Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ENRABADA PELO PAI DA MINHA AMIGA

Olá, rnHoje venho contar mais uma de minhas aventuras, lembrando que são fatos reais, experiências maravilhosas que eu vivi, dessa vez com o pai da minha amiga. Utilizarei nomes fictícios. rnEu e a Ana somos amigas desde infância. A Aninha é filha de pais separados e sempre morou com o pai. Sempre foi um hábito uma dormir na casa da outra. Quando eu tinha uns 19 anos, já via o pai dela, o ?tio Luciano? ? era assim que eu o chamava - me olhando de forma diferente e eu até gostava, mas não entendia direito.rnOs anos foram passando e nos tornamos jovens mulheres, eu com 20 anos e a Aninha com 19, sempre que saíamos de balada o ?Tio Luciano? ia nos buscar e sempre fazia questão que eu dormisse na casa deles, para fazer companhia para a Ana que é filha única.rnO Tio Luciano tem 42 anos, é dono de um sorriso encantador, moreno, pele queimada do sol, cabelos, castanhos escuros e lisos, 1,80m e uns 85kg distribuídos em braços fortes, pernas grossas .rnHá uns 2 anos vínhamos trocando olhares mas um nunca dizia nada para o outro... Todas as vezes em que a Aninha pedia que eu fosse a casa dela, eu me produzia toda sempre com as melhores roupas, sapatos, perfume, etc com objetivo de chamar a atenção do tio Luciano. rnEis que um dia, ao sair da balada com a Aninha, lá estava o Tio Paulo a nossa espera... Fomos direto para a casa deles. A Aninha estava tão cansada que disse que iria dormir no banco de traz e que era para eu ir na frente ...rnAo entrar no carro o tio Paulo nos disse, olhando para mim: Vocês estão lindas! Vamos para casa, já esta tarde... ou melhor já é cedo? rnNaquele dia eu estava com uma saia curtinha, rodada, de renda preta, uma blusa meio transparente branca justinha, e uma sandália de salto de uns 10cm. rnFomos direto para casa e os olhares do Tio Paulo alternavam entre minhas pernas e o volante... sá de ver o desejo nos olhos dele, já me enxia de tesão, então não pensei duas vezes... peguei a uma das mãos dele e coloquei sobre as minhas coxas, dizendo que estavam doendo por ficar muitas horas dançando de salto... Ele me olhou de forma devoradora e não disse nada, olhou no retrovisor para se certificar de que a Aninha estava dormindo e continuou com a mão na minha coxa e começou a alisá-las. Então, eu sentei com as pernas entreabertas e ele começou a subir a mão a quase chegar na minha bucetinha que a essa altura já estava molhadinha e até latejava de tanto tesão...rnEnquanto isso eu comecei a passar a mão no pau dele, que estava duro e dava para sentir cada vez que latejava o que me enlouquecia ainda mais... ambos estávamos loucos de tesão então coloquei a mão dentro da calça dele e comecei a acaricia-lo... apenas por cima da cueca pois tínhamos que ter cuidado, por causa da minha amiga que dormia no banco de traz.rnChegando em casa, acordamos a aninha que foi tomar um banho antes de dormir... O quarto da Aninha era uma suíte então enquanto ela tomava banho de portado banheiro fechada eu comecei a me despir com a porta do quarto aberta para que o Tio Luciano me visse... Ele parou em frente a porta do quarto e ao vê-lo me olhando eu comecei a acariciar os meus seios o que encheu o tio Paulo de tesão e então, ele me arrastou até a cozinha pelos cabelos fazendo gesto de silêncio e me encostou na parede de costas para ele e meteu aquela rola gostosa no meu cuzinho. No começo doeu um pouquinho mas eu estava com tanto tesão que esqueci da dor... Ele metia aquele pau imenso inteirinho no meu cu... com movimentos cada vez mais bruscos o que me dava mais tesão ainda... Minutos depois a Aninha desligou o chuveiro, e estava tão cansada que do quarto mesmo falou em voz alta: Ka, vc está aí? Então eu respondi ?Estou na cozinha tomando um café e já estou indo dormir?, ela respondeu: OK, não vou te esperar pois estou com sono, boa noite? Eu apenas respondi ?Boa noite? Enquanto falávamos ele metia o pau de var no meu cuzinho, mas no momento em que ela disse que estava indo dormir e ao ouvirmos que a porta do quarto havia sido fechada ele tirou aquele cacetão do meu cu e disse, ?vem dar um beijinho vem... minha putinha? e eu comecei a mamar naquela rola gostosa enlouquecidamente depois ele se sentou em uma das cadeiras e eu sentei naquela rola gostosa, enquanto eu cavalgava ele beijava e lambia meus peitos aquilo me encheu de tesão e eu gozei... deixando aquele cacete ainda mais molhado, então ele me colou de quatro e disse: Eu vou encher seu rabo de porra, sua putinha! Então ele começou a comer meu cuzinho novamente, com muita força e eu gemia baixinho, num misto de dor e tesão o que o deixava cada vez mais excitado... eu conseguia sentir aquela benga latejando no meu cuzinho... pouco tempo depois senti aquele lentinho gostoso encharcar meu rabo e escorrer até minha bucetinha... rnEstávamos satisfeitos... então, fui tomar banho e dormi feito uma pedra... Na manhã seguinte apenas me restavam as lembranças de mais uma noite sensacional, fechada com chave de ouro!rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos ninfeta lesbica fodde casada hererocontos eroticos gay meu tio de dezessete me comeu bebado quando eu tinha oito anosConto porno coroa e netiaContos eróticos cearáConto minha esposa dando pro policialmulher trai marido pela primeira vez e perdi o cabaço do cu com super dotados contos eróticoscontos eroticos q bocA e essa desse baianodou meu cu para meu amigo colorido contos eróticoso dia em que passei a amar zoofiliacomi minha cunhadinha contos eroticoscontos de sexo a chupada da minha maecontos eróticos de bebados e drogados gayscontos com letras grandes , a rabuda e os dois travecosEnrabei a sobrinha da minha esposa contoscontos eróticos "peladinho" sobrinhohomem maduro contando porque deu o cuconto erotico cuzinho virgemcontos eróticosprimoscontos eróticos encoxada no ônibuscontos de coroa com novinhogordinha contando suas trepadas c ontocontos eroticos negrinha casada ficou bebada na festa mais de treze caraas fizeram suruba com elacontos erotikos menina de menor dando o cu a troco de balaconto erotico na funerariasou coroa loira e resolvi dar o cu com 53 anosacabei comendo meu amigoContos heroticos de mulher que soltou um pum na hora que tranzavaContos eróticos bdsm Ele costurou minha bucetacontos traiçao punhetaimcestos minha filha novinha cabacinho quiz fuder compapai vfui trabalhar e meu marido usou minha calcinha fio dental contosconto minha mulher gostosa da academia trepa com os personais e amigo,smamae beija filhinha contosmendiga pedindo pra comer seu cu apos o dela era vigemnetinha safada adora sentar no colo do vovô contos eroticosreal conto cunhadocontos erótico proibido na net chatagiei a sobrinhacontos crente casadascontos eroticos me arromboucontos eroticos de incesto mae massagista faz massagem no filho adultomimi apaixonei pelo novinho de pau grande contos gayconto gay zoofilia com galinhaConto erotico levantaram minha microsaia e me comeram gostosocontos eroticos de spankingescandalosa enrabada contoscomtos bdsmcontos sobrinha casadaFILHA CHORA QUANDO O PAI EMPURO A PICA NELA PORNOdei o cuzinho é fiquei arrombandocontos erótico acabei indo pela primeira vez num sítio de naturistaviciadopor bundas super rabudasContos eróticos gay homem enfiou cu pivetinhochantagiei minha sobrinha contosMe comeuerotico menininhachantageei e comi a secretariacontosmeu marido quer fode meu cu mas to com medocontos eroticos comi meu cunhadoesposa rapaziada contostetas da sogra contoscontos eróticos peguei ela se masturbandocontos velho nojento pauzudoconto porno meu pai me come e minha mãe no falar nadaconto eróticos professor de biologiaconto erotico vadia puta bucetameu cu no formato da contosxvideos suspreendendo o filholer contos pornos eletrecista mi comeo no hotelconto gay camisolinhacontos eróticos comi minha vizinhafudendo a sogra conto ingenuaConto erotico sogro estuprando nora e gozando dentrodevolvendo esperma no pau do bem dotadoO velho asqueroso quebrou meu cabaço e eu gozeivideo safadecavirei puto dos segurancas sadomasoquismo conto gaycontos sexo cabaso samgrandocontos gozei pelo cu