Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

VIREI A PUTINHA DA FAMILIA DO MEU NAMORADO :(

Bom é a primeira vez que escrevo no CONTOS ERÓTICOS. Vou contar para vocês o que aconteceu comigo semana passada. Fui no sábado pra casa do meu namorado, sempre fui bem recebida pela minha sogra e por todos da familia dele, mas nesse sábado foi diferente. Logo ao chegar na casa dele, todos haviam saído e sá estava minha sogra la, uma coroa de 43 anos, corpo de mulher de 20, branca, cabelos pretos até a cintura. Ela me recebeu super bem e mandou que eu entrasse e aguardasse por que o neto não ia demorar, eu a atendi e me sentei no sofá. Ela estava arrumando a casa e me ofereci para ajudar, ela aceitou. Então eu fui arrumar o quarto dela, em meio a arrumação, abri uma gaveta e tomei um susto, cheio de brinquedinhos sexuais, ela riu e me perguntou se eu nunca tinha usado e eu respondi que não, ela começou a me contar que depois do falecimento do marido ela se sente muito sozinha e deseja ter novas experiencias, mas não quer mais se envolver com homens, porque eles sá usam e depois joga fora, por isso comprara os objetos. A conversa estava super descontraida, mas do nada ela começa a me elogiar, dizer que o filho dela tem muita sorte de namorar com uma menina tão simpática e educada, além de bonita como eu, eu agradeci e retribui os elogios, disse que ela estava em boa forma para a idade dela, que eu a achava muito gata mesmo. Ela começou a passar a mão no meu cabelo e me pediu que sentasse um pouco que ia fazer um suco pra nás, eu acatei. Ela esatava com uma minin saia e sem calcinha, um tomara que caia e sem sutiã, que deixava os peitões dela com o biquinho aparecendo, os seios dela são super durinhos e em pé. No preparo do suco, ela tinha que pegar mais açucar, que por sinal estava no armário de cima e ela teria de subir em uma escada, me chamou pra segurar a escada, eu segurei e ela subiu, as pernas durinhas e sem calcinha, foi uma visão muito bonita, ao olhar para cima me deparei com uma bucetinha rosada e depiladinha, nem parecia pertencer a uma coroa de 43 anos. Aquilo começou a mexer comigo, toda aquela insinuação estava me deixando louca, não sabia porque mas estava. Não resisti e passei a mão na perna dela e fui subindo, e elogiei dizendo que as pernas dela eram muito bonitas, ela percebendo que não estava mais no meu normal desceu da escada, ajoelhou e passou a mão na minha coxa dizendo que as minhas eram lindas, que dava vontade de morder, e perguntou se podia dar uma mordidinha, eu deixei. Ela me deu uma mordidinha de leve e começou a lamber minha coxa, apertava forte como se fosse rasgar, percebi que eu estava com a xaninha molhadinha e não entendi o porque, nunca senti atração por mulheres, mas com minha sogra estava sendo diferente. Apás isso sentamos no sofá, eu também estava de minisaia e ao sentar sem querer dei uma abridinha na perna e ela viu o melecado e me perguntou se eu estava menstruada, eu disse não, ela disse é que eu vi que sua calcinha esta com uma mancha de molhado, eu fiquei morrendo de vergonha e medo da reação dela. Eu apenas respondi que me molhei ao ver as pernas dela e sorrimos, mas ela levou a sério e começou a passar a mão nas minhas pernas outras vez, mas dessa vez ela subiu até a virilha, descia e subia e eu ia ficando louca e melava cada vez mais. Ela me perguntou se eu topava fazer algo diferente, e eu no apse do êxtase aceitei na hora. Ela desabotoou minha saia e a tirou, fez o mesmo com minha regatinha e com meu sutiã, me deixando apenas de calcinha. Ela me deitou no sofá e começou a chupar meus seios e mordia o biquinho, aiii eu estava louca de prazer, ela foi descendo com a língua na minha barriga até chegar na minha buceta, que por sinal estava toda melecada, ela tirou minha calcinha com a boca e começou me chupar, lambendo toda minha gosminha, enfiava a língua em mim e eu gemia e gritava, de repente ela senta em cima da minha cara e começa a esfregar a buceta dela na minha cara e me mandava lamber, eu a obedeci, fizemos um 69 fabuloso. Depois ela começou a lamber meu cú e enfiar o dedo, foi uma delicia, ela correu no quarto e pegou os objetos e começou a usa-los em mim, colocou uma bola no meu cu e um bastão cheio de bolinhas na minha buceta, e enfiava e tirava lambia minha buceta com muita intensidade, depois usou um vibrador em mim e eu gozei feito uma puta, ela gritava me falando VOCÊ É MINHA PUTA SUA VAGABUNDA, VOU TE COMER TODO DIA, eu eu sá balançava a cabeça que sim, não conseguia nem falar, e ela disse que ia chamar os sobrinhos dela e os cunhados dela pra fazermos uma orgia e eu ia ser comida por todos ia sair com a xana esfolada de tando pau que ia me dar, eu apenas acenava que sim. Gozei 3 vezes e finalizamos a brincadeira, e ela me disse que haveria a vez dela outro dia, eu apenas concordei, fomos tomar banho juntas e no banheiro ela me chupou mais, me deu um monte de bofetadas na cara, na bunda e me chamava de putinha da familia, me fez cheirar e mastigar a calcinha dela, chupar a buceta dela e enfiar meu dedo no cu dela e lamber, enfiar e lamber, me colocou de cabeça para baixo e lambeu mais um pouco minha buceta, enfiou o dedo no meu cu e depois enfiava na minha boca, saia um pouco de residuos de merda e ela me fazia chupar. Depois me colocou de costas em pé e enfiou o cabo do rodo no meu cu, doeu muito mas ela disse q se eu não deixasse ela contaria pro meu namorado o acontecido, e eu tive que deixar, ela enfiou vidro de shampoo na minha buceta, saboneteira, me fez sentar no cabo do rodo, minha buceta ja estava sangrando e ela enfiando o cabo, eu ja estava desfalecida quando ela parou, ela me fez deitar na chão e abrir a boca por que ela queria urinar na minha boca, eu não quis mas ela me deu umas bofetadas e me ameaçou, então tive que obedecer, urinou na minha boca e me fez engolir tudo. Ao acabar fui para o quarto do meu namorado e chorei muito, arrependida de ter feito tudo aquilo, e pensando na reação do meu namorado ao saber disso tudo. ele chegou ja era 18:00 e eu estava dormindo na cama dele, ele entrou e me acordou mordendo minha bunda, sinal de que ele queria tranzar, mas eu estava toda arrebentada, e como eu ia negar? não teve jeito, ardia muito e eu me segurava pra não chorar, apenas gemia de dor,e ele achava que era de tesão. O trato era de eu dormir na casa dele, mas eu não quis mais e pedi pra que ele me levasse em casa, fiquei sem aparecer por 1 mes na casa da minha sogra, mas a vagabunda armou pra mim outra vez e eu cai feito patinha. Mas isso é outro conto, e tenho vários heim, aos poucos vou escrevendo o que minha sogra vagabunda fez comigo!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


morena dansandofank na b da picinagozei no copo e dei pra minha tia bebeu contoscontos eróticos transando com o cara do carnavalContos eróticos gostosa na praia com o maridocontos o velho fez casada de putaMeu filho socou seu pau na minha bucetapassei a calcinha contos eróticoscontos tia de 57 anosinquilino viu as minhas calcinhas contos eroticofudendo discretamente de ladinho na Praia cheiadeflorar pau grosso punheta enteada contosContos erroticos de prinos e prinas sexovovozinhas esfreca buceta com buceta uma na outraIncesto com meu irmao casado eu confessoeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestocontos masturbconto carona com caminhoneiro minha bucetachortinho q deixa as magrasgostosasconto eróticos comendo a mulher do meu caseiromulher traindo o marido com entregador arvores de natalConto o zelador e meninodentistassafadacontos eróticos gay irmãos machos se esfregandopeguei um menino pra comer minha buceta velha contoscpntos eróticos percebi que me olhavam e batiam punhetacomendo a prima linda do cabelo super comprido e muito vadiacontos inocênciaflogdosexo.compauloelizabethconto padrasto da pica enormeconto erótico -brincando com os meninos no matinholoucuras do carnaval varias pessoas fudendo juntas no dalaoa loira e o cavalo contoContos,erotico de mulher casada da na,zona,ruralcontos erótico festa com a filhacontos gay chupei o pau do borracheirocontos tomei no cu gostosoconto de comi o cuzinho da minha prima novinha que chorou com a pica grandeconto erotico prima franciniloiro trepando com a faveladaminha amiga e greluda contoscontos eroticos homem chupando pau pau sujo e bebendo mijocontos eróticos apostei minha mulher d perdiAbusei minha prima contosContos gay como foi a primera vez que dei o cuconto gay o negao comeu meu cucontos eróticos de pai e filhacontos eroticos testemunha de jeovacontos eroticos eu gravida com vontade.di fufercontos eroticos morena gostosa malhadaContos reais de sodomiaComi cu claraCunhada dormindo com a bundinha descobertaConto erotico cdzinha me deixou loucoconto porno mulher putaContos eróticos Novinha bunda grandecontos eroticos tiacontos fui comer o cu da minha esposa dormindo tava alagadoconto travesti me enganoucontos interracial de crentes sendo arombadasconto me excito com a mao do meu marido dentro da minha bucetaconto xotA cu filhinhocache:A_ULZ8FKkSgJ:okinawa-ufa.ru/home.php contos erotico gay na infância no banhocontos eróticos perdeu aposta e teve que dar para travertiContos minha irma e meu cunhado vieram passar uns dias conoscoFui penetrado com violênciacontos mae descabacando o filho de quinze anosponei arrombando morena com tesaoconto gay aloprado gostoso virei putaVelho bat en do punheta pra putinha d tio sconto porno minha professora coroa