Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A TRAVESTI E UM ESTRANHO

Meu nome PCJ e tenho 19 anos, estudante e resido em Porto Alegre. Naquela noite por volta das 19:00h estava com muito tesão e com uma vontade de fazer alguma coisa diferente. Já havia saido com travesti antes, mas sabia que seria diferente e foi então que tudo começou.



Passei na casa da minha cunhada, Vanessa, para disfarçar e bater um papo com ela e foi quando aconteceu o que eu queria. Ela disse que tinha um compromisso e precisava tomar banho e pediu para que eu ficasse a vontade.



Quando ela fechou a porta do banheiro eu ouvi o chuveiro e no mesmo momento fui abrir sua gaveta de calcinhas que eu já conhecia muito bem. Vanessa era uma mulher gostosa, vaidosa e tinha roupas maravilhosas.



Escolhi uma calcinha preta bem pequena com rendinha nas laterais e uma meia calça também preta para combinar, escondi rapidamente no bolso do meu jeans esperei ela sair do banho e fui até o ponto dos travestis ver se achava alguém interessante e não precisou rodar muito que encontrei a Tais uma morena linha com 1,80 vestida com roupas esportivas, parecia uma gata fazenda sua caminhada para manter a forma.



Acertamos o preço e fomos direto para o driving. Pedi para Tais tirar sua roupa e ficar a penas de calcinha. seu pau estava meio duro por dentro da calcinha e fomos para o banco de trás do caro namorar um pouco. Nos beijamos, passava a mão em todo o seu corpo até que seu pau ficou completamente duro e enorme, 20 x 4 cm, era bem maior que o meu.







Comecei a massagear aquele pau e sem perde tempo cai de boca na maior vara que havia visto na minha vida. Tirei minha roupa e vesti minha calcinha preta com as meias, eram meias rendadas e estava me sentindo muito sexy. Coloquei uma camisinha no pau dela fiquei de quatro no banco traseiro do carro e disse para Tais que apartir daquele momento seria sua mulherzinha.







Tais ficou alisando minha bunda e esfregando seu pau por cima da meia-calça. Eu abaixei a meia e puxei a calcinha para o lado e ficou forçando minha bunda contra seu pau. Tais puxou um KY de sua bolsa e lubrificou bem o seu pau e com um dedo foi lufrificando meu anelzinho.







Seu pau era grande e doía muito, Tais consegui colocar apenas até a metade, eu estava desconfortavel e não estava curtindo. Nesta momento Tais segurou minha cintura e pediu para que eu relaxasse e simulasse que estivesse evacuando. Pareceu uma mágica porque seu pau encontrou o lugar certo dentro de mim e começou um vai e vem até que ela gozasse.







Vieram muitas coisas na minha mente, até a situação da minha cunhada estar fazendo sexo e vestindo aquela calcinha, é gostoso usar meia-calça e fazer sexo porque minhas prenas deslizavam uma sobre a outra e com isso eu ficava com mais tesão.







Tais deitou sobre o meu corpo, e relaxou e eu estava com tesão, mas meu pau estava bem mole. Estava com desejo de continuar sendo sua mulherzinha e foi quando Tais comentou que o programa havia acabado.







Fiquei de quatro com meu cuzinho aparecendo, estava com minha calcinha puxada para o lado e fiquei esperando e neste momento vi que um homem havia entrando no estacionamento do carro e começou a conversar com Tais, pareciam que se conheciam. Fiquei com vergonha e quando fui levantar ele pediu para que eu continuasse na posição porque ele tinha visto tudo e seu pau estava estourando de tesão.







Senti aquele estranho pegando na minha cintura e forçando a entrada da minha bundinha. Seu pau era menor e entrou muito fácil, senti seu saco batendo no meu. Ele ficou fazendo um vai e vem com força e ficou assim por alguns minutos. Ficava me chamando de putinha até que pediu para que eu virasse e começássemos um papai e mamãe onde ele beijava minha boca,lambia meu pescoço até gozar.







Tais já havia indo embora e quando o estranho saiu de cima de mim ele rapidamente subiu a sua calça e foi embora.







Fiquei aproximadamente meia hora sozinho e deitado no banco do carro.











Fui realmente uma mulherzinha naquela noite, não tinha gozado. Joguei minha calcinha fora e fui embora. Fui bater uma punhetinha no meu banho em casa

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos meu irmão e eu betinha vendo tia me humilhou contomasturbacao ajuda acabar o resecamento vaginalNunca desconfiei do primo da minha namorada. Contoscontos de sogra engravidando do genrodeu sonífero para comela prnoelena senta na pica duraEu fudi toda a familia do meu amigo fudi a filha dele fudia a esposa dele fudi a cunhada dele contos eroticoscontos traiçao punhetasogra humilha genro contos eroticosconto garoto esperimentei dar cupapai me fudeu gostoso e eu gozei no cacete delconto caminhoneiro sexocurtos relatos eróticos de estupro fortichupando até ela gozar dirá cx aodsou rabuda contos eroticosnao vou aguentar tudoconto eroticocontos coroas as quetascontos eróticos comi mi.ha irmanzinhaContos espiando a sogra lesbicacontos.praia de nudismo com o pai roludonovos relatos eróticos com fotos de corno minha esposa andando na rua toda gozadauma dupla penetração com vibrador contoseu gozei na vagina de Beth minha amigacontos me faço de recatadaContos namorada velho caminhoneiroconto estrupada dormindocontos eróticos incesto o homem da minha vidameirinha chupando dentro do carrocontos de mototaxista e gaycontoseroticos tia amamentando o sobrinhoSo uso fio dental enfiado no cu.conto erotico femininoporno mulheris con a perna meia canbotacontos eróticos punheta da primawwwporno negras aregacadas por negoesTenho um caso com policial contos gaygostosa da propaganda da Tininhaeu fiz meu vizinho me chupar todinha e gozei na boca dele pornodoidocontos eróticos virei cdzinha do vizinhochupeicontoscontos eróticos sem querer engravidei minhas cunhadascalçinhas meladinhas nelascontoseroticosdecalcinhaContoseroticosgreludacontos menininha curiosa safadinhaminha mae contos eroticosrelatos de gey dano o cuconto esposa pelada na frente do meu paivideos de garota sendo desvirginadas do cu e buceta elas chorando e gritandoContos eroticos estorial, enfie o meu pau na buceta da minha irma ela dormindo e disperto eu dentroContoerotico descabaçando meninas de seis a doze anoscontoerotico.eu.marido e as filhas no forrocotos camioneiro da pica grandecagando na cara contocontos eroticos novinha espiando seus tios transaremcontos eróticos família vavela minha mãe comigo no banheiroconto erotico quando era pequenaContos eroticos novinha desmaia de tanto gosacontos velho comendo novinha casadacasa dos contos fudendo minha irma e prima putonascontos cavalonas crentesgostosa se fataziando de mulher maravilhaporno comendo a buceta da gostosa emsima dos retalhosCasada narra conto dando o cucontos eroticos na escola vi o viadonho emfiamdo um lapis no cucomo eu faço pra apreparar minha buceta pra primeira relaçao sexualSeios enrrigecidos da minha esposameu amigo chantagia minha mãe. conto eroticocontos eroticos corno oferecendo namoradacontos eroticos traindo marido na viajandocontos eróticos amiga novinhaalgemou traindo contos eroticosvai cunhadinha goza na minha bocaConto Erótico ninfeta Fio Dentalcontos eroticos chantagiei minha tia e comi elacontos meninas custosas bucetascomi a minha mãe na chantagemcontos porno chupetinho para um adultoMinha filhinha conto eroticocontos eroticos/estupro/gangbang/final de semana todocontos eróticos faZer o que se comer titia é gostosocontos heroticos comendo a vendedora de trufaseu e minha filha no baile funk contos eroticosrelato erotico esposa puta no churrascoFalei pro meu amigo enrrabar minha esposa enquanto ela dormiaA chapeleta arronbou minha bucetinha contos