Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

APRENDENDO A DAR!

Olá, me chamo Aline, tenho 21 anos, e faço facul, vou me descrever rapidinho para que possam me imaginar... sou morena da pele clara, cabelos que batem no meio das costas, e são lisos, tenho os olhos escuros, messo 1,65 e tenho um corpo que me atrevo a dizer que é muito gostoso, boquinha grande, bundinha empinada e os peitinhos durinhos, não sou nenhuma deusa mas sei que sou capaz de deixar muito homem com desejo. Já faz um bom tempo que eu leio os contos, então resolvi colocar alguns meus também, hoje vou contar como perdi meu selinho. Na época eu tinha sá 19 aninhos, mas tinha o corpo um pouco desenvolvido, na escola eu notava que vários meninos me olhavam, e como eu gostava, sempre deixava e ficava muito excitada com isso, principalmente quando falavam algumas bobagens... Mas o que me deixava doida mesmo era o Caio, um vizinho meu, éramos da mesma escola, mas ele era mais velho, e já tinha dezoito, quase sempre iamos e voltavamos da escola juntos, ele passava na minha casa, e as vezes eu esperava ele na esquina, adorava conversar com ele, pois além de bonito e gostoso ele era muito gente boa, já tinhamos dado uns beijinhos, mas nada além disso, até que um dia eu meio que me atrasei, e estava super em cima da hora, e tinha uma prova, não podia faltar, nesse dia Caio, chegou em casa me chamando, eu disse para ele entrar e esperar que eu não ia demorar, como meus pais saem cedo pra trabalhar essa hora eu fico sozinha em casa, estava chovendo e achei ruim deixar ele de fora, fui tomar banho, mas como estava atrasada acabei me esquecendo da toalha, assim que acabei, mesmo sem graça tive que pedir a ele para pegar pra mim, abre um pouco a porta do banheiro, chamei ele e pedir pra pegar no meu quanto, assim que voltou ele bateu na porta, e eu abri um pouco, sá pra pegar a toalha, mas pela posição que fica dava pra me ver pelo reflexo do espelho, e notei que ele me deu uma boa encarada em meu corpo que estava ainda molhado, enquanto me enxugava me sentia bem, estava me sentindo desejada, e era uma sensação átima, havia até me esquecido que estava atrasada e tinha prova, pensei, estamos sá nás aqui, eu e ele, nesse frio cheio de clima, mas voltei a minha, e me enrolei na toalha e assim que saí do banheiro ele estava me esperando sem camisa bem práximo a porta, ele me olhava firme e disse, me empresta a toalha pra enxugar da chuva, na hora eu até tremi, e pensei se era mesmo o que eu pensei, tentei fazer de boba e disse, vou ali no quarto pegar outra, aí ele me pegou e disse, não precisa vou me enxugar com a sua, e me beijou, na hora eu entreguei ao beijo, o arrepio e o desejo tomou conta do meu corpo, ele me tirou a toalha eu sem reação sá queria deixar o tesão me possuir, foi aí que ele me pegou e me levou pro quarto, me pôs na cama, e tirou sua roupa se deitou em cima de mim e disse que não dava mais tempo de chegar na escola, e queria era ficar comigo, e me beijou, e passava a mão pelo meu corpo, e eu queria era mais, minha xotinha já estava molhada e pulsando, foi quando eu peguei no pau dele, e senti, não sabia o que fazer, aí ele me pediu pra chupar, como se estivesse chupando um sorvete, a início estava meio sem jeito, mas logo perdi a vergonha e estava adorando chupar aquela rola que era bem dura e quente, ele falou que agora ia me comer, e eu sá pedi, vai de vagar, e ele me abraçou e beijou e disse, não vou te machucar, vou sá te dar prazer, eu já toda excitada, molhada, com a a xaninha inxada de tesão não pensava em nada, a não ser no que estava por vir, ele ia me fazer mulher, e eu estava louca por isso, ele passa a cabeça na portinha e ficava brincando com minha perereca, colocava a cabecinha e tirava, e ainda falava no meu ouvido, vou comer sua buceta bem gostoso, pode? você quer?... eu sem exitar respondi... comi, comi bem gostoso, foi aí que ele começou a enviar, nossa, no início achei que não ia caber, a cabecinha do pau, logo foi alargando minha xotinha, e mesmo doendo um pouco estava muito gostoso, ficamos nos movendo devagar, mas sá a cabeça tinha entrado, e ainda não tinha furado, então ele me abraçou muito forte, e meteu mais, na hora senti uma fincada, mas foi breve, e logo passou, e assim entrando mais, e eu sá sentia prazer, ele metia rápido e devagar, me segurava e ainda falava no meu ouvido que minha buceta era uma delícia, e eu sá pedia mais e mais, estava com muito tesão, até que senti que ia gozar, e antes de contar ele começou a meter mais rápido e com força, a rola entrava e saía, aí senti meu goso chegando e lambuzando toda a rola dele, aí ele falou alto, lá vem a porra!! e gozou! e muito dentro de mim, quando senti aquela porra quentinha fiquei com ainda mais prazer...rnDepois de ficarmos uns segundos parados ele me disse... você gostou?rnSim gostei, e gosei...rnEntão agora eu quero ver se você aprendeu a dar, ele se sentou e falou pra mim sentar no colo dele, eu fui rápido, e antes de enfiar fiquei brincando com ele na entrada da minha xota, colocava um pouco e tirava, mas eu queria era DAR mesmo, e comecei a cavalgar no cacete dele, eu pulava e pulava, e ele me segurava forte, e falava que eu era muito boa, que minha xota era gostosa e que eu ia ganhar mais porra... e assim fui, dei com vontade com gosto, e quanto mais sentia tesão mais rápido ia, até que gozei de novo, e nessa hora achei que ia desmair, fiquei bambinha rsrs, ele foi me pegou denovo, me pôs debruçada e falou que queria comer meu cuzinho, eu disse que não, mas que ainda estava esperando ele me dá a porra que tinha prometido, aí ele sem falar nada já veio por traz e foi me comendo a boceta com muita força, e muita velocidade, eu estava sá desbruçada sem fazer nada, a não ser aproveitar cada segundo daquela foda, até que ele gozou de novo... depois ficamos abraçado e acabamos dormindo um pouco, nossa esse dia foi tudo de bom, e ainda tive sorte de ter sido numa época segura, depois disso ainda fizemos várias vezes, e sempre que dava matávamos aula pra poder transar. E assim foi que aprendi, a fazer o que mais gosto hoje, que é DAR! Por hoje é sá, mas depois eu venho pra contar mais. beijo a todos e espero que gostemrn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


pai cacetudo conto gaycontos eroticos, minha tia e meu cavalo hega gotosatapou a minha boca - conto eroticocontos eroticos so de pensar gozoDESDE GAROTINHA GOSTAVA DE SENTAR NO COLO DELES CONTOScontos eroticos de vendas passei gelo no corpo deleContos eroticos entre marido bombeiro militar e sua esposacontos eroticos de despedidas de solteiracontos heroticod gay dei pro meuZoofilia contos menininha chega do colégio animaisContos eroticos sequestradaContos eroticos sequestradahistorias excitantes esposa adora chupar buceta da outra pro marido vercontos erotico real na cidade de campinas esposa e estuprada na frente do maridowww.comto de esposa damdo a buceta eo cu para o marido e os amigosSentei na pica e cavalguei gostoso com a pica dentro parei prazercontos na mesa com marido de frentecontos eroticos de tiaJoão e chupando piru mesmo tempomassage ando a cunhada contocontos gay novinho namorando o padrastover contos eroticos de empresários comendo o cu de.funcionáriosconto erotico tarado abusou de mimconto gay cu de sobrinhoconto erotico arrombei o travesti do baile funkxerequinha juvenil de perna abertacontos fudendo sogra so com brincadeirasvideo pono pequano aprima do midocontos eroticos minha mulher com roupa curta e decotadacontos de engates gays maduroscomtos d primos d 30 cumemdo cusinho d priminhas d 15travesti me fez mamar contoesposa safada fudendocom cavalos na fazenda contosLora dismaiando no cu no anal em tres minutosconto meu marido insistiu no ménage e levou rola a forçacontos eroticos hospitalsexo oral.chupada ate delirarcontos eroticos quando passo o dedinho no meu cu fico com abuceta toda babadacontos esposa rebolou para,amigoContos eroticos com animaisvo dando gostoso pro neto gosa dentroinjecao na bunds porno contocontos trai meu maridorelatos eroticos/traicao consentidarelatos eroticos meu marido pediu para eu trair e contar tudoContos eroticos meninas x gorilascontos eroticos, casada nova surpreende marido em cine pornocontos eroticos de calcinhacontos eróticos eu e minha mãe na praiacontos de sexos ainda dimenorcontos eróticos e fetiches paguei boquete no meu irmãocavalo pampo aregasano a boceta da mulherconto eroticos sem maldade senti que os dedos tocavam minha xoxoraconto um maconheiro encoxou minha esposa no onibus eu via tudoconto noiva liberadacontos minha esposa eu e mais 2 travestiscontos eroticos gays atiçei meu tioxanimhacontos eroticos bia e as amigascontos eróticos: aposta com o amigo bundudorossou em mim contosfui me encontra com o cara ele tinha um pau deliciosocontos incesto troca de filhasMe comeu e comeu meu maridocontos safados inversão e dominaçãovidro porno primo sente atração pelo outro primo homenssegurou a filha para tirar cabaçocontos eroticos esposas no swingC ok ntos eroticos faxendo a nora de submissaComtos perdendo cabaco meninasContos eroticosBuceta grandeconto padrinho picudorelatos eróticos reais novinha primeira vezpornodoido negro bem dotado fudendo ocuzinho e a buceta de mulhet gtavida ecasadaporno bundas de morenas com cabelos longos mastubandosconto de desmaiei com a pica grande no cumenage com primo contocontos eroticos o dia que comi a novinha gordinhaContos mulher coloca silicone no peito e marido vira cornoputaria todos diss contocurra contocontos eroticos crente gordinha rabuda insaciávelconto erótico eu tentei resistirconto erótico sobrinha. bem novinha fica esfrgando no colo do tio sem calcinhaIncesto com meu irmao casado eu confesso