Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PAULINHA DOZE ANINHOS

Bem tudo começou quando eu tinha 19 anos, ao lado de minha casa morava uma ninfetinha, vamos chama-la de Paulinha, tinha 19 aninhos de idade, mas já um tezãozinho de menina que já despertava desejos da rapaziada com quem eu andava. Paulinha apesar da idade sempre que estava-mos juntos na rua, rolava sempre uns papinhos de sacanagem e foi num desses papos que começou a rolar em minha cabeça a idéia de poder fazer uma sacanagem com a menina. Foi num desses dias que agente come até pedaço de mulher em revista que eu comecei a vê-la como uma mulher e não mais como a menininha que morava ao lado de minha casa. Já era noite quando a campahia de minha casa tocou, minha mãe atende e é a Paulinha querendo falar comigo, fiquei meio puto pois estava cheio de tesão e me preparava para bater uma punheta no banho, mas mesmo assim fui atende-la sá de toalha, quando a vi fiquei com mais tesão ainda, a menina usava um shortinho que quase entrava pela virilha dentro e um topezinho que realçava já seus peitinhos bem formadinhos prontos para serem deliciados. Já viram qual foi a reação, o pau cresceu na hora e os olhos de Paulinha quase pularam pra fora não conseguindo desviar o olhar de meu pau. Passado o impacto, mesmo rolando os papos de sacanagem entre nás fiquei um puoco sem graça com a situação mas a menina tratou logo de dizer o que queria, veio a minha casa me perguntar se eu poderia mas tarde ajuda-la a fazer um mapa para do trabalho de geografia, olhando aquele corpinho tesudinho falei que iria o mas rápido que podesse, assim que saisse do banho, paulinha ficou feliz da vida e disse olhando para a “toalha” que estaria me esperando ansiosa, já viram né, minha cabeça começou a maquinar como eu iria fazer uma sacanagem com a menina com seus pais em casa. Pronto meia hora depois estava eu batendo na casa de Paulinha, D. Maria, mãe de Paulinha vem me atender, me trata tão bem que quase que desisto de tentar investir na menina, mas o desejo fala mais alto e nessas horas a cabeça de baixo não pensa. Vou entrando e D. Maria pede que eu vá ao encontro de Paulinha, que já esta em seu quarto me esperando. Sento ao seu lado na mesa de estudos e começo a fazer o mapa do trabalho de Geografia quando de repente cinto a mão de Paulinha sobre minha perna, começo a ficar excitado com a situação, mas como rolar alguma coisa com D. Maria sua mãe, ao lado na sala vendo a novela; continuo a fazer o mapa e Paulinha dessa vez foi mas além ficando em pé por de trás de min e escostando o peitinho em minhas costas e com o rostinho colado ao meu me pergunta se vou demorar muito a terminar o trabalho, não pensei duas vezes virei-me e tasquei-lhe um beijo que a menina ficou meio paralisada, depois disso a coisa esquentou, Paulinha foi discretamente até a porta e viu que sua mãe cochilava, foi a deixa da coroa, nás não podia-mos trancar a porta para não dar bandeira, o jeito era arriscar, e naquele momento o desejo falava mais alto; Paulinha foi ao meu encontro e sem cerimonia foi logo pegando no meu pau que já estava quase estourando dentro do short, e cara a cara comigo disse que estava esperando por uma oportunidade dessas a tempos, que era virgem totoalmente na xaninha e no cuzinho, que não queria ser comida na xaninha mas estava louca para tomar no cú, escutando isso daquela menina não aguentei, botei o pau para fora e mandei que o chupasse, a menina não perdeu tempo lambia minha pica com maestria a safada, parecendo que já havia feito isso com alguém, não aguentei e gozei feito um cavalo, e a putinha engoliu tudo deixando meu pau limpinho. Levantou foi até a porta viu que a mãe ainda cochilava voltou para min e disse vai ou não botar essa pica gostosa na minha bundinha, sá de falar assim comigo meu pau levantou de novo a menina caiu de boca e salivou bastante, pediu que eu sentasse na cadeira ficou de costas para min arriou o shortinho, fiquei maluco sá de ver aquela bundinha impenadinha sentando no meu pau; foi meio complicado, meu pau é um pouco avantajado na largura e no tamanho fiquei com medo de que ela gritasse, mas a menina estava determinada, começou a rebolar devagarzinho a cabeça começou a entrar, paulinha pegou uma toalha e começou a morder para não gritar, não pude mais me conter peguei-a pela cintura e fui arriando a menina chorava, olhei meu pau por de traz e vi um filete de sangue, tentei tirar mas a menina era tinhosa, disse para deixar queria que eu inundasse seu rabinho com minha porra, foi um sobe e desce até que gazamos, eu metendo naquele rabinho apertado enquanto Paulinha alisava sua xaninha feito louca. Nos compusemos e continuamos a fazer o trabalho de Geogradia. Desse dia em diante durante um bom tempo rolou muita putaria entre nás e uma outra amiguinha de Paulinha, mas essa fica para depois...... Se alguém se interessou pelo relato ou queira trocar uns e-mails, entre em contato comigo pelo e-mail : [email protected] fico esperando ancioso pelo seu contatato.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


xvidio puta arreganha as perna p leva rola no.fundopediu pra ver a buçeta da aniginhacontos eróticos crentecontos roupa de biscatinhacontos eróticos gay primeira vescontos vendo minha prima sendo fodida pelo namorado acabei dando tambe betinhaconto erótico vestir roupa de menina sair na ruacontos erotico-meu cuzinho acostuma no teu paumamae japonesa me bolinandoO dinha que comi o cu da minhA mae bebAda contos,contos eroticos deliciadeflorar pau grosso punheta enteada contoscontos eroticos de como eu perdi minha virgindade aos 16Contos eroticos, meu rabo tesudo e buceta cabeludacontos perdi minha esposaContos eróticos incesto teens tomando banho com meu paicontos eroticos trai meu marido com meu chefecontos eroticos enrabada pelo professor de academiacontos eroticos gozei gostoso no estuproconto porno onde a crente casada da ate o cu para o amanteContoerotico meninas japonesas incestoConto gay hétero chantageadocontos menininha curiosa safadinhahistorias eroticas fudendo a madrata crenteguri gozando na lajecontos erotico você agora é meu viadinhocontos de incestos filho bem dotado paRte 2Conto erótico minha irmã me chamou pra ir ver a porta do guarda fato que quebrou e ela enpinou a bunda pra mimdona rita a crente tímida contos eróticosconto erotico comeu a visinhaf****** a b***** da vizinha gostosa de ladinhocontos eroticos eu e minha esposa cinepornocontos eróticos fode ai rebola vadia isso abre isso aí que pau grandesonhar q mulher está bulinando outra nulhermeu irmão mim fudeu sem camisinha e eu fiquei gravidalésbicas se ralando incerta com bucetacontos gays - sou escravo docontos eroticos - alta grandona bundudaconto erotico pai come nora e o filha vemete mete mete gostoso. contoschupou pau de flanelinha dentro do carrocondos erodicosconto aquela mulher mexeu na minha buceta cu teencarla dando a buceta ora o seu filho de 18contos eroticos chupadatava de sunga gozada no clube contoscontos eroticos guri faz buraco para ver vizinhacontos eróticos cantada na rua não resisti e traíconto erotico cornopeguei um menino pra comer minha buceta velha contosencostou o cotuvelo no meu peito fiquei loca conto eroticovideos para deixar o namoradoexitadoconto gay sendo estuprado em que a dor é maior que o prazercontos eroticos comendo mulhers deficientrhistorias de meninas que se masturbaram enfiando cenouras no cu e na checaconto minha buceta e rasa mais aquela pica gigante fui tudoconto eu doida pra gosar mas si tinha meu papaifode a mulher do irmao para provar que ela é uma putaPedi que ela trouxesse amigas pois eu queria porra...fui pego de calcinha pela minha irmacontos eroticos com enteadacontos erotico estrupando novilhascomendo e sendo comido por hipermegadotadocontos eroticos - comeu a sograeu, meu marido e uma trans linda contowww.dei a buceta com dez anos contoContos eroticos minha primeira vez foi quase um estupro e eu gosteitravesti vizinha surpresa contos eróticoscontos eroticos linguada no cuprima perguntou se eu era virgemcomo arrombar um cu virgem ticaContos erotiicos traindo mo resguardocontos de crosdressereschantagem zofilia e insesto conto eroticovagina que contrai o penisvídeos porno negras barriguda caidaenrabaram minha,esposa na piscina sem eu ver contos eroticosContos eroticos exibindo para o vizinhomulher gozando a um metro de distansia e mijandodei a buceta pro catador de lixoconto porno no colominha sogra ensinou a dirigir contos etoticosconheci a vara do meu padrasto muito novinha contos eroticoscontos eu minha esposa e um viadinhoconto erótico sobrinha. bem novinha fica esfrgando no colo do tio sem calcinhaconto gay troquei cu por empregoVovô me chupou os seios enormes de leite contos eróticos