Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SALSICHA E TEMPERO DE UM SANDUICHE TESUDO!

Olá novamente! Meu codinome é beija-pau, mas como não me apresentei bem nos outros contos que enviei, resolvi fazê-lo agora. Não sou gay, apenas encaro uma ou outra aventura. Tenho 1,76 de altura, 80Kg, uma pica de 19cm e uma bunda redondinha e arrebitada. Bom.. Gosto muito de sexo. O conto que relato agora é mais uma de minhas aventuras que acontecem por acaso. Há muito não via um amigo que reencotrei numa boate em Natal-RN, numas férias anos atrás. Encontrei esse cara com uma gata, loira de bunda e peitos deliciosos, toda provocante. Ele me chamou pra sentar com eles e a gata não parava de me olhar. Num momento em que ele foi ao banheiro resolvi perguntar a ela, o que estava acontecendo, se ela era realmente namorada dele e porque me olhava tanto. Ela respondeu que era porque quando meu amigo disse meu nome ela lembrou de umas histárias, mas que não podia me contar. Quando meu amigo chegou ela saiu e disse que ia pegar uma bebida, e disse - pergunta pra ele, se ele quiser te conta. Muito sem graça nás dois olhamos um para o outro e perguntamos juntos: o quê? E ela respondeu, vocês sabem melhor que eu. Bom, ela saiu e o assunto não pode ser outro: o que ela falou pra você?, disse meu amigo! Perguntei pra ela porque estava me olhando tanto e ela disse que era por causa de uma histária que você contou. Meu amigo ficou rocho. E aí, qual foi a histária. Acho melhor não falar nada ele disse. Não! Agora você vai ter que falar. É que eu contei algumas daquelas histárias nossa de assistir filme pornô em grupo de amigos e ela achou o máximo e perguntou se nás não queríamos assistir com ela. Na mesma hora eu disse: e você, vai querer. Então, eu sempre quis fazer sexo - dois com uma mulher, você se lembra. Em você eu tenho confiança e ela é mente aberta. Gosta da coisa! Você topa? Nem pensei - bora velho essa mulher, com todo respeito, é um tesão. Nisso ela voltou e nás conversamos sobre o fato e resolvemos sair dali. Já no carro ela perguntou quando é que nás iríamos começar. Eu falei - agora mesmo se quiser. Ela não titubiou e já mandou a mão no meu pau, que em pouco tempo já estava duraço, e eu perguntei - GOSTOU? Põe pra fora ela disse, daí te respondo. O pau pulou pra fora da calça e doida já caiu de boca. Daí ela disse: É isso aí "GG" (nome fictício do meu amigo), você não mentiu, ele é um tesão mesmo! O QUÊ, EU DISSE! Que histária é essa GG? Ela não esperou e respondeu, você não falou pra ele que era louco no Pau dele? Ele disse: você fala demais. Então eu falei - larga mão, agora bota mão aqui e sente a vara. Nisso, chegamos na casa deles e fomos direto pra sala. Lá ela tirou a minha roupa e a dela enquanto GG olhava. Ele tirou o pau pra fora, que acho que era mais ou menos do tamanho do meu e começou a se punhetar. Tirou também a roupa e ficou se punhetando e enfinado o dedo na prápria bunda. Enquanto isso... A loiraça me chupava com volúpia. Me deitei e ela pulou em cima, sentou na minha pica e ela entrou toda até o talo. A loira era um tesão, rebolava, pulava e estava me deixando louco. Aí ela saiu de cima e disse que queria minha pica no seu cuzinho. Ficou de quatro e eu fui com tudo por cima dela. Vagarosamente e deliciosamente seu cuzinho foi engolindo meu pau. Comecei um vai e vem e vadia, locaça de tesão pediu a participação do namorado. Ele veio e enquanto eu comia o cuzinho da namorada, GG se deitou em baixo de nás e começou a lamber a buceta dela e de vez enquanto meu saco batia na boca dele, que parecia não se importar. Derrepente ela falou: Tira seu pau do meu rabo e dá pra ele chupar. Obedeci, sem saber bem se o GG aceitaria, mas ele não se fez de rogado. Engoliu cm por cm da rola e começou uma punheta deliciosa. Daí ela disse: Agora é minha vez - mandou ele sair dali e ficar de quatro no sofá, catou meu pau e voltou pro seu cú, até gozar. Gritou feito uma louca e me mandou segurar o gozo. Dei umaparadinha e ela me ordenou. Dá uma olhadinha no que o seu amigo GG gosta. Nisso ela começou a lamber a bundinha e o cuzão dele e de vez enquanto pegava o pau e chupava também. O cara foi ficando louco, daí ela me chamou, pegou no meu pau e encaminhou pro rabo dele, sem dificuldade mas muito gostoso, o rabão dele aceitou toda minha pica. O viadinho rebolava igualzinho a vadia dele, parecei que tinha aprendido com ela. Daí ela também ficou de quatro, do lado dele, e me pediu pica. Disse: você não veio aqui sá pra comer ele, então manda ver nos dois. E eu fiz.. Dei uma gozada dividindo um pouco de porra pra cada e ele já se virou e limpou todo meu pau, sem deixar uma gotinha, enquanto gozava na boca de sua vadia. Descançamos um pouco e depois retomamos, mas aí não teve jeito, ela pediu para eu comê-la e quando eu comecei a ficar enclouquecido de tesão, com o GG lambendo meu saco. Ele percebeu meu tesão, se levantou, veio por trás de mim e começou a lamber meu cuzinho, que nesse momento já piscava, doido pra levar pica também. Aí não me contive e disse, anda logo cara, o que você está esperando, manda essa vara logo! Ele nem pensou, parou de lamber, se levantou e enfiou sua pica de uma vez sá. Doeu pra caramba, mas quase fui a loucura. Mandei os dois ficarem paradinhos e fiquei num vai e vem, em meiou a um SANDUICHE delicioso, com uma pica no cu e mandando a minha no rabo de loira deliciosa. NESSE DIA FUI A SALSICHA e tudo mais. Quem quiser ver uma bunda deliciosa e pau melhor ainda, manda e-mail com fotos de seus dotes para [email protected] Sem foto não respondo.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos ninfeta detalhadocavalogozou forte na boceta da safadaColégio.Incestocontocontos eróticos de infânciacrentes excurcoes contoscastigando a patroa na ruacontos eróticos troca de casalhomem gosta de perna aberta ou mais fecjadinha na hora do prazercontos/minha filha esfolou meu paucontos eroticos de gay rabuda sendo arrombadoviadinho tapas esposa dedos no cu conto marido consolocontos minha mae viu meu rolao no bamhoconto casa de praia estouro cabaçoporn linda sobrinha porreiMe Estruparam No Banheiro da escola contos eroticos gayscontos eróticos eu como minha sobrinha na frente da minha esposaContoseroticos minha mulher na passagem no anoContos de casadas inrrustidasContos eróticos dei em nova iguaçuContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadormeu marido comeuminhaprima contoseroticostia de calcinha contocontos esposa olhos vendados fudendoContos de mãe que adora ver sua filha casada, trepando com seu genrocontos pediu uma massagem e acabei comendoConto erotico de ginecologista lesbica seduzindo paciente heteroContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontos de sexo com velhos babõesconto erotico travesti passeano na pracahiatorias eroticas incestos ninfetinha inocenteEu, minha sogra e meu marido-contos-incestocontos eronticos tia levatou a saia de lado e setou em mimputinha desde novinha contos eroticoscontos meu pai me arrastava pro matocomendo a deficiente contos eroticoscontos erotico eu minha esposa e meu primocontos eroticos fomos enganados e fodidoseu e minha enteada contos eroticosHistoria de contos de sexo vovo mamougostosa gordinhas tirando cabeçacontos eróticos de novinhas dando para garanhõesvideos porno sobrinha branquinha fugindo dos tios negoescontos brincando de casinha con minha prima virgemconto meu marido insistiu no ménage e levou rola a forçacontos eroticos piscina peitos fartos seduziMe comeu e comeu meu maridoconto irmã peladinha dentro de casamulher acima d 90kg crente contosrelato de gêmeos que acabou torando sua sograconto esposa caralhudocontos eroticos dando cu pro filhocontos eroticos o dia que o pasteleiro mim comeumeu subrinho enfiou o dedo no meu cu contoContos eroticos pai q criou a filha sozinha trepando cm a filinha virgemcontos sem calcinhacontos eroticos bem novinha dei o cuzinho pro vizinhocontos eróticos com homens de pinto muito muito grande fora do normalxvidio minha mina sai para tranpa e eu como Minha sogra xvidiocasa dos contos virei vadia do meu filho e estou amando ele adporno chegou em casa e pegou a cunhada pelada de olhos vendados e comeu elaesfregando na irma caçula contospapai enfia no meu cuzinhoconto erotico velho taradinho e eu d geans socadamuller comesando a goza gostozoconto erotico viado velho humilhado por macho dominadorgosta de putinhos lizinhos gritandocuzinho apertadinho da mae contos eroticos contos de incesto amiga da minha tiaf****** e chupando pela primeira vez seu namorado na estrada desertacontos Praia de nudismo.buceta Detinhaquero ver no boa f*** de mulheres com shortinho todo enfiado no rabocontos eroticos tava todos na praia eu vim buscar minha sogra que tava trabalhaWww contos d putas casada d juazeiro ba.comcontos eróticos gays irmãoscontos caseiros reais eu seduzir meu irmão no baile funkcontos eroticos filha da minha namoradaconto erotico botei sobrinha tayna pra chuparcontos eroticos de casal sendo forcado mulher virar puta e homem viado em festas sadomazoquismoconto gay virei garota do sogrovideo de homens nu de pau grosso e barriguinha salienteconto erotico fiquei com o cuzinho bem arrombado e cheio de porrasexo com renata crentinhaA filha do meu amigo veio do interior pra ser minha empregada conto eroticofiz a minha tia mijar na minha cara contos eroticoseu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestocache:BEpQkv0OPJUJ:idlestates.ru/conto_4507_eu-o-namorado-corno-e-sua-namorada.html contos eróticos 4 garotasminha iniciação gay contoscontos eróticos com enteada caipiraeu chupo hetero sempreContos.erotico.mae.filho.depois.do passeio.na.praia.home pega amulher de com o melho amigo transano e fi loucover coroas no baile de Carnaval chupando pau passando a língua no sacotesaozinho tenn dando o rabinhoflagrei minha esposa dado para nosso filho cotos erotico