Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHAS LOUCURAS COM TITIA PARTE 01

Olá a todos, vou contar o que aconteceu comigo em uma época da minha vida em que que perdi muitos preconceitos e rompi várias barreiras do que se julga certo ou errado.rnPois bem, não sou lindo, não tenho um pênis enorme, apenas 19 centímetros, ná época tinha 20 anos, minha idade hoje não é importante.rn ... Um dia normal, um sábado, final de expediente do turno da noite na fábrica de peças, bati meu cartão e fui para casa sá pensando em tomar um banho, comer alguma coisa e descansar. Cheguei no apartamento às 07:40 e encontrei meus pais conversando em volta da mesa da cozinha. Cumprimentei os dois e já fui para o banheiro e comecei a tirar o uniforme e os agasalhos, pois era mês de novembro e no Japão faz muito frio nessa época (isso mesmo, tudo que vou contar se passou durante um tempo em que estive no Japão) tomei meu banho, fui para a mesa e comecei a tomar café enquanto conversava com meus pais e durante a conversa descobri que uma tia e um primo que não era o filho dela também viriam para o Japão e iriam ficar uns tempos no nosso apartamento até encontrarem um emprego e um apartamento para eles. Até aí tudo normal, já conhecia essa minha tia e apesar de termos convivido pouquíssimo tempo juntos, sempre tivemos um relacionamento normal e sempre houve o respeito entre nás dois, nem imaginava o que iria acontecer entre nás, mas...rn O tempo passou e logo em uma noite cheguei em casa e ao passar em frente a um dos quartos ví meu primo dormindo, era um rapaz bem apessoado de 26 anos, não ví minha tia e ao perguntar para minha mãe onde ela estava fiquei sabendo que ela estava tomando banho. Fui para meu quarto e como o apartamento era pequeno e as paredes finas logo ouvi uma voz que conhecia mas que a tempos não ouvia. Saí do quarto e olhei para ela, uma loira de 1,55m de altura, cabelos na altura dos ombros, seios de tamanho médio, bumbum proporcional ao corpo, se bem que os agasalhos não mostravam muitas curvas, ela já tinha seus 40 anos, porém ainda estava muito bem. Nos cumprimentamos normalmente, conversamos um pouco e logo estávamos todos dormindo. Como meu primo já estava dormindo no quarto menor ela ficou no meu quarto, dormimos e o tempo foi passando normalmente.rn Em um domingo ainda de frio, porém um frio suportável, resolvemos sair, fomos para uma cidade maior onde havia várias lojas e na parte da tarde aconteceram algumas apresentações de dança e durante uma dessas apresentações, sinto minha tia chegar por trás de mim e aos poucos me abraçar. Nada de mais aconteceu, porém, anoite depois de voltarmos para casa, o frio aumentou e ela estava dormindo no chão e eu na cama, então ela se deitou ao meu lado e assim dormimos na mesma cama, mas sem nada de anormal.rn Por mais que nada tivesse acontecido, fiquei apreensivo, será que aquela mulher que mal havia convivido comigo estava me dando mole? Ela era minha tia, e se fosse sá coisa da minha cabeça? Resolvi deixar de lado.rn A noite na segunda ? feira cheguei em casa depois do serviço e resolvi que iria testar aquela mulher. Pouco antes de dormir, ela estava deitada no chão e eu perguntei se poderia deitar com ela dizendo que naquela noite era eu que estava com frio. Ela aceitou sem hesitar, então deitei com ela, apagamos a luz e começamos conversar quase que sussurrando e de repente no meio da conversa, decidi falar que era melhor voltar para minha cama, ela perguntou por que e eu respondi que era melhor ela não me colocar naquela situação e ela respondeu: rn -Coloco sim, e agora quero saber por que.rn - Porque se eu continuar aqui posso acabar fazendo besteira.rn - Que besteira?rn Então ficamos em silêncio e nossos lábios acabaram se encontrando.rn No outro dia não falamos sobre o que tinha acontecido, mas conforme a semana foi passando, começamos nos aproximar mais e os beijos passaram para abraços e alguns amassos por cima da roupa, isso até sábado.rn No sábado não trabalhei e fui na academia e voltei perto do meio-dia e logo depois do almoço deitei e dormi. Acordei por volta das seis da tarde e do meu quarto ouvi meus pais e minha tia conversando então resolvi levantar. Logo estávamos no meu quarto e ela como já tinha bebido algumas cervejas, tomou coragem para conversar sobre o que estava acontecendo, mas ela tava falando meio alto e achei que meus pais poderiam ouvir e resolvi chamar ela pra sairmos dar uma volta de carro. No carro nás conversamos bastante e resolvemos tentar viver aquela loucura, mas com a condição de que iriamos ir devagar na parte do sexo, mas assim que chegamos em casa e deitamos, já começamos nos agarrar, ela me beijava, eu passava as mãos pelo corpo dela, apertava os seios, as coxas, pegava na bunda dela e ela também me apertava, me arranhava e ao mesmo tempo comecei a masturba-la e ela se segurando pra não gemer, então comecei a chupar os seios dela e morder os bicos bem de leve pra depois passar a língua bem de leve e ouvir ela ofegante. Então de repente ela segurou meu rosto e perguntou ? é isso que você quer mesmo? E eu respondi que sim e ai ela me fez deitar de costas, tirou minha cueca e já veio sentando no meu pau, mau senti a cabeça do pau encostando na buceta toda molhada e ela já foi soltando todo o peso do corpo sobre mim e meu pau deslizou até o fundo da buceta dela. Ela ficou um pouco parada e logo começou a mexer o corpo rebolando bem devagar e foi aumentando a velocidade e eu louco de tesão, já tava quase gozando então ela começou a morder os lábios, o corpo dela foi estremecendo e senti a buceta dela latejando e então gozei junto com ela.rn Então lembrei que tava sem camisinha e me preocupei, mas ela logo me acalmou dizendo que depois de ter o filho dela ela teve um problema no útero e não podia mais engravidar, aí fiquei tranquilo, porque além de ser uma loucura o que estávamos fazendo nem precisávamos nos preocupar dela engravidar.rn Por hoje é sá, mas ainda tenho muita coisa pra contar, porque depois dessa noite, as coisas sá esquentaram. rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


anazinha conto eroticovideo porno mulher dando primeira vez na frente do marido casa de cuingue curitibacontos.gay chupando pau do pedreiro coroa safadocontos eróticos com animaisboqueteira gaucha contoSou casada fui pra um acampamento com os colegas a amigas so rou surubaconto eróticos podemosa tia casadacontos mulher e marido duas vadias para um.machovídeos porno negras barriguda caidaProfessora de shortinho partindo a bucetaPeguei o amigo d meu esposo cheirando minha calcinha meladinha,contos eroticosA casada gorda e o sonifero conto"contos eroticos" amiga nudismoimagens de mulheres chupando o peito uma da outra com muito prazerlesbicasegua deixa homer comer sua buceta virgcontos sado marido violentosContos eroticos de cunhadascontos eróticos mamãe deu o cu eu videscobrindo que o primo gosta de rolaconto de marido botando sogra pra chupa pau e a filha vendocontos safados purezaA Tia super gostosa com uma bunda maravilhosacontos gay com homens grandes e peludos terminadasconto crossdesser madtubando em casacontos de coroa com novinhoconto erotico mae,filha e fazendachantageada e humilhada pela empregada negraf****** a b******** da filhinha inocente contos eróticosbobadinho condo o priminho gayfilha de diplomatas conto heroticoconto gay tio paciente comendo o novinho devagarinhocomi a mae do meu amigo contocontos de xoxutuda dandoconto nao queria mais dar mas o negaocomeuconto sexo meu cunhado meu donoconto cine porno gay Recifecontos eróticos encoxada no ônibusdesvirginando sobrinhame larga lençou bom diaConto porno de estuprada por pai da mim amigaMinha mulher gosta de mostra a buceta pros meus amigos ai eles comem Ela contos eroticosContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadoreu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestoporno sujo porra na boca guspe mijos e muita porcariaconto real meu vizinho me estuproucontos eróticos transando com o cara do carnavalContos eróticos titiocontos eroticos-estuprei minha irmacontos eroticos como meu irmao me comeu o meu cuContos heréticos quadrinhos Barneytrasano com entregado coroapadrinho safado contos eroticos de incesto de desenhoContos eroticos das periferiasrelato esposa safada na fazendaconto gay sobrinho viro esposaContos eróticos fim de ano genrocontos porno dei boa noite cinderela para meus pais e comi minha maehomens apanhados a pila na maocomo brexar a cunhada no banheiro contos eróticos com bucetas grandescontos eroticos menina com pedreirocontos abusadofoda entre maninhos conto heterocontos casada puta itutransando com meu brothercontos comendo o cu da casada carentevistorias eroticas de zoofiliacontos eróticos abusada virgemeu confesso so faltei esfregar a buceta nele e ele nao me comeucontos novinha dando pra doiscontos eróticos cunhado retardadocontos eroticps o coroa bombou mesmoconto erotico encoxada vizinho