Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

BIANCA E O VIZINHO COROA

Alugamos uma casa de praia, para passarmos parte de nossas férias em um lugar paradisíaco na ilha. Era um condomínio em que todas as casas tinham a mesma construção. Apesar de bastante confortável o muro era baixo e nos dava pouca privacidade. A Bianca como sempre adora usar suas roupas minúsculas e isso acabou por chamar a atenção do nosso vizinho, o Reinaldo, um senhor de seus sessenta anos, meio gordo que morava sozinho. Bianca estava na área do fundo com um short branco, enterrado na sua bunda, lavando o piso, quando eu entrei e vi o Reinaldo olhando da janela do quarto dele, que dava de frente para nossa área. Falei para ela que ainda não tinha percebido e quando ela viu, de imediato aflorou sua parte exibicionista, rebolando cada vez mais aquela bunda maravilhosa. A partir daí começamos a comentar e ela falou que iria judiar do velhinho. Como havíamos planejado ir a praia, logo depois ela encerrou o show e saímos. Na volta ela já havia bebido bastante na praia e quando entrou falou que ia tomar uma chuveirada na área. Tirou a canga ficando apenas com o seu fio dental e a parte de cima que mal cobria seus seios. Começou a lavar seus cabelos louros e a se ensaboar, me perguntando toda hora se o vizinho estava na janela. Falei a ela que infelizmente a janela estava fechada e isso a chateou. Então me encaminhei até os fundos da área e vi que havia uma parte que dividia as casas somente com uma cerca de arame e a visão dos fundos da casa era total. Percebi então um vulto atrás de uma mangueira e imaginei que seria o nosso vizinho na espreita. Voltei e falei com a Bianca que se alegrou na hora e foi logo tirando a parte de cima do biquíni. Falei alto que ia sair para comprar cigarro enquanto ela tomava banho e voltei, me escondendo perto de uma bancada nos fundos. Logo o Reinaldo apareceu e meio escondido ficou olhando o show da Bianca que demorava propositalmente no seu banho. O velho apertava sua pica por cima do short e sá faltava babar. Apás um longo tempo a Bianca desligou a água, se enrolou na toalha e entrou em casa. Logo depois o velho fez o mesmo e voltou para casa dele. No outro dia de manhã a Bianca me pediu para montar uma torneira na bancada dos fundos e disse que iria lavar a roupa ali. Imaginei logo o porquê e deixei tudo pronto. Bianca colocou um short de algodão, amarelo sem calcinha com ele entrando em sua bunda e dividindo sua boceta. Uma blusa folgada sem sutiã, completava sua indumentária e assim ela começou a lavar as roupas. Quando ela abaixava o short entrava cada vez mais e seus seios apareciam, por baixo da blusa. Cinco minutos depois de ela começar o Reinaldo se posicionou de forma a olhá-la de perto. Desta vez eu fiquei da janela do nosso quarto que dava para área dele e vi quando ele se encostou ao muro, ficando a cerca de cinco metros da Bianca. Com certeza ele podia vê-la totalmente e assim ele ficou durante todo o tempo. Bianca já havia molhado o short que ficou todo transparente. O velho começou uma punheta sem tirar os olhos dela e acabou gozando. Bianca, depois de muito tempo, acabou a lavagem, pendurando a roupa na cerca e fomos para praia. Desta vez voltamos a noite e acabamos dormindo. No outro dia Saí pela manhã até a padaria e o encontrei lá. Estava comprando as coisas quando ele veio falar comigo. Ele se apresentou e disse que tinha nos visto entrar na casa. Falei que tinha alugado por uma quinzena e ele então falou da segurança do lugar, das praias e outros assuntos até que finalmente comentou da Bianca. Perguntou quanto tempo tínhamos de casado e falou que eu era um homem de muita sorte, pois a Bianca era muito bonita e que ele tinha visto de relance. Pensei comigo o quanto descarado ele era, pois já vinha olhando ela a dois dias. Fomos andando até as nossas casas e quando eu ia entrar a Bianca veio abrir a porta ainda de camisola. Quando ela me viu conversando com o velhinho, abriu um pouco mais a porta e o cumprimentou. Ele aproveitando a oportunidade, veio até a porta e a cumprimentou com um aperto de mão, mas com os olhos voltados para seu corpo que aparecia através da transparência da camisola. Bianca ainda puxou papo perguntando se ele morava sozinho e outras coisinhas. Assim terminada a conversa entramos em casa e ele me perguntou como eu o encontrei, o que falamos e vi logo seu interesse. Contei tudo a ela que ouvia com atenção e depois fomos tomar café. Antes de sair ela disse que iria lava mais roupas, mas falei que ia dar muito na pinta e que ela deixasse para amanhã. Bianca acabou se convencendo e saímos para uma praia distante. Novamente voltamos a noite e ela não pode fazer seu show. No outro dia quando acordei, ela já estava lá em baixo fazendo o café e então eu desci. Enquanto tomava o meu ela disse que iria se arrumar para lavar a roupa. Quando ela desceu até eu fiquei de pau duro. Estava com uma minissaia curtíssima e folgada e uma blusa de alcinha que tinha num decote enorme, com os seios quase aparecendo. Ela foi para área e eu fui para o quarto espiar da janela. Foi sá ela aparecer que o Reinaldo se posicionou atrás do muro. Bia se inclinava na bancada e o velho abaixado quase ia a loucura. Resolvi descer para ver mais de perto e quando cheguei perto dela foi que vi o porque do velho está tão tarado. Ela estava sem calcinha e sua boceta aparecia toda depilada quando ela abaixava. Vi que nada ia além daquilo, pois o velho sabia que eu estava em casa e então falei para ela alto que ia sair para correr. Ela me deu um beijo e falou que tinha entendido. Fiz que saí e voltei para o quarto para espiar. Depois de um tempo o Reinaldo apareceu na cerca e começou a conversar com a Bianca. rn-Um dia tão bonito deste e você não está aproveitando?rnBianca olhando para ele falou. É que eu gosto de tudo bem lavadinho.rnEle então disse. Mas uma mulher tão bonita, não pode ficar se matando, lavando roupa.rnBianca então falou. Obrigada pela mulher bonita, mas não estou me matando não isso aqui eu faço todos os dias. rnAlém de linda, prendada. Seu marido é um homem de muita sorte. O velho disse.rnBianca riu e pediu desculpas por estar de costas, mas era por causa da roupa. Nisso ela se abaixou com as pernas abertas e o velho ficou mudo. De onde eu estava dava para ver sua boceta toda, imagine ele. Bianca continuou sua lavagem e eles conversando. Então ele tomando coragem perguntou se eu não me importava de ela usar aquelas roupas e a Bianca falou. Que nada, nás somos naturistas e em casa eu fico é completamente pelada, aqui para ele eu estou até muito vestida. O velho então disse que ele também já tinha ido a praia de naturismo e que adorava esse estilo de vida. Que se ela quisesse poderia ficar nua que ele não se importaria. Bianca olhando para ele falou. Mas em um lugar naturista, todos ficam nus e ali ela ficando nua ele estaria vestido e isso era constrangedor. O velho, esperto disse a ela. Se você quiser, eu também fico e a Bianca safada do jeito que é, falou. Então vamos fazer o seguinte. Tire sua camisa que eu tiro a minha. O velho mais do que depressa, tirou a camisa dele jogando ao chão. Bianca então foi tirando a camiseta bem devagar até que seus seios ficassem livres. O velho se tremia todo e a Bianca então disse. Agora tem que tirar a bermuda e o velho foi logo desabotoando e deixando cair por suas pernas. Bianca então falou. Tem que tirar a cueca também, já que eu estou em desvantagem, pois não uso calcinha. O velho abaixou a cueca e seu pau apareceu completamente duro. Bianca então olhando para ele falou. Seu Reinaldo o que é isso, se o senhor ficasse assim na praia iam te botar para fora. Ele meio desconfiado falou. Minha filha a muito tempo eu não vejo uma mulher tão linda assim. Bianca então rindo falou. Eu não devia tirar o resto, pois o senhor está alterado, mas como promessa é promessa, vou tirar. Começou então a descer a saia e ficou nuazinha. O velho perdeu a cabeça e começou a elogiá-la e a Bianca rindo, se abaixava, abrindo mais sua bundinha. Então ela foi estender uma das roupas na cerca onde ele estava. Colocou a roupa e se virou para pegar outra na bacia, deixando sua bunda escancarada para o velho que estava encostado na cerca. Ele vendo a bunda dela se encostou e foi passando a pica na bunda dela. Bianca sem se levantar, falou. Aí seu Reinaldo, o que é isso. O velho respondeu. È tesão minha filha e igual a esse eu nunca tive na vida. Foi então se encaixando atrás da bunda dela e vendo que ela estava toda molhada, pincelou o pau na boceta dela e foi enfiando. Bianca se chegou para trás empurrando a bunda e fazendo o pau do velho entrar todo nela. Deu uma mexida e depois se levantou e indo para frente tirou o pau. Olhou para ele e falou. Meu deus, o que eu estou fazendo, meu marido saiu e eu já estou aqui traindo ele. O velho falou tremulo. Não tem nada não minha filha, ninguém vai saber. Vem aqui vem. Bianca foi até ele, pegou no seu pau e falou para ele passar para o lado dela da cerca. O velho se espremeu e passou. Bianca sentou na bancada e mandou ele chupar ela, o que ele fez de imediato. Depois de um tempo ela desceu da bancada se virou de quatro e mandou ele enfiar. Ele foi enfiando nela e bombando, com as mãos agarradas aos seios dela. Bianca começou a gozar e logo depois ele gozou forte, enchendo aquela bocetinha. Bianca então falou alto que havia escutado um ruído e que deveria ser eu chegando, o que logo eu entendi e fiz um barulho no portão. O velho passou entre a cerca e correu para dentro de casa e o mesmo a Bianca fez entrando e correndo para o nosso quarto, me jogou na cama e começou a chupar meu pau para depois cavalgá-lo, até gozarmos bastante. Durante a nossa estadia o velho ainda a comeu várias vezes e até o caseiro dele acabou comendo-a também, mas isso eu conto depois.rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


toco siririca na madruga contos de casadascontos de mulheres que colocaram silicone no seiochantagiei a mulher do colega que traia ele conto eroticosexo mulher dizendo mete com forca nessa bucete pau gostoso mete nesaa bucetaGozei dentro da xereca peluda da minha vizinha coroa enxutaafilhada chorando com a pica do padrinho no cu - contos eróticosananzinha contos erotcomeu marido sempre tras tres amigos em casa conto erpticoA melhor foda da minha vida, contosa arte de apanhar contos eroticocontos relatados por mulheres que foram abusada e acabaram gozandochupando uma bct de novinhas dormindo indefesascontos eroticos sou casada realizei o desejo do meu sobrinhocontos eroticos irmaocontos aliviando as tetas de minha irmalouco pela minha prima contocontos eroticos de sogra carentecontos porno incesto esporradelas e beijos bocadei para um negão desconhecidotransando pela primeira vez no boa f***minha tia com capo de fusca contoscontos de sexo comi minha sogra vadia na frente da irma delaesposa safada liberando geral para o sogroContos eroticos transei com uma porcacontos de orgia com maetriangulo familiar pornometendoo con vpontadi pornoidoza caseta toda gozadacontos reais vendo a mae ser curradaconto erotico ajudando minha tia no encanamentomalhando bundundaconto fui por cima do meu primocontos eroticos comi toda a familiameu cuzinho contraindo no teu pauembebedei minha irma e a comi conto eroticoum pezao lindo conto gayComtos heroticos da cunhadinha viviane dando pro cunhado reinaldoConto erotico o shorti.ho que meu marido comproucontos eroticos a sogra regina parte 2contos erotico estrupando novilhasincesto primo bolinando prima com problema mentalconto erótico de tiazinha rabudacontos eroticos estrupando a novicacontos e vidios de patroes sendo fodidos por empregadas tranxessualcomendo tieta contos eróticos desabafo sou casada trai meu marido com eletricistaSou envagelica, Meu amigo negão roludo comeu meu cú. Conto erótico heterossexual.conto tirei do cu e comi a bucetaa calcinha toda travada no raboContos incesto filha calcinharealizei meu sonho transar com um cavalofui chantagiada pelo meu amigo de trabalhocontos eroticossobrinha brincando com bonecacontos eróticos ele me pegoume mesturbei no banheiro e agira?Contos eróticos mãecontos de aluciando pela buceta peluda da maeminha cunhada de camisola contosfilhababandopauTravesti que dá de graça em bhcontos minha tia anus dilatadoComi a cadeirante casada contosconto erótico irmão vomitou roupacontos Minha esposa rabuda provocando de shortinho contos swingcontos incesto troca de filhasconto eroticos maesocar pasta de dente na vagina aperta.nojentocontoscontos eróticos dopando meu sobrinho gay dormindocontos eróticos mostrei o pau pra minha mãedoce nanda contos eroticosconto mandaram esposa toda espprradaentregador de gas bem dotado e sexy dominadormulher gritando muito cm dor porrnodoidoconto cabaco xota cucuzinho guloso contoconto erotico de casada cim tesao em pau grandetransei com meu tio contoscontos eroticos fui comida feito puta e chingada de vadia pelo meu sogroconto peidei no pau do negaoContos mulher coloca silicone no peito e marido vira cornocachorro engatado até o talo cavadinhacontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos eroticos de tia masturbacaoContos eroticos de homem que estava batendo punheta no trem na frente de todo mundo semvergonhamedica seduzidapor lesbica historiascontos roupa de biscatinhacontos erotico de filho travesti bundudoConto minha enteada safada se insinua pra mimConto erotic castiguei meu irmao gai