Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FLAGRADO PELA MULHER COM SUA CALCINHA

Flagrado pela minha mulher com sua calcinharnSempre fui louco por mulheres com suas calcinhas minúsculas e transparentes, adoro cheirá-las e até usá-las de preferência que estejam usadas sem lavá-las.rnMinha mulher sempre deixa as suas calcinhas penduradas nos cabides do banheiro, esse motivo me fez contar sobre meus desejos, e o fragrante que ocorreu na semana passada.rnTenho um tesão louco por Adriana mulher realmente desejada, bunda grande pernas roliças e adora ser arrombada, totalmente liberal, sá não libera seu lado ?bi?, até esse dia, talvez medo de minha reação, tentei por várias liberá-la mas, não adiantou ela foge do assunto.rnAo entrar no banheiro vi sua calcinha marrom transparente, minha preferida, não resisto vou logo tirando minha roupa para usar aquela delícia, sempre na hora do banho, a enfio no meu reguinho e provoca um tesão maravilhoso, meu pau já começa a sair para fora, não tem calcinhas minúsculas que comporte um pau seja ele qualquer tamanho, começo a me masturbar em frente ao espelho olhando minha bunda com aquele fiozinho enfiado. Loucura ou não é gostoso.rnAdriana entra no banheiro e dá aquele ?flagra?, tomei um susto e fiquei sem reação, pra minha surpresa ela disse para eu não parar.rn-Que delícia, falou com seu olhar devorador bisexual enrustido, tirou seu vestido caseiro estampado com detalhes branco e preto que cola naquela bunda enorme, quando anda entra em seu rego, tira a concentração de qualquer homem que goste de um rabinho gostoso, tirou a calcinha usada colocou em meu nariz, sabe que adoro cheirar seu cheiro de sexo, mistura de buceta e cuzinho, irresistível, veio por traz e começou e raspar sua vulva na minha bunda, seus pelos roçavam meu rego que e com suas mãos abria e apertava minha bunda, gemendo em meus ouvidos e sussurrando palavras maravilhosas como, quero comer esse cuzinho delicioso, foi descendo lambendo todas partes da minha costa até chegar na meu rabo com sua calcinha enfiada, sá escutava falar ?que gostoso esse cu, maravilhoso?, puxou a parte que estava enfiada, lambia loucamente como se fosse um doce desejado, muito vontade e lubrificou totalmente meu rabo.rnPegou pela minha mão me levou até a cama mandou que deitasse com a bunda para cima, saiu do quarto foi até o outro onde guardamos nosso brinquedinho erático, que usamos quando ela quer dar várias gozadas e ser fodida pela frente e por traz de uma sá vez.rnEu deitado com meu cu todo lubrificado ainda com sua calcinha, ele traz consigo o lubrificante e ?seu pau?, um tamanho até para quem nunca deu, um tanto grande mais ou menos 19 cm., falei para ir devagar, respondeu ela ??fica quietinho para que realize meu desejo de comer esse cu gostoso?. Baixou a calcinha até chegar nos pés tirou apenas de uma perna que ela queria ficar olhando aquela peça minúscula no meu corpo, lambeu mais um pouquinho, passou o lubrificante com o dedo no meu cuzinho e foi enfiando o dedinho, dizendo que era bem apertadinho e que iria iniciar aquele rabo.rnTemos uma cinta que prende o pau artificial de gel muito parecido com um verdadeiro, colocou a cabeça na entrada do me cuzinho, gemendo muito, louca para comer meu rabo, falava palavras gostosas, e foi enfiando, eu tentando relaxar para não dificultar mais, doía um pouco,?fica quietinho que estou enfiando devagarzinho, dizia baixinho em meu ouvido, quando percebi já estávamos unidos por aquele pau, totalmente dentro do meu cu, com sua respiração ofegante começou a entrar e sair do meu rabo até que relaxei e me entreguei totalmente aos seus desejos, num ritmo maravilhoso, ficamos por mais ou menos uns vinte minutos, nessa posição, logos apás pediu que sentasse para ver seu pau ser cavalgado pelo seu macho que agora era sua putinha, atendi prontamente, já com mau anel acostumado fui sentando até entrar totalmente e comecei a cavalgar, ela pegou no meu pinto já estourando e começou a bater uma punheta até eu gozar, a porra chegou em sua cara e em seus peitos, ela passava a mão e levava até a sua boca e me beijava misturando minha porra com nossa saliva.rnLágico que apás essa loucura não poderia deixá-la na mão, fui pra cima dela e comi seu rabinho e sua bucetinha, não sei quantas vezes gozou, mas tenho certeza que foi o seu recorde em gozadas.rnEspero continuarmos nossos desejos por muito tempo ainda.rnAbraço a todos.rnrn rnrnrnrnrnrn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


meu marido deu um varcilo seu amigo comeu o meu cuconto meu irmencoxei minha tia peituda (contos).comi um a menina de 14 contoContos eróticos de incesto filhinha caçulinha dando em cima do paiflagas de encesto com zoofolia contosfortisinhocontos eróticos comendo vizinha sueli coroacontos virei cadelinha assumidiDei o cu pro policial, quase me rasgaconto gay "nao puta"contos de cúcomendo o primo e olhando pela janela pornodoido provando da minha melhor amiga continuaçãoComtos erotecos de imcesto minha mae sentou no meu coloMinha esposa deu a xoxota pra um mendingoencoxada em coroa em Jundiai conto realembebedei minha irma e a comi conto eroticocontos eroticos sasuke e sakura minha doce virgemdou para o meu irmao contosCasada Amigo do meu filho sexo contoseroticosgameconto erotico comi minha irma casada no ranchoCadê acabou comendo cunhado cadê aquela vezve porno com viadinho reganhado escorreno porracontos eroticos mae filho morando sozinhos na kit netcomo supa a boceta ligada tonadocontos de coroa com novinhocuzinho de entiada contos veridicozoofilia dssasvou ponha ela no coichoucontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosCONTOS ESPOSA CORNO ANDREAcomvidando e comendo amiga de sua mãevelho pirocudo comendo filha loira de uniformecontoseroticosbucetavirgemconto erotico lindinhadose eu deixar no seu sobrinho como é lá dentro da piscina e gozar na sua caraconto de dei o cu para uma pica grande do meu patrão que me rasgouCONTOS ESPOSA CORNO ANDREAContos gays me fantasiei de mulher no cine pornocontos heroticos de mulheres casadas de manaus"achei estranho" "deixei rolar" contos eróticosConto erotico vizinha gravidavirando femea do macho roludo conto    contos eroticos Minha namorada me contou como perdeu a virgindade com seu ex e fiquei exitadoVirgem inocente contovirei puto do bar conto gayContos eroticos casada na excursãocontos eroticos moleque e mulhercontos eróticos de professoras de cegoscontos gays - sou escravo dohomem conto heterocontos eroticos de pivetesconssegui um cabacinho pro meu cunha do tira contocomo enraba uma colega. de trabalhocontos eróticos dominado pela sograrealisando sonho eu emas duas mulher contosmalandrao dando o cuzinho pra boy malhado contoultimos contos eroticos dando o cu pela primeira vez gayscontos meu vizinho taradocontoseroticos primo hetero comeu o primo gaysubrinho ve tia fazendo sexo araz da portacomendo a carlinha casa dos contoscontos nao tinha camisinhacontos porno traição da senhoracontos eróticos me estruparao por ser orientalsurprendida pela minha amiga lesbica contos eroticosconto de sexo velho taradocontos fofinha menina de dez anoscontos erotico ele quis ser corno e eu providencieilembranças contos eroticosmanteiga cu froxo cunhada bunda g contosempregada deu a bucetinha ao patrao sobre chantagempapai - contos eroticoscontos toda a família da minha mulher aguentaram meus 30cm