Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FUI COMIDA POR UM CAVALO

Oi gente, meu nome é Sabrina, tenho 19 anos e sou do interior de São Paulo. Sou travesti iniciante, assumido e quero compartilhar com vocês uma coisa muito desagradável que aconteceu comigo semana passada. Marquei um encontro com um carinha, filhinho de papai com carro importado e muito dinheiro para gastar e achei que ele sabia que eu era travesti. No anúncio que coloquei no jornal prestando meus serviços, eu disse que era travesti. Jamais menti para ninguém sobre minha opção sexual.rn O cara me pegou no lugar combinado e me levou para um motel. Lá chegando, tomou todas e estava custando a falar. Depois de muito esperar, foi melhorando do fogo e foi logo me agarrando e beijando com toda brutalidade. Sou novinha, bonitinha, tenho um corpo muito certinho, 1,68 m de altura, morena clara, cabelos longos muito lisos e escuros, lábios carnudos, seios fartos e durinhos, uma cintura fininha, 98 cm de quadris, um bumbum empinadinho, malhadinho e carnudo e os lábios grossos e sensuais. Pareço uma mulher mesmo. A única coisa que eu não tenho de mulher é a vagina o resto sou uma mulher perfeita.rn Depois de me jogar com força na cama mandou que eu fizesse um boquete nele e mal comecei, já tinha gozado na minha boca. Achei aquilo estranho, mas como ele estava pagando, deixei rolar numa boa. Depois foi tirando minha roupa, mordeu e lambeu meus seios até ficarem doloridos e quando tirou minha calça e viu que eu não era mulher, me desferiu um tapa no rosto violentíssimo que cai de costas na cama sem conseguir levantar. rn Aos berros dizia que eu tinha feito de propásito para pegar o dinheiro dele, que ele estava ali para comer uma buceta e não sujar o pau com bosta de homem e coisas desse gênero. Tentei explicar que aquilo não era verdade e levei outro tapa do outro lado do rosto que voltei a cair na cama. Ele continuou me insultando de tudo quanto era jeito, disse que ia me arregaçar se eu contasse alguma coisa para os amigos dele e um mundo mais de asneiras. Humildemente, pedi desculpas e disse que ia embora e ele não precisava gastar o dinheiro com um cu sujo de bosta. Posso ser o que for, mas sou limpinha e jamais cliente nenhum reclamou da minha higiene.rn Depois de acalmar um pouco, mandou que eu tirasse o resto da roupa que ia transar comigo assim mesmo e não importava com o dinheiro. Fiz o que ele mandou e fiquei esperando pedir os serviços que ele desejasse, estava disposta a cumprir com as minhas obrigações.rn Sem paciência nenhuma, mandou que eu ficasse de quatro na cama, porque viado dá é o cu de quatro e sem preservativo sem nada deu umas estocadas no meu ânus que não estava lubrificado e sendo nova na profissão, senti uma dor insuportável, mas não podia reclamar de nada para não deixar ele mais nervoso.rn Mesmos sem o pênis entrar direito, gozou na minha bunda e com o esperma ele lubrificou o pênis e me penetrou pela segunda vez, desta vez com toda vontade e ádio que sentia. Estocava meu ânus com força que eu sentia muitas dores apesar de estar mais lubrificado do que a primeira vez. Gozou pela segunda vez e ao tirar o pênis no meu ânus mandou que eu chupasse até tirar o cheiro de bosta que tinha ficado. Como sabia que estava tudo limpo, fiz o que ele pediu e fui para o banheiro me trocar. Estava humilhada e desprezada naquele quarto e preferia ir embora a sujeitar aquele animal falando da minha higiene. rn Ao ver que eu estava saindo, me pegou pelos cabelos me jogando com força na cama e dizendo que não tinha terminado. Apesar de ser um traveco, eu tinha a bunda mais gostosa do que muitas mulheres que ele tinha comido. Voltou a me mandar ficar de quatro e desta vez fez com calma e gozou como queria aproveitando o meu físico que não perdia nada por mulher nenhuma.rn No final, pediu desculpas pela estupidez, alegou que estava bêbado e não sabia o que estava dizendo, me pagou dobrado pelos serviços e me convidou para voltar no dia seguinte sábrio e fazer novamente. Dei meu cartão para ele me ligar e combinar, vesti a roupa e quando estava saindo do quarto ele disse: ?boneca, sabia que essa sua bunda dá de 19 no rabo fedorento da minha namorada?? eu concordei com um gesto de cabeça, despedi e sai. Mesmo pagando o triplo, como este nunca mais.rn rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


pegueimeu amigocomendo o cu da minha mulhercontos sexuais de jessica no carrocontos meu pai comeu o'cuzinho na marra eu adoreicontos eroticos aposta na escolapai t***** acariciando a bundinha da filha e goza sem pararconto de casada fudendo com outroconto chorei mas aguentei a pica do meu patrasdosozinha com meu sobrinho deixei ele me foder contos eróticos repentinodestruidor de cu contosprovoquei o velho e fui fudidaninfeta conto eroticocontos eroticos-estuprei minha irmacontos eroticos primeiro cudei pro mendigo contoshistoria de novinha traindo marido coroa e trazendo boceta melada pra ele chuparcontos buceta completamente peluda irmã de calcinha pela casacontos eroticos incesto sutiaA melhor foda da minha vida, contoscom a tia novinho contos eróticosContos eroticos gay arrombaram meu cu enquanto eu dormiacontos eroticos cherei cocainacontos eróticos esposa disfarçadoContos sou viadinho dos tios e amigos delessocar pasta de dente na vagina aperta.contos de mulheres viuvas sendo pelo penis grandearrumei um carA pra me comer contoscontos eroticos com meninas deficientescontos eroticos de mulher casada cagonaconto eróticos sado a forçaContos eróticos bdsm Ele costurou minha bucetaconfesso transando com trêseu conto sou casado meu cunhado fica passando um pau em mimtracei minha irmã contoschantageada contoscontos eroticos com padrasto negro gozando dentrocontos eroticos gays dei pro porteirode calcinhacontos eroticos ousados com muita excitacaoconto erotico levei pro iate do meu paidespedida de solteira as amigas seguram pra ela toma rola na bucetinhacontos eroticos comi o cuzinho da minha colega de trabalho no estoque realcontos de traicao anal,postados no facebookandei com a cara gozada na ruacontos eróticos fudendo uma buceta gostosamandei a rola na minha enteadinha de seis anosEnrrabada contocontos comiminha primaBucetaamostra no onibus contos eroticosxvidio cu mas floxo e da peidiSexo com a tatuada contoquando me masturbei saiu bastante gosma da minha buceta será que gozei?empregada sexo19anosconto eu meu filho e meu pai cumemos minha esposa rabudaCorno em calcinha contoconto gay muleke do cuzinho raspadinhoO que e aclauzapornoc/japonesasetravestisContos filha de 7 com papaihistoria comendo eguaminha filha piranha foi me visitar contofui fudida ainda de calcinhabuceta Detinhacontos/ morena com rabo fogosomorena amiga da esposa contocontos eroticos minha prima esculturalcontos eroticos droguei minha priminha ninfeta e comihistorias de meninas q foram estupradas e gostaramarrombado; contos gaycontos escravizada por chantagensconto corno sondei ela tava debaixo dele