Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TREPEI MINHA MULHER E ENTEADA NO NATAL

Este ano recebi de natal um presente maravilhoso, sou casado com Marta uma morena linda de 1,67 de altura, olhos verdes, cabelos lisos, pernas grosas bem torneadas, uma bunda empinadinha de cintura de pilão, uma delicia sem igual na vizinhança, ela é 19 anos mais velha que eu, tem 33 anos e uma filha de 19 aninhos que é uma maravilha, um corpo se moldando, sabe aquelas adolescentes com peitinhos durinhos, bundinha empinadinha toda gostosinha, então essa é minha enteada, como estou a 2 anos com a Marta não tenho aquele vinculo de pai com a Luane, ainda bem.

Eu não dou folga a Marta, sempre que tem jeito estou trepando ela, um rabo delicioso como o dela merece rola toda hora, e ela gosta de levar ferro, de tudo quanto é jeito e lado, na semana antes do natal eu estava deitado no sofá, sozinho em casa a Luane tinha indo à casa de uma amiga dela, estava de calção apenas e acariciando meu pau pensando na hora em que a Marta iria chegar, estava doido pra dar umazinha e ela não demorou.

Quando ela chegou me viu de pau duro a sua espera e não se fez de desentendida ela sabia que ia levar ferro e gostava da idéia, perguntou pela Luane disse que ela estava na casa de uma de suas amigas, sozinhos em casa logo tirei sua roupa e pus ela de joelhos socando meu cacete em sua boca, ela adora chupar, uma boqueteira de mão cheia, pus ela sobre a mesa e comecei a chupar sua xota que já estava toda ensopada, enquanto chupava seu grelinho eu colocava o dedo em seu cuzinho. Ela começou a pedir minha rola em seu rabo e logo atendi seu pedido, ela estava deitada sobre a mesa com as pernas abertas, na posição de frango assado meti meu pau em seu cuzinho, ela gemia feito doida e eu fui fudendo ela revezando seu cuzinho e sua buceta suculenta.

Variamos as posições e sempre ela voraz fudendo minha rola, sem que a gente percebesse a Luane tinha voltado e caladinha ficou assistindo agente trepar, a Marta percebeu que ela estava assistindo antes de mim, mas não falou nada, depois de um tempo rebolando em meu pau ela se abaixou e falou bem no meu ouvido “a Luane esta atrás da porta assistindo você me fuder, acho que ela quer dar pra você também” fiquei surpreso ao ouvir o comentário, mas sem pensar disse a Marta pra convidar ela pra vir brincar com agente afinal de contas ela como mãe tinha que preparar a filha pra vida.

Ela chamou a Luane e disse “pode vir aqui filha, vou ensinar a você como agradar um seu padastro” a Luane ficou vermelha ao perceber que a gente sabia que ela estava ali assistindo, meio sem jeito ela veio pra onde agente estava, sua mãe saiu de meu cacete e perguntou se ela queria brincar com nás dois, ela disse que sim, a Marta perguntou pra ela se ela sabia o que fazer com uma rola e ela disse que não, a Marta então disse que iria ensinar ela a tratar uma rola como se deve.

E começou a lição da Marta, ela começou ensinando como mamar em um cacete e no inicio a Luane achou um pouco nojento mas como viu sua mãe se acabando chupando meu pau começou a chupar como a Marta mandava e logo pegou o jeito, sabe como dizem, filha de boqueteira boqueteira é, senti vontade de encher sua boquinha de porra, mas me segurei porque tinha muito pra ela aprender ainda e ela estava se revelando uma aluna aplicada, comecei a acariciar sua bucetinha ainda com uma pelugem rala, rosinha e sem nunca ter visto um cacete de perto.

Ela começou a ficar toda trêmula com as caricias que estava recebendo na xotinha de minha língua a Marta estava aprovando o tratamento que a filhinha estava recebendo e o tão esperado momento de descabaçar a ninfetinha chegou, sua bucetinha esta cevada pra ser fodida, a marta colocou ela deitada sobre a mesa e segurou sua mão, comecei a encostar meu pau em sua xaninha que se contraia de tesão e expectativa pra entrar na rola, meu pau estava duro feito aço a Luane estava deitada sobre a mesa com os joelhos dobrados sobre a barriguinha, sua bucetinha estava desprotegida, seu consolo era a Marta segurando sua mão e encorajando a aguentar o arrobamento que seria feito por meu cacete como dizia Marta minha rola linda de 22 centimetros.

Comecei a forçar a entrada, mas ela se contraiu toda de dor, a Marta e eu acalmamos ela dizendo que a dor seria sá no inicio depois ficaria gostoso, ela consentiu que eu forçasse de novo e eu não tive dá soquei minha rola ate o meio, a bichinha encheu o olho dÂ’água e deu um grito que acho que a rua inteira ouviu, sua mãe pois a mão em sua boca pra ela não gritar novamente e ela começou a pedir pra parar, pra eu tirar, mas apenas segurei ela pra ela não se mexer muito e machucar mais, ela foi se acalmando e eu comecei a bombar sua bucetinha devagarzinho pra ela ir se acostumando a rola.

Pensei que não iria conseguir fuder ela direito, mas ela aos poucos foi se entregando mais com os incentivos de Marta, fui fudendo seu rabinho com vontade e cuidado pra não estragar minha enteada na primeira vez, ela aguentou um terço da minha rola, depois de fuder seu rabinho gostoso por mais de quarenta minutos não resisti e enchi sua xaninha de porra, tanta que ela se assustou ao ver sua bucetinha toda fudida e escorrendo do jeito que estava, a Marta logo tranquilizou dizendo que era normal já que eu gozava feito um cavalo sempre.

As duas ficaram brincando com meu cacete dividindo ele entre suas bocas, a Luane pediu pra me ver socando ate o saco no rabo da Marta, atendemos seu pedido com muito prazer, depois pediu pra me ver fuder também o cuzinho da mãe que aceitou na hora o pedido da filha pra me ver socando tudo como se fosse na buceta depois de satisfeita em sua curiosidade olhou pra Marta segurando em meu cacete e prometeu me dar um tratamento igual com seu rabinho se a mãe deixasse, e ela claro disse sim ao pedido da filha e desde então estou trepando mãe e filha, juntas ou separadas, mas pra não faltar rola a nenhuma das duas trepo a Luane de dia e a Marta de noite e sempre que dá trepamos os três juntos, uma delicia minha família.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico eu peguei meu pai comendo cu da emprega na marracontos com amiga baixinha e gordinhacontos de uma coroa safadaContoseroticos minha enteada novinha sendo estuprada por dois roludosgostaria dever filha cupano apica do pi dorminocontos eroticos enquanto trocava a lampada ela me chupavaporno contos filha mais resenteconto viado tarado por palcontos de coroa com novinhorelato erotico meu cachorro comia meu cuzinho quando meninacontos eroticos mamae mim vendiacontos eroticos marido foi trabalhar e meu sobrinho me pegou no banhoAngélica se depilando no banheiro pornô dela pornô de Angélicaconto porno usando e escravizando o viado a vingançacnto mulher de ssia entra no cineporno pela primeira vez e deu para variosConto podolatria gay o chulé do loiroconto erotico gay fui no baile funk e dei o cu pro travestimeu marido viu os amigos dele me comerem contoscontos sogro polpa forarelatos eroticos minha esposa me traiu depois me contouporno quando o home empura o cacete no egua ela gozacontos eroticos minha sobrinha meu amor part1conto erotico com gordinhaContos prima das coxas peludacontos gays tomando banho com o primofuder com padrasto contosbucrtinas novinhasconto porno esposa na praia com amigaasfantazias de mulher casada pornohistorias heroticas detalhistas de peitudas gostosasconto eroticos aguentei mais d vinte e dois sentimetro d rola d meu sogrocomendo cu tia 57anoscontos heroticos gay meu primo de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anosmeteno grandes obigetos redondo na buçetacdzinha contos troca trocaMeninas mamando no swing contoseroticospapai me ensinado mamar contosprima perguntou se eu era virgemestou comendo a mulher do amigo caminhoneiro na viajem contoswww.eu aronbei minha sobrinha de doze anos de idadeconto erotico lésbicas roçando.a buceta na caratica dani buceta gistosafoda interracial dezenho foda com a sinhacontos fui faser a obra du meu tio arobei sua mulherconto erótico de incesto de sobrinha e tio casa de contos sem querer me apaixoneicontos gay chorei na pica do meu irmão violentoconto erotico. amigo do meu filho comeu minha mae a forsa3contos eroticos meu filho me fez gozarler historia de sexo entre cunhada e subrinhas com tiofilme porno com gay aguentado dois punho no cu de uma vez mais grinta de dorcontos erotico mangueira na bucetaContos gay pinto pequenome mesturbei no banheiro e agira?contos eroticos corninho limpamdo xoxota da esposa cheia de gozo do amantecontos de incesto minha filha se tornou um mulheraoWww.contoseroticos/grátis Ler/no aviãoa minha mulher engole me o pauxvidios pomba i gala no cu do irmazinho gaypeguei um menino pra comer minha buceta velha contosContos eroticos mulher cuzeiravidio de mulheres sendo emcochada ela fica de calcinha toda molladanegao preenchendo todo o espaço na nuca tá da novinhaduas mulher do Jordão baixo chupando b*****surra vaginal amordaçada contofui pego de calcinha pela minha irmamuralhas dando a abuceta viagemcontos gay me montei pra eleFui confessar e comi a madre contoscontos eróticos morena com o carro quebrado ( gangbang.)Maicon tá doida ela me pediu pra comer sua esposa na frente delejoão cavalo quente contos eróticosfui atraida pelo negao e ababei dando pra elecontos eroticos gay game apostameu primo mobral contoo sobrinho contosconto do tarado que se fazia de bonzinho para comer as meninascontos eróticos de incesto acordei e meu irmão estava em cima de mimconto erotico casada comdp e fotocontos eróticos peguei ela se masturbandoesposas depiladas na picina contosfode rebola nele vaiNinfetas mamando rola no cinema contoseroticosconto de comi o cuzinho da minha neta com a pica grandepono conta erótica de relato velha dando o cu e cagando no pauduas loirinhas e rucontos eroticos perdi a virgindade com meu tutorgostosa e muito branca maz mete muitoconto erótico seduzidaContos eroticos seios devorados mordidosconto erotico cachorro lambe pauMenina sentada no meu colo conto eroticosexo emprestei minha mulher pra um amigo que estava preso conto eróticosconto erot amarrado e vestido de putinhconto erotico o pedreirocontos meu vizinho taradocontos arrombado no banheiromeu marido fez eu ultrapassar tds os limites contos pornos