Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU AMIGO DO INTERIOR, MEU MACHO..

Bom, esse amigo que irei relatar é mais velho do que eu 3 anos, um cara lindo, desejado pela maioria das meninas da escola e da nossa comunidade uma vez que morávamos no interior, tinha mais 6 irmãos no total, 3 irmãs e 3 irmãos todos mais velhos que ele, as meninas muito bonitas e os meninos, homens na verdade eram lindos, hô família pra ter homem lindo como aquela e ele nos seus 19 anos não se pegava pra trás e como não sou bobo, posso dizer que passei anos da minha vida transando com ele, sendo sua mulherzinha, chequei a ser do seu irão 2 aos mais velho uma vez, e que outro tesão que era. Uma das muitas lhes conto abaixo:

Como morávamos no interior, nossas diversões em finais de semana era ir no clube da comunidade, este ficava ao lado da escola onde estudávamos. Tinha sempre uma turma enorme de garotos, jovens, e adultos que sempre estavam jogando bola, no campo do clube nos sábados, era a visão do paraíso para os gays. Nesse campo havia um barranco grande, pois ficava em uma parte alta pra cima do clube, e na parte de trás tinha uma grande área onde era cultivada erva mate e no meio plantado milho uma vez que era interior. Os jovens costumávam brincar conosco de se esconder, pois sempre rolava alguma coisa pelo menos uma pegada nos paus, uma encoxadinha, um sexo sem penetração somente no meio das pernas, ou sexo pra valer.

E fomos brincar, tinha um monte de meninos e jovens brincando de se esconder, o V. começou a se esconder na brincadeira junto comigo eu sempre tive um bundão e umas pernas lindas, como era filho de professora não tinha que ficar trabalhando na roça assim tinha um corpinho lindo, que todos queriam comer desde garotos, jovens até os homens do interior, mas sempre me respeitavam por ser o filho da professora, mas voltando ao caso, começamos a brincadeira e ele sempre achava lugares mais distantes e me levava junto para me esconder onde não tinha a possibilidade de nos acharem, ele era bem mais alto que eu, tinha um corpo lindo e másculo para a sua idade, uma devido a trabalhar na roça e outra que era de uma família de homens grandes e lindos lindos lindos.. Começou a me encochar e eu a seder a ele, raspava seu pau duro na minha bunda que parecia que queria me penetrar por cima da roupa, me abraçava forte e ficávamos assim, quando eu queria sair ele me segurava e dizia que era pra ficar ali que como ele era mais alto ele poderia cuidar se estavam vindo para nos achar, até que quando escutávamos podem sair, é fulano que vai fechar ou seja, já tinham encontrado alguém.

E quando a brincadeira começava novamente ele me puchava para nos escondermos juntos. Sá que tive que parar de brincar pois meu primo veio me chamar para ir pra casa, pois minha mãe estaria me chamando e como não morava longe do clube disse que se conseguisse voltaria para brincar ainda com eles.

Quando voltei para o clube não estavam mais brincando pois era tarde estava quase anoitecendo mas como meu pai estava no clube minha mãe me deixou ir, os meninos tinham ido para casa e a maioria dos jovens e grande parte dos adultos também, pois é horário de tratar os bichos no interior, tirar leite etc... Mas o V. estava lá, como eram em mais irmãos ele e mais um tinham ficado no clube os outros foram para casa.

Ele estava jogando bilhar com mais 3 caras um deles era seu irão mais velho, quando ele me viu ficou todo sorridente e eu estava louco para continuar com a brincadeira, mas tinha acabado.

Quando acabou a partida que estavam jogando ele veio perto de mim e disse tenho que ir para casa, não quer ir comigo?

Como ele morava mais distante do clube tinha que passar pela minha casa para ir embora. Assim disse para o pai que iria com o V. embora, ele concordou.

Saímos do clube já era de noitinha, e no interior não tem ilminação, o V disse podíamos brincar denovo de se esconder né?

Eu disse: Como se estamos somente eu e vc?

Ele: Vamos nos esconder como de tarde, apenas não vai ter ninguém pra nos achar, vamos poder brincar melhor..O que acha?

Fiquei meio apreensivo mas louco para largar um sim, e disse não sei já está quase noite.

Ele: melhor ninguém vai nos achar e riu.....

Disse: Tudo bem, mas não podemos demorar muito pois e se meu pai resolve ir pra casa e eu não cheguei ainda.

Ele: Se ele resolver vamos ver ele passar, pois tem somente essa rua para ele ir.

Assim entramos no meio de um matinho que tinha na beira da estrada onde dava para ver a rua, mesmo estando escuro conseguiamos ver se alguém vinha.

Ele logo se posicionou atrás de mim e já estava de pau duro, começou a me encoxar, dizia que adorava ficar assim comigo, que eu tinha uma bundinha gostosa, apesar de ter menos idade e ser do interior eu sabia muito bem o que estávamos fazendo.

Ele propôs: Vamos brincar de boi e vaca?

Eu: como?

Ele: É, vamos fazer uma brincadeira diferente, ficamos de quatro no chão como se fossemos boi e vaca, hora ele subia nas minhas costas e fazia de conta que me comia e outra eu tentava, mas como ele era mais alto eu não conseguia.Assim resolvemos que somente ele seria o boi e eu a vaca já que era mais alto e conseguia subir nas minhas costas e encaixar direitinho seu pau na minha bunda.

Mas ele disse vamos tirar a roupa que será melhor, vamos fazer igual a eles quando trepam, eu concordei ele veio e encaixou o pau na minha bunda, tentou me penetrar mas não dava tinha o pau muito grande, começou a lambuzar meu cú com saliva e encaixava e forçava, mas eu ia pra frente pois doia.

então ele disse vamos brincar de vaca e bezerro, eu sou a vaca e vc o bezerro que vem mamar. Eu concordei mais que depressa, ele de quatro com aquele pau duraço e eu fui como se fosse o bezerro mamar na minha mãe, apenas fazia de conta, mas ele disse mama de verdade, bota o meu pau na tua boca e mama.

Como estava louco pra fazer isso, comecei a mamar ele que pau lindo gostoso, tinha um gosto que parece que estou sentindo agora, eu chupava com vontade, não demorou muito ele gozou na minha boca, no primeiro jato tirei a boca e ele disse não esse é o teu leitinho, coloquei a boca novamente e tomei tudo. era salgadinho, gostoso, eu já devia saber naquela hora que iria acabar viciado naquele leite da minha vaquinha linda da teta maravilhora hehehe.

Conto mais sobre nossas aventuras em outros contos, senão será muito extenso. também irei relatar sobre o irão dele, aquela diliça hummmm..



bjs





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


:karolzinha baixinha ruiva gostoza fodenoConto erotico bigodetia me humilhou contocontos erotico vovo e a vovo lamberam minja bucetacontos eroticos dona zefameu filho tem um pausao contoscontos com injeçãocontos eroticos paulo e bruna parte 2conto erotico chefe do meu marido me bolino por de baixo da mezacontos de maridos que de tanto insistir viraram cornos e viados no mesmo diacontos eróticos gay primeira vestenho maior tesão pela minha tia velha contos eróticossobrinha gosta de sentar no colo do seu tio so de vestidosem querer fraguei minha cunhada no banheirocontos eróticos verídico de ginecologista e grávidaconto erotico flagra filhacontos eroticos mulher carinhosaIncesto com meu irmao casado eu confessocontos eroticos/comeu novinha peludinhacontossado de submissao realcontos eróticos gay eu e mais um amigo brincamos com novinhojapinha.de.baixo da mesaconto real casada gravida na surubaPorno conto filha mama pai desde pequenaFeirao big foto penetrando no cuzinhodando padrasto contos eróticoscontos minha esposa ainda resistegostosa.acarisiado.a.buseta.deibacho.da.mesacontos erticos de ninfetascontos reais de exibicionismo com roupas sensuais para entregadorsubi a saia da e comi minha empregada vadiaporno babalu pede pra não gozar antes do tempoContos irma mais velhaConto erotico cdzinha me deixou loucocontos porno com vigilantes mulherchupei no carro contoooooooooohhhhh porra pornoirmao com ciumes contos eroticosmconto erotico meu irmão me fez mulherler conto erótico f****** a minha tia numa festa fantasiadepois de eu ter me mastrupado depois de um tenpo comesei a goza isso e normalcontos de filhas enrrabadas pelos pais de pénis grandes e grossosconto erótico greludinha amiga chupa chupa flagrahttps://idlestates.ru/conto_3484_desvirginando-minha-querida-irmazinha.htmlMinha namorada mim traiu na vaquejada contos Contos de ninfetas sem calcinhapornodoido dona de casa chifra rapidinha cm amigoenrabada pelo negao contosbeijo de lingua quente pegada forte gemidãoconto chantagem enteadacontos eroticos mamae mim vendiaMeu irmão chupa minha maetia s***** rebola bem muito Encosta a bunda no pau do sobrinho dançando funkcontos eroticos mulher casada bi sonia e suas amigasContos eróticos de gay Comi o filho do meu patrãocontos gays novinhocontos eroticos crossdresseres na escolaconto cacete grossocontos eroticos gay tio e sobrinhofui dominado por uma mulher mais velha conto eroticocontos eroticos de pais esposa e filhas em praia de floripaContos eróticos: boquete quando pequenaRex dando o cuContos eroticos escussao com meu marido banco diferenteconto meteno nositio.comContos eroticos chiando na fodaxvidiominha pica é maio doque a do seu maridoENFERMEIRA  nem peitinho teen grita na pau do voxvideo subril comedo atinaconto gay caseiro patrao carlosmenage feminino contoscontos eróticos muleque pega no flagra muleques tocando punheta no matocontos eroticos eu sozinha acabei gozando na calcinhaboquete teen conto eroticocontos eroticos de homens que vestem as calcinhas das esposas e saem com travesticontos eróticos irmã f****** na frente do irmão por assaltantesminha irma envagelica encesto