Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

GAROTINHO DO PAPAI (PARTE 1)

Lembro como se fosse ontém. Na época eu estava com os meus 19 pra 19 anos. Morava em um bairro nobre do Rio de Janeiro.rnMinha mãe é enfermeira e meu pai é dono de uma loja de roupas bem conhecida no Rio de Janeiro com 19 filiais. Tenho uma vida bacanarn mas nunca fui metido e também nunca gostei de aparecer. Eu ainda era um muleque que adorava brincar, jogar bola e correr. Sempre tive rnpernas bonitas e sempre fui bem branquinho. A histária começou em um sábado em que minha mãe teria que dar plantão no hospital. Meu rnpai fica em casa aos sábados e trabalha apenas por telefone. Foi um sábado como qualquer outro. Eu saí pra brincar com meus amigos ernestava brincando no playground do meu condomínio. Estavamos brincando de polícia e ladrão e eu como ladrão, fui me esconder em umrnespaço perto da garagem que tinha uns tapumes (placas de compensado de madeira) encostados na parede. Eu sei que foi muito rápido,rnaquelas placas cairam em cima de mim e eu fui pra casa machucado e chorando. Meu pai levou um susto e depois de saber da histária, rnme deu uma bronca de leve e mandou eu ir pro banho. Quando eu estava saindo do banho, meu pai entra no quarto com um vidro dernmerthiolate nas mãos e manda eu deitar na cama pra passar onde estava ralado. Eu odiava aquele remédio. Ardia demais e era semprernum sacrificio pra passar no machucado. Meu pai sempre me tratou com muito carinho. Coisa de filho único meio mimado. Ele passou nosrnmeu braços, e na perna. Quando chegou nas costas, ele passou perto do meu bumbum. Reclamei que estava ardendo muito então ele rnassoprou bastante pra aliviar a dor. Ele me perguntou:rnrn- está melhor agora? Está ardendo muito?rn-não papai, agora esta melhorando.rn- que bom! Papai vai cuidar de você.rnrnNessa hora senti um beijo na minha bundinha, bem no reguinho e me arrepiei todo.rnrn-Você está ficando um garoto muito bonito meu filho. As meninas devem pegar no seu pé.rnrnEu dei uma risadinha meio sem graça e pedi pra ele assoprar mais um pouco.rnrn-Papai, assopra mais um pouquinho.rn-Papai faz que você quiser filhote.rnrnPapai assoprou um pouco mais e começou a fazer carinho no meu corpo todo dando preferência a minha bundinha claro.rnrn-Está gostoso filho?rn-Aham. É bom.rn-Papai adora fazer carinho no filhote.rn-Adoro o seu carinho também pai.rnrnNeste momento, papai se levanta da cama e tira a camisa e a bermuda ficando de cueca e deita do meu lado continuando com as carícias.rnrn-Eu vou deitar um pouco com o meu garotinho. Sinto falta de quando você dormia e tomava banho comigo quando era menor.rnrnNaquele momento eu me senti realmente como se fosse um garotinho ainda. Me senti um bebezinho sendo cuidado pelo pai.rnrn-Filho, faz uma massagem gostosa nas costas do papai?rn-Faço.rnrnEle deitou de bruços e eu fiquei em cima da bunda dele. Eu peladinho e ele sá de cueca. Eu já estava acostumado a ver o papai de cuecarnou pelado. Nunca tivemos esse pudor um com o outro. Eu adorava ver papai pelado com a pica balançando pra lá e pra cá. Imaginava sernum dia o meu também ficaria grande daquele jeito.rn Comecei a fazer a massagem nas costas do papai. Corpo grande, pelos bem distribuidos em todo o corpo, poderia dizer que ele erarnum modelo de macho daqueles que deixam as mulheres doidas. Depois de uns dois minutos acariciando as costas do papai, ele pede prarneu levantar um pouco e tira a cueca ficando pelado também.rnrn-Pronto, assim fica melhor. Pode continuar que o papai ta adorando.rnrnEu estava tão adimirado com o corpo do meu pai, eu nunca tinha reparado tanto nele. Estava adorando sentir sua pele e pelos entre os meusrndedos.rnrn-Papai, você é muito bonitão. Será que eu vou ser igual a você quando crescer?rn-Hahahaha... Filho, acho que você vai ficar mais bonito que eu.rn-Pai, será que o meu piru também vai ser grande igual o seu?rn-Claro filho. Mas o meu não é tão grande. É por que você sá viu o meu e acha que ele é o maior do mundo. Deixa eu ver o seu, vira pra ca.rnrnSaí de cima de papai e me virei pra ele ver o meu pinto. Ele olhou e pegou esticando a pele e puxando o prepucio. Lágico que eu fiqueirnexcitado com aquilo. Papai deu uma risada gostosa e disse que eu estava virando um moço.rnrn-Papai, eu posso ver o seu também?rn-Claro meu garoto. Pode fazer o que quiser.rnrnEle virou pra mim e eu pude ver de perto aquele monstro. Era grande com o saco enorme e parecia ser bem pesado. Peguei, e fiz como elernfez em mim. Estiquei e puxei o prepucio. Papai fechava os olhos levemente e gemia bem baixinho. Eu sabia que ele estava gostando.rn Papai veio com a mão na minha nuca me puxando pra perto do seu pau:rnrn-Da um beijinho nele dá.rnrnCheguei perto e dei um beijo na cabecinha. Senti um cheiro gostoso de macho que me deixou doido. Papai empurrou um pouco mais minharncabeça e aquele pauzão entrou pela minha boca. Papai soltou um gemido entre os dentes. Foi aí que eu comeceu a melhor chupeta da minharnvida e com a pessoa que eu mais amo no mundo. Enquanto eu chupava papai me ensinava.rnrn-Isso meu garoto. Chupa gostoso. Assim. Cuidado pra não encostar os dentes. Isso. Faz o papai feliz.rnrnFiquei mais ou menos uns 5 minutos chupando quando senti papai se contorcer todo:rnrn-Ai filho. Eu vou gozar na sua boquinha gostosa. Engole tudinho. Engole o leitinho do papai. Ahhhh...rnrnO pau de papai engrossou na minha boca um pouco antes de despejar seu leite bem fundo. Engasguei um pouco mas engoli tudinho. rnAdorei o leite de papai e sabia que a partir daquele dia, papai me daria seu leite quase todos os dias.rnrnContinua na parte 2rnrnNa segunda parte eu conto como foi que gozei a primeira vez e perdi a virgindade do cuzinho com papai.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos porno de casadas violentadas por caminhoneirocontos minha esposa vigia a casa pra eu fuder a visinhachupadinha no xibiu contoscontos erroticos garroto comeu minha mulher dormindocontos eróticos o cuzinho da Gisele2paus nu mesmu buracuContos eroticos meninas x gorilascontos chavecando o cuzinho da coroacachorro lambendo a buceta com esparadrapo abrindo o cuzinho contosCasa dos Contos Eróticos humilhando a sogracontos eroticos casadas 50 anoscontos eróticos gay foi no sítio é achou uma calcinhacontos eroticos reais minha cunhada me seduziu e eu comiContos namorada velho caminhoneirocontos tava batando uma derrepente minha prima me pegacontos bi vi meu pri meter na prinha prima fiz ele comer meu cu e eu fudi elácontis eroticos i inimigo numero um do meu paicontos eroticos na praia meu sogro me comeucontos de quen comeu coroas dos seios bicudosenfiando a perna da capeira na bucetacontos eroticos d filhotes mando mulherescu atolado vestido voyeurcontos eroticos podolatria chupando pes de noivas ssentou no meu colo conto eroticoContos bct larga adoroogarotos safadinhos picas e bundas videosJaponesa de salto conto eroticoconto de cabeleiro comendo o cu do novinho sem penapincelar no cucontos eroticos gozei quando as duas picas entraram no meu cucontos eroticos sou casada realizei o desejo do meu sobrinhoContos eroticos louca quando dois machos chupam gostoso as minhas tetascontos erótico arrependimentos e chorandoxvidio negro do pau grande ofereci diero pra minha mulher troca sexonao contar para ninguem da familia. Quando eu achei que o papo ia terminar ali, ela me fez a pergunta que levou a tudo: perguntou porque eu tinha tanta coisa sobre lésbicas incestuosas no pc? Quando ela me perguntou isso, confesso que pensei em desconversar, mas aí pensei também que ela não faria essa pergunta à toa. Aí comecei a falar que aquilo me excitava muito, que gostava de ler sobre aquilo. Sem brincadeira, acho que a gente deve ter ficado uns 10 segundos em silencio ali na cama, depois que eu falei isso. Uma olhando para a outra. Aí, ainda bem, ela tomou a iniciativa, colocou a mão na minha perna e perguntou: Você pensa em mim?  caralho anaconda destruindo cucontos de incestos quebrei a pernacontos eroticos zt i: blackmailvideo de presediario comeido buseita na cadeia no dfgostosa gordinhas tirando cabeçacontos e fetiches minha enteada minha perdiçãoputa do meu funcionário contoMenina q ta tezao encosta no irmao ddespistadocontos erótico de lesbianismoMe comeu e comeu meu maridoconto fala todas solteiro cornoconto madrasta fudida a forçarecem casada safada contos eroticoscontos eróticos meu marido eu e meu alazãoconto erotico de gravida com consoloconto erótico sentada melcontos eróticos miha mulhere fica masturbando vendo travestiloira gostosa goza sozinha comtá um poko da sua safadadecontos de mulheres que tomaram ativador sexualcontos eroticos esfregando devagarinho o pau por trasContos pornos novinhas em gang bang c negros dotados de penis grande e grossocontos bem sacana com peitudas e patraoconto erotico as pregas da empregadaContos eróticos de gay comi o filho do amigo do meu paiporno comeno o cu da morena ela gritano ai vai rasgar meu cuzionovinhaenteadanuacasada gosta de se encoxada pelo vizinhoConto de gang bang no posto de gasolinatocando punheta no maracanaconto mastubando a vizinha virgem dormindomorro de tesão pela a minha madrasta/videossimpatia comer cunhadacunhada baxinha dando a buceta pro cunhado no milharalFui enrabada pelo meu namorado contocomendo minha irmazinhano escuro.com/videoconto erotico cuidando das amiguinhas da minha irma viio homem abre a periquita da mulher e chupa e coloca um botijão dentro da vajinhamadame e seu cao conto eroticofilho dotado fudendi o pai desejosecretos.comcontos eroticos estuprada e gemendo gostoso issooo vaiiii nao paracontos erotico de freira com padre velhoconto erotico meu compadrer e minha esposaContos monica putinhaContos a amiguinha fielcontos teem dei o cuContos pornos novinhas em gang bang c negros dotados de penis grande e grossocontos sexo família bitirando virgindade de menina Londrina ParanáContoe d orgias cadelinha e seu dono