Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NOVINHA PERDENDO O CABAÇO PRO VIZINHO

Olá queridos, o relato que segue é veridico e aconteceu comigo quando eu tinha 19 anos. Na época eu já tinha corpo de moça, mas a mente e ingenuidade de uma criança.

Tudo começou quando minha familia e eu nos mudamos de casa, na frente dessa nova casa morava um casal que tinha uma filha pequena de uns 2 aninhos, não demorou nada e meus pais ficaram amigos desses novos vizinhos.

A vizinha devia ter por volta de uns 36 anos, era gorda, sem vaidade e muito ciumenta, ela fazia parte de um grupo religioso que minha mãe também participara, o marido dela devia ter por volta de uns 38 anos, negro, 1,87 m de altura, e parecia ser um exelente chefe de familia, ele trabalhava por escala, assim ele ficava muito em casa durante o dia.

Um dia eu conheci um rapaz, mais velho, que já tinha sido casado, tinha filhos, experiente, confesso que eu tinha certo receio de me encontrar com ele, pois eu nunca havia namorado antes e como sabia que meus pais não aprovariam o relacionamento, nos encontravamos as escondidas, mas os vizinhos da frente descobriram e a vizinha me chamou pra conversar e disse que eu não devia fazer isso, porque um cara como aquele não iria querer nada sério com uma menina da minha idade, somente iria me usar pra se divertir, eu disse que não iria ve-lo mais e pedi que ela não contasse nada pra minha mãe.

Fiquei com medo dos meus pais descobrirem sobre o meu namorado, aí pensei em terminar com ele assim que eu saisse da escola, quando eu ia saido da escola, vi o carro do vizinho na esquina debaixo parado e ele me chamou pra entrar no seu carro, porque precisava conversar comigo, eu achei estranho mas entrei, aí ele parou em um lugar deserto e começou a perguntar sobre meu namorado, disse que tinha muito carinho por mim e que estava preocupado comigo, perguntou se ele me tocava, se já havia tentado manter relações comigo, na realidade eu nunca havia deixado ele fazer isso, pois era muito timida, e ele respeitava isso, sá que quando me beijava se encostava forte em mim e eu podia sentir seu pau duro por cima da calça, e aquilo ia me exitando, enquanto contava isso ao vizinho ele não tirava os olhos das minhas pernas, eu estava de sainha curtinha e não conseguia acreditar que aquele homem que eu tanto respeitava estava me olhando com aqueles olhos gulosos, e acariciava minhas mãos e a outra ficava em cima da minha coxa, ele disse pra eu não levar a mal, pois ele era meu amigo e eu poderia confiar nele, que sá tinha me chamado pra conversar ali porque se ele falasse comigo em casa a mulher dele poderia ficar com ciumes, eu fiquei muito sem graça e pedi pra me levar pra casa. Ele me pediu segredo e disse que outro dia conversariamos mais.

No outro dia, minha mãe saiu a tarde com a vizinha pra ir a igreja, meu pai foi trabalhar e meus irmãos estavam na escola, aí eu fiquei sozinha em casa, estava deitada de bruços no sofá sá de calcinha e blusa, sem sutiam, quando olhei pra janela o vizinho estava lá, fiquei roxa de vergonha e ele disse pra eu abrir a porta, e que não precisava ficar com vergonha, que ele queria falar comigo, antes que eu dissesse qualquer coisa ele abriu a porta e entrou, eu apenas puxei o travesseiro e cobri as pernas, ele fechou a janela e trancou a porta, sentou do meu lado e disse que eu poderia ficar a vontade com ele, porque ele sá queria ver o meu bem, mais uma vez ele começou a acariciar minhas mãos e foi subindo para os braços, me olhava nos olhos e para minha blusa, pois percebeu que eu estava sem sutiam, olhei discretamente para o pau dele e percebi que estava duro, aquilo me deixou toda molhadinha, saber que o macho de outra mulher estava me desejando, ele ficou me aconcelhando a terminar com o rapaz (eu já havia terminado pela manhã), pois eu merecia coisa melhor, porque eu era linda, inteligente, educada, e a cada elogio se aproximava mais e falava mais baixo, e não parou por aí se aproximava cada vez mais dizendo que eu sou maravilhosa, desejavel, que poderia ter o homem que eu quizesse e eu já estava exitadissima com aquela situação, foi quando ele tirou o travesseiro do meu colo e olhou minha calcinha sem qualquer pudor, me abraçou forte e me deu um beijo no canto da boca, e minha bucetinha já estava babando, aí fechei os olhos e me entreguei a aquele abraço, foi quando eu senti os labios dele tocarem os meus, aquela boca quente e carnuda, sem pensar correspondi ao beijo, delicioso e molhado, foi quando ele foi se deitando por cima de mim, e se esfregava no meu corpo e eu istintivamente rebolava, aquilo pareceu exita-lo mais, ele tirou a blusa eu fiquei com medo, e ele disse que não me faria mal, que sá iriamos nos fazer carinho, ai ele enfiou as mãos por debaixo da minha blusa e tocou meu seios e eu delirava de tesão com aquilo, ele arrancou minha blusa me deixando somente de calcinha, e lambia o biquinho do meu peito, depois mamava, subia pro pescoço e falava que sempre me desejou e que já bateu muitas punhetas pensando em mim, confesso que na hora isso me assustou um pouco, afinal eu era apenas uma menina e ele um homem casado, mas continuei curtindo aquele momento de prazer, foi quando ele continou me beijando e desceu pra minha barriguinha e beijava minha vagina por cima da calcinha, eu sentia aquela boca e a respiração quente, quase fiquei louca, mas mandei ele parar, poque aquilo não seria correto, ele continuou e eu o empurrei, aí ele começou a beijar minha boca e perguntou se podia ao menos beijar na boca, como já estavamos lá eu deixei, mas ele voltou a se encostar em mim e eu tava quase morrendo de tesão que nem percebi que ele já tinha tirado a calça e ficou sá de cueca, e a cueca dele tava toda melada, eu o empurrei e mandei ele ir embora, mas ele disse que sabia o que eu queria, e que eu poderia confiar nele, afinal ele não havia contado nada a respeito do meu namorado pra minha mãe e que não contaria a ninguém sobre o nosso momento de carinho, eu concordei e continuamos nos beijando, de tanto nos esfregar o pau dele ficou com a cabeça pra fora da cueca e ele afastou minha calcinha e continuou a esfregar aquele pau enorme na minha bucetinha, ai ele arrancou a minha calcinha e começou a beijar a minha bucetinha virgem, depois que ele percebeu que eu já estava entregue a ele, tirou a cueca e ficou passando a cabeça do pau na portinha da xaninha, começou a empurra-lo como se fosse me penetrar, mais eu pedi que ele parasse, mas ele não parou e disse que eu tinha deixado ele louco e que ele seria meu macho, meu primeiro e unico homem, eu implorei pra ele sair de cima de mim, mas ele muito mais forte do que eu não saia, e empurrou aquele cacete enorme e preto contra minha bucetinha, tentando penetra-la, eu já estava quase chorando, mas le já estava doido de tesão e continou e penetrou, nem doeu muito porque eu já estava melada, e ele metia e tirava e eu senti meu cabaço se romper, como ja tinha perdido o cabaço mesmo, resolvi curtir aquela loucura, ele continuou e gozou gostoso, eu sentindo aquele jato de porra no fundo da minha buceta, gozei também, como já tava na hora dos meus pais chegarem nos vestimos e ele foi embora.

Depois disso, toda vez que eu ficava sozinha ele vinha em casa me comer gostoso, mas isso depois eu conto...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


minha sogra minha amantea crente e a zoofilia_contoscontos eroticos primos relatado por mulherescontos eroticos exibindoconto erótico sequestro relampagoContos de ninfetas dando o rabo no trabalhomulher que ja sento no maior peni todo atoladocontos erótico um casalo maravilhoso mundo das bucetas tesudas gostozissimas ufa que deliriocontos heroticos - brincando de pique escondeestuprada no motel contosContos eroticos iniciando as meninasconto eróticos pai pauzudo e filha baixinhame arrombou corno contoscontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos eroticos ceganunca tinha chupado uma pica tao grande assimconto erotico minha prima dedando meu pruquito a noitemeu marido sempre pedia pra eu me depilar yodinha contoscontos eroticos metende devagar na buceta chupando os seios mordendo os bicis cavalgando gememdoaravando as pregas do cu virgem fa espozamulher enfia dedo no cu epoe no nariz da amigacontos gay cu arrombadoTravest comedo tra estConto crente porno policial com padrecontos amiga xoxotudaxxx videos mulheris bem safadas que brinca com o pauzinho pequeno do marido tampinhaconto eróticos peõescontos incestos eu e meu irmão fizemos uma s***** com minha sogra em minha casacontos do seu jorge pegando uma casadinhaContos erotico mulhrr casada dona de supermecadomeninas nova levando pica dormindo e gemendo altowww.Contos Eroticos de sexo gay incesto pai estrupando filho virgem gay sexo violetos em contos.comcontos veridicos de mulher casadacontos enteadas e padastroscontos veridico nunca tinha experimentado outro pau que nao fosse do meu marido, mas chorei no pau bem dotado da travesticontos eroticos a primeira vez da minha mulherwww.contoseroticoscabacotranso com meu cachorro todos os diasminha sogra falou que tem dificuldade para gozarvídeo pornô caseiro cabritinha abrindo a b***** para o cara meter a pica grossa dentro delacontos eroticos "cadela" "fome"contos eroticos de enteada que transou aos cinco aninhos com padrastotrepando pau sua p*** prepara para o sábadoIncesto com meu irmao casado eu confessovizinha trai marido com cunhadinho contos"cabelo na perereca"contos transando com a minha cunhada fernandaver conto erotico sob velhos etrupadoreconto eróticos c afilhadanamorada de calnsinha centou na picavoyeur de esposa conto eroticofudendo a sogra conto ingenuaconto coroa gordinhaContos eroticos novinha desmaia de tanto gosacontos meu marido dxou o amigo dele me massagiarContos eróticos molekas virgensZofilia Homem fodendo forte acadela ela chora sentido dorcontos travesti e mulher casada juntas dando o cu pra homem e o cãosou putinha mesmoMinha filha se ensinuava pra mim gostosaa pra mim comtosminha mulher explorando meu cu contomasturbacao ajuda acabar o resecamento vaginalcontos sexo inversaogarotada vem bucetinha pela primeira vezsurprendida pela minha amiga lesbica contos eroticospeguei minha enteada contos eroticoscontos na barraca traiconto ante de comer minha boceta papai lambeu ate meu cuconto erotico niseta bebadacontos eróticos Bruninha puta do Lucascontos erotycos encochadas no metrodepiladas muas na sauna contosxvideo porno cavalu comedo aeguacontos eróticos incesto dormir chantagemvideoo porno da bundona de chorte de burmi