Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DEI NA SAUNA.

DEI NA SAUNA. rnrnSou um cinquentão, casado, vida familiar tranquila e estruturada, mas sempre tive uma adoração por um belo pênis. rnHá muitos anos, quando estavam começando os filmes pornô entrei no cinema para ver Garganta Profunda e o filme já havia iniciado e um pênis imenso tomava toda a tela. Desde então, sempre que podia pegava um filminho e fui descobrindo que o que mais me fascinava era, mesmo, um pau grosso e suculento, num vai e vem gostoso. rnDescobri paus de silicone, com vibração e aos poucos fui ensaiando uma penetração e quando estava sozinho passava horas sendo fodido por aquelas maravilhas. rnComo eu sentia muita tesão comecei a sonhar em transar com um de verdade. Tive algumas experiências, mas sempre, por uma razão ou outra, não me deixaram satisfeito. rnSonhava encontrar um homem que sentisse tesão por mim e que me comesse inteiro até eu não aguentar mais. Mas isso não acontecia até que numa tarde eu resolvi ir até uma sauna onde havia ido, uma única vez, e a mesma já estava práxima da hora de fechar. rnNaquele dia, eu tinha umas duas horas disponíveis e resolvi visitá-la com mais tempo. Haviam vários homens por lá, mas fiquei zanzando e ninguém demonstrou interesse por mim. Já estava quase indo embora, quando ao acessar a escada para descer eu vi aquele homem com barba, cabelos compridos atados como rabo de cavalo que começava a subir a escada. Nossos olhos se encontraram e fomos nos olhando e cumprimentando enquanto estávamos na escada e me voltando percebi que ele entrou na sauna seca. Respirei fundo, com a sensação de que o meu homem havia chegado e resolvi dar meia volta e me dirigi também até a sauna seca, sentando-me ao seu lado. rnEle fez um gesto com o braço direito e nisso deixou cair a chave do guarda-objetos que foi cair na aparelhagem da sauna. Como era muito escuro para encontrá-la pedimos ajuda para acender as luzes e, por sorte, a chave estava bem ao lado da borda, tendo ele imediatamente se apoderado dela. A luz foi novamente apagada e eu acariciei a sua coxa, murmurando que ele podia agora relaxar e aproveitar aquele momento. Logo encontrei o pau dele entre as pernas, molinho, quase sedoso e percebi que era avantajado. Ele também acariciou a minha perna e tocou o meu pau, e eu lhe sussurrei que estava sentindo que ele havia chegado para me comer. Ele me convidou para ir a uma cabine, e eu o acompanhei. rnEscolheu uma, virou o colchonete que já havia sido utilizado antes, e colocou-o sobre o canto da cama. Colocamos as toalhas ele me perguntou se eu queria mesmo ser comido e que era o que ele mais gostava de fazer na vida. Sugeriu um 69 para iniciar e deitou na cama enquanto eu fui me posicionando por cima, ele procurou o meu pau com a boca e eu agarrei as suas coxas e comecei a beijar e lamber aquele pau que foi crescendo na minha boca, chupei-o e levei a cabeça até a minha garganta. rnCom o pau duro, ele pediu que ficasse de frente, com as pernas para cima, ou com os joelhos bem firmes contra o seu peito e começou a trabalhar o meu cu com os dedos e depois senti que começava a me penetrar. Senti um pouquinho de desconforto por causa do volume, mas fui me acostumando e começamos a trepar, colocava o seu pau na portinha e depois enfiava todinho fazendo-me sentir as suas bolas batendo na bunda. Depois me virou e me comeu de quatro, eu com o rosto apertado contra o colchonete. Eu estava entregue. Me virou de costas e pediu que firmasse os pés contra a parede da cabine, enquanto continuava a enfiar aquele pau fantástico. E que eu depois relaxasse as pernas que ele segurava e que apertasse o seu pau, e foi me devorando até que eu já não aguentava mais, perguntando se era isso que eu queria e se eu iria ficar feliz. Eu lhe disse que estava na minha hora e que eu precisava ir, mas que queria ir a um motel com ele, noutro dia, para poder curtí-lo com mais vagar e com mais conforto. Ele me disse que somente frequentava uma vez ou outra aquela sauna e que não conhecia motel. Fomos para a ducha e depois não o vi mais. Sequer sei o seu nome mas sai de lá maravilhado e feliz, levando comigo o quanto é gostoso aquele homem e o quanto soube me dar uma satisfação plena com o seu pau. rnTudo o que relatei aqui é a mais pura verdade e foi a razão de haver feito este relato para homenageá-lo, mesmo sabendo que talvez ele nunca chegue a lê-lo, mas se por um acaso vier a fazê-lo, saiba que me deixou extremamente feliz e que um dia ainda espero voltar a encontrá-lo naquela sauna, se os nossos destinos conspirarem para isso, como naquele dia. rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


como tira pedra da teta sem para de tanto se matusbartravesti Juliana de primo metendoacidentado comi minha sogra contosrelato erotico meu cachorro comia meu cuzinho quando meninacontos minha filha enrroscada na minha picaswing porno mulheres vao sem calcinhapornodoodo padrasto fobe enteada novinhavolume na calça encoxadaconto de desmaiei com a pica grande no cucotos heroticos gay neguinho me comeucontos eroticos de casal sendo forcado mulher virar puta e homem viado em festas sadomazoquismoContos eróticos no banheiro da escolacontos eróticos o cuzinho da Giselecontos mulher infiel marido atento incestomoleque no ônibus contos eróticos gaycontos eróticos de mães e filho de pau grandecomia mae contosA esposa crente e o prazer do gemido na penetraçãocontos a mulher do meu amigo queria um pau grandemadame currada no mato contofiz ammor com minha irmacasa do conto erotico filha da patroa em reforma do aptconto chama o izinho q o corno saiuviadinho levando pirocada no cuzinho contos eroticosamigao raspando a os pelos da buceta da minha mulher conto e videohttp://googleweblight.com/?lite_url=http://biz-kon24.ru/conto_6575_meu-tio-me-fudeu--com-um-tesao.html&ei=RmoeQct9&lc=pt-BR&s=1&m=905&host=www.google.com.br&ts=1516023134&sig=AOyes_T8iWr0Vx9oCYO9XHxtbdzSUdyT7gconto erotico o taxista negaocontos eroticos eu e minha filha somos as putas do bairro e meu marido sabecontos eroticos a1. vez da bichinhaconto minha mulher e um cao d rua fodendohomen dotado arronba cu rapaz de programacontos meu chefe me comeu e minha filhacontos eróticos narrados sogro comendo a noracontos erotico coroa comeu ru e minha mulhermamando no titio contos gay inocentefui almoçar mas a cunhada e ela me deu foi a buceta so nos dois em casamalhando bundundacontos eróticos de bebados e drogados gaysContos lesbicas sou casada e minha comadrd me seduziuegua deixa homer comer sua buceta virgconto erótico boquete da funcionárioapavorrou gostosasxanimhacontos de incesto fui adotad a para ser escrava sexualconto porno xixi padrinhocontos eroticos estrupei minha namorada virgem autor caiquecontos porno ajudou marido comer sograaudios da minha safada gozandovidio de mulheres sendo emcochada ela fica de calcinha toda molladaescravo da esposa e da sogra - conto eroticowww. indiando a rola na gostosa por baixo do vestidoConto eróticos duas lésbicas me estruparaoconto flagrei minha mãe dando para um bem dotadosou uma mulher casada mais adoro trai meu marido adoro da minha bucetinha meu cuzinho a outro homem e tambem adoro chupacomto gay mecamico perfeitocontos eroticos de incesto selvagemcdzinha dedos no cu esposa contoporno buceta contos eroticos traindo ao marido no quintalIncesto com meu irmao casado eu confessoengravidaram minha mulher contos pornoTia gostosa de vestido curto decostas sobrinho agara ela pra comercontos de sexo com novinhas trepando com advogadosvai dar rolê tudo gordona aí tudo mulher gorda só de biquíni bem gordona da bundona bem gorda da bundonaMe comerao quando eu era novinha conto pornocontos eróticos cadela e putona famíliascontos eroticos perdi meu cabaçocontos eróticos tentei escapar do sogro tarado não deugreluda se masturbando com seu cão no quartonojentocontosporno fudendo o cu da estavanecumil minha vizinha gostoza fimepornoChupa meu cacete com barreirameu pai batendo punheta.eu foi fala com ele e ele madou eu bate pra eleContos pornos-esporrei na comida da cegawww.contos eroticos porno eu meu marido e o nosso cachorro fazendo dp zoofiliaconto porno mulher crenteconto erotico mulher infiel e marido atentovideo porno de sogra chama o genro para sua casa par dar par eleContos de estupro na praiabucetas carnudas grandes beicos casadas cornoscomi a prima do meu pai com mais de 50 anos contos eroticos publicadosconto erotico dopei estuprei o cu de uma.freiracontos incestos eu e meu irmão fizemos uma s***** com minha sogra em minha casawww.contoseroticos eu e a minha vovócom.br/conto_4323_tudo-em-casa-real-mae-e-filho.htmlsurda muda gostosa contonovinhas safadinhas lésbicas cheirando a cuequinha de novinho gay safadinho batendo s******* com ela e falando muita p******Relato picante sexo no estacionamento do shoppingsem.kerer.emtrei.no.bamheiro.e.peguei.mimha.tia.peladona.com.a.xoxota.toda.cabeludaCasa dos contos eroticos gay amarrade e emrabado por quatro amigos taradoscontos eroticos estupradacontos eroticos minha maefez um boquete em mimcontos com fotos flagrei meu marido com a viúva do vizinhocontos eroticos com orgia de cdzinhasTitia deu pra mim e meu primo praticando sexo contos erticocontos transex fudendo com entregador de pizzacontos eroticos a tres corno mesma camacontos erotico de maes que se ajuntou com a filhaconto viado muito taradocontos bi fui dormir com minha tia e meu tio me fudeu