Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU, MINHA ESPOSA E O MÉDICO (PARTE IV)

Combinamos de ir a uma praia de nudismo, sempre fico com muito tesão quando vamos lá, principalmente quando levamos o médico da minha esposa. Ele sempre fica todo contente pois sabe que no final sempre acaba comendo minha esposinha safada. Como vocês já sabem, minha tara é oferecer minha esposa para outro macho e ficar olhando ela ser comida, quase sempre eu bato uma punheta. Chegamos na praia e fomos logo tirando a roupa e, nesse dia, resolvemos ir lá para o final, onde podemos ficar mais à vontade. Nesse dia minha mulher estava especialmente bronzeada, as marquinhas do fio dental estavam bem visíveis e também era a estreia da nova tatuagem que foi colocada bem juntinho à sua bucetinha, que estava bem depilada e com apenas uma pequena faixa de pentelho. Enquanto nosso amigo não chegava, ficamos passeando pela areia sá para mostrar aquela bucetinha para todos os homens que estavam ali, eles não tiravam os olhos dela. Eu sempre finjo que não estou vendo sá para encorajar os outros machos. O celular começa a tocar, o cara havia chegado. Fomos buscá-lo no estacionamento. É claro que estávamos sem roupa quando chegamos ao carro desse médico. Vimos que nosso amigo estava de pau duro ainda dentro do carro e minha mulher foi logo pedindo para ele se acalmar. Depois de alguns minutos tudo estava calmo e então seguimos para a praia, todos sem roupa, é claro. O combinado era que nosso amigo passasse protetor solar na minha esposa sá para começar a sacanagem. Nesse momento ele sempre aproveita para passar a mão naquela bundinha e, as vezes, até na xaninha. Depois, caminhamos pela areia e, na primeira oportunidade, mostro a nova tatuagem da minha esposa. Quando o cara olha para aquela bucetinha depilada e cheia de tatuagens, principalmente a nova, ele começa a ficar de pau duro novamente. Minha esposa pede calma e fala para ele baixar o pau porque ainda não era a hora de começar a suruba. Pergunto se ele não quer passar a mão na nova tatuagem dela e ele fala que sim mais não vai conseguir ficar com a pau mole. Enquanto dizia isso, foi logo passando a mão na nova tatoo da minha safadinha. O pau do cara ficou duro rapidinho e confesso que também fiquei excitado, tínhamos que disfarçar porque alguns casais estavam se aproximando e estávamos com as picas apontando para cima. Resolvemos sentar na areia, minha esposa ficou entre nás. Dessa forma conseguimos esconder nossa ereção. Discretamente, comecei a acariciar a bundinha da minha mulher, principalmente sua tatuagem. Nosso amigo não perdeu tempo e, discretamente, encostou os dedos na buceta da minha safadinha. Ela foi logo dizendo que era assim que gostava, um na frente e outro atrás. Passamos quase a manhã toda bolinando minha mulher. Estávamos com todos os dedos com aroma de buceta, e como é cheiroso. Resolvemos nos acalmar porque já estava na hora de irmos para outro lugar, queríamos comer aquela morena gostosa. Tomamos um banho de mar para refrescar. Fomos para uma pousada ali perto e, quando chegamos lá, ainda estávamos com roupa de banho. Minha esposa estava com um biquini minúsculo e ainda pedimos apenas um quarto para todos nás. A recepcionista sorriu e perguntou se iríamos querer privacidade na piscina. Dissemos que sim e então a recepcionista foi saindo e informando que não iria deixar ninguém entrar naquele final de tarde na área da piscina. Ficamos muito contentes e fomos logo mergulhando para refrescar o corpo daquele calor que estava fazendo. Minha esposa foi logo tirando a parte de cima do biquini, deixando seus lindos peitinhos expostos. Comecei a chupá-los e percebi que nosso amigo chegou por trás da minha putinha e começou a roçar o pau na bundinha da safada. Minha morena gostosa percebeu imediatamente que seu médico estava nú e com a pica no meio das pernas dela. Ouvindo isso, também tirei a roupa e ficamos sarrando com minha mulher dentro da piscina como se ela fosse o recheio de um sanduíche. Saímos da água e deitamos minha esposa em uma cadeira daquelas que tem nas piscinas. Ela estava ali, deitada sá com a parte de baixo do biqini, com as pernas um pouco abertas, com uma mão acariciando os seios e a outra passando naquela buceta estufada e perguntava quem seria o primeiro a comer sua xaninha. Educadamente, deixei nosso amigo iniciar, afinal de contas, primeiro as visitas. Fiquei olhando o médico da minha esposa se aproximar dela, passar a mão na bucetinha da safada e, lentamente, tirar seu biquini. Depois de tirar essa última peça de roupa ele me entregou e então percebi como minha mulher estava excitada. Seu biquini estava todo melado. Antes do médico colocar o pau na bucetinha da minha esposa, percebi que alguns funcionários daquela pousada estavam escondidos na mata, sá acompanhando tudo o que acontecia ali. Pelo balançar dos galhos das árvores, com certeza, alguns estavam se masturbando. Fiz de conta que não tinha visto, e continuei a apreciar a sensação de ver minha mulher levar pica de ouro macho, e como eu gosto de ver essa cena. Nosso amigo encostou a cabeça do pau na entrada daquela xaninha gostosa. Eu estava bem pertinho vendo tudo e batendo punheta, é claro. Vi quando aquele pau enorme começou a entrar na bucetinha da minha esposa, que sensação gostosa, nessa hora eu quase gozo. Ele deu várias estocadas na minha esposa, enfiando todo aquele membro duro na minha putinha. As bolas do cara ficavam batendo toda hora na bucetinha da safada como se também quisessem entrar. Finalmente o sujeito gozou feito louco. Assim que o cara gozou, ele tirou o pau da buceta da minha mulher e disse que era a minha vez. Não perdi tempo e fui logo colocando meu pau naquela buceta toda galada. Enquanto eu entrava e saia da xaninha da minha “neguinha”, via um monte de gala escorrer e isso me dava mais tesão. Segurei o máximo que pude mas a gozada foi inevitável. Ejaculei varias vezes na minha mulher. Foi uma trepada inesquecível. Quando tirei o pau da bucetinha ainda vi os funcionários da pousada se divertindo, agora eles nem estavam mais preocupados em ser vistos, eram três e estavam todos batendo punheta. Caimos na piscina todos nús e aproveitamos o restante da tarde ali mesmo. Comemos novamente minha mulher e depois partimos para nossas casa bastante satisfeitos.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos comi minha irmapapai reformo a casa eu novinha e gordinha dei pros pedreiro a força contosadoro usar as calcinhas da minha esposaSebastião, o vaqueiro que gostava de cavalgar 2cache:A_ULZ8FKkSgJ:okinawa-ufa.ru/home.php conto erotico coroa catadora papelaomeu marido abriu minhas pernas e tirou minha virgindadecontoseroticos anal brital no acampamentolembranças contos eroticoscontos gay transformado em putaquando me masturbei saiu bastante gosma da minha buceta será que gozei?contos eroticos com catadora de papelcontos eroticos incesto o retorno de maria alice na casa do padrinhocontos chantageando minha mae peituda no matocontos minha enteada minha amanteconto erotico gay cuzinho cagando piscando matocontos eroticos incesto a neném do papaicontos eroticos vendi meu marido pra ex deleZoofilia com mais drenacontos meu marido descobriu quando cheguei arrombadacontos de incestos detei de conchinha fiquei de pau duroconto ele comeu minha noivamamae beija filhinha contosconto de sogra dando para genroContos eróticos, o amigo do meu marido encheu minha boca de galacontos eróticos sai de casa de vestido sem calcinhacontos eróticos Paula vizinha casada gostosavidio de mulheres sendo emcochada ela fica de calcinha toda molladacheirei o fundinho da calcinha usada da minha tia safada contosele pega ela nos ombros pra chupar sua bucetacontos de homem que teve relacoes sexuais com a mae com buceta raspadarossou em mim contoscomi minha tia gorda rabuda contosesposa cheia de porra na praia de nudismo casa dos contoscontos: safadezas de um velhocontos eróticos de negrinhas que gosta de fuder com homem brancos mais velhosminha noiva com porra dos macho pra mim contoscontos/como mamei meu primeiro caralhocontos eroticos engravideipediu pra ver a buçeta da aniginhacontos eroticos gay o inicio de tudofingi que dormia pra ver ela meter contoseu sempre quis,contos eroticoscolocando no cu dela bem devagar dormindotudinho no meu cuzinho contosminha irmã no meu colo contisconto erotico mae,filha e fazendacontos eróticos gay com homens dotados no churrascocunhadinha de 10 sem calcinha conto eroticocontos corno e pintinho fio terraCONTOS ESPOSA CORNO ANDREAconto damdo p o comedorcontos eróticos gay com homens dotados no churrascocontos eroticos gays negrosajudei meu marido fude nosa filacontos eroticos de coroasna davela os homens nao tem frescura conto eroticocontos eroticos Araguaina Toconto na festa aqui em casa meu primo comeu minha maeContos eróticos boca maciagarota no cio brincando com cachorrocontos eróticos esfregaçãoconto erotico viado velho humilhado por macho dominadorcontos de mecânicos casadoscontos no orfanato gaycontos eroticos pauzudoEu morava sozinho na cidade a filha do meu amigo ela veio do interior pra ela ser minha empregada conto eroticocontos eroticos carona com pai e filhinhacontos pornô casal fudendo com a empregadinhaContos eroticos comi a força a minha tiacomtosgay comi o cuzinho do meu irmaoContos eroticos com chingamentocontos eroticos empregadinhas cagando no pau do prataomeu tio safado gosta de mim ver de vestidinho curto pornoMeu genro quer me comer e agoracom mulher esforçado nos baile funkvesti as roupas da minha mulher por curiosidade fui flagrado pelo vizinho e virei sua putinha gaycasa dos contos eroticos/Três é demaisconto+foi+arebentado+grupo+travestescontos sou puta e insaciável por rolaContos gays arrombado na borracharia por varios usando fio dentalConto de puta esporrada por muitos machos no barcontos erotico eu minha esposa e meu primocontos eróticos virei marido da minha irmãfui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticoprimas contos eróticocontos eroticos espadinho com o pau brincadeira de lutar comi o viadinho. contosFernanda jeitim nuacontos de incestos mae puta e filho espertoporno chupando buceta de cocararTransei com minha prima brincando de esconde escondecontos gays seu tiaoapremira vez da fenandinhaMostre minha rola cabeçuda para o cone e falei que ia comer sua mulher quando eróticoscontos casada cago no pau do negraohetero activo contohttp://idlestates.ru/m/conto_16695_foi-pra-ser-chupado-e-o-negao-me-comeu.htmltia s***** rebola bem muito Encosta a bunda no pau do sobrinho dançando funk