Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ADORO IDOSOS II

Olá a todos. Prá quem não me conhece, sou o Fabio, tenho atualmente 55 anos, moro em meu sítio no Sul de Minas e também em minha casa na região de Campinas. Deixei de postar meus relatos ultimamente devido ter ficado mais tempo no sítio, onde não possuo computador; quem leu meus relatos anteriores, sabe que mantive caso com meu caseiro, mas que por causa de motivos familiares acabou voltando prá sua terra natal, e também devido a falta em encontrar pessoas boas prá lá morar.rnMas a cerca de uns 4 meses, por pura obra do destino, acabei por dar carona a um senhor (vou chama-lo de Antonio), e que depois de ficarmos conversando, descobri ter 71 anos, viúvo, morar bem práximo de meu sítio, viver sázinho, tem cerca de 1,70 de altura, por ter trabalhado e ainda trabalhar na lavoura, tem corpo bem definido (nem magro, nem gordo).rnAcabei por convidá-lo a vir trabalhar para mim, e depois dos acertos necessários marcamos o dia prá ir buscá-lo. Quando meu antigo caseiro morava comigo, tinhamos por hábito que eu era sua esposa, portanto passava o dia todo em trajes femininos, mas com sua ausência deixei de faze-lo pois não havia motivo em dar bandeira com as pessoas que esporadicamente arrumei prá vir trabalhar, sendo que sámente prá dormir, eu acabava utilizando camisolas, pois é muito gostoso.rnNo dia marcado fui buscar o novo caseiro, instalei-o na casa do caseiro anterior. Nos práximos dias conversamos muito, sobre variados assuntos, até que um dia no final da tarde, acabamos falando também em sexo. Nesse dia ele acabou revelando sua carencia, dizendo até em seu linguajar, que devido a falta de sexo, com certeza comeria até o rabo de outro homem. Não disse nada, porem como estavamos práximos ao horario da janta, fiz o convite para que ele viesse jantar comigo. Por volta das 18:30hs, apás ele ter tomado uma dose de cachaça, começamos a tomar cerveja e jantamos, sendo que por volta das 19:30 hs, já estavamos sentados na varanda jogando conversa fora. Ficamos apenas alegres com as bebidas ingeridas, e novamente o assunto partiu prá sexo. Perguntei se era mesmo sério a histária de comer o cú de outro homem, sendo que houve de pronto sua confirmação; foi então que pedi a ele prá esperar uns 20 minutos pois eu precisava ir ao banheiro. Fui rápidinho ao banheiro, fiz uma bela lavagem com o chuveirinho, deixando meu rabinho que é depilado, completamente limpinho e pronto prá receber pau, já que também estava na secura a algum tempo. Fui ao quarto, coloquei um vestidinho tomara-que-caia, curtinho e uma bela tanguinha vermelha; peruca na cor castanho claro e um belo baton vermelho. Quando retornei, o pobre quase morreu de susto; ficou parado sámente olhando. Depois de alguns instantes, como ele não tomava nenhuma atitude, fui em sua direção, ajoelhei-me em sua frente, sempre olhando em seus olhos, fui com as mãos subindo e alisando suas pernas; fiquei com a mão esquerda alisando e apertando seu pênis e com a mão direita fui abrindo seu cinto, o botão e ziper de sua calça. Depois com ambas as mãos, abaixei um pouco sámente sua calça, e passei a massagear seu pêns que estava ainda dentro da cueca. Como começou a querer ficar duro, acabei tirando-o por uma das lateriais da cueca e comecei a punheta-lo e também a fazer um boquete. Depois de alguns tempinho, ficou super duro, no que pude constatar tratar-se de um belo pau (alguns dias depois o medi: 16,5 x 6). Foi sámente a partir dai que ele começou a tomar atitudes, pois levantou-me e colocou-me sentado em seu colo. Ficamos um tempo brincando, sendo que ele ali mesmo já queria me comer. Levei-o até o quarto, tirei toda sua roupa, sendo que a minha ele não quiz e não deixou eu tirar, já que sonhava em comer alguem com vestido curto e calcinha. Deitamos, brincamos algum tempo e depois como eu e ele estavamos na secura a algum tempo, tomei a iniciativa em passar ky em seu pau e também em meu cuzinho; fiquei de quatro na cama, e ele logo veio apontando e introduzindo aquela cabeça de pinto maravilhosa em meu rabinho. Devido sua falta de tempo em comer alguem, pensei que fosse logo socando, mas muito pelo contrário, ficou algum tempo com a cabeça do pau introduzida e aos poucos foi enfiando aquele belo cacete em meu rabinho. Quando já estava todo dentro, ele foi aos poucos me abaixando, sendo que coloquei dois travesseiros sob a barriga, ficando sámente com a bunda arrebitada e totalmente a sua disposição. Nessa posição, ele começou movimento de vai-e-vem, cadenciado, no que eu correspondia levantando um pouco a bunda e abrindo o canal do reto quando ele tirava o pau, e abaixando a bunda e apertando com bastante força seu pau quando ele voltada a mete-lo todinho dentro de meu cuzinho. Ficamos nessa brincadeira por um bom tempo, até que percebi sua respiração ficar ofegante e seu pau a inchar. Começamos a fazer os movimentos com mais velocidade, até que ele explodiu num gozo fantástico, que encheu todo meu rabinho com sua porra farta e quente. Quando finalmente ele acabou de gozar, soltou seu corpo sobre o meu, e nessa posição ficamos até que seu pau ficou totalmente mole e saiu de meu cuzinho. Quando ele finalmente virou de lado, ficando com a barriga prá cima, peguei em seu pau mole, brinquei um pouco com a mão e acabei por tirar o restinho de seu esperma com minha boca, deixando -o bem limpinho. Fiquei um tempinho acariciando sua barriga, penis e coxas, até que ele pegou no sono. Levantei, tirei meu vestido e calcinha, bati uma gostosa punheta olhando aquele penis agora mole. Limpei-me, vesti novamente a tanguinha, uma camisola e deitei-me ao seu lado. Sá fui acordar na manhã seguinte, com ele me encoxando e querendo novamente me comer, e que realmente acabou fazendo. Hoje, quase que todos os dias ele quer comer meu rabinho, e assim novamente passei a ficar o dia todo produzido como sua mulherzinha.rnSe alguém da região de Campinas, pessoas realmente sérias e com mais de 50 anos, quizer experimentar um belo rabinho, podem escrever-me, pois quando estiver por aqui respondo, e quem sabe podemos ter uma transa bem gostosa, pois adoro meter é com pessoas mais [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de mototaxista e gayconto gay meu primeiro cuNovinha desmaia de tanto gosa conto eroticocontos pornos filho tarado e mae carinhosamilitares gays pauzudos de são josé dos camposcontos de mecânicos casadosconto entreguei os pés da minha mulher para um amigocus rijos bom analcomi a melhor amiga da minha mae vai mete seu puto cotos eroticocontoseroticos.esposa abudada no onibuscontos eróticos chupando os peitos da minha sogra e f****** elaProfessora de shortinho partindo a bucetaMostre minha rola cabeçuda para o cone e falei que ia comer sua mulher quando eróticoscontos eroticos comendo a macaquinhapau duro na frente da tia contoscontos eroticos de mulheres tendo suas tetas mamadas por animais e eles metendo nelasconro erotico gay meu tio alopradoconto erotico peguei as meninas do playgroundcontos eroticos cumendo o cuzao cabeludo da minha maecontos eroticos vovô e netinhosContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorMinha netinha sentou no meu pau contos eróticoscontoseroticos tia amamentando o sobrinhocache:HVsxZOrs15AJ:http://okinawa-ufa.ru/m/conto_12619_quando-eu-dei-pela-primeira-vez.html+"dei pela primeira"conto de comi o cuzinho da minha neta com a pica grandecontoseroticos.esposa abudada no onibuscontos eroticos de mulher traindo o esposo com o montador de moveiscontos eroticos dei o cu dentro do onibuscontos eróticos dominado pela sogracontos eróticos de bebados e drogados gayscontos eroticos 9 aninhoscontos incestuosos pai fudendo. a filhacasada e carentecontos meu pai me fodesou casada loba contoscontos eroticos a tres corno mesma camacontos-meu cuzinho quer teu paucontos eroticos afilhadoContos eróticos com anal jovem inocente gostei gostoso ela chorouporno conto irmaconto mulher casada rabuda dei pedreiroconto erotico levei pro iate do meu paicontos eróticos Virei a b********* da Vilaquero uma menina cabelos longos escuros deitada na piscinafoi vizita o cunhado e comeu a mulher do cumhadoVitei meu neto na prisao contos eroticoscontos mostrando o piru para a vizinhaContos eróticos primeira vez colégiop****** do papai contos eróticoseu quero um filme pornô daquele bem cacete de agulha botando o carro todo e amiga gemendocontos minha mae gravida de baby doll me chupandosonho demulher casada conto eroticopau na boca da namorada dpconto erotico desconfiei de minha esposadp contossexo no arpoador conto eroticominina afuder na pixinacontos eroticos incesto vetidicoliga contos de loirinhataboo estou apaixonada pelo meu filho sexo incesto contosdepois do chopp me fodi contosconto guei dopei meu irmáo chupei a rola dele"Deflorada pelo titio parte i"comigo vamo mulher do meu irmão meu irmão viu como um laser transar entre família comigo a mulher do irmãoconto historia com lesbicacontos eróticos com esposa pedindo merda na bocaa coroa bunduda negra é feriado pelo pelo banco dentro do ônibusmulher ensabuando a buceta grande.contos depois de velha fui arrombadaContos eroticos iniciando as meninasme amarro nos peitos delaContos e relatos de incesto entere maes e filhosconto erotico eu meu marido e o entregadoconto de filho fudendo cu da maecu de bebado não tem dono contos eróticos gayContos gays me fantasiei de mulher no cine pornocontos eroticos com dialogo molestada pelo patraominha chefe japinha contosdescobrindo que o primo gosta de rolaporno traicao roludo conto pornoconto da minha esposa janaina tarada por rola crandesó não doidão priminha gostosacomendo a noiva do otario contos eroticossocontos eroticos de traicao com vizinha gostosaContos eroticos primo tio fudendo gostoso a sobrinha novinha a forcaContos eróticos comendo uma travestir linda