Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI MINHA QUASE IRMÃSINHA

[Este é meu primeiro conto relatado, espero que gostem]rnOlá, primeiramente irei me apresentar, me chamo drico (fictício), moro numa cidade no Rio de Janeiro, Região dos Lagos e o conto que irei relatar aconteceu com a minha "irmãsinha", tenho 17, sou branco, cabelos castanhos, corpo sarado pois faço academia e um pênis de 19 a 20 cm mais ou menos, nunca parei para medir, mas enfim. Uma amiga da minha mãe que por sinal é amiga minha também, que tem 19 anos e se chama driele (fictício) foi passar uns dias lá em casa pois tinha acabado de chegar do rio e não queria ir pra casa, minha mãe que por sinal é bem libeiral deixou ela ficar lá em casa e disse que ela era minha irmãsinha e que eu não poderia abusar dela, mal sabia minha mãe que já tinha tido relações sexuais com ela antes, mas nada muito intenso e até onde sei minha mãe nunca soube de nada, ela é uma baixinha tipo mignon, peitinho médios bem redondinhos, bundinha média redondinha, baixinha e parece não ter fundo rs, ela sempre ficava no meu quarto comigo pelo fato do computador ficar aqui e sempre ficavamos conversando, neste dia ela estava de sobretudo e minha mãe estava em casa, ela estava deitada na minha cama, esperei minha mãe sair de casa e resolvi sair do computador já com segundas intenções e perguntei se ela queria entrar, ela disse que sim e ficou utilizando-o, fiquei deitado esperando ela acabar de usar, não deu outra, pouco tempo depois ela saiu e deitou ao meu lado, eu como sempre fui paciente comecei apenas acariciando seu pescoço com calma mas muita esperteza, e perguntei a elarn- Não está sentindo muito calor com esse sobretudo ?rn- Não, por que ?rn- Tira isso cara, tá muito calor !rnAcho que ela já sábia o que eu estava querendo e também queria, sem questionar ela foi e tirou o sobretudo e colocou ele em cima do cabide, deitou-se novamente ao meu lado apenas com um shortinho curto que ela usava por baixo e uma blusinha regata, assim que ela deitou, voltei a fazer carinho em seu pescoço e fui descendo a mão bem devagar como se estivesse deslizando pelo peso, cheguei práximo a blusa dela e já fui colocando a mão em seu peito, ela demonstrou reação parecendo que iria tirar a minha mão mas quando viu que já estava com a mão neles, deu um suspiro e não ligou pra situação, ambos calados fui tirando a blusa dela e o sutian, comecei a alisar seu peito agora sem blusa e sem sutian, apás um tempo ela veio me beijando, coisa que já estava esperando pois prefiro provocar e esperar que a pessoa se entregue,sem demoras já fui logo tirando o short dela e deixando a nua pois estava sem calcinha por baixo, fui alisando sua buceta que estava lisinha e parecia que tinha raspado esperando aquele momento, fiquei de joelhos na cama, puxei ela pelo cabelo e já vim a trazendo para começar a chupar meu pal e dissern- Vai sua puta, chupa com vontadernela sem reclamar ou diser algo já foi chupando com uma vontade louca que nunca vi ninguém fazer igual, de vez enquando tirava o pal da boca dela e esfregava em sua cara e a chamava de puta, piranha e cachorra e ela cada vez mais ficava louca e chupava com mais vontade, empurrei a de costas na cama e já fui colocando com carinho meu pal na bucetinha dela e fui dando umas estocadas devagar e fui acelerando, ela começou a gemer baixinho no meu ouvido, parecia que queria me provocar e eu ficando cada vez mais louco com a situação e ela dizendorn- Vai, vai, vai drico, me fode, tá muito gostosorn- tá gostando sua puta?rn- to amandornquando eu ia gozar, tirei meu pal de dentro da buceta dela e a puxei pelos cabelos e gozei dentro da boca dela e dissern- Engole tudo sua puta e fica de quatrornela sem reclamar já colocou meu pal na boca e começou a engolir toda minha porra, a coloquei de quatro e comecei a foder sua buceta de novo com vontade e cada vez ela ia gemendo mais alto, dava cada tapa na bunda dela que parecia que estava com raiva dela e ela cada vez dava gritos mais alto, quando fui gozar de novo tirei meu pal de dentro da buceta dela e já puxei a pelo cabelo de novo gozando tudo dentro da boca dela novamente, e fiz isso mais uma vez gozando ao total 3 vezes dentro da boca dela e ela me disse que já não aguentava mais transar ai resolvi parar, esse foi apenas uma das várias relações que tive com a driele, depois relato outros contos pra vocês.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Deixando a novinha laceadaAguentei a rola enorme do papai contos eróticoscontos eróticos minha esposa ficou pelada na frente do sobrinhomarido mostra esposa rabuda de fio pra amigos contos gang bangcontos eroticos amigo gay experimentou meu biquinecontos eróticos teen apostacontos eroticos como meu irmao me comeu o meu cuConto puta fode com o vizinhoMeu sogro meseduziu contomeu lobo gostosoConto erotico no sitio casa de dois comodosContos erocticos aaaai papaicontos eróticos gays a primeira vez com 24 anosRelatos de como tive minha primeira relaçao de sexo gay com uma cadela ainda virgem sexo zoofiliaconto erotico meu genro comeu meu rabo na marracontoseroticos homemque gosta de cuspe,sebo de pau e mijominha xereca consando na rua contos eroticosmuitus contus estupro na favelaconto erótico gay acordando com carinhosofodas de esposas q gostam de ser curradasminhas filhas piquena bricano com cachorro contos zoofiliaSou novinha e putinha boqueteirá do papai contoseroticoscontos cu da minha prima escondido no paiolpapai tirou meu cabaçi videos mobilebucrtinas novinhasas novinha gostosinha dando a b******** sendo engravidado tomando vinhobumbum de mocinha injecso porno contoCOMO SEBE SE A EX NAMORADA E DA VOMTADE DE DEUSchupei a bucetinha da carolaine de seis aninhos contoscachorro do pau grande comendo a mae conto erotico  Marilia e Juliana estavam mais uma vez fr ente a frente para uma dolorosa batalha. Ambas traziam nos corpos as marcas feitas pela outra em combates violentos e sangrentos. Marilia vestia tão somente uma minúscula tanga branca fio dental. Juliana uma  relatos eroticos minha esposa me traiu depois me contoudei a buceta para o amigo do meu filho contos eroticos gratiscontos eróticos - dando carona pra duascontos de coroa com novinhoConto de muitos machos para uma puta depravadacontos filha se fode pra aguentar a geba do pai no cucontos de corno como minha mulher aguentou cazero jumentaõ metedo na bucetinha delagostosa banco da bike shortinhoContos 4e porno na familia da casa maecontos erotico aremei um home pra me dominar na camacasa do conto rabao da mae e irma nao aguentei com baby dolpunhetabdo no hospitaldei minha buceta para os amigo do meu filho contos eroticocontos comendo a menina no carnavalcontos eróticos trai meu marido numa rapidinhaContos minha doce sobrinha melcontos minha primeira vez a treseu e a amiga da esposa contocontos eroticos irmão arrependidoconyor ele domou minha bucetaconto erótico mulher trai o marido com filho e dar seu anus virgemcontos eróticos de genrohistorias eroticas de onibus lotadoscontos heroticos viuvasconto erotico com amiguinho do meu irmaoconto titio me fudendoconto erótico eu tentei resistirdava banho em mim contoscontos eroticos adoro chupar bucetaconto safadoempregada fodendo jardineiro pornodoudooContos não consigo deixar de pensar naquele pau enormeContos eroticos iniciando as meninasminha sobrinha me chupou enquanto eu dormiacontos eroticos homem casado dando para o primowww.eu aronbei minha sobrinha de doze anos de idadeconto minha tia tesuda peladasofrendo no boquete contos eroticoscontos eroticos minha tia tomando banho de solcontos eroticos xoxota pra o malvadocontos-começo a rebolar no teu paucontos traição no bailecontos de professor e alunacontos eróticos esposa queria descobrirvideos porno sobrinha branquinha fugindo dos tios negoeslésbica meu cu foi arrombado contoContos eroticos loiras cavalas na zoofiliaconto esposa exibicionista sensual pra molekcasadas que postam fotos de itanhaemconto erotico cuidando das amiguinhas da minha irma viicontos eroticos casal biminha filhinha me viu de pau duro contosvídeo pornô pica da cabeça enrolada redondadaRelato minha mulher no shopping sem calcinhacontos eróticos meu marido tomando chimarrão e o amiguinho do meu filho cuidando minha bucetinhaMaurinho com pênis grande transando com mulhercontos sobrinha casadacantos eroticos de casada dando o cu vergiconto erotico mendiga carenteconto tia velha safadaconto minha irmanzinha gue dormia comigocontos de coroa com novinhoContos eróticos meu patrão do pau gg arrombou minha linda noivatacou a piroca na vizinhapunheta para o sobrinho contohome subimisso bebi xixi da rainha chantageada e humilhada pela empregada negra