Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI MINHA CUNHADA PORQUE ELA ESTAVA TRAINDO

Minha cunhada, 1,60M, 50kg, e ´´evangélica´´.

Notei que o casamento dela não estava bem, pois apesar dela dizer que é evangélica, sempre demonstrou interesse por coisas que a religião dela não aprova, tipo: Forrá, pagode, praia com biquines minúsculos, etc...

O marido dela, pastor evangélico, sempre foi muito rigoroso na religião.

Na presença dele, ela sempre usou cabelos enrrolados e presos, saias e sem maquiagem.

Certo dia, precisei pegar um aspirador de pá na casa dela, e como ela ia sair, deixou a chave da casa com minha esposa (sua irmã), para que eu fosse pegar.

Chegando na casa dela, bateu-me uma curiosidade de dar uma espiada em suas peças intimas. Então fui no varal, cesto de roupas e guarda-roupas, e não encontrei nada de anormal, ou seja, calcinças e soutiãs bem compostos e cafonas. Quando já estava fechando o guarda-roupas, vi uma boneca grande que me chamou atenção, pois estava escondida nos fundos de uma gaveta, então quando peguei a boneca, e observei bem, vi um fleche nas costas entre aberto. Quando abri totalmente veio a surpresa: Ali estavam várias calcinhas bem eráticas, preservativos e algumas mini-bebidas alcoálicas. Típicas coisas de motel.

Naquele momento meu cabeção começou a rodar e a procurar entender porque ela estava a esconder aquilo...

Então comecei a prestar atenção mais ainda, e vi que alguma coisa de muito errado acontecia com ela.

Toda vez que seu marido viajava, ela sumia de casa e não atendia telefonemas.

Certo dia, ouvi ela dizendo a minha esposa que seu marido ia viajar e passar 3 dias fora. No primeiro dia, fiquei na esquina da rua observando o movimento da casa dela até ás 22:00hs, até que ela aparentemente foi dormir.

No dia seguinte, eu no mesmo local conversando com uns amigos, vi que ela começou a tirar o carro da garagem, então peguei o carro de um amigo e a segui. Não precisou ir muito longe, cerca de 3km para ela parar o carro e um cara entrar. Em seguida, para minha surpresa, ela voltou para a casa dela (cahorra). Sá que eu havia feito cápia das chaves da casa dela. Então esperei por cerca de uma hora, e vi quando apagaram as luzes, aí eu aproveitei e entrei na surdina pelo lado de fora da casa que é cercada de muitas plantas. Aí ao olhar por uma pequena fresta entre as cortinas, vi a vagabunda pagando uma chupeta no cara como uma cadela no ciu. Ela estava de quatro na cama, chupando o pau do cara. Aí eu enlouqueci de raia da vagaba. Então peguei o celular e fiz um pequeno vídeo bastante comprometedor, a partir daquele momento, ela estava na minha mão. Imediatamente, saí da casa, e deixei ela foder com o macho dela.

No dia seguinte, saí do trabalho mais cedo, e cheguei de surpresa na casa dela por volta dás 16:00hs. Chamei-a no portão e disse que queria pegar o aspirador novamente, aí ela mandou eu entrar para pegar.

Quando entrei, ela disse pode pegar no quartinho, aí eu disse, antes disse eu tenho uma coisa para te mostrar:

Aí peguei o celular, e sem rodeios mostrei o vídeozinho a ela.

hehehehehehehehe

Ela entrou em estado de choque e não conseguia dizer uma palavra. Foi quando eu disse: Que vergonha sua puta...

Ela ainda sem falar começou a chorar e dizer repetidamente:

Por favor, não acaba com minha vida. Eu amo meu marido.

Aí eu disse: Então comece a tirar a roupa.

Ela ainda sem querer aceitar aquela humilhação, não se mexeu, foi quando me levantei fazendo que iria embora, aí ela disse: EU te pago por isso, eu tenho dinheiro.

Eu disse, eu aceito seu pagamento, mas é assim: Tire a roupa bem devagar.

Como ela viu que não haveria saída, ainda soluçando do choro, tirou a blusa e baixou a saia. Imediatamente me aproximei dela, e com a raiva que estava, rasguei aquele soutiã cafona que ela estava. Suas tetinhas duras e volumosas pularam pra fora me deixando doido demais.

Mamei naqueles peitos mordendo com vontade e fazendo ela sentir dor.

Depois mandei ela deitar-se na casa, apoiei bem sua cabecinha, botei meu pau para fora, e disse: Abra a boca. Montei em cima dela e empurrei meu pau até sua garganta.

Disse a ela chupa gostoso, e ela que já era bem prática naquilo, chupou bem para se ver livre de mim até que eu gozei na sua boca. Ela correu para lavar a boca, e voltando do banheiro, me disse: Assunto encerrado, aí eu disse, por enquanto sim. Saí da casa dela, e apás 30 minutos, quando eu estava na ´padaria, meu pau deu sinal de muita vida novamente. Aí liguei para minha esposa e disse que iria atrasar. Voltei para a casa dela, e chegando lá, nem a chamei mais, já meti a chave no portão e portas e entrei. Ela estava de bruços, tomada banho, de camisola, soluçando em choro. Sem olhar pra mim me disse: O que você quer ainda???

EU nem falei nada, tirei minha roupa, peguei aquela cinturinha, levantei, e deixei sua bunda linda bem no alto.

Aquele cuzinho lindo rosado, com aquela bucetinha de pelinhos tímidos e bem finos, chamaram minha língua para dentro. Quanto mais ela chorava baixinho, mas eu ficava com tesão. Botei meu pau para fora, cuspi na cabeça, e sem muita cerimônia meti a cabeça no seu cuzinho. Ainda estava meu ruim de enfiar, pois ela era muito apertadinha. Então saquei um lubrificante do bolso, que já havia comprado premeditadamente, labusei meu cacete, e voltei para seu cuzinho. Quando senti que a cabeça havia entrado bem e o restante estava bem na posição, enfiei sem dá no cú daquela cachorra. Foi um gemido sem igual com gritos de para por favorrrrrrrrrrrrrrrrr. Aí é que eu bombava com força. O choro me dava muito tesão.

Terminei gozando naquele cusinho lindo e mandando ela limpar meu pau com a boca.

Comi ela por uns 2 meses, até que ela engravidou do marido e eu perdi o tesão por ela.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto sexo paiconto cinema porno casal marido de pau pequenocontos eróticos de casadas rabudas traindo seumulher dano a bucetanãoaguentamais mais o homem não pro corpo da colegial tem que ser magro feticheabaixei e vie a calcinha da minha por baixo da mesa contosgozounaminhacarahomes esfregando nas mulhres no honibusfudi gostoso no volleycontos eróticos na roça com minha maecomo minha esposa aguentou 23cm no rabocontos eroticos mamo nele até dormircontos eroticos me encostou na paredeeu estava raspada contos de esposa acanhadacontos eroticos gay troca troca na infancia com primos mais novosporno.pai.padado.jeu.nabuseta.dafilihajoice cavalo deu o cucontos eroticos doente mentalcontos eróticosde lésbicascontos peguei maninha virgem dormindoContos eróticos gangbangcontos eroticos escondidocontos de safadas com padastroscontos erótico me rasgaram mo acampamento conto erotico mulher branca vivia acorrentada como cadelaconto erotico menina no pic esconde esconde vizinho flagroucontos eroticos camisolawww.contos meu pai mim aregasou dormindocontos eroticos em ônibusContos fui trai tomei so no cuconto erotico travesti me obrigou cheirar seu cucontos eroticos fui cuidado meu sogro e ele viu meus pritosporno contos casada comprando mandiocaprimos heteros teens contosesposa e amante volarao a filha drama pornocontos de gay sendo humilhado pelos pauzudoFicaram satisfeio com meu Cuzinhoconto erótico gay. eles se revezavam comendo meu cucontos eroticos minha mulher apanhaporno club contos eroticos de meninos gays fasendo troca troca na adolecencia contos eroticos me encostou na paredeno cu da sogra coroa contoContos eroticos de pai estrupos de andiada gratiscontos a filhinha de fii dando p i papaiconto de sogra dando para genroconto aos oito aninhos a filha da minha namorada sentou sem calcinha no meu pauTravessa gostosa lavando a b***** em casa com cama escondidaconto eu e minha babaloira gostosa goza sozinha comtá um poko da sua safadadeContos Deize pega rolacontos erotico gay dei pro amigo do meu pai e comi a cachora dele sorfilacontoscomsograscontos eroticos.os velhos meterao gostoso em mimguri gozando na lajecontos comi uma cabritinhacontos eróticos cdzinha eu tinha corpo de menina e ele disse que eu teria que dar o cuzinho pra elewww.contos eroticos madrinha virgem da cu cagandocontos sobrinho moreno loiradescobrindo que o primo gosta de rolacontos comer cu sogra e filhasardentinhas ninfetasmulhere muito gorda e negra cou cu eabuceta gosadocontos eroticos de negros em hospitaiscontoscomsograscontos eroticos zoofilia tava bebada e deichei meu cachorro me comerquero assistir pornô negra da bundona na Muralhaeu corno de putadei na infacia e não me arrependo contos gayscontos erotico fis a filinha pequenininha adolecete do amigo meu chupo meu caceteVelhos na farmácia chupando seios contos eróticosgay e travesti.momentos novo punhetacontos eróticos eu e minha amiga transamos na baladabucetas no bairrofazendinhacontos minha aluninhaconto erotico incesto sonifero filhacontos abobrinha na bucetaA Tia super gostosa com uma bunda maravilhosaconto erotico real sobrinhocontos mia subria noviamama direito vadia csralhocontos porno comi ela bebadaacademia eroticacontos eroticos glaucia cduso saia pra ser encoxada no onibusContos erotico me exibi pro taxistaassistimos porno comi gostoso contoafastou as carnes do cu piça perfurou minhas entranhas contosconto erotico jogando game com o garotinhobundinha cobiçado conto erótico gay buceta de cajaracontos eroticos de incesto: manha mae me ensino a Transar 2conto de delegado que comeu cu de homem casadomulheres peladas encostada no pe de cocoDesvirginando a sobrinha de 18 anoscontos eróticos com fotos de menininhas sentadas no colocontos eróticos mulheres da b***** grandecontos eroticos apostei meu marido e pedircomi o cu da enteada - contosporn contos eroticos casada rodizio de pica