Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESPOSA RETRIBUIU OFERECENDO A IRMÃ: PARTE 3

Depois de um merecido descanso, mas sem parar de um alisar o outro, a minha esposa perguntou-me:

- Você já recuperou as energias?

- Já estou pronto pra outra. O que você está pensando em fazer?

- Acho que está na hora da minha irmã experimentar a sua rola no cú.

- Roberta, você acha que eu vou conseguir. Você sabe que eu nunca levei no cú.

- Isto eu tenho certeza. Se o seu marido não gostava nem de chupar a sua buceta, com certeza não iria querer comer o seu cú. Completei

- Carlos, como você sabe que ele não gosta de me chupar? A Roberta te contou?

- Me desculpe irmãzinha, mas os nossos assuntos sempre me excitaram muito e depois que eu contava pra ele, a nossa trepada ficava melhor, e tenho certeza que ele imaginava estar trepando com você.

- Confesso que sim, mas já que estou tendo esta oportunidade vamos deixar de papo furado que o cuzinho da sua irmã já está piscando. E deu para perceber que é tão gostoso quanto a buceta. Rsrsrsrs

- Como o seu marido não quer te comer, eu te empresto o meu marido que gosta, e muito. Rsrsrsrs

Enquanto eu colocava a camisinha a minha esposa colocou a irmã de quatro com a bunda bem empinada e repetiu a forma como o Paulo ensinou ( veja o conto: Amigo gay ensina esposa dar o cú ). Começou a passar a pomada no cú da irmã e depois abriu com as mãos, coloquei a ponta e fui enfiando bem devagar. Falei:

- Se estiver doendo muito, me avisa que eu paro.

- Está doendo um pouco, mas não quero que pare. E o babaca do meu marido merece que eu dê o cú.

Depois que entrou quase tudo a minha esposa entrou por baixo e começou a chupar a buceta da irmã e também o meu saco. A minha cunhada vendo a buceta da minha esposa sendo oferecida começou a massagear e penetrar com os dedos.

- Roberta, é a primeira vez que eu sinto a buceta de outra mulher.

- Então não perca a oportunidade e comece a chupá-la, você vai ver como é gostoso.

- Mas você é minha irmã.

- E você acha que neste momento nás estamos preocupados com isso?

- Você nunca me contou que tinha chupado e gostava de chupar uma buceta.

- Não contei porque nunca tinha feito. Com você está sendo a primeira vez. Eu achava que não gostava, mas estou adorando.

Fiquei entrando e saindo devagar para demorar o máximo possível, afinal tinha que desfrutar bastante daquele cú maravilhoso, enquanto a minha esposa se deliciava em um 69 com a sua irmã. Quando estava gozando no cú da minha cunhada, ela começou a gemer feito doida e com isso aumentou a chupada e a masturbação na minha esposa, e com isso a minha esposa também aumentou o ritmo dela.

Apás sair do cú da sua irmã minha esposa chamou a irmã.

- Vem aqui que vou te ensinar outra coisa gostosa.

Eu fiquei deitado na cama e elas se posicionaram uma de cada lado. Enquanto eu acariciava aquelas bucetas maravilhosas as duas retiram a camisinha e começaram a chupar a minha rola até deixar ela toda limpa.

- Patrícia, eu pensei que você não teria coragem de chupar a minha rola depois que gozei.

- Depois que a minha irmã deixou você comer a minha buceta, ajudou a comer o meu cú, e ainda ela ficou assistindo, e depois acabei chupando a buceta dela, eu topo qualquer coisa.

- Você topa qualquer coisa? Perguntou a minha esposa.

- Depois de tudo isso, o que mais podemos fazer.

- Vamos esperar o Carlos se recuperar, pois ainda não acabou. Já que você aceitou entrar na festa e presentear o seu marido com um par de chifres, temos que dar o presente completo.

Depois do merecido descanso a minha esposa sentou na cama e a sua irmã sentou no seu colo oferecendo os seios para serem chupados o que a minha esposa fez com maestria. Em seguida fiquei em pé do lado delas e ofereci a minha rola para ela chuparem e as duas abraçadas pareciam duas felinas disputando uma presa.

- Irmãzinha, ele vai gozar na sua boca, mas você não engole.

A minha cunhada estava chupando com maestria a minha rola enquanto a minha esposa chupava e apertava os seus seios fazendo-a gemer sem parar. Avisei que iria gozar e a minha cunhada aumentou o ritmo das chupadas e a minha esposa ficou observando. Quando acabei ela ordenou:

- Tira a rola dele da boca e vira o rosto.

Quando a minha cunhada virou o rosto na sua direção a minha esposa repetiu o que fez com o Paulo, começou a beijá-la e durante o beijo foram trocando a minha porra de uma boca para outra, e claro acabaram se lambuzando.

- Roberta, nunca imaginei que você pudesse fazer este tipo de coisa e como você tem uma boca deliciosa.

- E você? Sempre teve esse jeito quietinha e se comportou como uma safada. Rsrsrsrs

Fomos novamente tomar banho e foi outra festa ensaboar a minha esposa e a irmã, e também ser ensaboado pelas duas. Depois do banho ficamos deitados na cama conversando.

- Vocês dois são loucos, espero que guardem segredo sobre o que acabamos de fazer!

- Mas é claro que vamos, e você pode também confiar no Carlos. De agora em diante quando o corno do seu marido for encher a cara de cachaça, você nos avisa para repetirmos a festa, mas com uma condição.

- Qual é?

- Mesmo você sendo a minha irmã, não quero que vocês façam sem o meu conhecimento, pois desta forma entenderei como traição. E ele sabe que não deixo com outra mulher, será somente com você.

- Pode ficar tranquila, mesmo que o Carlos me atiçar, eu vou me fazer de difícil. Rsrsrsrsrs. Mas estou curiosa com uma coisa. O que aconteceu contigo para você deixar o seu marido transar com outra mulher, e pra completar escolheu a sua prápria irmã.

- Como eu sempre te falei, eu tenho um maridão. E depois do que ele fez para me agradar, eu tinha que retribuí-lo.

- E o que foi que ele fez de tão especial para você se propor a fazer isto?

- Eu te falei que foi o meu amigo Paulo que me indicou a pomada para passar no cú, mas na verdade quando nás fomos usar foi ele quem passou no meu cú, e ainda me ajudou na hora que o Carlos foi penetrar.

- Não acredito no que você está falando!

- Pois pode acreditar.

- Ele ficou junto vendo o Carlos comer o seu cú?

- Não sá ficou junto, como também participou. Quando eu tive esta idéia era apenas para ele explicar como conseguia dar o cú e não sentir dor. Mas na hora o nosso tesão foi aumentando que o Carlos deixou ele participar.

- Me conte tudo sem esconder nada.

Continuamos deitados com a minha esposa contando toda a histária como tudo aconteceu e percebi que a minha cunhada ficou excitada e falei que se ela topasse poderíamos chamar o Paulo para ela conhecer e experimentar uma DP, o que ela aceitou com um belo sorriso de safada.

A festa que fizemos com o Paulo eu conto em outra oportunidade, mas adianto que o namorado dele também participou e a minha esposa concordou em chamar uma amiga dela que também tem muita intimidade com o Paulo. Foi uma loucura

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


casada que gosta de apanhar traindo porno contocontos erotico defrorado pelo irmão mas velhocontos eroticos gozando dentro da novinhaconto erotico a gorda pagabdo a apostaconto vesti as roupas da minha madrasta e ela me fagrouConto ui ui mete paizinhoconto erotico estuprada de biquínimoleques me foderam conto gayesfregando contocontos chineladas da empregadaContos gay minha primeira vezsexo velho gozando dentro da menina de quise ano e gosanodentrodormi bebado perdi as pregasDei o rabo no estoque contosContos eroticos sem calcinha estuprada pelo sadomasoquistavirei mulherzinha deleas rola de pratigo na bucetasubindo na escada de saia para ajuda pintor pornotransei com meu sobrinhoeu i a neguingo do pornocontos ela sentou no meu colo sem calcinhaporno minha vizinha safada mim chama para segurar a escada para elaConto erotico advogada enrabadavidios pornô com sogra e esposade uma ves so tudo doidoconto erótico na beira da estradatirei a virgindade das priminhas inocenti contos eroticoscontos putinha caralhudo corno chupalaterjadoencostou o cotuvelo no meu peito fiquei loca conto eroticosexo contos deposito de porracontos eroticos barney comendo bethygozadas na boca do menino contostexto erotico no inverno com o enteadocontos de sexo anal bissexual com mulheres gordas comendo marconto erotico viado afeminado escravizado por macho dominadorconto erotico homens velhoscontos eroticos cu e bucetaconto erotico marido pega no flagraConto com travestimenina de menor fazendo filme pornô com minha Duducontos eróticos com velhacontos eroticos dainfanciacontos eróticos disneylandiapunheten o rabo da minha esposaTravesti surpresa contoscontos eróticos eu putinha cavalaContos eroticos iniciando as meninascontos de meninos putinhoscontos eróticos gravou tia dando pra doiscontos eroticos comendo cu da amiga e da mae delaconto erotico me mentiu e me comeumeu padrasto fica excitado comigocontos eroticos incesto tomei porra do meu cunhadoconto erótico viadinho de calcinha é enrabado na construçãocontos de sexo safadinhohttps://idlestates.ru/conto_29032_espiada-no-natal.htmlporno oooooo vai vai aiii caralhopôrno pima maveliacache:BEpQkv0OPJUJ:idlestates.ru/conto_4507_eu-o-namorado-corno-e-sua-namorada.html contos tetas irmaContos de incesto com sobrinha gravida do tio e se casaraoContos eroticos de mulheres sendo abolinadas no onibus lotadoscontos eroticos putinha pagando a conta do paitesaozinho tenn dando o rabinhocontos eroticos comendoa crente no trabalhoContos eroticos meu comeu meu raboVitei meu neto na prisao contos eroticoscontos orgia com maesou puta do meu cachorrocontos eroticos, alisei o piupiu do meu filhinhocontos eroticos nordestevelha gorda com fome de velho a /.porrnodoido.comContos sou casada mas colei o velcro com a vizingacontos eroticos de cornos e veiasContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorconto de o negao pirocudo rasgou meu cu sem docontos erotico levwi minha esposa numa suruna de suprwsacontos de gay sendo humilhado pelos pauzudocontos eroticos faxineiracontos eroticos novinha coroa ricocontos comi o cu da mamãeconto gay negro trapezistahomens com pau instigantecontos eróticos bondage bdsm mulheres que gostam de ser estupradas torturadasouvido no quarto a irmã transandomeu pai me comeu contos eroticosmalhando bundundacontos eroticos de estuprosno carnaval de ruaprofessora recatada pagando boquete pro colega de servico contoscontos eróticos dotadocontos de sexo meu pai viuvo anoite primeiro meu encouxandoconto fetiche apanhando da namoradasubi a saia da e comi minha empregada vadia