Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PEGUEI A CASA CAMISINHA USADA DO MEU AMIGO

Meu nome Junior, tenho 19 anos e moro em Valinhos interior de São Paulo.

Tudo que vou contar aqui aconteceu recentemente (julho-2011).

No começo não curtia nem falar de gay, meu lance era chupar e meter numa bucetinha. Meu amigo e vizinho Caio tem 19 anos, cadete do exercito, um boy moreno boa pinta, bonito mesmo, e, pegador de meninas.

Porém um dia cheguei do serviço por volta de umas 23 horas da noite e vi o Caio lá no fundo do quintal dele, atrás do muro, e, ele tava metendo a benga numa garota. Fiquei olhando da janela da cozinha com a luz apagada, sá por curiosidade, e, foi por curiosidade que depois que eles saíram de lá, eu fui até atrás do muro onde ele tava metendo na guria, chegando lá achei uma camisinha extra grande cheia de leite do moleque, aquilo me deu tesão, e, nem sei porque peguei a camisinha e levei para o meu quarto e acabei por socar uma punheta vendo e cheirando o liquido do meu amigo que estava naquela camisinha que pelo tamanho denunciava que o Caio deveria ter um pau bem grande.

No dia seguinte, de novo, lá fui eu novamente pegar a camisinha cheia com o leite do Caio, e, a coisa foi rolando, e, dia sim e dia não o Caio traçava a guria atrás do muro, e, ela levava a jeba e eu ficava com o produto do prazer do meu amigo.

Porém meu tesão foi aumentando e comecei além de cheirar, derramar o esperma da camisinha do Caio na minha mão e lamber, algo que sabia que era errado, me sentia mal e confuso depois de gozar, mas, o tesão e o cheiro do esperma do Caio me enlouquecia.

Comecei a observar melhor meu amigo, além de ser um cara boa pinta é também muito gostoso, eu nem tocava no assunto com ele, com medo que ele descobrisse que eu via suas transas escondido e que também pegava as camisinhas depois que ele esguichava depois de meter o ferro na safadinha.

Porém, na ultima semana de Julho, cheguei como de costume e vi que ele tava lá metendo a vara na menina, esperei e quando eles saíram fui lá para pegar a camisinha, sá não esperava que por algum motivo ele retornasse, e, foi o que ocorreu, passado alguns minutos, fui lá pegar a camisinha, e botei o pau pra fora lá mesmo atrás do muro e comecei a bater uma punheta enquanto derramava o esperma da camisinha na minha boca, quando ouvi, “ SE SOUBESSE QUE VOCE GOSTAVA JÁ TINHA TE DADO A MUITO TEMPO” virei e vi que era o Caio, quase tive um enfarto, sem falar a vergonha, fiquei mudo, mas ele veio e chegou perto e me disse, se quiser ainda deve ter um pouco aqui, e apertou o pau sobre a bermuda.

Falei que nunca tinha feito aquilo, tentei argumentar, e ele disse “fica de boa, não conto pra ninguém, não imaginava que curtia, mas, se tiver afim eu deixo você chupar meu pau”, não sabia o que dizer, embora bebesse o esperma do Caio, jamais havia nem sequer pego em um pau de outro rapaz, mas, o medo passou e o tesão aumentou, e mandei ele por o pau pra fora, quase enfartei de novo, o cacete do Caio alem de grande é bem grosso, tem um saco grande e umas bolas bem grandes, acredito ser este o motivo de ter tanto leite nas camisinhas dele.

Ele disse vem chupar, sem falar nada, me ajoelhei e peguei o pau dele na mão, um pau imenso, quente, e latejava, botei na boca, pela primeira vez, tive até um pouco de ancia, mas chupei pra cacete, enquanto mamava aquele moleque tesudo, enchia minhas mãos com as bolas dele, chupei tanto que fiquei com o maxilar dolorido, e, depois de alguns minutos vi que o Caio estava ofegante, percebi que o momento sublime se aproximava, o momento em que aquele leite que tanto bebi das camisinhas, agora viria direto da fonte, e pau latejou, senti a uretra pulsando enquanto segurava a base do pau, e, senti o liquido morno, viscoso e meio acido inundar minha boca, bebi tudo, ainda passei o dedo na uretra para trazer o resto de esperma, minha língua ficou até adormecida pelo efeito forte da porra dele...

Hoje, ele não transa mais com a guria, acho que ele se cansou dela, quem vai atrás do muro agora sou eu, jamais dei, nem curto a idéia, mas, quase toda noite sá vou dormir depois de mamar e beber muito leite...

Outro dia cedo antes dele sair, ele passou na minha casa, como saio cedo também estava acordado e o atendi, ele tirou uma camisinha do bolso cheia de esperma e disse, toma, bati uma agora, a noite te dou mais e saiu vestido em seu uniforme do exercito...

Sinceramente espero que isso não acabe tão cedo.....

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos dei um beijao na boca do meu tiopedreiro gozou vendo munher lavando roupas/conto eroticoprimeiro conto de aline a loirinha mais puta e vadiaporno com tio acorda subrimha pra fufet com elecontos eróticos crentereal conto cunhadocontos levei uma rolada do meu filhofilhos vendo a mae transar com outos homenscontos eroticosconto cine porno gay RecifeVidio de bucetas emchadas napica grosacontos eróticos troca de casalcontos eroticos do vovôcontos casal nu praiapoi ve a folha fundedo com o primo dentro de casameu filho contos eroticos incestominha sogra me come direto contocoroa cintura fina e coxas largas e gordaspiroca mole levanta de vagarinhocontos tia vai foder gostoso isso delicia vai issoContos-esporrei na comida da cegaQualquer coisa agreciva por sexo incesto contosconto gay tirei o atraso do meu primocontos eroticos com cachorosconto erotico arrombei o travesti do baile funkaquele pau era quase o dobro do de meu maridotirando virgindade de menina Londrina Paranácontos gays meu cuzinho me chamava de festaGozei dentro da xereca peluda da minha vizinha coroa enxutacontos eroticos comi a velha beatagozou nela e espirrou porra em mimcontos eroticos primeira transa sadomasoquista quando meu dono me deixou presaconto erotico mulher btanca vira submissa de um negroenchi a cara e dei para meu primo porno gayvelho zinho tarado contoscontos eróticos de casadas evangelicas vagabundas dando tudo por tesãocontos de rasgando o cuzinho apertado do novinho que chora de dorcazal gay fudedo gostoso ao vivocontos de coroa com novinhocontos eroticos amigo gay iniciouxvidio preza na ilhacontos eroticos minha mae peludaContos eroticos de filho encoxando a mae na cozinhacastigando mamilos com grampos contotenho namorada e fui arrombadomulher enrolada na toalha fica excitada e trepa gostosopeguei meu sobrinho mexendo nas minhas calcinhagay negro bebado sente pora escorrendo no cucontos eroticos de de me tinhas conquistando os avós incestoeu fiz meu vizinho me chupar todinha e gozei na boca dele pornodoidocontos traiçao punhetacontos de coroa com novinhocontos eróticos de cunhadas e subrinhascontos de sentadinha com o cuzinhogozei nas coxas da filha contosfudendo com a cabrita sem arrendamento zoofiliaminha mae tava dando a buceta pro papai e fraguei contos eroticoscontos com letras grandes , a rabuda e os dois travecoscontos eróticos chantagem cunhadaContos eroticos chupei o grilo da netinhaacomemos minha namorada contos eróticosconvenci meu primo a me fuder bem novinha contoscontos eróticos sadomasoquismo argola enfiada na bucetaconto porno gay cinemaconto menino eu era fudido pelos meninos negrosghupa ghupi pornConto erotico advogada enrabadacontos gays inicio da puberdade.no cu da sogra coroa contocontos horoticos verdadeiras pelotasver videos porno com sogronasmorena dano a boceta po caveleconto erotico leitinhoistoriacontoseroticoscache:TjHC3uy6Jc0J:idlestates.ru/conto_5450_comi-xota-e-cu-da-maninha-e-o-cu-do-irmaozinho.html contos de lesbianismo no acampamento de escoteirasNamorada boqueteira contos caboneConto gay com cantoempregadas provocantescontos provocantes videosaulas de natacao quadradinho eróticocontos eroticos comendo noraputa de recife tomando banho e a outra filmandocontos eróticos inquilina pagou o aluguelconto como tornar cornocontos eroticos tia feiaContos eroticos chupando peito casais amigosconto erotico cherando calsinha das bucetaoMeu pai tava em casa comigo e com a minha esposa eu e meu pai fundemos juntos minha esposa conto eroticomeu pau se alojou bem no meio daquela bundinha contos