Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FUI PEDIR UMA INFORMAÇÃO E ACABEI DANDO O CU

Oi pessoal estou de volta com mais um conto meu, como vcs sabem sou branco e uso cadeira de rodas, mora na baixada e sou bem safado, sou bisexual, casado, bem vamos ao conto, estava indo ate praia grande de carro pra procurar um endereço, me perdi e tive que pedir informação, encostei o carro do lado de um senhor de aproximadamente 50 anos bem negro e bem magrinho, perguntei se ele sabia onde era a tal rua ele disse que sim que morava perto desta rua, mas eu estava bem longe de la e era bem complicado pra chegar la, daí ele disse que estava indo embora e iria pegar um ônibus, como era um senhor ofereci carona em troca das coordenadas pra chegar a tal rua, neste dia eu por incrível que pareça não estava pensando em sexo, ele entrou em meu carro e fomos na direção que ele indicou, ele começou a conversar comigo e não parava de mexer no seu saco, a toda tempo ele coçava seu saco por cima do moletom que ele estava usando, daí eu percebi e olhava e tirava os olhos rapidamente, fiquei meio sem graça e ele percebeu e coçava com mais frequência, daí seu pau começou a crescer dentro do moletom, e vcs sabem moletom não da pra esconder uma ereção, eu dei mais uma olhadinha, e ele sem o menor escrúpulo pegou minha Mao e pos em cima do seu pau, eu tirei mais que depressa (estava dando uma de menino comportado rsrsrs) daí ele me disse então rapaz estou com muita vontade de comer um cuzinho branquinho e vi como vc ficou olhando pra minha pica, vc gosta de uma rola bem dura e grossa e ainda por cima negra, daí eu falei seu Jerônimo (este era o nome dele) sou homem e casado não gosto de rola sá de buceta e o senhor não tem uma tem, daí ele falou, mas vc ate mordeu seus lábios quando viu ele duro, vem dizer que não gostou daí eu fiquei vermelho de vergonha, e fiquei calado, ele pegou minha Mao de novo e colocou dentro do seu moletom o velho safado tava sem cueca, quando senti sua rola grande encostar na minha Mao não resisti e agarrei-a e comecei a alisar, daí ele falou que sabia que eu gostava e que tava louco pra pegar, ele me pediu pra virar numa rua e ir ate final, quando chegamos ao fim da rua não tinha nenhuma casa por perto sá mato e terrenos vazios encostei o carro desliguei fechei os vidros deitei em seu colo tirei seu pauzao pra fora e comecei a chupar, que rola grossa e enorme tinha pelo menos uns 28cm de comprimento e uns 7 de grossura e uma cabeça linda parecendo uma maça na cor e tamanho, já imaginei aquilo tudo arrombando minha bunda branca, eu chupava com tanta vontade que o coroa delirava de tesao, e ficava me chamando de putona chupeteira, que iria arrombar meu cu branco, que sabia que tinha tirado a sorte grande quando me viu e empurrava minha cabeça de encontro aquele monumento de carne me engasgando a toda tempo, daí ele falou que queria chupar meu cu, eu expliquei que era cadeirante que ficaria de lado virando o bumbum pra fora do caro e ele teria que descer e ir do meu lado de fora pra me chupar e me comer, ele mais que depressa abriu a porta e foi pro outro lado, fiquei de lado ele abaixou meu short, também não uso cuecas, e enfiou sua língua que por sinal era enorme também bem no fundo do meu cuzinho que delícia, eu por minha parte sá rebolava pro negao se fartar com meu buraquinho, daí ele enfiou um dedo, mas meu cu pediu mais ele pos o segundo, mas meu cu safado do jeito que é pediu mais ele enfiou o terceiro e depois o quarto sá ficou o indicador de fora, daí ele disse vc aguenta toda a minha rola, que bom, pois nunca homem nenhum aguentou mais do que a metade, eu disse pra ele que queria sentir seu saco rosando o meu quando ele terminasse de enfiar seu PE de mesa no meu cuzinho, o velho endoidou me colocou de frango assado encostou a cabeçona no meu reguinho depois de cuspir uma quantidade enorme de saliva no buraquinho e sem do empurrou tudo no meu buraquiho que eu ate dei um gritinho de dor, pois foi ate o talo, parecia que ia sair pela boca aquela rolona, mas passou rápido e ficou uma delicia, pois ele fodia com uma ferocidade que dava gosto, ele me chama de puta de viadinho gostoso de cuzudo engolidor de tora, batia na minha bundinha branca que nesta altura já estava vermelha sangue rsrrsrs, o velho era bom de foda, pois ficou bem uns 40 minutos me surrando o cu sem parar daí ele me pos deitado de barriga pra baixo no banco do carro e atolou seu pauzao de novo e fudeu ate ele gozar muito no fundo do meu cuzao, eu achei que o velho já tina terminado, que nada ele continuou a foder e seu pau parecia uma barra de ferro de tão dura, depois de um longo tempo me fudendo pedi pra ele pra eu chupar seu pauzao ate ele gozar, me arrependi depois, pois achei que o coroa não tinha mais porra, quando ele gozou na minha boca me engasguei com tanta porra e fiquei todo melecado, daí ele me levou na rua onde eu queria e me deu seu tel, disse que queria me foder de novo e ate chamaria um amigo pra me conhecer, acabei nem fazendo o que fui fazer, pois estava todo melecado de porra, vc que gosta de sexo venha me conhecer, mulher, homem, gay, travesti ou um grupo variado meu email [email protected] ou [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos heroticos fransei com meu sogroenso botar po para mulher do corno contoscontos eroticos eu era virgemContos eroticos sem camisinha cdzinha gostosacontos tio negão come o c* da sobrinha Rosanapau pulsou na bocaContos encesto mae gostosa saphistorias pornos virando mocinha conto erótico menina zuando pau pequenodescabacei um heterocontos eroticos casada virá puta do mendigomulher deixa cachorro lambelacontos eróticos entre mulheres e homens super dotadoscomida pelo sobrinho contos eróticos sadomasoquismo exttemocache:XIRRUtFC4SYJ:https://idlestates.ru/conto_12285_fui-estuprada-por-minha-culpa-parte2.html conto erótico mulher trai o marido com filho e dar seu anus virgemcontos erotikos comendo o cu da minha madrinhamae ficadoida comdo ve pau do filho e bate pueta neleContos eroticos iniciando as meninascrente viciada em engolircache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html Conto erotico banho maefui passear nas férias e trai meu corninhocontos adoro dar minha bundinhapegando a amiga camila com rabao empinadoCont erot a galinhamulher traindo o marido com entregador arvores de natalconto comi tia do meu amigoContos eroticos de filhas adolecentes e papai com rola grossade verdade o que injetam ou introduzem para aumenta bumbum e seiosso puta e dei gostoso a xana contos eroticoscomo dopar uma mulher e fazer sexo contopunhetabdo no hospitalcontos er matagalenrabador de afeminadobucetinha virgem bem pequenininho viscosaminha tia greluda de biquínicontos eroticos sogra de 65anosencoxador no tremContos eróticos fim de ano genroContos eroticos fudendo o cu da casadavídeo de mulher conto dar o cu ele micha de dorcontos eróticos quando eu tinha catorze um coroa bem dotado deContos porno fui sodomizada por castigocontos eróticos a doida tia de vestido vi a calcinha delacontos eroticos dei o cu dentro do onibusa puta mulher do meu irmão contos eróticoscontos de gays sendo arrombados por varias rolascomo chupar o pau do meu marido e fazer ele gozar lejeiro e gemer mais que tudocontos eroticos segundas intençoescontos eroticos minha esposa da bunda gostosa dando pro mendigo do pau enorme eu vendo tudowww.conto mimha mae min torturou com vibradores na bucetacontos eroticos minha namorada virgemlanbinda na xana hetai gritafui consola a cunhada contosesposa ruiva f***** pelo negão contosjoana meu sogro comeu cuminha mulher puts molecada contoscontos gay meu amigo me ensinou a darContos eroticos coroa submissa do novinho parte 2tia peruca gosta de chupar pau e a buceta sai muita gozacontos eroticos 9 aninhosHistorias eroticas Swingconto comendo viuvaconto eróticos sado a forçacontos eroticos fui com meu sobrinhoesposa bebada na fudelancia na ilha contotravesti gemendo a ponta da pistolacantos eroticos de casada dando o cu vergiRebola no pau do papai conto