Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DE SANTA A VADIA EM POUCOS DIAS...

Bom, eu começo este relato dizendo que a unica coisa que não é real é meu nome, o resto é veridico. Nunca pensei que iria um dia estar postando um texto neste site. rnConfesso que algumas vezes entrei e li alguns contos, mas não achei que um dia eu é quem estaria publicando um texto. rnBom como eu disse meu nome verdadeiro não é Renata, mas tenho sim 23 anos completados em setembro2011, moro ainda com meus pais, tenho 2 irmãos e namoro a pouco mais de 8 meses. rnMoro em Cianorte-PR. Estudo e, também trabalho. Trabalho numa empresa do setor de confecção.Tenho 1,70m, 54kg, cabelos até o meio das costas lisos castanho escuro porém com mechas loiras.Olhos castanhos.rnMe orgulho da minha barriguinha chapada.....rs e de um bumbum legal. Tenho seios medios nem muito grandes mas também não pequenos.Tenho 2 tatuagens.rnSexualmente sempre me considerei ativa, porém sem grandes ousadias, até então. Perdi a virgindade com 19 anos. Nunca fui de ousar e abusar na forma de me vestir, muito pelo contrário, sempre muito conservadora.rnNunca fui de usar nem calcinhas e nem bikinis fio dental. Calças, bermudas e short normais, nada justos ou cavados. Saias e mini saias sempre dentro do comprimento comportado. Sei que tudo isso parece careta e,rneu era. rnBom, eu recem tinha tirado 20 dias de férias da empresa e queria viajar. Meu namorado não podia ir comigo e nos estavamos brigando muito, então resolvi viajar sozinha mesmo, pra pensar na vida.rnAluguei, via internet, então uma casa na praia dos amores em Balneario Camboriu-SC, praia que até então eu nao conhecia mas sempre ouvi dizer que era muito legal e agitada. Fui com meu celtinha sozinha rumo aornlitoral de SC. No meio da viagem eu fui pensando sim na minha vida sexual e nos conflitos que tinha em ser tão certinha e conservadora e pensei comigo mesmo em por que não aproveitarrnpra realizar algumas aventuras. Sá de pensar nisso meu coração batia muito rápido e parecia que ia sair da boca de tanto tesão.rnMuito bem chegando em Camboriu, logo encontrei a imobiliaria e peguei a chave. A casa era uma graça, 2 andares e vista pro mar do quarto de casal. Amei!rnFui ao mercado e logo voltei com as compras e arrumei a casa pois estava muito cansada da viagem! No segundo dia, o sol apareceu maravilhoso! Tomei meu café, pus meu bikini e fui até a praia.rnO bikini era normal e confesso, nada sensual. Mesmo assim alguns poucos homens que passaram me olhavam. Nada rolou na manha deste dia. Voltei pra casa, fiz meu almoço e dormi um pouco a tarde.rnDepois que acordei pus uma legging, um top e camiseta e fui caminhar. Até este dia eu ainda andava com outra camiseta amarrada na cintura para não mostrar o bumbum.....rs. Percebi alguns caras me olhando, rnrecebi algumas cantadas baratas, mas ninguem chegou pra falar comigo. Voltei pra casa neste dia e nada aconteceu. No dia seguinte fiz as mesmas coisas do dia anterior e nada aconteceu de diferente, rncom excessão da noite em que arrisquei ir a um barzinho. Tomava minha cerveja e olhava ao redor, até que um carinha então veio falar comigo. Ele era mais velho, uns 35 anos, carioca, muito simpatico, e me convidou para a ir rna uma balada com ele, eu topei. Ele foi no carro dele e eu no meu. Chegando la, conversamos, bebemos, dançamos e por fim acabamos ficando. Eu estava decidida a não dificultar as coisas pra ele e, quando duranternos beijos ele veio com a "mão boba", hesitei mas nao repreendi e deixei ele brincar, primeiro os seios e depois o bumbum. Logo estava me chamando pra ir a casa dele e, eu aceitei. Meu coração estava a milrne a conciencia pesava um pouco, pensando no meu namorado, mas esse pensamento logo passou quando chegamos na casa dele. Transamos bem gostoso por algumas horas e, antes de cair no sono, resolvi ir rnembora sabendo que não mais o veria pois ele estava indo embora no dia seguinte pro Rio. Não trocamos fones nem email, nada. Acordei no 4o dia bastante feliz e, fui a praia reforçar minha cor que já estava ficandornlegal. Durante a tarde, enquanto caminhava vi uma garota passando por mim com uma calça de suplex literalmente socada no bumbum dela, eu via os homens babando pra ela. Quando vi esta cena me deu um clickrne pensei, é isso, vou ousar nas roupas. Voltei pra casa, peguei o carro e fui as compras. Em resumo..rsrsrsrs, comprei: 3 conjuntos de suplex similares ao da garota, sendo: bermuda+top, calça+top e um macaquinho.rnAlem disso comprei um shorts de atletismo destes bem abertos nas laterais da perna, porem o tecido era um tipo de nylon que parecia plastico. Quando provei o shorts senti que ele ficava também bastante cavado.rnComprei 3 calcinhas fio dental e também 2 bikini super fio dental que não sabia se teria coragem de usar.....rsrrsrs.Comprei também sapatos de salto alto, 2 calças mega sensuais e um vestido perigoso......rsrs, digo perigoso pois ele era um vestidinho de alcinha todo de elastano prata que ficava bem grudado ao corpo mas era muito,rnmuito curto, daqueles que a cada 3 passos voce tem que puxar ele pra baixo para o seu bumbum nao aparecer. Naquela noite, sai novamente, desta vez com uma das calças novas, calcinha fio dental,salto alto e rnblusinha curtinha. Nossa, que sucesso eu fiz!! Varios homens me olhavam!!! Meu coração pra variar disparou outra vez!! E sim, novamente fiquei com um carinha. Desta vez ao contrario da noite anterior, este era rnnovinho, 19 anos, sim fiquei com um pirralho bombadinho de 19 anos. Quando nos beijamos, seus amigos sá faltaram soltar foguetes de tanta festa que fizeram. Desta vez ele foi comigo em meu carro e fomos prarnminha casa. Transamos muito naquela noite e ele acabou dormindo comigo. Transamos mais de manha e quando ele foi embora pediu meu telefone, eu nao iria dar meu cel e fui com ele até uma loja e comprei um chiprncom prefixo 047, foi a melhor coisa que fiz. Então ele foi embora e este dia que nascia, foi o dia mais doido da minha vida, voltei pra casa e comecei a criar coragem para vestir uma das peças de suplex. Eu então escolhirno conjunto bermuda+top, este conjunto era rosa claro com bastante detalhes em roxo, muito lindo. Pus uma das minhas calcinhas "grandes" me olhei no espelho e vi que nao ia rolar, então troquei a calcinha e pus umarnfio dental......quando estava prestes a sair me veio um "delirio" e sim, acreditem, eu acabei optando por sair sem calcinha. Na real parecia que eu estava pelada com alquela calça enfiada no meu bumbum, isso sem falar rnna frente que também marcava. Então sai, de bermuda suplex sem calcinha, top e uma regata curtinha por cima deixando a mostra minha barriga, serio, eu achei que ia ser violentada. Comecei então minha caminhadarnsuper nervosa porem sem maiores e problemas e fui relaxando e curtindo, eu tava louca de tesão! Subi o morro caminhando e fui em direção a camboriu andar na beira mar. Varias buzinadas, assobios, mas ninguem rnparava pra falar comigo. Na beira mar os caras me comiam com os olhos, eu tava adorando e relaxando cada vez mais, mas ninguem chegava pra falar comigo. Acho que aquela maxima que homem tem medo de rnfalar com mulher bonita vale viu, incrivel! Ja tinha subido e descido o morro novamente e estava a caminho de casa meio frustrada quando senti que um carro se aproximava vagarosamente e, dito e feito. Eram 2 carasrndentro de um golzinho. O motorista andava vagarosamente ao meu lado e disparou um "Oi", eu olhei e respondi, "oi".rnEle - Posso falar com você um pouco?rnEu então andando mais devagar respondi que sim, claro. Ele então parou o carro e saiu pra vir falar comigo, seu amigo continuava dentro do carro no banco do passageiro.rnEle - Então, estou vendo que esta caminhando, fazendo exercicio....Voce curte Yoga?rnEu - Nunca fiz, eu faço pilates na minha cidade.rnEle - Legal, pilates é muito bom também. Eu queria te convidar pra uma aula, eu sou instrutor e queria saber se você esta afim?rnEu - Nossa, parece ser legal, pode ser sim, quando? onde?rnEle - Agora! Eu estou indo pro meu studio que fica a 3 quadras daqui, você topa?rnEu fiquei meio nervosa e tal, mas topei...Sim, claro!rnEle - Então entra no carro.rnEntrei.rnChegando la, seu amigo logo foi pra uma poltrona e ficou brincando no celular. Ele pos uma musica suave, acendeu insensos e então pediu para eu tirar os tenis assim como ele fez. rnJa descalça começamos uma leve corrida pelo tatame do studio dele. Eu via ele me comendo com os olhos o tempo todo. Ele era um gostoso, tava so de bermuda, todo sarado, cheio de tatoos.rnPensei: Será que ele nao vai tentar nada? So vai me dar esta aula experimental? Não demorou muito para eu ter a resposta. Começamos então uma serie de alongamentosrne ele sempre por tras me corrigindo e ajustando. Eu ja tava doida de tesao! Ele então mandou eu ajoelhar e sentar com o bumbum sobre os calcanhares, eu fiz. Assim mandou eu esticar os braços la na frente prarnalongar bem. Ele então fico atras de mim e eu praticamente de 4 pra ele....aquilo tava muito doido e não ia acabar bem....rsrsr. Dito e feito, ele então segurou meus calcanhares e falou pra eu esticar mais, passournas suas maos para a parte posterior de minhas coxas.....Ele - Força, vai....estica. Nessa, ele botou as 2 mãos em minhas nadegas dizendo que iria fazer um exercicio pra deixar meu bumbum ainda mais durinho.rnO problema foi que quando ele pos as maos no meu bumbum eu soltei um gemido. Virei então o pescoço ja mordendo o labio inferior da boca e olhei pra ele. Ele com um olhar mega malicioso não hesitou e sem rntirar os olhos dos meus apertou com o dedão de sua mao bem no meio de meu X...rsrs, nossa eu quase gozei ali mesmo. Soltei um urro de tesao. Com o outro dedão, ele então começou a massagear minha XX....rsrsrnMeu Deus que tesao doido....eu estava entregue. Sem mudar de posição ele começou a tirar minhas calças. Eu deixei e ajudei. Tirei também a camiseta e o top, ficando completamente nua. O amigo dele que rnestava sentado ja se masturbava bem devagar. Eu ainda de joelhos vi ele levantando e tirando sua bermuda. Ficou também nu e logo me puxou pela nuca e mandou eu chupar.rnEle - Hummm.......isso vadia, chupa bem gostoso.rnEle e o amigo dele então começaram a conversar e rir bastante da situação.rnEle - Não te falei que era vagabunda? Eu sabia.....Com aquela calça enfiada no cu ela tava caçando pau. Não tava vadia?rnEu estava completamente submissa. Eu nunca tinha passado por uma situação daquelas mas confesso que estava adorando. Antes mesmo de responder a pergunta dele, ele me puxou pelos cabelos e me rnlevantou e me levou ate um sofa que ali tinha. Me pos de quatro no sofa, foi ate uma gaveta pegou camisinhas e veio, me chupou o X e a XX por alguns minutos de forma maravilhosa! Ele então começou a me comer!rnSacava bem gostoso e enquanto isso aquele amigo, veio vindo em nossa direção de forma bem tranquilo. Parou na minha frente e falou:Chupa vadia! Eu olhei nos olhos dele, nao falei nada e começei a chupar.rnEles trocaram de posição algumas vezes e me puseram em varias posições tambem até que o "professor" quis comer meu X......eu disse não. Ai não, eu nunca fiz isso! Eles deram risada ele cuspiu na minha bundarne já veio pra dentro, nao tive como escapar e relaxei......Mulheres que ainda nao fizeram anal eu posso dizer, façam.....meu Deus que coisa maravilhosa! Ficamos ali por até quase a hora do almoço. Terminamos, rnlavei rapidamente, me vesti e o amigo dele pediu meu celular, eu dei, ele queria sair comigo a noite, eu topei.rnBom fui pra casa que não era longe dali, tomei meu banho, dormi um pouco ainda sonhando com aquela manhã maravilhosa, pois havia acordado transando e já na parte da manha uma transa inesquecivel destas.rnAcordei meio sem fome e tempo havia virado, não tava frio, mas tava caindo uma chuvinha bem fina. Fiquei de boa, arrumando minhas coisas, ouvindo musica, quando fui ate a sacada da casa. Fiquei olhando o marrne a praia que estava deserta, quer dizer, quase deserta a não ser por 4 surfistas que estavam se protegendo da chuvinha fina num quiosque que estava fechado e olhavam o mar. Pensei, pensei e agi.....rsrs. Vamos rnver oque acontece, pus aquele shortinho "de plastico", um top e uma blusa moletom de capuz e sai.......Como se estivesse dando uma corridinha saudavel fui até o quiosque "tambem para me proteger" da chuva....rsrrnMe fiz de assustada quando vi eles e eles quando me viram também.rnEu - Oi, que chuvinha chata não? Posso ficar aqui um pouco também? E eles me olhando dos pes a cabeça logicamente que aceitaram e logo começaram a puxar conversa. Falei que estava de férias sozinha. rnNisso um deles acabava de enrolar um baseado.....ascendeu.....os caras fumaram e me ofereceram......primeiramente recusei justificando que ficava meio "maluquinha". Eles riram, me aproximei mais deles e fumei.rnEu percebi eles me rodeando com certeza olhando meu bumbum.........Quando eu falei que estava com frio foi que a coisa realmente começou. Um deles me abraçou por tras e se apoio na cerca de madeira do trapiche.rnDeixa que eu te esquento e me segurou pela cintura puxando contra ele......Os outros ficaram de cara pelo fato de eu nao fazer nada e ainda pedir novamente o cigarro...ja rindo. Nao demorou e um me puxava pra umrnlado, outro pra outro, sempre tirando casquinhas......eu deixava e ao mesmo tempo não acreditava que estava fazendo aquilo. Não demorou e um deles me puxou de frente e começou a me beijar, eu correspondi.rnEnquanto nos beijamos os outros trataram de passar a mao na minha bunda, dar tapinhas, dedadas......até que um deles pos o X pra fora e pos minha mao sobre ele. Eu beijava um e massageava o outro enquanto eles rn"judiavam do meu bumbum". Aquilo estava maravilhoso. Este que estava com o X pra fora, fez eu parar de beijar o cara e pos de joelho para chupa-lo.....Acreditem se quiser, mas eu mal começei a chupar ele, chegaramrn2 policiais e começaram com o discurso moralista. Paramos com tudo no ato. Morri de medo! Não sabia oque poderia acontecer. O policial fez 2 perguntas pra eles: 1- Voces tem maconha ai? 2- Ela é namorada de qualrnde voces? Um olhou para o outro e resolveram negar a posse da maconha. Não senhor, nos nao temos maconha. O policial então ficou me olhando também dos pes a cabeça e eu morrendo de vergonha. E ela? É namoradarnde quem. Um deles então respondeu, de ninguem nao senhor. É sá uma piranha que agente tava tirando um sarro. Fiquei puta da vida.......Ei, não sou piranha não, me respeitem. Eles riram e ate os policiais. Vem, vocernvem comigo, falou o policial. Eu fiquei assustada, nao seu guarda, por favor, eu nao fiz nada, por favor nao faz isso comigo. Ele me pegou pelo braço e foi rnme levando para a viatura. Eu começei então a chorar de nervosa como nunca tinha feito antes! Ele perguntou de onde eu era e onde morava. Eu respondi, sou dernCianorte,estou sozinha de ferias e aluguei uma casa aqui na praia dos Amores. Percebi que um policial olhou para o outro e ficaram quietos. Onde é sua casa?rnE começou a dirigir....Chegando na casa o outro perguntou se eu sabia fazer café. Logo percebi tudo oque estava acontecendo. Fiquei de certa forma aliviada,rnmas confesso que fiquei com medo nesta hora. Sim, eu sei, querem entrar? Eu faço café. Fui na frente e eles logo entraram atras.Que situação eu passei com aquelesrnguardas em minha casa. Fiz o cafe enquanto me bolinavam de todos os lados, eles nem tomaram o cafe e me levaram ate meu quarto. Em resumo, dei para os 2 guardas.rnSei que é dificil acreditar mas eu precisava contar para alguem e nao podia, por isso estou desabafando aqui neste relato. Eles logo tiveram um chamado e tiveram quernsair, fiquei uns 30 ou 40minutos com eles na cama. Eles foram embora e falaram que voltariam. Novamente tomei meu banho, isso eram umas 4 da tarde. Comi alguma coisa,rne dormi um pouco. Acordei com o telefone tocando, era o amigo do professor de Yoga me convidando para sair jantar, comer sushi. Topei. As 8 ele passaria em casa.rnPus então o tal "vestidinho matador" curtinho logicamente sem calcinha....rsrs e uma baita sapato de salto agulha, na boa, eu parecia uma garota de p... O vestido era mesmo muito curto,rnmas ficava lindo no corpo. Eram quase 8 horas quando escutei a buzina, quando cheguei na porta,pra minha surpresa ele estava de moto daquelas de corrida onde rnqualquer um que sentar no carona fica com o bumbum todo empinado pra lua. Perguntei se ele me esperava. Ele nao entendeu. Esperar pra que, perguntou? Pra eu merntrocar eu falei, não posso subir nesta moto com esta roupa. Ele sem muito tato falou, nao da nada vadia, monta logo, pega aqui o capacete. Gente, serio, so dernabrir as pernas pra subir na moto o vestido foi parar no meio da minhas costas. Eu fui com uma mao puxando e segurando vestido pra baixo e com a outra segurando rnna cintura dele. Tinha vezes que ele acelerava e ai eu tinha que segurar com as 2 maos e sim, meu bumbum ficava todo exposto.....que cena ridicula eu estava rnvivendo. Me ajeitava mas nao dava muito certo. Bom, chegamos no restaurante, pra sair da moto também foi uma novela.Ao lado de nossa moto, pararam 2 motos tipornHarley. O restaurante tava ainda meio vazio, sentamos numa mesa e ficamos sentado lado a lado. Os motoqueiros que estavam na Harley também entraram e sentaramrnlogo na mesa em diagonal da nossa e começaram a me olhar. O cara que eu tava pediu o cardapio e foi ao banheiro. Um dos motoqueiros sem hesitar me pediurno numero do meu celular. Com um olho no banheiro e outro nos motoqueiros eu,nervosa,passei. Eles eram meio sujos, um barbudo e gordo o outro era um gigante cabeludo.rnQuando meu "fico" estava voltando do banheiro o barbudo mando uma sms no meu celular." Adoramos ver teu rabo naquela moto". Fiquei vermelha, roxa, todas as coresrnde vergonha e nao respondi nada e logo deletei a mensagem. O "fico" voltou pedimos a comida e logo outra sms chegou: "Abre as pernas vadia, deixa a gente verrnteu bucetão". Deletei mas, fiquei muito excitada com aquilo. Enquanto comiamos e conversavamos eu então comecei a satisfazer os motoqueiros e abria e fechava levementernas pernas. Eles so faltavam urrar de alegria! Meu "fico" nao percebeu nada. Eis que toca o cel do meu fico, ele ficou palido, um amigo dele tinha sofrido um acidente,rne estava sendo levado para o hospital. Largamos os pratos, ele largou um dinheiro no balcao e falou: Gata, pega um taxi, nao vai rolar eu te levar em casa. Depoisrnte ligo e sem eu ter muita chance de falar alguma coisa ele se foi. Pedi o taxi, entrei e fui embora bastante preocupada,preocupada e apreensiva o suficienternpara nao perceber que os motoqueiros me seguiram ate em casa. Assim que o taxi me deixou e saiu, as 2 motos chegaram velozes e quase me atropelaram, me dando um baita susto.rnEu ainda assustada perguntei: Oque estão fazendo aqui? Por que me seguiram? O gordo: Voce nao imagina nao gostosa? Abre a porta e chama a gente pra tomar algumarncoisa. Assim como com o lance dos policiais fiquei com medo, mas obedeci e abri a porta. Pegaram cerveja e sentaram no sofa e me mandaram sentar no meio deles.rnO gigante nao parava de por a mao no X dele ainda por sobre a calça. O gordo novamente: Voce sempre sai assim? Eu perguntei: Assim como? E ele sem titubiar, puxourncom uma mao uma das minhas pernas e meteu a outra na minha XX......Ei, para com isso!!! Eu gritei. Cala a boca piranha falou o gigante. Relaxa e vamos curtir e rnninguem vai se machucar,valeu? complementou. Serio eu tava assustada, mas nao por muito tempo, logo o gigante liberou o "seu gigante" e me mandou chupar.Resumindo novamente,rnDei para os 2 por algumas horas. Quando foram embora fiquei pensando em tudo oque havia acontecido naquele dia, parecia coisa de filme. Para todos eles me apresentei rncomo Renata, por isso talvez se algum deles ler este relato se identifique. Mais algumas coisas aconteceram nos outros dias mas nada parecido como este dia.rnAcreditem se quiser mas, antes de voltar para cianorte, acendi a churrasqueira e queimei todas as roupas que comprei e voltei para minha vida pacata e para o meu rnnamorado. Estamos bem e ele nem desconfia de tudo oque aconteceu. Se quiserem trocar emails comigo, apenas emails, segue: [email protected], Renata.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Dei a um cara que tinha elefantismo no pau contosbumbum arribitado na rolaporno club contos eroticos de meninos gays fasendo troca troca na adolecencia minha mulher dormindo nua,vi o rombo no cu delaComi o cu da paulistinha contosconto erotico mulher peituda transando com cavalopornô com cavalos mangalarga fazendo com mulheres no cavaleteconto erotico aluna e professor de geografiacontos eroticos minha mae puta e filho viadover tdos as calcinhas fio dental qom bomum empinadconto erotico sogroO pau preto e o cabacinho contos eróticoscontos erotico pego no flagraandei com a cara gozada na ruaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontos gay com estupro por guarda vidasconto chorei mas aguentei a pica do meu patrasdorelato conto: meu me incentiva a usar roupas provocantesRelatos eroticos de professoras casadas brancas que foram usadas por alunos negrosnovinha abrindo as pernas aparecendo a poupa da bumda e os beiços da bucetasou a cris, e esses fatos aconteceram quando eu tinha 20 anoscoloquei minha sobrinha de quatro virgemdescobrindo que o primo gosta de roladei a xana contos eroticoscontos eroticos baba violentadascontos eroticos minha sogra mamou no meu pau e depoi choroulnovinha que queira trocar msg e gozar muitoencoxada bem arroxadacontos erótico sou evangelicacontos eroticos de se masturbando nas sandalias da sograContos como foi a primeira punhetinhacontos eróticos de virgens perdendo o cabaço a forçaconto erotico linda transex namorando sem se revelarcontos transei com minha mae gostosa peituda no banhominha tia e puta contoconto erotico sou vaca leiteira eu gostoTia de xana peluda e sobrinho metendo conto eroticocontos uma menina me seduziucontos eróticos na roça com minha maecontos eróticos comi minha sogra num domingoenche esse cu de leite contosconto gozando sem tocar no pau com cachorro engatadoNegão e minha filha contos eróticosContos eroticos punheta com o pastorcontos eroticos estuprada pelo meu cunhadoerivan dando a bundaContos eroticos No bar sozinhacontos eroticos de putas viciadas em porra gang bangeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestocontos eroticos relatados por mulherescontos eroticos enteada e amiga de bime fode com esse pintãoconto lesbico garota come cu da boasuda eteromeu pai gozou no meu cu contos gayaContos eroticos dor no sacofui roubada e comeram meu cuvideos mulheres negras coroas de absorvente internoconto erótico eu e meus primos nu no lagome cumera porque tava sem calcinha negros cotosler conto pornô de i****** ajudando minha filhacontos de sexo gostosa deu pra mim na a baladaesposa seria bebada de biquini com o sogrobucetudas com caralhudos/fotos e contoscontos suruba inesperada com a esposa e travesticontos sobrinha veio cuidar da sogracontos eroticos sou casada mas adoro pica de cavaloscontos erotico me foderamconto erotico gay motoqueiro marrenticontos eróticos com esposa enfiando coisas na bucetaContos comendo a surdacontos eroticos negao so comeu o cu da minha mulherconto nao aguentei e fudi minha sobrinha de oito anosminha sogra pediu pra ver meu pintoConto sexo em grupo quatro caralhosPedi que meu filho me depilou contos eroticossogra humilha genro contos eroticoscontos eróticos de comendo a tia e ela entregando as filhas gostosasMinha mae me pediu foder eleconto gay tirei o atraso do meu primoconto de delegado que comeu cu de homem casadoeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestocondos erodicos sogra e jerocontos eroticos minha mae puta e filho viadoconto erotico buceta gostosa crente safadaWww contos d putas casada d juazeiro ba.comcontos mamae mim ajudou com o pirozaovídeo porno mulhercoloca um vibrado na buceta antes de ir trabalharmostra como fuder bem gostoso e a pica entrendao na bucetaflagrei todos fudendoelacontos erotico mulher experimentando um travestizoofilia bruda com mininascontos.gay chupando pau do pedreiro coroa safadocontos do seu jorge pegando uma casadinha