Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A SOBRINHA


A sobrinha da minha esposa tem vinte anos. Vi essa menina nascer e fico surpreso como ela ficou gostosa: coxuda, com seios grandes e duros. Vou chamá-la de Samantha. Ela namora um rapaz há mais de um ano e tenho certeza que eles já transam, pois a mudança física dela foi gritante, típico de menina que já perdeu a virgindade. Já há algum tempo que venho observando-a e percebo como ficou bonita e confesso que fico com inveja do namorado, que deve estar metendo a piroca nela direto. Deve ser uma foda muito gostosa!
Quando nos encontramos, trocamos abraços apertados e adoro apertar a lateral dos seios dela, duríssimos! Gosto também nessa hora de dar uma encoxada nela, colocando meu pau duro entre suas coxas, mas ela não percebe a maldade, eheehe.
Os pais da Samantha têm casa de praia e todo final de semana eles viajam, deixando o apartamento sá pra ela. Lágico que ela não quer viajar com eles, preferindo ficar sozinha com o namorado, vocês já devem saber por quê...
Entretanto, aconteceu um lance muito estranho semana passada. Tive que ir a casa dela pegar um documento. Ela estava sozinha e me recebeu de shortinho e top, meu Deus que delícia! Abraços apertados como de costume e entrei no apartamento. Ela aproveitou que eu estava lá e pediu ajuda com um problema que apareceu no computador e ela não sabia resolver. Sentei na cadeira do quarto dela e fui ver o que tinha acontecido.
Consegui resolver, mas sem querer acabei abrindo uma pasta com várias fotos dela de biquíni. Perguntei onde ela tinha comprado e ela disse que sempre compra numa loja do Norte Shopping. Elogiei os modelos e disse que queria comprar um desses pra tia dela, mas não tinha idéia de tamanho, cor etc.
Ela perguntou se eu não queria que ela vestisse alguns pra ter uma noção de como ficaria na tia dela. Logicamente aceitei e ela então foi colocar o biquíni. Chegou ao quarto com um modelo preto e branco lindo, pedi pra dar uma volta e ela deu, mostrando todo aquele corpão de ninfeta.
Fiquei doido e elogiei muito, tanto ela quanto o biquíni. Ela sorriu e foi experimentar outros. Ficamos um tempão nessa, ela tem muitos modelos! Num dado momento, ela colocou um branco, muito decotado e perguntei se ela não tinha vergonha de ir à praia com um biquíni tão pequeno.
Samantha disse que se arrependeu de comprar e que nunca usou, que eu fui a única pessoa que a viu naquele biquíni. Sorri e disse que eu era um felizardo por ter visto ela daquele jeito e que ela tinha ficado linda. Falei pra ela que ela tinha um corpo muito bonito e perguntei se o namorado não ficava com ciúmes dela. Ela riu e disse que não.
Entretanto eu voltei pro computador pra perguntar umas coisas pra ela. Samantha, no entanto, continuou vestida com esse biquíni o tempo todo que fiquei lá. Eu perguntei se ela não ia se trocar e ela respondeu que estava muito calor e ia ficar assim mesmo, já que ela não vai usá-lo na praia, usava em casa! Eu dei uma gargalhada e disse que era melhor pra mim, pois ia ficar olhando pra uma gatinha linda de biquíni sem mesmo estar na praia! Ela sorriu e sentou no meu colo pra me ajudar com o computador.
Estranhei a atitude dela, mas não falei nada. Ela sentou em uma das minhas pernas e ficou mexendo nas pastas do micro pra ver se estava tudo certo. Nossa, que xoxota quente ! Num dado momento ela começou a esfregar a buceta na minha perna, perguntei o que era aquilo e ela confessou que estava com tesão, pois o namorado tinha viajado. Dei uma bronca nela, por eu ser tio dela e isso não estava certo. Muito filho da puta que eu sou, falei isso já com a mão por baixo do seio dela, mas sem tocá-lo. Ela se desculpou e saiu de cima de mim, dizendo que ia tomar um banho pra se acalmar. Mesmo assim eu pedi pra ela ficar mais um pouco. Agora era eu que estava alisando as coxas dela, sem medir as consequências!
Ela, vendo esse meu carinho, perguntou se eu não queria tomar banho com ela. Levei um susto e perguntei como ela faria isso. Samantha respondeu que me emprestaria uma sunga do namorado. Assim, desse jeito, eu concordei e fomos para o banheiro. Sá pedi pra ela fechar a porta do apartamento com tranca, pois se chegasse alguém não teríamos problemas, mesmo que se nás sá estivéssemos tomando banho com roupa de praia, ninguém entenderia nada e a confusão estaria formada. Ela me acalmou e disse pra confiar nela. Como ela cresceu mesmo...
Entramos no chuveiro e ela riu quando me viu com a sunga do namorado, apertada em mim e mal escondendo meu pau duro! Ela ria e perguntava porque ele estava daquele jeito.
Sorri e falei “- Você ainda pergunta? ehehehhe”.
Abraçamos-nos e ficamos assim embaixo dÂ’água um bom tempo. Depois peguei o sabonete e dei banho nela, ensaboei as pernas, bumbum, barriga etc. Depois foi a vez dela. Uma hora ela não resistiu e colocou meu pau pra fora, se ajoelhou e começou a mamá-lo. Eu disse:
“-Samantha, o que é isso?!”
Ela olhou pra cima, pediu desculpas e disse que não estava aguentando mais de tesão e além disso meu pau era lindo!
Depois desse elogio apertei o botão do foda-se e deixei rolar. Ela brincou com a minha rôla como se tivesse anos de experiência, lambia, chupava, punhetava etc.
O que me deixava mais excitado é que isso partia de uma garota que vi nascer e crescer e ainda tem o rosto de menina. Depois eu a levantei e dei-lhe um beijo gostoso. Acabei de dar banho nela, agora ambos sem roupa. Ensaboei-a toda, passando o sabonete naquela bucetinha linda e pequena, massageando o clitáris, o que arrancava suspiros dela. Lavei o bumbum, enfiando a mão lá dentro e cuidei dos seios lindos e duros dela.
Saímos do banheiro e fomos para o quarto dela. Samantha me deu um áleo da Natura, que passei nela toda. Ela gemia baixinho, eu comecei a masturbá-la com dois dedos, primeiro acariciando o clitáris depois penetrando aquela xoxota apertada. Ela não aguentou e soltou um palavrão e dizendo que estava gozando! O peitinho dela ficou arrepiado, bem como o corpo todo, que coisa linda. Os mamilos pequenos, os quais eu chupei com força, deixando ela mais louca ainda.
Samantha gemia; “- Que delícia tio, mama com força, mama, meu namorado não liga pra eles, sá quer saber de meter!”.
Ouvindo isso, mamei com mais força, abocanhando o peito dela todo e fazia massagem no outro. Fiquei revezando as mamadas um tempão, a ponto dela gozar sá com esses carinhos. Quando ela gozou voltou a mamar meu pau, mas ela estava nervosa, mamando com força, lambendo até a base e voltando, fiz o possível pra segurar o meu gozo, mas não deu, gozei em sua boca absurdamente. Ela não se fez de rogada e engoliu tudo!
Ficamos abraçados na cama dela nos beijando e falando pra ela da loucura que estávamos cometendo. Ela me tranquilizou e disse que era uma loucura maravilhosa e que jamais ninguém ia saber de nada, seria nosso segredo.
Ouvindo isso, dei mais um beijo nela e retomei as massagens. Encharquei o corpo dela com áleo, fiz muito carinho nela. De repente ela fica de quatro pra mim e sussurra com carinha de sapeca: “- Vem!”. Não pensei duas vezes, encharquei meu pau de vaselina e fui penetrando com calma, ela é apertadinha, uma delícia! Samantha soltou um gemido forte, depois comecei a penetrá-la com força, abraçando seus seios por trás. Dei várias estocadas nela a ponto dela gozar alucinadamente. Depois do orgasmo dela ela se vira pra mim e pergunta se eu estava de camisinha, ehhehe. Aí falei:
“- Agora que você pergunta? Não se preocupe, fiz vasectomia, não tem como eu fazer filho em você!”
Ela se virou pra frente e disse então pra gozar dentro dela. E foi exatamente o que eu fiz. Depois de várias estocadas naquele útero jovem, me permiti gozar dentro daquela xoxota macia. Que delícia, ela adorou o leitinho quente entrando nela.
Descansamos na cama e ficamos trocando carícias, ela é muito gostosinha, macia, linda, uma xoxotinha apertada, um tesão. Acabamos adormecendo. Uma hora depois fui despertado com um boquete delicioso, meu pau cresceu rapidamente. Olhei pra baixo e vi minha sobrinha mamando minha rôla e sorrindo pra mim, que imagem linda! Puxei ela pra cima de mim, dei-lhe um beijo molhado e ela pegou meu pau e colocou na bucetinha dela.
Começou a cavalgar lentamente sobre mim, ao mesmo tempo que nos beijávamos. Segurei seus seios e mamei-os com carinho e ela aumentando o ritmo da cavalgada, até que não aguentou e gozou mais uma vez. Aproveitei e gozei junto, que troca de energia maravilhosa. Fomos para o banho pra uma nova sessão de massagens. Depois me arrumei e fui embora. Sempre que podemos a gente foge pra ir ao motel namorar. È sempre maravilhoso.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos gozando nas calcinhas dekarolgoza na minha mulher contoconto viadinhoconto garoto chantageado a dar o cuContos eroticos iniciando as meninasbuceta casada curitiba do treizsContos eroticos dor no sacocontos eroticos de maridosirmatezudaContos minha mae me arrombou com consolo grosso site casa dos contosvelha peituda cheia de celulites contoContos eroticos sadomasoquismo minha mãe me obrigou a virar escrava do meu tiof****** a b***** da vizinha gostosa de ladinhoCunhada bunda site cellsexo porno safada do sitiotudo no cucontos meu cunhado é corninhotravesti de microsaia fica de pau duro na ruacontos de encesto casal aproveitando dos filhossem querer fraguei minha cunhada no banheiroo sobrinho do meu marido comeu meu.cuesposa santinha liberando o cuzinho para o sogroconto erotico pedi um desconto para o gerente e ele me encoxouTodos adorao meu cuzinho contos eróticoscontos de coroa com novinhocontos de loiras c****** trepando com negão estrangeiroconto erotico com gordinhaConto erotico no sitio casa de dois comodosconto erotico loura com 3 africanoscontos eroticos com tamanco salto altocontos eróticos com pai e filhaconto erotico comendo minha funcionaria no cpd mais ela e noivaconto aquela mulher mexeu na minha buceta cu teenfui arrombado contos gayscontos eroticos crente gordinha rabuda insaciávelcontos masturbConto tomando no cuzinhomulher emsabuando bucetacontos erroticos deixei o cu da minha prima todo abertoenrabaram minha,esposa na piscina sem eu ver contos eroticosconto viajando com minha esposame fode com esse pintãoquero assistir você para minha mulher rapadinha pau entrandocontos com teen fodida aos onze anos por tres roludosconto erótico fui adotadacontos eroticos bia fabricioContos implando porra na bocacontos eroticos reais padrecontos amante travestinetinha virge de sainha estruoocontos eróticos de bebados e drogados gayscoloquei a madame pra gritar no meu pau contoscontos meu primo me estrupo quando tinha oito anosgostosa.encoxada gozo nela q rla nei vioContos eroticos guspe na bocacontos erotico na prisãocontos eroticos fui putinhacontos de gay sendo humilhado pelos pauzudoNovinas putinhqs boqueteras contos eróticoconto menino. e.o.negaocontos erotico eu sou filho adotivo comi minha tiapeguei minha enteada contos eroticoscontos massagem colegaconto erotico espiando escondidoconto erotico barzinho depois servicoconto erótico casada arrependida na noite de carnavalcontos pego batendo punhetaFui enrabada pelo meu namorado contocontos eroticos dando para um caomeu marido bebeu e convidou meu cunhado pr durmi em casa e mi comemarcio buceta fabiana em porto Alegre