Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FESTA DE AMIGA DA PRIMA INOCENTE

Olá, quem leu meus outros contos (O BOQUETE DA MINHA EX, O BOQUETE DA MINHA EX 2) sabe que eu amo gordinhas.

Este fato aconteceu ha alguns anos atrás, muito tempo antes dos dois relatos, com uma prima minha que mora numa cidadezinha aqui da grande são paulo por motivos de segurança vou trocar o nome dela e a chamarei de PAMY.

Sou moreno, 1,91 de altura, usava na época cabelos raspados, era skatista e por andar de skate todos os dias tinha um corpo definido e abdomem sarado, todo em gomos, estilo tanquinho.

Uma tia minha morava em COTIA ela era caseira de um colégio que fica no alto de um morro, perto do hospital de COTIA, tinha um filho que sempre vinha em casa desde criança e uma menina que eu sempre desejei mas nunca tive chances nem coragem de chegar junto nela.

Tinha ido passar um final de semana lá com minha mãe e minha irmã, chegamos lá na sexta-feira no finalzinho da tarde, os alunos estavam saindo quando chegamos, eu ví minha prima conversando com tres amigas dela que estudavam lá, uma loirinha linda, com um shortinho no meio das coxas, e uma blusinha branca, com uma bundinha redondinha, que quando ela se virou deu pra ver que estava marcando atrás, a calcinha dela era fio dental e a bermuda estava presa entre as bandas de sua bunda deixando sua bunda ainda mais redondinha, os peitos dela eram muito grandes e a parte da frente de sua bermuda ficava um volume como se estivesse com a bucetinha inchada. Sua outra amiga, uma moreninha que estava de calça de uniforme da escola, tbm tinha uma bunda redondinha, mas exageradamente grande, não conseguia ver a marca de sua calcinha, os peitos eram de tamanhos normais e ainda estavam expremidos em um top de cor escura que ela usava por baixo da blusa do colégio, a terceira amiga dela era outra loirinha, essa não tinha muito peito, nem muita bunda, usava uma calça jeans e a camisa da escola, mas tinha uma cara de menina safada. Por fim, minha prima, usava uma calça folgada de moletom e uma camisa também folgada da escola, estava com os cabelos presos, logo que ela nos viu se despediu de suas amigas e disse que as encontraria mais tarde para irem no aniversário de uma delas a de calça jeans, veio até nás e nos comprimentou, fomos pra casa dela, onde estavam sua mãe e seu padrasto, seu irmão e sua tia que tbm era minha prima.

Minha mãe tomou banho e desmontou na cama estava super cansada, mesmo a viagem tendo sido de uma hora apenas, minha irmã ficou conversando com a tia da minha prima e com minha tia, eu tomei banho e estava vendo televisão, minha prima tomou banho e se arrumou, ficou linda, então ela chamou minha irmã pra ir com ela na festa, mas ela disse que não poderia, queria descansar e estudar um pouco, meu primo e seu padrasto haviam saido, tinham ido na oficina onde ambos trabalhavam, minha tia disse para ela me levar na festa para eu não ficar lá praticamente sozinho e eu de imadiato aceitei.

Coloquei uma calça de tactel que levei e um blusão de skate que ficava bem folgado, estav bem estilo skatista, umas 8 horas a amiga dela passou lá pra busca-la, a loirinha linda amiga dela que se chamava LIVIA, ela estava ainda mais gata que antes, usava uma calça de lycra estilo calça de academia, um top branco que realçava seus seios, e uma blusinha branca por cima que ia até abaixo da bunda, ela disse que na festa tiraria essa blusa que era sá pra mãe dela não ficar falando um monte. Fomos apresentados e fomos em direção a casa da aniversariante a Jeniffer, no caminho encontramos a outra amiga dela, a moreninha do bundão, fui apresentado a ela também, Sheila era seu nome e continuamos a andar, mais cinco quarteirões e estavamos na casa de Jeniffer, antes de chegarmos lá, a Pamy me pediu:

-Primo promete não contar nada do que você ver ou acontecer aqui pra ninguém lá em casa ta, senão minha mãe não vai deixarmais eu sair com minhas amigas!

Eu conrocdei sem reclamar, elas entraram em sá havia uma pessoa que aparentava ter mais de 19 anos lá, eu com meus 19 parecia ser bem mais velho que os outros garotos, todos com cara de crianças, a irmã da aniversariante estava sentada em um sofá, fui apresentado a aniversariante e me sentei no sofá junto com a irmã dela que parecia estar meio deslocada, ficamos conversando por horas até que vimos que o som de musica e animação deu uma diminuida e percebemos que a maioria as pessoas não estavam mais lá na sala, fomos procura-los e encontramos eles no quarto da Jeniffer, estavam sentados em roda bincando do jogo da garrafa. Eu e a irmã dela ficamos alí na porta e fomos convidados a brincar, as perguntas ja estavam meio quentes e perguntaram pra irmã da aniversariante quais meninos da festa ela beijaria e iria pra cama, ela me olhou e disse que dos que estavam lá somente eu por parecer ser o mais velho deles que os outros eram novinhos, depois uma outra vez caiu para a irmã da aniversariante ser desafiada e o desafio dela foi me beijar, ela me beijou demoradamente, saimos de lá do quarto da irmã e fomos pro quarto dela, começamos a nos beijar com vontade, estavamos tão empolgados que nem lembramos que havia mais gente na casa nem de trancar a porta, começa,os a dar uns amassos quentes e em segundos estavamos pelados, ela embalada pela bebida que ja havia tomado e eu pelo tezão que ela era.

ela se ajoelhou e começou a me chupar gostoso, estavamos no escuro e não dava para ver quem estava na porta nos espiando, mas eu sabia que havia alguém lá, pois ouvia risadinhas vindo de lá, aquilo me deu mais tezão, comecei a socar com força a rola na garganta dela e olhava pra porta meio que provocando quem estava lá olhando, depois a coloquei de quatro em cima da cama e a comi com força, batia meu corpo contra o dela com tanta força que até estalava, comecei a ouvir mais de duas vozes no corredor e ví uma luzinha vermelha piscando, seja quem for que estava lá, estava filmando aquela transa, eu dava tapas na bunda dela, puxava seu cabelo e ela começou a gemer muito alto, me chamando de safado, cachorro, elogiando o tamanho da minha rola, quando fui gosar ela se ajoelhou e me pediu pra gosar em sua boca, gosei tudo e ela ainda chupou até deixa-lo limpinho.

Nos arrumamos e fomos de volta pra festa, todos estavam alí no quarto ainda, mas o clima era bem mais sensual, haviam casais formados e ví que uma filmadora estava em cima do comodo, minha prima estava beijando um rapaz, eu nem percebí, mas estava de pau duro e marcado na calça...

isso deu o que falar quando a garrafa caiu na minha prima, mas isso fica pro práximo conto...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos chantagiei a o amigo do meu marido para me comecache:9sPphOOPSSEJ:https://idlestates.ru/m/conto_2200_corno-manso-e-viado.html boliche do bundão boladoconto com cunhada chantagistacontos eroticos gay problemas mentaiscontos eroticos meu amigo negao comeu minha mulhermamae me deu seu cuzinhotraicao consentida trai meu marido com uma mulhercontos de incesto arrombaram meu cu com forçacoloquei o dedo no cu da minha namorada ela endoidopelanca contos eróticoscontos eróticos de bebados e drogados gayscontos de uma coroa safadapapai furioso contod eroticossandalia superalta conto eróticocontos er deixa que levogozei com mamae conto incestominha mulher quer dar o cu p outro na minha frentecontos eroticos fudendo a mae travesticontos sadomasoquista mais uma gorda dominada parte 2relatos eróticos reais novinha primeira vezconto porno onde a crente casada da ate o cu para o amanteContos eroticos minha esposa rabudacontos de zoo trinamento de cao para casadasconto porno mulher crentevedio porno torcado pau no cu safado velhos dormindo novinharelato conto: meu me incentiva a usar roupas provocanteszoofilia mulher carente arruma um componheiro pra lir da prazerReatos eroticos quando eu era uma moça meu tio me penetrou com forçaTrasando com atiaContos eroticos pauzudo rasgou meu cuzinhocontos erótico pai ficou muito bravo ao saber que seu filho é gayconto erotico tomando banho com minha amigacontos lesbcos primeira vez co minha primaincesto primo bolinando prima pequena de cinco anoscontos eroticos esfoleando o cu da filhaContos eroticos com animaisconto lesbica professora dominadaconto erótico de pai fazendo o filho gay patinhaconto erótico na praia com a família da esposaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadoro dia em que passei a amar zoofiliacontos vi pau enorme cheio de veiasseios tezudos de gravida fotocontos erodicos de cabrito macho fazendo sexo com gostosa zoolofiacontos gays - sou escravo domeu marido viu os amigos dele me comerem contoscontos-gays fui arrombado por um bombeiro no motelpeguei meu pai comendo meu amigo conto eroticoNegras malhadinhas com muinta vantade de dar a bucetacontos de adolecentes escultando.adultos tranzamulher querendo contos eroticospaucasei a força contosconto erotico de enfermeiro aplicsndo injecaoVer buceta mulhere mas buntuda do mundo conto eroticos gay meu primo comeu meu cupassa manteiga no corpo e na busetacontos eróticos eposa e amigoporno sujo porra na boca guspe mijos e muita porcariacontos eroticos marido foi trabalhar e meu sobrinho me pegou no banhofilmando a minha sogra de saia limpando a casabudendo.cadela.no.ciu.vira.latacontos traiçao punhetacontos eroticos minha mae peludacontos gays cheirando paucontos servente de pedreiroprima perguntou se eu era virgemdepilano a buceta dela io cara comi elacontos eróticos frio inverno geladocontos tentei dar mas a buceta nao aguentouminha mae nao gosta de mim contos eroticos incestocontos eroticos na viagem comi sogra e mulher no carroamiguinha d minha bem magrinha putinha