Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TOMEI CORAGEM E DEI MESMO

Oi meu nome (fict) é Valeria, tenho hj 21 anos. Sou castanha clara, magra, com peitos salientes e bonitos. Moro em Curitiba e sou a caçula com um irmao mais velho que eu dois anos chamado Pedro. Sempre nos demos bem em casa, mas nunca tivemos intimidades, tipo de andar de roupa de baixo, e essas coisas, criação conservadora, pois meus pais nao admitem essas liberdades. Meus pais são jovens ainda, papai tem 57 e mamae 54. Vamos aos fatos. Até completar 19 anos eu era uma criança inocente, sem malicia. Mas com a chegada da internet (la em casa), embora nao pudessemos ver sexo, era inevitável. Foi assim que por assim dizer tomei conhecimento da coisa. E era muita informação e de uma vez sá. E muito sexo disponivel e de todos os tipos. E isso mecheu comigo. Claro que minha familia nem sonhava o que eu estava vendo na net. Lá em casa, eu que ficava mais tempo no computador, e sabia mecher em tudo. Meu irmao tambem via muito sexo, so que quando eu já tinha ido dormir, mas nao demorou muito para esquecer de apagar o historico e acabei descobrindo suas preferencias. E surpresa, o maninho gostava de ver sexo normal, mas tambem tinha muito sexo gay, homens pelados e travestis. Como ela nunca tinha dado pinta de viado, pelo contrário fazia tipo de machão, conclui que ele talvez somente estivesse curioso, ou que fosse bisexual. O fato é que eu tava explodindo de tesão, já estava me masturbando de tudo que era jeito, inclusive já tinha aprendido a enfiar pequenos objetos roliços no cuzinho, enquanto massageava o grelinho até gozar. E como na escola eu nao tinha nenhum paquera, até porque nesta idade os meninos tem mais prazer em contar para todos os amigos o que fazem com uma menina do que fazer propriamente. Ia ter que ser com meu irmão mesmo. Já tinha lido dezenas de contos eroticos sobre o assunto incesto, e ja´tinha aceitado a ideia como coisa normal. Tinha que agiar com cuidado para a coisa dar certo. Meu irmão nao era modelo de beleza, o fato é que tinha pinto e era limpinho, rsrs. Arrisquei deixar uns contos eroticos no historico para ver se ele lia, mas deixei uns hetero, nada de incesto. Nao demorou muito deu resultado. Ele nao so leu, como viciou tava lendo de tudo, inclusive os de incesto, e especialmente os entre irmaos. Pensei que ia ser facil, e passei a ser mais atenciosa com ele, mas sem dar muito mole, pra ver como ele reagia. Mas o cara era devagar, ficava na dele, mas percebia ele me olhando disfarcadamente. Comecei a espialo-lo em casa. Ele tinha permissão dos nossos pais para ficar no computador ate as 23h, entao eu como sempre ia dormir la pelas dez, passei a espiar ele escondida. Ele sempre ia ao banheiro do corredor quando desligava o computador, e eu espiando pelo buraco da fechadura via ele se masturbar e gozar na pia, nossa dava pra sentir até o cheiro da porra, pois a pia era bem ao lado da porta. Depois era eu que ia pro meu quarto e me acabava. O pau dele era grande, cabeça rosada e eu estava louca para sentir aquilo tudo na boca, no cu, enfim onde desse. certa noite esperei meus pais irem dormir e sai do meu quarto, um pouco depois de meu irmao entrar no banheiro. Pedi pra ele abrir a porta rapido que eu estva apurada e nao podia esperar senao ia fazer xixi nas calças. Ele abriu a porta reclamando e antes que ele saisse eu me virei de costas pra ele e fui entrando espremendo ele contra a porta, e pude sentir se pau duro contra minha bunda. eu estava so de com uma camisolinha e sem calcinha, ja fui levantando ela e sentando no vaso, deixando ele ver minha bucetinha rapidamente. Ai a coisa mudou, parece que o pia acordou pra vida, e passou a me ver com outros olhos. No dia seguinte, era um sabado pela manha e ficamos em casa sozinhos, pois nossos pais foram ao mercado. Ele estava tomando cafe quando entrei na cozinha so de camisola, normal, mas sem calcinha. Sentei numa banqueta alta de frente pra ele, e distraidamente abri as pernas um pouco enquanto falava com ele, perguntando o que ele ia fazer hoje. Ele rapidamente fixou o olhar no meio das minhas pernas e nao conseguia mais disfarcar, fica sempre voltando a olhar rapidamente para minha bucetinha.Pedi que ele me ajudasse com uma prova de matematica e ele prontamente concordou. Falei vamos no meu quarto entao estudar. Entre deitei na cama com a bundinha virada para cima e ele sentou na beira da cama. Enquanto mostrava a materia para ele em meu caderno, eu dava umas olhadas em direção ao seu pau, e percebi que estava meio duro. Coloquei rapidamente o caderno em seu colo, pedindo para ele resolver uma questaão e aproveitei para esbarrar com a mao em seu pau. tomei coragem e falei, "eia pedro ta com o pinto duro ai?" Ele assustado disse que nao. E eu retruquei "deixo eu ver entao" Ele, vendo minha cara, sacou o que eu queria e disse "se ver vai ter que pegar". Eu com o coração a mil, pensei e agora ou nunca e enfiei a mao por baixo do caderno pegando no pau dele, e segurei firme, apertando por cima do calcao de pijama que ele estava. Ele ficou um pouco assustado, nem se mexeu, e eu apertando e alissando enquanto o olhava nos olhos. Falei "huum que grande", deixa eu ver direito. Ele levantou e abaixou o calção com a cueca e saltou seu cacete duro. Eu sentei na cama e antes que perdesse a coragem e sem falar nada cai de boca engolindo metade do pau de meu irmão que soltou um gemido e comecou a alisar meus seios. Ele falava que nossos pais nao podiam saber de nada senao nos dois estavamos encrencados, e eu somente concordava dizendo "HumHum", sem tirar o pau da boca. Já tinha visto muitos videos e até praticado com uma banana para este momento, mas era muito melhor do que eu havia pensado. O cacete parecia cada vez maior e mais duro e nao demorou a começar a soltar um caldinho quente e salgadinho na minha boca. Eu estava adorando, segurava firme seu cacete com uma mao e com a outra comecei a esfregar meu grelinho. Ele nao parava de gemer e de apertar o bico do meus seios, o que me dava mais tesão ainda. Chupei uns cinco minutos, até que ele falou que era a vez dele. Me empurrou gentilmente para deitar na cama e buxou minha camisola para cima. Como estava sem calcinha somente abri as pernas e ele foi chupando com tudo minha buceta. Enfiava a lingua, chupava o grelo, lambia por tudo até no cuzinho. Pedro depois me falou que nao era mais virgem, e que ja tinha comido umas duas meninas, mas que era a primeira vez que tinha chupado uma buceta. Ele me chupou tao gostoso que eu logo senti o orgasmo chegando, mas ele parou e perguntou se eu queria que ele metesse. Eu falei so se for no cu, pois era muito arriscado na buceta, pois eu era virgem e podia sangrar e manchar a o lencol, o que iria nos denunciar. Ele falou "voce que sabe". Me coloquei de quatro na beirada da cama e pedi para ele ir com cuidado. Ele apenas molhou meu cu com saliva, pois seu pau já estav babando e comecou a forcar lentamente. Eu como já tinha experiencia em me masturbar pelo cu, sabia o que fazer para deixar ele entrar, e fui fazendo força como se estivesse fazendo coco, o que abre o musculo e facilita a penetração. O pau dele escorregou para dentro a cabeça, sentindo ele parar, dei mais uma forçada e falei para ele enfiar mais um pouco. Parecia que meu cu estava faminto, pois o pau dele escorregou tudo para dentro, sentido ele encostar na minha bunda. Nossa me deu um calor nesta hora que perdi ate o ar. Ele comecou o movimento lentamente tirando ate a metade e pondo ate o fundo novamente. Aquilo era uma delicia, abracei o traveseiro e falei "me come bem gostoso Pedro". Ele dizia "nossa Valeria vc é uma delicia, nunca tinha comido um cuzinho, que delicia". Ficamos metendo assim uns cinco minutos, até que ouvimos o portão eletronico começar a abrir, ele imediatamente tirou o pau e falou "chegaram". Ele pegou seu calcao e sua cueca e correu para o banheiro. Eu tambem pus uma calcinha e me vesti rapidamente. Quando meus pais entraram Pedro tinha ido para seu quarto e eu descia as escadas para ir na cozinha. Passamos o dia nos evitando, meio com meda da reação do outro na frente dos nossos pais, com medo de seremos descobertos. Passou o final de semana, e na segunda, quando ficavamos sozinhos em casa na parte da tarde, pois estudavamos de manha, ele veio falar comigo. Perguntou " E agora, o que fazemos?" Eu disse "VOce gostou? Ele falou é claro, adorei. Entao vamos continuar, desde que nossos pais nao descubram e vc nao fale pra ninguem. Ele lágico que nao vou falar, tá louca. E eu fazendo cara de safada disse entao vem pro meu quarto terminar o que vc comecou no outro dia. E assim nos tornamos amantes. Passavamos as tardes e todos os momentos que podiamos nos pegando. Eu somente chupava ele e dava o cuzinho. Até que comecei a ficar atraida por outros meninos e comecei a namorar um garoto da escola. Pedro ficou enciumado, mas eu o convenci que assim era melhor para ninguem desconfiar da gente. Ele tambem arranjou uma namorada e ai eu fiquei puta de ciumes. Mas fomos levando a vida e ate hoje quando estamos sozinhos ele come a minha bundinha. Eu logicamente nao sou mais virgem, mas ele prefere na bundinha pois sua namorada nao aceita fazer anal e ele adora. Depois eu conto como perdi a virgindade com o primeiro namorado. Até mais.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Wwwloira casada negro da borracharia na casa dos contoscontos eroticos de incesto com filhinho viadinho com a mamãeConto erotico de xana beiçudanegao e o seu caralhoContoseroticosenganadocontos incestos dividindo o filhoselma melando a pica de cocorvideos porno minha mulher me satisfazendo na cama presente de aniversáriocontos eróticos orgasmo no ônibuso lubrificante feminino é melado e pegajosomorro de tesão pela a minha madrasta/videoscontos de machos que experimentou um boqueteconto erotico a gorda pagabdo a apostacontos eróticos de virgens perdendo o cabaço a forçacontos comi o cu do meu cunhado e do meu sogro e da minha sogra e minha namorada viufoda entre maninhos conto heteroconto esposa e nua e sobrinhogruda nos pelinhos da bucetacontos exitantes estava muito triste e carente meu cunhado chegou na minha casawww.contoseroticoscabacocontos eroticos mendiga negraenteadinha contosContos casal peladoconto sexo paiContos erotico amigas devendoduas loirinhas e rucontos de incesto onde tio coloca sobrinha de nove anos no coloconto porno mulher gosta pau 25cmcontos eroticos comendo o cachorro da ruawxvidio ver mulher gozando no cambio do carrodistraida de calcinha mostrando os pentelhoTia chupou todinha de pernas abertascontoa cu pra o velhoconto erotico mostra essa piroca filhocontos eroticos esposa evangelicaContos esposa submissa e gostosadei minha bucetao mestruada e ingravidei contosmelhores contos gays descobri a putinha que havia em mimxv inserto chupando a busetinha da novonha dorminotransando pela primeira vez no boa f***relatos de comadre dando a buceta pro compAdrereal conto cunhadoela me contou que estava com a buceta toda assada de tanto fuder com elequero ler conto erótico sogro f****** com a noracontos cara comeu minha mulher devaga pra mim nao ver contosminha ex namorada tonta dando pra outro contosconto erotico com gordinhaconto o jovem roludo comeuu a.buceta de esposaconto erotico de torneio de sinucaeu corno de putacontos eroticos anal iniciando minha filhinhacontos eroticos deixei meu namorado meter na amiga delecontos eróticos sogra pega mulher metendo na camacontos de boquete bom de primos e primas novinhoscontos eroticos gay meu tio de vinte anos me comeu bebado quando eu tinha oito anoszoofiliacoroas boasContos erotico s de travesti bedotado ativoContos eroticos de trans lindas e taradas.viram peitos da minha namorada contoscache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html mulher sentando na embragem com o cu e buceta conto eRotico os piralhoS m comeraoele fodeu na minha frenteContos eroticos fui corno na festaconto meu pai descabacou minha irmacontos eroticos estou chifrando meu marido tomando porra do cunhadovidio porno de marido trasando com a esposa em quanto ela faz ais coisas na continhaconto gay velhocontos eróticos gay - jogadores fudedoresContos eroticos : meu filho chupando bucetaconto minha esposa com seu primoContos supreendida pelo novinhocontos eroticos de esposa fazendo o marido limpar sua bucwta goAdacontos de pervertidosconto erotico minhas prima se apaixonou por mimConto gay velhocontos de sogro subjugando a nora e filhoContos de cdzinha novinha de shortinho fino socadoContos eróticos enteada larissa viajarwww.eu aronbei minha sobrinha de doze anos de idadecontos erótico arrependimentos e chorandosempre fui safadinha contos contos fudendo com minha mulher e a minha cunhada peitudatres comendo uma mulher e um socando no cu do outro uma filinhaiporno éla dis méche que eu vou gozarbeijador e pegador na buta gotosame comeu aindanovinha