Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FUDENDO GOSTOSO NO CARRO

Ola caros leitores e leitoras dos contos, sempre li estes contos e com costume resolvi escrever uma situação que aconteceu comigo em 2011, sou da cidade de S J do Rio Preto, meu nome é Junior, tenho 30 anos, 1,70, branco, 68 Kg e 19 Cm.rn Fui em um festa de confraternização da faculdade, lembrando que já terminei a faculdade em 2010, mas por ter muita amizade com os calouros fui convidado, a festa era em um rancho em uma cidade aqui proxima, a festa começou umas 9:00 horas, assim festa vai, festa vem, encontrei Valeria (nome ficticio), uma Morena de 39 anos, 1,75 aproximado de altura, com uma bunda empinada e seios pequenos do tamanho certo para colocarmos dentro da boca e chupar, estava com um vestido preto, com um decote que senhores e senhoras era de parar o transito, que bunda que aparecia sobre o vestido todo durinho, deixando meu cacete cada vez mais duro e querendo aquela bundinha, começamos a conversar, sobre a faculdade, e conversa vai, conversa vem, resolvi chamar ela para ir dar uma volta lá fora, encostamos em um carro e em um impulso beijei sua boca com tanta força e imediatamente fui retribuido, com um beijo mais gostoso ainda, ela chupava minha lingua e me deixava louco, pensando nela com essa boquinha chupando meu cacete, com essa vontade, conforme estava dentro da calça, estourando para sair para fora, com todo esse movimento comecei a passar as mão pelo seu corpo e falar no seu ouvido que eu queria tirar sua roupa e morder seu corpo inteiro, dos pés a cabeça, ela delirou e me mordeu, assim comecei a levantar seu vestido e enfiar as mão em sua bunda empinadinha, ela meio receiosa pois estavamos do lado de fora da festa, porem na porta.rn Pegamos meu carro e famos um pouco mais a baixo lembrando que estavamos em um rancho ou seja ali não tinha ninguem, parei e dentro do carro comecei a beijar Valeria, e passar as mão por baixo de seu vestido, apertando sua bundinha, passando as mão em sua xaninha por cima da calcinha, comecei a chupar seus seios, que delicia, eram tão durinhos e e tão macios que dava cada vez mais vontade de chupar, e com o meu pau duro cheio de tesão, ela pegou sua mão e levou em meu cacete por cima da calça e acariciando suspirava me beijando, começou a baixa e me beijando no escoço, barriga e quando vi estava abrindo o ziper da minha calça e tirando meu pau super duro para fora e começou a passar a mão na cabecinha, nas bolas do meu saco, e baixou a cabeça mais um pouco e caros amigos abocanhou com toda euforia, pense vocês que boca, ela chupava sá a cabecinha me deixando em delírios, começou a engolir todinho meu cacete dentro de sua boquinha toda aveludada, que boca macia, agora engolindo todo meu pau, ela fazia um boquete enlouquecedor e com tanta vontade que parecia uma bezerrinha começando a mamar nas tetas da vaca, chegava a dar ate uma cabeçadinha para dar mais tesão, que boquete, que experiencia, em chupar vara, falei para ela parar que se não ia gozar dentro de sua boca, porem estava louco para encher de porra aquela sua bocetinha que comeceia a acariciar e colocando sua calcinha de lado comecei a morder devagarzinho, ela foi abrindo cada vez mais as pernas levantando uma delas em cima do porta-luvas para ficar mais gostoso, levantando gemidos de Valeria e com vontade comecei a chupar sua xaninha que já estava toda molhadinha, ela disse em delirios, chupa vai...vai, que delicia, e gemendo jogou aquele nectar dos deuses em minha boca, porque não tem nada melhor que uma mulher jogando todo seu liquido em sua boca, e logo ergui sua saia, e colocando ela de quatro no banco, com o rosto virado para encosto de cabeça, me apoiei no porta-luvas, e abrindo aquela bucetinha que estava em chamas, fui enfiando meu cacete com todo geitinho e deixando ela cada vez mais delirante dizia, vai enfia, come essa cachorra qeu está louca pra levar essecacete, enfia....enfia, e com furia, empurrei com toda força, ela deu um grito de prazer e dor, falando nossa que cacete delicioso, e comecei a bombar olhanda aquela vara entrando dentro de sua bucetinha toda molhada de tesão e com um fogo, quanto mais eu bombava, mais ela gritava de prazer, e falava tantas coisas, e aquela bunda rebolando e aquela buceta engolindo minha vara com veracidade, pensei em uma mulher que rebolava na vara, comecei a sentir que meu cacete estava a ponto de explodir, e ela já havia gozado, então bombei bem mais forte paecia que ia atravessar ela pelo meio de tanto tesão, enlouquecido, comecei a gozar e ela gritando, enche essa buceta de porra, que delicia vai fode, explode, goza, vai gostoso, fode, e ela começou a rebolar na minha vara e me deixava ainda mais louco e gozando dentro daquela vadia, neste momento estava vindo um carro em nossa direção, os vidros todo embaçado de suspiros, suor e sexo, transparecia a luz do carro, então nos vestimos e fomos embora com aquelo gosto de sexo, e a lembrança daquela foda inusitada.rn Me desculpem qualquer coisa pois é meu primeiro conto de sexo que escrevo, espero que vocês tenha gostado da minha trepada dentro do carro, pois sempre gostei de meter no carro, na verdade sempre gostei de meter em qualquer lugar, caso vocês mulheres solteiras ou casadas que queiram experimentar esse sexo gostoso junto comigo, meu email é [email protected], estou louco para fuder com alguma leitora ou escritora dessaes contos, que desejo louco. rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos orgasmo no ônibuschantagem com casal. que pediu carona contos eroticozoofilia umcacete enorme pra pequena putadesabafo sou casada trai meu marido com eletricistamamando a rola quente do meu padrastoxvidio minha irmã sozinhocontos eroticos com a diretora da escolameu patrao cacetudo contoscontoseroticos paguei para estruparem minha mulherContos eroticos selvagem esposamuitus contus estupro na favelafui enrabada na frente do meu marido/contosdepilando o xinin da cunhadapai me comerealizando minhas taras com a gravida contos eroticosadoro menino sacudo contosdormino na mesma cama com duas irmas fudeno uma e a outra ficano com tesaoconto erotico me mastubrando com t cenouracobto eróticos. chupei cu do meu maridocontos eroticos cu de esposa vermelho cheio de porra com fotoconvidei o Celso para enrabar minha esposaConto de Suruba no cinemaminha cunhada quis que eu a visse nuacontos personal acoxando a cavala na academiafiquei com o marido de minha amiga com aprovação dela contos.eroticosminha dani me fodeu me quando dormividio porno corno mulher da em cima do jsrdineiro e empregada ver e participabudao fudida por varios brutosquero ser arronbada por outro cassete contomoleque contos eroticoscontos porno chantagiando a cunhadaler conto pornô de i****** ajudando minha filhavídeo de sexo de duas mulher gulosa beijo gosmentosexo contos deposito de porraconto erotivo orgia pai mãe e filhos bicontos gay meu paizão comendo o meu cunhadocontos eróticos de lésbicas masoquistasSexo gay cinebolsomknha tia pediu pra passar protetor solar contos contoseroticos presidioenrabado no campingnovinha de 13com peitinhocontos minha namorada pelada meu amigoConto incesto minha mae me ensinou a fudercontos eroticos minha sobrinha comi na minha camacontos heroticos de mulheres casadas de manauscontoseroticos viajando com priminho no acrroconosco toma a porra de. macho na. bucetaSexoincestocontoscontos eroticos esposas no swingwww.contos de abusada desde pequena pelo tio no incestocontos porno de incesto real pai filha e mae juntosminha irmã no meu colo contisporno anal mae filho em viagemconto erotico eu com a rola de outro infiada no cu falado com meu marido ele nem desconfiavedio porno torcado pau no cu safado velhos dormindo novinhacontos testou a esposacontos eróticos virei cd para usar fio dentalcontos de sexo rapidinha com a cunhada na cozinha enquanto meu irmão tomava banho no banheirocontos eróticos a primeira vez nem doeuenfiando na bucetavarias coisascontos eróticos incesto dormir chantagemconto erotico de orientadoras gorads dando cutroca x troca feito com amigo e dando o cu contosdois primoscontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos eroticos gay na boleia de caminhãocontos comi a japonesa rabuda casadacontos eróticos meu segredoinbebedei minha sogra e cumi éla video caserocontoerotico sou postituta adoro safadeza na familiaContos eroticos minha mulher e o policialCarnaval cerveja mezanino nada conto eróticocontos eróticos mulecadacontos sobrinho pega tiaconto erótico de incesto de sobrinha e tio casa de conto meu tio morre de ciumes e amor por mimcontos eróticos com mulher q usa vestido coladoconto erótico de primo cdzinha