Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CASADA MAL COMIDA

rnOlá pessoal, sou um leitor assíduo do site e acho que muitos contos são sim reais e outros é muita ficção, mas não estou aqui pra dar a minha opinião e sim relatar o que aconteceu comigo.rnrnVivo um pouco na internet quando tenho tempo e nisso vou fazendo amizades, tanto com mulher quanto com homens, afinal, você nunca sabe quando vai precisar de alguém pra te ajudar em alguma coisa e é sempre bom ter amigos.rnrnEstava no msn e há muito tempo não conversava com a minha amiga virtual casada. Vou descrever ela: Morena claro, cabelos um pouco abaixo dos ombros, uma voz encantadora, casada a pouco tempo, tem 40 anos e um fogo que o marido não consegue apagar.rnrnEstava no nsm conversando com a casada num domingo na hora do almoço, ainda não tínhamos nem falado sacanagem um para o outro, era uma amizade de respeito mesmo, pq quando a conheci ela foi sincera dizendo que namorava e ia casar. Então nem investi nada.rnrnNo domingo quando estávamos tc no msn, no meio da conversa a casada começou a falar sobre o casamento, dizendo que estava infeliz, que o marido na hora do sexo não xingava ela, que sá sabia dizer ?eu te amo?, que gozava rapidinho, que não fodia o cuzinho dela pois sempre dizia que era pecado, que tudo que ela dizia, ele respondia amem. Um homem de 30 anos, religioso e trabalhador, que passa a semana toda fora. Essa conversa foi me excitando, me deixando louco e imaginando que poderia comer essa loba mal comida.rnNa segunda ela me ligou e ficou falando besteiras no telefone. Fomos por msn e ficamos ate 1 da manhã na putaria. Aquilo me deixou louco, excitado, tarado e com muito tesão.rnrnNa terça marcamos e eu fui pra casa dela depois que sai da faculdade. Uma chuva que caia e eu de moto indo pra casa dela, naquela excitação toda. Cheguei à casa dela e ela veio abrir o portão de shortinho de dormir sem calcinha e uma blusinha preta. Que delicia. Desci da moto, tirei o capacete e já fui beijando ela, acariciando aonde podia. Que tesão que estávamos.rnrnTirei a roupa molhada e sentei no sofá, ela veio por cima e começamos a nos beijar como loucos, aquele tesão no ar. De repente o celular dela toca e era o marido, ligando pra desejar boa noite. Nisso ela já tinha colocado meu pau pra fora e ficou punhetando enquanto estava no celular. Desligou o celular e me disse: ?Nossa, em relação ao tamanho você não mentiu mesmo, realmente tem uns 19 cm e é grosso. Não estou acostumada com tudo isso. Fode devagar a bucetinha da sua putinha ta.?rnrnDeitamos no colchão no chão e comecei a chupar a buceta dela, raspadinha, cheirosa e toda melada. Ela pegou no meu pau e já foi colocando na entradinha da buceta. Que buceta apertada, fui enfiando devagar e batendo na cara dela e xingando ela tudo que eu podia. Quando já tava no talo, comecei a bombar com vontade e a estapear a cara dela e chamando de putinha, vadia, vaca, biscate casada. Ela gozou gostoso e apertou com força o meu pau com a buceta, isso me deixou louco e quase gozei. rnComeçou a implorar pra fuder ela de 4, eu não aguentei, coloquei ela de 4, segurei com força o cabelo dela e já enfiei meu pau com força na buceta e essa mulher começou a gritar, a gemer e estou puxava o cabelo e batia bunda e trocava, xingando ela no ouvido e batendo na cara. Tratei essa loba no cio como uma puta de quinta categoria. Perdi as contas de quantas vezes essa mulher gozou. Fui até o limite e gozei gostoso na buceta dela.rnrnFicaram os dois estendidos no chão. Eu levantei e fui pro sofá, ficamos um bom tempo conversando sobre a vida alheia. Contamos sobre nossas aventuras amorosas.rnrnNos animamos e fomos pro segundo tempo, ela caiu de boca e chupou gostoso meu pau, sá conseguia chupar menos que a metade e eu fiquei desafiando ela pra chupar tudo, mas ela dizia que não conseguia. Até tentou mas engasgou. Fomos pro colchão e eu comecei a fuder ela de 4, e a bater com mais vontade na bunda dela e a biscate casada gozou como uma cadela no cio, e eu continue a bombar, fui ao delírio dessa mulher gemendo alto e gritando a cada estocada. Deitou de bruços no colchão e eu aproveitei pra cutucar o cuzinho dela, dei umas lambidas e ela quis resistir, mas o tesão falava mais alto e pediu pra colocar no cuzinho. Na hora tirei da buceta e fui enfiando no cuzinho, que por sinal é bem mais apertado que a buceta. Sá consegui enfiar ate a metade, não tinha lubrificante, e assim fiquei brincando com o cuzinho dela. Que tesão. Tirei do cuzinho dela e ela veio cavalgar ate gozar mais uma vez, depois tirou da buceta e começou a chupar as minhas bolas e eu fui tocando uma punheta ate gozar.rnrnColoquei a minha roupa, nos despedimos e ela me disse que valeu a pena trair o marido. Vou esperar ela ligar pra mim fuder o rabo dela.rnrnMeu e-mail é [email protected], quem tiver interesse em fazer amizades ou alguma aventura é so entrar em contato.rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


colo do velho. contocontos gay negrinhocontos de corno meu tio engravidou minha esposacomendo a tia de pois de beber um vinhoconto porno esposa na praia com amigavideos porno minha mulher me satisfazendo na cama presente de aniversáriocontos erotico fui abusado pela vizinhamamae levou meus amigos pra acampar contos eroticosconto erotico peguei as meninas do playgroundcontos eroticos surpreendeu a esposasou lesbica e trepo com minha mäetava de sunga gozada no clube contosa amiga resolve acordar a amiga com a mão na buceta delacontos ,chuparam tanto meu pau até ru gozar na bocacontos eroticos cm chantagia minha intiada para mim da a sua bocetinhaenchi o cuzinho da travesti contosa casada gostou tanto da gosada dentro q quer bizconto erotico meu filho me chapouA loirinha punheteira contos eróticoscontos no cu é mais gostosoenrabada pelo negao contoscontos eroticos troquei marido pela vizinhacontoseroticos comia minha esposa fantasiando a cunhadawww.ver contos eroticos de mulheres de 29 anos tranzando com os seus vizinhos de 18 anos.comContos eroticos a coroa submissa do novinho parte 2contos erotixos petde minha virgindade na escolataboo estou apaixonada pelo meu filho sexo incesto contosminha namorada apertando meu pau com a sua bucetanovinha viuva sem ver um pau por varios dias se assusta ao ver o do sobrinhocontos eroticos pauzudo comendo professora lindafilmando a minha sogra de saia limpando a casacontoseroticosviolentadaBucetas escorrendo porra frutapornocontos eroticos reais cornos impotentesmeu primo chupou meus peitinhos e engoli a porra dele contoscontos eroticos gay natal papai noel me comeuContos eróticos de tio sopinhasconto erotico maes rabudas na praia c facontos eroticos moreninha em péminha esposa e sua namoradinha contocontos fio dental perto da amigaconto erótico chantagem na mataconto minha cunhada me surpreendeupapai no cuzinho de mamãe contoscontos fui acampar e fui cornoContos punheta na depilacaoNora provocando o sogro de calcinhaminha sogra/contocontos eroticos de esposa fazendo o marido limpar sua bucwta goAdaCasa de conto a cadela priscilacontos minha mulher colocou bolinhas no meu cucontos eróticos ele disse xingamentos porradacontos gay pai bebado suadocontos eróticos casadas safadascontos eroticos fudendo a mae travesticondos erodicos prima perdedo cabacocunhada na cadeia contoscorno ver mulher gemendo dando cu aoutro casa dos conto eróticosconto erótico mãe dando o cu pro filho por perde a apostacontos eroticos nas prostitutas com mendigoscontos eroticos tia suruba com sobrinhoscontos exitantes comi a mulhersinha domeu patrão na cama delemolestando a amiguinha no meu colo pornoconto erotico gay fui no baile funk e dei o cu pro travesticonto erotico transei com uma velha deficiente especialcontos eroticos sogra de camisolachamei meu vizinho bem novinho fudi o rabinho dele contoscunhadinha gordinha novinha naum aguentou e mi deu xvideoshistorias heroticas detalhistas de peitudas gostosasConto erotico aos 60 anoa dei a buceta para o garotoContos eroticoshospitalvidio muher trasa com homen com pido pequeno