Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COROA SAFADA

Bem, mais um relato real que aconteceu comigo, dessa vez com uma coroa muito da safada que conheci pela net... (mais essa era safada) rs...



Esta experiência sexual tive já a uns 3 anos, (Rose) como vou chama-la, era uma mulher com seus 45 anos, mais ou menos 1.60m, uns 55kg, cabelos castanhos, curtus olhos verdes, em forma... uma mulher realmente bonita e, com lindos seios, apesar de seus dois filhos, (detalhe, não era silicone)...



Estava eu mais uma vez “caçando” na net (realmente isso funciona) rs... quando entra um apelido de Rose, na hora abordei ela perguntando se estava disposta a conversar, como ela aceitou, perguntei o que é de prache, casada, solteira, filhos e, claro a idade, ela muito atenciosa sempre respondia e perguntava também, até que disse que tinha 45 anos (particularmente adoro mulheres com mais idade), falei que tinha 26 (na época), perguntei se havia algum problema, ela disse que não pois sá estávamos conversando, então a conversa seguiu até que perguntei o que ela buscava no chat, ela disse que gostaria de passar o tempo, pois seus filhos haviam ido passar o final de semana com o pai e como chovia naquela noite ela não tinha muitas opções, foi então que ela perguntou para mim o que eu buscava (sempre sincero) respondi que buscava conversar e se houvessem afinidades algo mais, ela apenas colocou o “rs rs rs” e perguntou e o que é algo mais pra você, respondi que é ir conhecer alguém, conversar, sair pra beber algo, então ela disse “seria mesmo bom poder dar uma volta hoje” não perdi tempo e respondi, que horas sou pra passar ai pra gente sair e se conhecer, ela (fazendo charme) disse que não sabia se era realmente o que queria, então pedi o endereço dela e disse que chegando lá ela iria poder decidir se iríamos sair ou não...



Ela me passou seu fone e endereço, marcamos uma hora e, fui tomar um banho me arrumar, chegando no local liguei pra ela, já passava das 23:00hs, chovia um pouco então ela apareceu na porta de casa, uma coroa realmente interessante, ela veio até o carro entrou, ficamos ali conversando por algum tempo, como era a última casa de uma rua transversal, não havia problemas de ficar por ali conversando, então a conversa novamente fluía animada e bem, em determinado momento ela perguntou se realmente eu me sentia atraído por mulheres com mais idade, respondi que sim, muito, ela perguntou o porque, o que vejo, disse que era uma combinação de fatores (realmente é), é o fato de elas serem mais seguras, mais objetivas e certas do que realmente querem, além da experiência que elas tem em determinados momentos, ela perguntou com uma cara de safada em quais momentos, então olhei pra ela e dei um beijo bem safado, percebi que ela estava gostando do momento e resolvi avançar um pouco mais, beijando o pescoço e atrás da orelha, ela suspirava, e permitia ir além, então coloquei a mão práximo ao seio dela, percebi que ela se inclinou para que a mão tocasse diretamente nele, então passei a mão de leve no seio dela e pude sentir o biquinho já durinho, ela gemeu nesse momento, olhei pra ela e ela disse que o seio dela era sensível demais, que era sá tocar neles e ela já se excita muito a ponto de ficar molhada, olhei pra aquela safada e disse, se tocando é assim imagina.... nem terminei a frase e já tirei os seios dela pra fora da blusa, o decote generoso permitia isso, comecei a chupar os peitos daquela coroa safada gostosa dentro do carro mesmo, ela gemia, as vezes alto, se retorcia, disse que não poderíamos fazer isto ali, então sugeri que fossemos na casa dela, ela disse que não pois vizinhos poderiam ver, então sugeri de irmos a um motel, ela concordou na hora.



No caminho a coroa não dava sossego, ela passava a mão, beijava o pescoço, até que em uma parada no sinal ela abriu minha calça, tirou ele pra fora e começou a chupar, nossa que coisa boa, por isso adoro coroas, tem atitude, não esperam e mostram ao que vieram... ela foi me chupando por uns 2km atém chegarmos no motel, já estava louco com aquilo, parando o carro na garagem do motel, ela mal deixou desligar ele e já sentou no meu colo dentro do carro mesmo, começou a me beijar e tirou os seios pra fora da blusa, olhou pra mim e disse, quer a coroa, agora usa e abusa dela... faz o que quiser, fiquei louco com aquilo, dei uns beijos safados nela, chupei os seios por mais alguns minutos no carro mesmo e percebia como ela se descontrolava com isso, nunca havia saído com uma mulher com tamanha sensibilidade no seio...



Saímos do carro e fomos para dentro do quarto, quando entramos, coloquei as coisas em cima da mesinha e puxei ela pra mim, comecei a beijar ela, passar a mão nos seio, nas coxas na bunda, segurei firme aquela buceta gostosa e disse que iria chupar ela todinha, ela me levou pra perto da cama, me empurrou pra cair nela e disse, você vai chupar quando eu acabar de chupar você e fazer você gozar na minha boca, eu mal acreditava, era tudo o que eu queria, uma coroa safada como esta não é todo dia que se encontra, então ela tirou minha roupa, jogou tudo pelos cantos, tirou a dela ficou sá de calcinha e sutiã, a calcinha era minúscula, quando vi aquela mulher de 45 anos com aquele corpinho e aqueles seios não acreditei na idade dela, perguntei se ela tinha mesmo 45 e ela disse, depois do sexo você saberá, ela tinha uma frase pronta e instigante ao sexo pra cada pergunta, então ela se ajoelhou fora da cama e começou a beijar minhas coxas, passar no meu pau, ela disse que queria sentir o leitinho na boca, ela foi se aproximando, chegava na virilha, beijava chupava, mais não abocanhava ele, essa mulher sabia como deixar um homem louco de tesão...



Então pedi que ela me chupasse porque já não aguentava mais aquela tortura, ela disse que adora fazer aquilo e ver a cara dos homens suplicando pela boca dela no pau, realmente eu estava, então não aguentei mais olhei pra ela e disse, bom já que posso fazer o que quiser com você... segurei firme pelos cabelos dela e levei a boca dela até meu pau, ela deu um suspiro de tesão como quem diz, isso mesmo é assim que gosto, e caiu de boca, ela me chupava com gosto, sem pudor algum, era uma puta devassa na cama, ela passava a língua na cabecinha eu já estava muito excitado, mais me controlando pra não gozar, ela percebeu e disse que não adiantava segurar, que eu não iria conseguir, disse então a ela, que ela era muito puta e safada, ela deu uma risadinha e disse e você quer dar leitinho pra sua puta?



Na hora parei de me controlar e deixei o tesão falar mais alto, ela passava a língua nas bolas, colocava o pau na boca e tirava como uma profissional, não conseguia mais aguentar e ela percebeu isso, começou a chupar em um ritmo mais frenético, foi quando deixei sair tudo, foram uns 4 jatos direto dentro da boca dela, ela não tirava o pau da boca, continuava chupando, ela engoliu tudo fez cara de safada puta e disse que adorava isso, então ela começou a esfregar o pau no rosto até ele começar a amolecer um pouco, disse que iria se lavar e quando voltasse queria ser chupada da mesma forma, disse que iria retribui o prazer proporcionado...



Quando ela voltou joguei ela na cama e disse que agora era a vez dela, ela deu uma risada e disse, vem chupa e come a tua coroa puta... não é isso que você queria?



Cai com a boca na buceta dela, chupava com força com gosto, era rosadinha, lisinha, uma delicia, sempre molhadinha, fui chupando ela, enfiando a língua o mais fundo que pudesse, depois enfiava, um, dois dedos, ela se retorcia, soltava gemidos, dizia pra por o pau e comer ela, então disse não, você provocou antes, faço isso agora, então fui chupar os seios dela, hora chupava, hora beijava ela, ela... como eu estava por cima fazendo isso ela esfregava a buceta dela no meu pau e pedia pra meter nela, adoro provocar assim, então coloquei a camisinha e começamos a meter, mandei que ela ficasse de 4, ela atendeu, coloquei na entradinha da buceta dela, esfreguei o pau e meti de uma vez sá e com força, ela gemeu, me chamou de puto e disse que queria gozar, segurei ela firme pela cintura e comecei a meter com força, como já havia gozado demoraria até gozar de novo, então metia pra valer mesmo, ela dizia que era muito bom, ficamos assim por uns 10m de tão rápidos os movimentos já estava doendo a perna, mudamos então, fui para baixo e ela por cima cavalgando, ela pulava no pau, as vezes chegava a doer tamanho a fome de pau que aquela coroa tinha, mais era muito bom, ela rebolava, ficava torturando mantendo sá a cabecinha dentro da bucetinha e quando tentava puxar pra meter tudo ela não deixava, ela sabia o que fazia, ela sentada rebolando e eu massageando seus lindos seios, ela começou a rebolar pular, me beijava como uma louca, até que ela disse que iria gozar, não demorou 19 segundos e ela deu um grito, (acho que todo motel ouviu), e caiu me abraçando, eu ainda estava muito excitado e disse que queria o cuzinho dela, ela olhou pra mim riu e disse, fica a vontade, então coloquei ela de 4 peguei um gel (dela mesmo), passei no cuzinho dela, coloquei outra camisinha, passei mais gel e dei um efiadinha na bucetinha dela, sá pra provocar, ela já se retorceu, passei mais gel no pau encostei na entrada do cuzinho e fui forçando devagar, ela pedia pra ir com calma, e claro atendi o pedido, fui colocando até entrar metade (nem grande é também), e dai comecei um movimento de vai e vem lento, pra ela não sentir dor, ao mesmo tempo que fazia isso também massageava a bucetinha dela e os seios, pra estimular mais o tesão dela, ela começou a se soltar mais a rebolar com o pau no cuzinho, eu comecei a aumentar a velocidade e a intensidade dos movimentos, ela pedia pra não parar, dizia que estava adorando um pau no cuzinho dela, ficamos metendo assim por alguns minutos e disse que iria gozar se continuasse naquele ritmo, ela disse que era pra gozar na cara dela, “oh, coroa puta!!!!” rs... então quando senti que estava prestes a gozar, tirei o pau do cuzinho da vadia, tirei a camisinha, ela se virou, comecei a me masturbar e não levou muito tempo, estava gozando na cara dela, ela passava a língua na porra que escorria, pegava com a mão e passava nos seios, era uma puta completa e sem pudores...



Então fomos tomar um banho juntos, no chuveiro rolaram algumas chupadas amassos, e tudo mais que se há de direito nessa horas, levei ela pra casa, demos um beijo de despedida e saímos por mais algumas vezes, hoje ela namora com um outro cara que não topa swing nem ménage, então decidimos não sair mais, mas, valeu a pena....



Espero que tenham gostado do relato, podem comentar, mandar e-mail, tem o msn abaixo pra contato... um forte abs.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de tio taradocontos porno 28cmConto erotico bigodeboa f*** mulher leva travesti para comer o maridocontos eroticos sou casada dando para dois garotos parte 2contos eróticos cdzinhacdzinha feminizadaContos eróticos de noraContos erotico comendo meu cachorromeu cunhado tirou o cabaço do cú da minha esposacontos contados por mulheres que maridos insistiram para elas usar roupas mais curtascontos eroticos gay comi o cu do pastorContos corno mansomeu eletricista chupou meus seioscontos eroticos de trans avantajadas taradas pir bunda de viadinho.Contos amigos fodem maes de amigos por traicaoMeu cu e frouxo contos gayhttp://googleweblight.com/?lite_url=http://okinawa-ufa.ru/m/conto_15870_passando-as-ferias.html&ei=bgqnDUSn&lc=pt-BR&s=1&m=438&host=www.google.com.ar&f=1&gl=ar&q=Cherei+cocaina+e+dei+o+cu&ts=1487814662&sig=AJsQQ1Bemzq3_O_w9-hLtHRrssFP6FcBcQcontos eroticos aluno da auto escolacontos eróticos fui pra casa da tia e meus primos me arrombaramContos eróticos de norahomem deixar você anda mulher toda arreganhada tanto transarcomendo e falando sacanageme gozando contosconto erótico seduzidacontos se caga na pica e gostaminha tia travesti contoscontos esposa do clientecontos podolatria irmaaravando as pregas do cu virgem fa espozaconto erótico chupa greloContos mulher estrupadas negrospapai socou a rola na minha bundinhacontoscontos eroticos de sobrinho roludoContos eroticos de cunhadasConto erotico travesti fodendo a inocentecontos e historias de zoofilia meu cachorro mamou nos meus peitos cheios de leitecon erotico comi lora greluda por 10 pilacomendo a cunhada nojenta contocriando o sobrinho banho contoDesvirginando a sobrinha de 18 anoscontos eroticos primeira vez no cuzinho da esposaSou casada a muito tempo e amo muito mesmo meu marido mais acabei traindo emorena dansandofank na b da picinacontos eroticos gay game apostaler contos pornos eletrecista mi comeo no hotelcontos eroticos o porteiroquero ler conto erótico sogro f****** com a noraconto erótico chantagem putinha pobre cu colomenino malcriado contos eroticoChantageei amiga lesbica da minha mae bdsm contoContos eróticos sarrado minha tiaPapai enfiou o dedo na minha buc*** e gostei!relato conto: meu me incentiva a usar roupas provocantescontos eroticos meu dono mama meu leitecontos eróticos de gay Fui Comido pelo meu colega de trabalhocontos erotico de filho travesti bundudocontos pedi meu cabaco para um velhoestorei o cu dela contoconto comendo na marra a mulher do traficantecontos eroticos exendo a buceta da tia de poreacontos cunhada mora nos fundo de casasó umbiguinhos lindos e peitos durinhoscontos eroticos de padrinhos com afilhadas que engravidamboqueteira gaucha contoContos eróticos fim de ano genromasturbando com obras em xasa contomeu marido nao sabe o que sou capazcontos metendo na tiapatroa dando a buceta pro vendedor ambulante contos eroticosconto erotico rabuda cintura fina peituda casada visitaeu adoro usar calcinha hoje sou travesti fresca afeminadaContos fudendo elae foi assim que comeram minha esposairmã irmão estudando lá no exterior não tinha feito ela com tesão ele com tesão meteu a rola nela bem gostosocontos eroticos tiaconto erotico comendo a entiada na chantagemchorei mas aguentei tudo contos eróticosminha mulher se exibiu pra váriosconto erotico calcinha neguinhoconto menino eu era fudido pelos meninos negroscontos eroticos casado medico gordinhocontos eroticos chupadavisinhalesbica