Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

AFLORANDO UM PAR DE CORNOS

AFLORANDO UM PAR DE CORNOS

Estávamos na época com 31 anos de casados eu com 56 anos ela com 51, quando comecei fantasiar ela com outro homem visto que ela nunca tinha nem namorado outro.

Ela baixinha 1,48, 44 kg sem celulites por ter pernas finas e bundinha pequena bucetinha apertadinha e bem fogosa que já estava ate me dando canseira pela minha idade.

Temos um sitio que é quase uma fazenda com um casal de empregados, ele um negro de 30 anos a esposa mais clara de 25 anos, também bonita que nem o marido.

Passávamos sempre os fins de semana em nosso sitio às vezes ate mais dias como foi neste que ficamos cinco dias. Então o escolhido para realizar minha fantasia de ver ela com outro foi ele. Tudo combinado com ele, ele a seduziria.

Quando ele acabou o serviço do dia ele iria tomar banho na ducha de fora da casa então eu disse a ela que fosse lá perto pegar umas mexericas que eu tinha visto lá de onde ela poderia ver ele pelado tomando banho. Assim que ele a viu perto da casinha dele ele tirou a roupa exibindo um belo pau tomando seu banho, ela se escondeu atrás de uma arvore grande e ficou olhando e eu mais ao longe observando também a reação dela lá escondido enquanto ele tocava um punheta debaixo do chuveiro, era um pau considerável de 23 cm grosso.

De 0nde estava pude ver ela levantas a saia e também tocar um siririca escondida atrás da arvore o que me deu muito excitação ate por saber que ele também tinha percebido ela ali.

Quando ela chegou em casa parecia um pouco assustada mas nada comentou.

Como a esposa dele tinha ido para a casa dos pais dela por uns dias o caminho estava aberto.

Logo cedo ela foi fazer sua caminhada matinal e tinha que passar perto de um lago que tinha um enorme bambuzal onde ele a estaria esperando conforme combinado comigo.

Quando ela aproximou da lagoa ele saiu da agua pelado como estivesse nadando pegou uma toalha se cobriu e a chamou perto dele para dizer alguma coisa.

Ela tentou ir embora, mas ele insistiu e ela acabou cedendo, ele a puxou pela mão disse que tinha visto ela no laranjal e que ela era muito gostosa, ainda segurando a mão dele a fez pegar em seu pau e que seria um segredo sá deles e que ele tinha muito excitação por ela.

Ela tentava sair fora dele, mas ele muito forte a segurava e aos poucos ela se entregava e também começou abraça-lo ele dizia que sá faria o que ela aceitasse deixando a mais calma.

Ele estendeu a toalha no chão, dai para deita-la e abrir as penas dele e começar lamber a bucetinha dela segurando a calcinha dela do lado a deixando maluca de excitação foi fácil.

Ela já sabia que eu era doido que ela se entregasse a ele foram muitas noites que transamos fantasiando ele penetrando ela em nossa cama o que deixava com muito fogo.

Ela tentou ir embora, mas ele há forçou um pouco puxou sua saia junto com a calcinha e ela mesma tirou a blusa, e eu olhava de longe escondido.

Depois de fazê-la gozar com um oral muito louco ele deitou de barriga para cima para ela controlar a penetração temendo machuca-la. Ela aos poucos foi rebolando e descendo ate sentir aquilo tudo dentro daquela bucetinha que ate aquele dia tinha sido sá minha. De longe dava para ver a excitação que ela estava, mas também que sentia um pouco de dor, mas ela era valente foi bem devagar ate se acostumar com o invasor, mas quando se se sentiu confortável começou uma cavalgada que sá parou quando ela não aguentava mais gozar e ter sentido que ele também tinha gozado e vazava porra por tudo lado da bucetinha dela.

Ele teve que ajuda-la ficar de pé para se vestir e ela olhando para todos os lados desconfiada saiu de traz do bambuzal voltando para casa de sua curta caminhada.

Assim que entrou em casa foi direto para o banho, mas não sem antes confirmar que eu não tinha saído de casa e ela parecia feliz, mas dava para ver a cara de assustada do dia anterior.

à noite tentei fazer amor com ela, mas ela justificou que estava assada da caminha longa que fez debaixo de muito calor pela manhã mal sabia ela que eu tinha visto tudo.

No sábado a noite como ele estava sozinho o convidei a vir assistir um filme de DVD em nossa casa e tomar uma cerveja comigo, não perdi tempo era um filme pornô e sá eu sabia.

Tive o cuidado de pedir a minha esposa que vestisse uma saia e ela já sabia que eu gostava dela sem calcinha já nem tive que pedir.

Quando o filme começou passar ela se assustou e quis sair da sala, eu a segurei e disse que ali não tinha criança que podíamos perfeitamente assistir juntos.

Com uns 30 minutos de filme ela foi ate a cozinha e eu fui atrás dela e disse que queria que ela realizasse minha antiga fantasia de vê-la transando com outro homem, passei os dedos na xaninha dela e vi que estava quase escorrendo de tanta vontade.

Quando chegamos à sala tirei o pau para fora e ele fiz o mesmo mandei-a pegar neles e ficar brincando com eles. O negro logo já estava com o dedo na xaninha dela que virava os olhos e me perguntava se eu tinha certeza que queria ir além daquilo.

Minha resposta foi deixar ela pelada e a entregar a ele que me olhava com cara de safado porque já era a segunda vez que a comeria naquele fim de semana prolongado.

Desta vez a bucetinha dela foi bem mais receptiva entrou, mas fácil e eu sabia bem por que.

Quando ele assentado com ela no colo e a bunda virada para mim comecei lamber o cu dela dando também umas lambidas no pau dele ela logo disse que não aceitaria dupla penetração.

Depois que eles gozaram muito ela foi para o nosso quarto e ele foi para sua casa.

Quando fui deitar ela me abraçou e disse que estava muito feliz e que quando chegássemos a nossa casa me pagaria o prazer que a fiz sentir com juros e dormimos agarradinhos.

Se quiserem saber como fui pago vote em meu conto e mande e-mail que eu contarei como foi.

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico hotel com meu padrastinhocontos eroticos na praiacontos janaina safadinhaContos peguei uma velhagorda meti a varacontos eroticos gay tio e sobrinhocontos eróticos solitáriocontos erotico os mininos comerao meu cu guando ajente brincavatrai meu marido na hora do futebol dos contosconto erotico nane loiracontos eroticos a calcinha da patroaconto zoofilia fazenda a forca sexocontos incesto comendo minha mae no parquecontos meu comedor de cuboquinhacontosContos eroticos comido por um caoContos eroticos fudendo baixinhavidios pornô com sogra e esposade uma ves so tudo doidocontos toda a família da minha mulher aguentaram meus 30cmcontos eróticos: gostosa não resistiuconto erotico bi com atendente de hotelsexo gostoso contosconto punhetinha gostosanamorada eu pegou namorado traindo ela aramou ele sim vigou coroas videos pornosexo com amigo contosContos eroticos de homem que estava batendo punheta no trem na frente de todo mundo semvergonhamulher casada e evangelica dando o cu,contos sexGay com mulher contoAtras da casaxvidioSeios grandes e buceta Luisinhacontos eróticos comi minha quando ficamos só em casacontos minha filha chorou no meu paubatendo uma punhenta para o marido sem calcinhacantos eróticos d********* para o meu irmãoamarrei a gravida e mamei a força contosmaisexo contos no.meio das coxasconto eroticos aguentei mais d vinte e dois sentimetro d rola d meu sogrocontos dei o cu e saiu merdacontos eroticos de lolitos com tios de amigoscontos eroticos caguei no pau do meu padrinhoconto erotico arregaçadacontos eróticos novinha funkconto eróticos extremossou a cris, e esses fatos aconteceram quando eu tinha 20 anosarmei o estupro da minha sogracontos eroticos minha esposa da bunda gostosa dando pro mendigo do pau enorme eu vendo tudosexo arrombaram minha maehiatorias eroticas incestos ninfetinha inocentecontos arrombando casadaFotos de mulheres com opriquito melado e de fio dentalcontos eroticos de estrupamendofotos de relatos de fatos reais nora transando com sogro no Rio de Janeirocontos eróticos com mamãecontos gay com homens grandes e peludos terminadascontos ela punhetava todosContos espiando a sogra lesbicacontos eroticos casado medico gordinhocontos gay meu paicontos eróticos cheirando a bunda de minha sogracontos eroticos cherei cocainaminha namorada perguntou se eu era gay contocontos eróticos de bebados e drogados gaysVelho bat en do punheta pra putinha d tio smeio das pernas uma pica dava inveja grossura esposacontos eroticos a tres corno mesma camaMãe mamando pau do filho contoseroticosUma esposa saciada pelo negão casadoscontossadomasoquista gozando com garrafa enfiadaContos eróticos Seduzi o Motoqueiro bunda Grandeboquete no casado contoContos eroticos de mamae qcontos bi minha tia me pegou dando pra o meu tiomulher tranzndo com ponei realpeguei uma mendiga casada anoite comtos eroticossogra morena dos peitinhos pequenosEdna A tia da minha esposa contos eroticossafadinha dava ocupado na escola contos eróticoscontos eroticos estuprada pelo primo da minha amigacontos eroticos de corno depois que voltaramcontos eroticos incesto vetidicoPorno conto ponheta da casada buzcontos de uma morena malhada do rabao casadaminha professora nao usa calcinhas contos eroticoscantos erótico só dei do Forró Bombadocomedo a filha de fio dentalcontos eu e meu avo comeno minha maeconto enterrando a ate o talo no cu da mamaewww.contos eroticos minha irma caçula da cu pro meu marido bem dotadopunheta com objetos no cu contosconto eróticos na sapatariacontos ela gozou no meu dedo no metrôminha esposa chupando um pitao na miha frentemiudinha de calcinha xvidio.comincesto real mãe gostosa da coxa grossa e quadril largocontos eroticos menina de 07anos dando a xaninhaensinei meu sobrinho a bater punhetaboa f*** mulher leva travesti para comer o maridoNovinas putinhqs boqueteras contos eróticocontos gay comendo o muleke do orfanatocontos incesto buceta rapadinha cheia de tezao