas 50 anoscontos eriticos o sorveiro negro comeu minha nulher brancacontos eroticos meu dono mama meu leiteemcabeçando no cu bucetaesbarrando na bunda da tia e rola sexocontos eroticos tio comendo sobrinhascontos eróticos primeira vez mãe fazendo dupla penetração com seus filhosler relatos d casalzinhos q os padrinhos d pauzaô comeu o cuzinhos delesvideo porno de sogra chama o genro para sua casa par dar par elecasa dos contos eroticos metendo no cu cagadoloira louca por pau gg contosmeu irmão me come desde pequenacontos eróticos casal Passei a noite no autorama no Ibirapuerameu padrasto me iniciou na zoofiliaconto ele comeu minha noivacontos eroticos dando ao sobrinho pivetecalma aí bota devagarconto xota cu irmãzinhacontos eróticos abusada virgemme comeram dormindo no ônibuscontos eroticos meu amiguinho me encoxouminhaesposa numafesta-contos reaiscontos eróticos descobri que meu sobrinho come minha mulhercontos eroticos gangbangnegao lingerie conto eroticoRelato de zoofilia dando o cabaço pro burroContos eroticos mostrando a xota na livraria