Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SEXO SELVAGEM A BASE DE TAPAS E CHICOTE

Rita é senhora de 48 anos ? contratada para ser minha interprete na Alemanha, ate ai nenhuma novidade.rnComo de praxe observei ela na primeira semana antes de ir para a Alemanha passei todas as instruções e da importância do meu trabalho para empresa.rnMas notei que a cada ordem mim, o olho dela brilhava e isto já estava me dizendo alguma coisa.rnFomos almoçar em uma churrascaria do Centro e durante a conversa, informei que durante a viagem eu poderia não estar no meu quarto, porque iria procurar uma Mulher (para ser minha escrava com um amigo que morava na Alemanha, ela apenas (olhou com ar de tristeza, na hora na lata ou eu POSSO USAR VOCE MESMA)...ela sorriu...rnEntão partimos para a viajem de trabalho conheci o marido dela no Aeroporto de Guarulhos, nos despedimos e partir rumo a Alemanha, chegando lá tudo certo e ela foi para o apartamento dela e eu para o meu, ate que estava tranquilo.rnMas algo me despertou, eu disse ainda no Brasil para ela que ? quero a você depilada e sempre perfumada, bom fui conferir se ela tinha obedecido a minha ordem, porque senão procuraria outra pessoa a noite.rnBati na porta ela abriu eu não disse nenhuma palavra, fechei a porta levantei a saia dela e observei que tinha sido obedecido, então dei um beijo longo e ardente, a mandei tirar tudo, enquanto as caricias tomam um rumo mais atrevido. Pequenos tapas eram dados, fazendo-a se sentir submissa. Você gosta sua safada, você gosta de apanhar? hoje irei saciar todas as suas vontades, você vai ver. Lágico que era provocação pura eu coloquei ela de costas, de 4 mesmo (aquele rabão exposto para mim), ao mesmo tempo palmadas eram dadas naquela bunda deliciosa. A partir desse momento, eu peguei um lenço, vendei os olhos dela e a deitei na cama.rnSai e fui para o meu quarto apás 30 minutos voltei ao quarto para ver como estava, tirei a venda e ela esta muda, mandei tomar banho e se preparar para o jantar...rnVoltei para o meu quarto que eu tinha deixado tudo preparado para uma noite de sadomasoquismo.rnFomos jantar e eu disse a ela que seria a minha escrava, cadela, devassa, e submissa na hora e no momento que eu quisesse, ela não conseguia para de me olhar durante o jantar.rnNo final do jantar subimos para o meu quarto direto (não deu tempo nem da digestão ser realizada), tão alto era o calor do tesão que ela estava sentindo e do prazer de dominar aquela mulher.rnEntrando no quarto amarrei as suas no alto de um poste no meio do quarto e em pé, vendada e sem saber o proximo passo, ela ia imaginando tudo que eu faria com ela, fui roçando sua rola na bunda dela e dando mordidas com vontade nas suas costas, enquanto minhas mãos vão acariciando seus peitos (aperto o biquinho do seio dela), suaves gemidos eram ecoados por todo o quarto, passei a mão na xota dela (estava como um rio, igual a sua que esta lendo agora, ou você de pau duro).rnAgora eu começo a pegar mais forte, pego um chicote apás se afastar e sem ela esperar dou uma chicotada leve, ela solta um grito, não de dor, mais de prazer. Vendo que ela gostava, continuo a bater sem reservas, e de vez enquando para dar uma aliviada nas chicotadas, nestes intervalos caricias eram feitas naquele corpo a minha boca percorria toda a parte de trás dela, tocava meus dedos com firmesa a xota dela, sussurava pergunta, tá gostando cadela? vou tirar seu couro esta noite, você vai ver, espera.rnEla disse eu quero mais da um tapa na cara dela, toma vagabunda, e o tapa estala em seu rosto !!! submissa, a cabeça do cacete esta estourando de tesão ? ai eu comecei a enfiar a rola nela, castigando aquela a xota dela ainda de costa com bastante vontade, eu metia com força, com uma mão ele segurava os cabelos dela e com a outra ele controlava a situação e metia na xota dela, enfiavas na xota dela, com estocadas profundas faziam ela urra, e gemer, tirei a rola daquela xota (que ficou parecendo a boca de um copo americano), e imediatamente meti no seu rabo.rnAo alcance da minha mão estavam tudo que ele iria usar, peguei uma palmatária ele enquanto metia, batia naquela bunda com vontade, enquanto se inclinava sobre ela para morder sua costas e seu pescoço, o vai e vem de seu quadril, fazia ela gritar, tirei a venda e desamarrei, tirei o cacete de dentro dela e a levei para a cama ? coloquei ela de 4 e meti sem dá e piedade naquele rabo, não gozei e mandei ela me esperar para eu ir ate o banheiro, me lavei e voltei.rnColoquei na xota dela era longas metidas, agora eu castigava com vontade aquela buceta, e enfiava ate quase entrar a bolas, ela gritava cada vez mais e isso fazia eu sentir mais tesão. Agora eu coloquei ela na posição frango assado, enterrando todo meu cacete nela, enquanto eu batia naquela cara, diz que você está gostando, diz sua puta, tomo rola, toma sua cadela, eu chupava e mordia seus peitos até arrancar da boca dela gemidos e suplicas de quero mais. Com minha rola todinha enterrada naquele xota, ai eu agora pego um cacete de borracha 23x6 cm (monstro) e enquanto metia sua rola naquela xota, eu metia aquele cacete de borracha no cuzinho dela. Ela rebola e seu cuzinho ia mordendo o cacete de borracha, depois de longas mordidas, eu não aguentava mais e grito, euuuuuu estou gozando sua vaca gostosa.rnUm longo gozo, e nem mesmo assim meu pau fica mole,e as enterradas continuam sem que eu tire seu pau para fora depois do gozo, agora eu já sabia que ela devia ter gozado umas 6 vezes, agora eu quero ela chegue a plenitude do prazer. E uns 30 minutos depois ela goza abundantemente no meu cacete e eu também.rnNo outro dia no hotel todos sabiam que eu era o dominador do quarto 19 do Maritim Hotel Stuttgart, fechamos o acordo e ela hoje é minha Diretora de RH, sempre vem tomar leite na fonte (ela ama tomar ele de saco).rnrnMULHER: CASADA DIVORCIADA SOLTEIRA EMPRESAGADA OU EMPRESA tem uma fantasia de ser dominada, submissa, cadela...ou quer deixar de ser curiosa me escreva - [email protected] ou [email protected] certeza eu deixarei você com muita vontade de experimentar esta sensação de ser uma PUTA DEVASSA por um dia !!!!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


papai furioso contod eroticoscontos eróticos,ai ai fode meteconto erotico flagra filhaesposa de langerycontos eroticos transformado em putasexo peladas meladas de margarina no corpo inteirocontos ninha cachorra chupou minha bucetacontos eroticos incesto vetidicocontos depois de velha fui arrombadatraiminha namorada com o pau na cara contos relatos estorias eriticoscontos eroticos minha prima hermafroditaconto porno meu irmao me comeu eu dormindo"contos eroticos" amiga nudismoContos erticos trouserao meu marido bebado pra casaconto de o tenente me chupou muito gaydormi bebado perdi as pregascontoserotico meu tio pegou minha esposacontos eroticos meu amante arrombava eu e minha filha e meu marido descubriujato forte coroa vomitaconto erotico fui comida pelo mendingo de fio dentalconto érotico patroa loira fucionario negroirmã irmão estudando lá no exterior não tinha feito ela com tesão ele com tesão meteu a rola nela bem gostosoduas irmas com peitinhos crescendo e o irmao chupandoContos eroticos sem camisinha cdzinha gostosacontos negras visinhas gostosasfudeu a presença contos eroticos meu cunhado estourou meu cabacinhosamba porno buceta com sujeiras brancasdeixei meu sobrinho me ver nua contoscontos eroticos na praiabucetas lindaszoofilia dssascontoseróticos dei mamarmulheres adoram ficar peladas cheio de manteiga no cucontos eroticos gang bangconto erotico gay minha mulher e euSeios grandes e buceta Luisinhacontos filho fudendo com a maecontos bebe safadacontos de chorei com a pica de meu avô no cua priminha de 14 contoscontos bolinadas no parqueContos eroticos com o rodo do banheirocontos gays comessado pelo primotia mastruba seu sobrinho mangaconto erotico sou enfermeiro e nso resisti e comi a novinha dopada no hospitalnovinha trepranndo com namoradocontos minha tara no bundao da mamaexoxota toda ardida com a madeira dentrodominando com sadismo conto. eroticofrancisca coroa ruiva contos eroticoscontos eroticos cu da enteadaencoxador no tremwww.conticos eroticos comie uma novinha num dia que estava chovendocontos comi a mha filha novinha virgemcontos eróticos de filho com sua mãecontos eróticos medindo com meu gordinhoconto porno gay putinha de várioscache:TjHC3uy6Jc0J:idlestates.ru/conto_5450_comi-xota-e-cu-da-maninha-e-o-cu-do-irmaozinho.html Goiás borracheiro endereço conto gay de calcinhasogro velho e genro gay contoscontos eroticos tia cagonaagozando pelo cu contos eróticosFotos de mulheres com opriquito melado e de fio dentalcontos casadas malandrasrelato de corno que deu a esposa para o cunhadoConto de puta esporrada por muitos machos no barcontos fode-me paiconto gay moleque mijou.em.mimconto escrito ese ano cavalono nuamulher fica no ralarala com homen e fica com aa cacinha molhadaconto erotico teen sendo enrabadauso fralda e calça plástica feticheela me contou que estava toda assada de fuder a noite todacontos eróticos cavalocontos eróticos com enteada caipirasera q meu marido ja ficou com travesti peguei ele vendo videocontos reais minha mae chupou minhha bucetaduas irmas com peitinhos crescendo e o irmao chupandoporno doido mamadas terminando na bocscontos eróticos a doida tia de vestido vi a calcinha delatravesti linda barriga de tanquinho gostosa metendo vídeo liberado metendo gostoso peitudaflagrei minha enteada de babydollMulheres solteira salvdorestrupei minha tia-contoseroticospadrasto entra no quarto da intiadinha gostosa e transa com elameio dormindoconto erotico incesto sonifero filhaMulher dando cu pra coroa do pinto torto contosme foderam muito cedo contoseroticoscontos eróticos férias com porracontos eróticos de pastor comendo um travestivou contar como realizei minha voltade de trepar com dois e der duas rolas na buceta