Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESTUPRO EM FORTALEZA

Conto

Tudo aconteceu quando decidimos fazer uma viajem no final de semana que completávamos 1 ano de casamento, gostamos muito de praia, então Bianca e eu (Márcio) decidimos ira para fortaleza. Bianca é morena, 1,65m e 50Kg, com seios médios e uma bunda maravilhosa, redondinha, cabelos pretos e longos e toda malhadinha, usa roupas curtas e colada, eu sou moreno 1,85m e peso 90kg.

Decidimos embarcar na sexta-feira a noite, último vôo, saímos de São Paulo as 21h00min e chegamos e Fortaleza as 23h45min, ao chegar pegamos nossas bagagens e fomos procurar um táxi, foi ai que todo o pesadelo começou. Bianca estava com um vestido branco, curto e com um belo decote e a marquinha da minúscula calcinha marcando em sua maravilhosa bunda. Havia somente um taxista perto da saída do aeroporto, um rapaz moreno, mal encarado com aparência de uns 35 anos, por falta de opção nos dirigimos a ele, ao nos aproximar ele deu uma olhada para Bianca que já me deixou enfurecido, mas como não havia mais opções tive que ficar quieto, falamos com o rapaz sobre o endereço do hotel ele disse que conhecia e não ficaria muito longe dali então fechamos a corrida, quando Bianca foi entrar no carro ele prontamente abriu a porta para ela e ficou posicionado na frente da porta para poder ver sua calcinha ao entrar no carro, fiquei mais puto ainda e ele ao ver sua calcinha depois me olhou com cara de deboche. Pelo horário e pela falta de opção a corrida ficou em R$ 50,00, todo bem, mas no meio do caminho ele veio com um papo de que uma avenida estava fechada e que teria que dar uma volta para chegar no hotel fazendo com que a corrida ficasse em R$100,00 achei um absurdo e comecei a discutir com ele, no calor da discussão não percebi que o caminho estava cada vez mais escuro e deserto, quando de repente ele parou o carro em frente a uma casa velha e isolada, num local escuro e deserto, logo me liguei que era um assalto, mas estava enganado, era muito pior, ele sacou uma arma e disse para entrarmos na casa, disse que não e ele colocou a arma na cabeça da Bianca de disse que a mataria se não fizéssemos o que ele queria, disse para levar tudo, dinheiro, celular, bagagem o que quisesse mas não teve jeito, entramos na casa, que para nossa surpresa já tinha mais quatro homens esperando, todos altos, fortes, negros e com aparência de bandidos.

Entramos na casa e eles foram logo dando risadas e dizendo: -” Isso sim é mercadoria de primeira”!!!! Temi o pior. O mais forte de todos que parecia ser o chefe da turma disse ao taxista que estava de parabéns pelo pagamento da semana, então entendi que todos ali eram traficantes e o taxista estava pagando sua divida com minha mulher, o taxista foi chamado de Romeu pelo chefe que tinha o apelido de Tonhão, os outros Marcão, Careca e Pedro.

Quando fui levantar a voz para exigir que eles nos soltassem o Tonhão sacou uma pistola e colocou na minha cabeça e perguntou se eu queria morrer, disse que não, então ele completou: -“ Cala a boca e desfrute da recepção do nosso hotel”. Pegou uma corda e me amarrou junto a uma coluna de concreto que tinha dentro da casa, nesse momento o pesadelo virou realidade.

Ele foi até Bianca de disse que ela era muito gostosa e logo foi metendo a mão na bunda dela, ela se rebelou e ele logo deu um tapa em sua cara que a derrubou no chão e eu amarrado não podia fazer nada para defender minha amada. Tonhão abriu a calça, sacou um pau enorme para fora e levantando Bianca pelos cabelos mandou que ela chupasse eu pau, ela relutava dizendo que não, e a cada não ele dava mais um tapa na cara dela, apás não aguentar mais tapas na cara ela foi obrigada a ceder, olho para mim com um semblante de culpa e aterrorizada e colocou aquele pau enorme em sua boca, Tonhão logo socou todo na boca dela até ela engasgar, pegava no cabelo dela e forçava o pau dentro de sua garganta, nesse momento todos os outros tiraram suas roupas e formaram uma roda Bianca, depois de algumas socadas na garganta dela Tonhão deu a vez aos outros quatro, ela então fazia um rodízio e chupadas, todas profundas e violentas, ela chorava, gritava e pedia para que elas parassem, tudo em vão, parecia que nem se incomodavam com o que estavam fazendo eles ficaram mais de meia hora com o pau na boca dela, tudo que elas mandavam ela era obrigada a fazer, desde chupar suas bolas a socar tudo na garganta até engasgar. Depois do boquete Tonhão rasga a roupa de Bianca e grita para todos ouvirem que era hora de foder, Bianca fica mais apavorada ainda e pede para não fazerem isso, o propõe que ela chupe todos até elas gozarem e depois nos deixaria ir. Todos começa a rir e Tonhão leva Bianca até o sofá, que era perto de onde eu estava amarrado, e diz para eu prestar atenção como se fodia uma mulher de verdade. Colocou Bianca de quatro e começo a chupar sua buceta e seu cú Careca logo foi colocando o pau na boca dela, e o taxista e o Marcão a obrigara a bater uma punheta para elas e o Pedrão ficava na alternância do boquete, elas estava sendo fodida de todos os modos.

Então Tonhão de repente soca uma pica enorme com uns 25cm e muito grossa na buceta da Bianca que não esperava, ela se assusta e grita de dor, ele socava como se nunca tivesse comido uma buceta antes, sem dá, ela por um momento tirou o pau que estava chupando da boca e quase sem forças pediu par ele parar que estava machucando, ele continuava cada vez mais forte, ele então pede para ele ir mais devagar, ele então dá um sonoro tapa na bunda dela que ficou a marca dos 5 dedos, puxa no cabelo dela e fode mais ainda, ela não tinha o que fazer dois paus se revisando em sua boca, um em cada mão e outro arregaçando sua buceta, a única coisa que ela podia fazer era olhar para mim pedindo socorro, mas eu amarrado não podia fazer nada. Tonhão socava como um animal em sua boca o pau ia até o talo foderam ela por muito tempo desse jeito, ela grita muito.

Depois de um tempo elas se revisaram e e alternaram as posições até todos comerem ela, mas curiosamente ninguém gozava, Depois de arregaçar sua buceta Tonhão então decide “variar” e fala: -“ Agora vamos foder seu cú”. Ela grita desesperada, amedrontada, traumatizada que não, ela já imaginava toda a pica de Tonhão socando no seu cú com toda violência que já havia socado em sua buceta. Chorava feito uma criança pedindo: -“ No cú não, no cú não por favor, eu imploro”. Ele manda ela calar a boca e se posiciona frente a ela que estava de 4 a mercê dele, que dá uma lambida no cú dela, uma cuspida no pau e posiciona a pica na entrada do seu cú, ela continua implorando para ele não foder seu cú, em vão, ele soca toda aquela vara enorme, de uma sá vem, numa estocada violente e até as bolas. Bianca esboça um desmaio, mas logo é segurada pelos outros cara e começa a ter seu cú arrombado pela pica de Tonhão, que da mesma forma como comia sua buceta, comia seu cú, sem piedade nenhuma, com violência, raiva e sem dá das preguinhas da minha mulher que já nem tinha mais lágrimas para chorar, e logo foi outras vez colocada a disposição de todos para que chupasse e batesse punheta para os outros, Tonhão comeu muito o cú dela, muito mesmo, quase uma hora, socando de uma maneira surreal, depois saiu ainda sem gozar e colocou o pau na boca dela para que ela chupasse um pau com gosto de cú, e logo seu cú começou a ser fodido novamente em forma de rodízio pelos outros caras. Todos comeram muito seu cú, muito mesmo e ainda ficavam tirando sarro de mim, dizendo que o cú da minha mulher era muito gostoso e que nunca mais seria o mesmo depois deles.

Bianca já não tinha mais nenhuma reação, elas colocavam e tiravam do seu cú, socavam com violência e ela simplesmente não falava mais nada, ela parecia uma boneca de pano na mão deles, a colocavam em várias posições e metiam sem dá. Tonhão o chefe da turma disse que agora era hora de fazer igual aos filmes pornôs, fiquei sem saber o que ele queria dizer, mas logo minha dúvida foi sanada, vamos fazer dupla penetração nela, nesse momento Bianca fala que não aguentaria e que já estava toda esfolada de dolorida mas Tonhão nem se importa, coloca ela para sentar com a buceta no pau do Marcão, com a bunda virada para ele, que prontamente soca a rola no cú dela, que então estava sendo fodida pelo cú e pela buceta, ela parecia que não iria aguentar mais nem um minuto de tanta fodeção, mas logo um colocou o pau em sua boca para ela não gritar e como sempre suas mão punhetando quem sobrava.

Na DP todos foderam ela pelo cú e pela buceta, além do boquete com gosto de cú que ela fazia, depois de muito foder Tonhão diz que era hora de gozar, ela respirou aliviada, mas um desafio ainda estaria por vir, ele manda todos pararem de foder ela, coloca Bianca ajoelhada no chão e começa a bater punheta e diz:-“ Todos nás vamos gozar na sua boca e se vc deixar escorrer uma gota vai morrer”. Ela reluta falado que é nojento e que não faria, mas toma um tapa na cara, entendo o recado e abre a boca, e em uma cena de filme pornô os 5 caras gozaram na boca de Bianca que com todo cuidado não deixou escapar uma gota, engoliu toda a porra deles, depois da ultima gozada ela caiu exausta no chão, toda machucada, com o cú e a buceta ardidos a mandíbula doendo de tanto chupar rola e com gosto de porra na boca, que viagem maldita. Mas o tormento ainda não havia acabado, Tonhão volta com 5 comprimidos de Viagra, todos tomam, ela volta a ficar apavorada pois percebeu que a tortura ainda não havia acabado, uns 20 minutos depois de tomar o remédio os 5 já estavam de pau duro novamente e o abuso começou novamente, as lagrimas escorriam pelo seu rosto, as picas entravam em seus buracos desordenadamente, hora em um, hora em outro, hora dois ou três ao mesmo tempo e ela sem reação nenhuma, já submissa a todas as vontades do 5 caralhos que lhe fodiam, esse mete-mete durou mais uma hora e todos gozaram da mesma forma, em sua boca e ela engolindo tudo sem deixar cair uma gota.

Agora muito cansados amararam ela junto comigo e decidiram dormir, eu não consegui dizer uma palavra para Bianca que dormiu chorando e tão cansada que estava depois daquela maratona de pica que tinha levado.

Pedro foi o primeiro a acordar no sábado de manhã, e já de pau duro, Bianca reclamava que estava toda ardida e esfolada mas sem pestanejar Pedro foi logo soltando Bianca e colocando ela de quatro, que como já sabia como a “coisa” funcionava nem relutou, ele cuspiu no seu cú de socou de uma sá vez, como sempre todos faziam, ela gritou mas não tinha o que fazer o tormento começava novamente, Pedro socou muito forte e rápido em seu cú e logo gozou, com isso os outros acordaram também e logo foram se posicionando para foder ela também, todos eles fizeram a mesma coisa, socaram forte e rápido no cú dela, gozaram e foram tomar banho.

Levaram ela para o banheiro também, para que pudesse tomar um banho e se limpar, depois do banho Tonhão nos alimentou. Pegou seu celular e fez muitas ligações, dizendo que estava com um produto de primeira em sua casa e que a taxa era de R$10,00, ficamos sem entender nada. Depois de uns 19 minutos alguém bateu na porta, ao abri-la estavam dois caras que cumprimentam Tonhão deram R$10,00 para ele e que queriam “o produto” que nesse caso era minha mulher, ele mandou ela ficar de quatro de disse para eles comerem ela como quisessem, o cú, a buceta, gozar onde queriam e que estava cobrando R$10,00 sá pelo boquete, o cú e a buceta eram cortesia minha, como Bianca tem uma bunda maravilhosa era alvo de todos que queria foder ela, e logo já foram socando no seu cú, ela para variar implorava que não, que não aguentava mais, que estava toda ardida, mas em vão, com o decorrer do tempo, foi chegando mais e mais homens, todos pagando para o Tonhão e direito de foder minha mulher, realmente fodiam como queriam, devagar ( que ela até agradecia), rápido onde ela mais gritava e tudo o que queriam fazer, até mijaram na sua boca e a fizeram engolir, isso durou sábado o dia e a noite inteira, os homens chegavam, pagavam, tiravam o pau para fora e comiam minha mulher e ainda me agradeciam pela cortezia.

Ela chegou até a desmaiar de tendo ser fodida, não conseguia sentar,com o cú estourado, andava de pernas abertas com a buceta ardendo, ela se fodeu mesmo.

No domingo a noite depois de tudo isso ele nos soltou e disse que se abríssemos o bico morreríamos.

Ficamos calado e fomos embora para são Paulo, no ultimo vôo do domingo, chegamos em são Paulo tarde da noite, no vôo não demos uma palavra, Bianca se cuidou, tratou dos machucados e nunca mais tocamos no assunto, mas como havia dito o bandido logo que começou o abuso, seu cú e sua buceta nunca mais foram os mesmos.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto negro taradoContos eroticos estupradacontos eróticos casadaloira gostosa contos gay o deflorador de bundinhasvideo porno miss bubum da o cu e chora com o cuzinho doendocomendo a mãe contoscontos de maes flagando fihos punheteirosconto erotico velho taradinho e eu d geans socadaconto erotico castrado na favelacontoincesto e traiçao com fotoeu adoro meu macho zoofiliacontos zoo meu marido sem eu saber viciou o cao passando minhas calcinhas para ele cheirarcomi minha tia no escuroSou envagelica, Meu amigo negão roludo comeu meu cú. Conto erótico heterossexual.contos gay cdzinhacontos eroticos enganocontos eróticos na roça com minha maecontos eroticos mulher do pedagioContos eroticos usando botas cano longometendo na barba de shortinho atoladoDesvirginando a sobrinha de 18 anosContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontoseroticos assaltowww.conto mimha mae min torturou com vibradores na bucetabanho com a tia velha contocontos levei uma rolada do meu filhoconto ela estava no quarto nua e o sobrinho na salaconto o jovem roludo comeuu a.buceta de esposamasturbacao ajuda acabar o resecamento vaginalconto erotico beijei minha irma dentro do tremtransando com a namorada mais perfeitaolhei aquele pauzao do cara meu marido nao percebeubaraguay da buceta grande e carnudacontos de zoofilia coloquei meu cachorro pra comer meu marido e ele gostouarrombado cu contoscontos eroticos primeira vez siririca com 07 anos sozinhaParaíba putinhoDesvirginando a sobrinha de 18 anosconto erótico de pai fazendo o filho gay patinhamulher transando com dog contosConto exibicionismo sem sutiãcontos eroticos enfermeira saco peito grandeNovinha de shortinho partindo a buceta no táxiconto eroticoo implora q dounegao lingerie conto eroticocontos eroticos estourando a bucetinha minusculacontos eroticos com escravas sendo humilhadacontos eróticos uma bela massagem com uma f*** no finalwww.loiras traindo com negao contosconto esposa de baby doll e amigosflaguei minha esposa varias veses se masturbanorelatos eróticos de incesto sogra cheirando minhas calcinha usadascontos eroticos gays adoro ser humilhado por um coroa dominadorcomi egua nova contocontos de sexo com velhos babõescontos minha filha e puta desde pequenacontos eróticos "peladinho" sobrinhorealisando sonho eu emas duas mulher contosdoce nanda contos eroticosconto esposa de baby doll e amigoscontos eróticos minha esposa a bicicleta e o sobrinhocontos eroticos homem casado dando para o primocontos eroticos:esporrei na maecontos fotos esperimentando rolaComtos heroticos da cunhadinha viviane dando pro cunhado reinaldomarido mostra esposa rabuda de fio pra amigos contos gang bangcontos eroticos fui putinhauma dupla penetração com vibrador contosminha esposa raspadinha e puta contoxvidio puta arreganha as perna p leva rola no.fundo