Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

VOVô E NETINHA

OBSERVAÇÃO: Todos os meus contos são relatados como num diário, ou seja, mesmo sendo fatos de um passado distante contarei como se tivesse acontecido a pouco tempo. Tenho 30 anos, morena, seios fartos, bumbum grande e cintura fina, cabelos negros, bct lisinha e apertada e, já vivi muitas histárias safadas.rnrnrnVOVÔ E NETINHA - Conto 01rnrnQuerido diário,rndesculpe a demora em escrever em você, mas desde o meu aniversário de 19 aninhos meu vovôzinho não me deixa em paz... No início era sá uma brincadeirinha que tinhamos, mas agora a coisa esquentou...rnrnMeu avô tem mais ou menos 60 anos de idade e é separado da minha avá, ele morou muito tempo sozinho, mas agora por causa de uns probleminhas de grana ele veio ficar um tempo aqui na nossa casa, ele é bem conservado e muito safado também. Sou netinha única, então recebo todos os mimos possíveis, foi por causa disso que começou as "brincadeirinhas" com vovô João.rnrnUm dia estava brincando de casinha no meu quarto quando vovô gritou:rnrn- Princesinha do vô vem aqui...rnrnEu mais que depressa levantei e fui. Chegando na sala ele estava sentado na poltrona do papai vendo um desenho animado e sorrindo bastante. Ele disse:rnrn- Vem fazer companhia ao vô minha princesa, todos da casa sairam e fiquei aqui sozinho. Vem que tá passando um desenho legal.rnrnSentei no sofá e ele logo foi pegando no meu braço e disse:rnrn- Uai, minha netinha, senta aqui no colo do vovô que eu vou ficar fazendo carinho. Eu sei que você gosta quando faço cafuné nos seus cabelos... rsrsrsrnrnEstava usando um shortinho bem frouxo, uma calcinha branca de algodão e uma blusinha regatinha. Meus peitinhos estão começando a apontar e eu não uso sutiãn em casa, sá na escola por causa do uniforme meio transparente.rnrnSentei-me no colo do vovô e fui ver desenho enquanto ele passava as mãos nos meus cabelos, apoiei a cabeça no seu peito e fiquei sentada de lado, com as penas no braço da poltrona. Fui me aconchegando no colo do vovô, quando de repente...rnrnComecei a sentir algo endurecendo entre as pernas do vovô João, roçando no meu bumbum. Achei um pouco estranho mas não quis dizer nada, afinal, era meu avô né!rnrnEle começou a respirar forte e me ajeitar no colo dele e disse:rnrn- O desenho tá bom minha princesa?rnrn- Tá legal, mas seu colo tá um pouco duro vovô... Por quê?rnrn- Ora, não é nada. Assiste ao desenho animado que vou consertando você no meu colo até você não senti a costura grossa e os botões da roupa do vovô viu?rnrn- Tudo bem!rnrnA partir desse momento, ele ia me pegando nos braços e me sentando no colo... Tinha momentos que ele me empurrava forte contra sua virilha ou então, esfregava "a costura grossa" na minha bunda. Quando isso acontecia, ele respirava ofegante e eu sentia uma coisa gostosa dentro de mim me deixando cada vez mais mole e molhadinha. Meu avô dizia coisa sem sentidos no meu ouvido e me apertava contra ele...rnrn- Meu bem - disse meu avô - senta de costas pro vô, quem sabe assim melhora.rnrnAo me ajeitar no colo dele, o safado do meu avô começou a passar a mão na minha bucetinha sobre a calcinha perguntando fingindo está nervoso:rnrn- Uai, o que é isso? Você fez xixi na roupa menina?rnrn- Eu não vovô... rnrn- Mas era sá o que me faltava, deixa eu vê se foi xixi mesmo?rnrnEntão continuei sentada de costas prá ele toda sem graça e sem entender por que minha calcinha estava tão meladinha. Ele esfregava o pau ainda dentro da cueca em minha bunda, entrelaçou um braço sobre meus peitinhos com a outra mão ficava passando os dedos na minha buceta dizendo:rnrn- Nossa, você tá tão molhadinha que parece que fez xixi no colo do vovô (respirava forte no meu ouvido e esfregava seu pau em mim)... Sua mãe vai ficar muito decepcionada em saber que uma moça já grande está fazendo xixi na roupa.rnrn- Por favor vovô, não conta prá ela (eu tbm estava ofegante e ainda não sabia o por quê).rnrnEu sabia que não havia feito xixi, mas aquilo tava tão gostoso que nem percebi como me molhei tanto.rnrn- Ok... Não conto nada se você também não contar. Vou limpar sue bucetinha com meus dedos e depois você vai brincar. Hum minha ninfetinha, como sua bucetinha é lisinha hein? Vai seu o segredo sá de nás dois viu?rnrnE eu sem sentir rebolava nos dedos do meu avô e concordando com tudo.rnrn- Você é a netinha que todo vovô gostaria de ter sabia? Hum minha delícia, eu adoro dar o colinho pra você... Pena que sua mãe tá chegando, se não você ia ver como o vovô pode ser mais carinhoso com você... Ai delícia!!!rnrnFoi aí que eu pensei que ia desmaiar, meu avô começou a dedilhar toda minha grutinha virgem e a roçar com mais força o pau na minha bunda, era uma sensação tão boa que eu melava inteira até que num certo momento, ai ai ai... fiquei molinha e meu avô respirou mais pronfudamente e disse:rnrn- Pronto, a costura grossa não vai incomodar mais você, vai se lavar e brincar com suas bonecas. Eu vou tirar um cochilo aqui e mais tarde levo um presente prá você, mas sá vai ganhar se o que aconteceu agora ficar em segredo ok?rnrn- Ok vovô.rnrnQuando levantei, vi que as calças do vovô estavam tão meladas quanto a minha calcinha! Estava louca prá sentar novamente no colo dele e sentir aquela coisa dura de novo...rnrn(CONTINUA...)

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


quando a chapeleta inchada entrou no cu a menina gritoesposa vagabunda contosconto minha tia pelada no quintalele me encoxando e eu rebolandoconto boy roludo da periferiacontos comi o cuzinho dela dormindorelatos eroticos romanticoconto de sexo em estrada desertamulher com contracionar peladacontos eróticos férias com porracontos eróticos Bombeirocontos gay tetinhas gordinhaperdi meu cabaço para o patrao sobre chantageemprestei minha esposa putariaconto porno gay putinha de várioszoofilia mulheres beijando e transando com cachorros contos eróticosa minha esposa foi a praia de fio dental e o punheteiro vez a festa. contos eróticoscontos de coroa com novinhocontos dormi de fio dental e me ferreiConto eu meu marido e nosso melhor amigoConto erotico incesto japones, pais japoneses liberaisporno contos massgen na tia gostosacontos pornos irmas na pontecontos eroticos de casadas traindo na academiaContos erotico comendo meu cachorroFui bolinada por debaixo da mesa na presença do meu marido. conto eróticoconto erotico minhas prima se apaixonou por mimcamila da o cu ao pedreiro contosver uma mulhervelha arreganhando a priquita com os dedosmenino de treze anos gostoso bundinha e cuzinho jeitoso contos eroticoscontos eroticos vou te fuder.todacontos gay transformado em putacontos comi a japonesa rabuda casadaContos eroticos menstruadaamigas pegao mendigo na rua da banho e depois/punheta/eleconto erotico casada comdp e fotonovinha sendo chantagiada. pra chupar rolacontos dando pra um sessentãocontos comendo a enfermeiracontos sogra biquini cornocontos eróticos ele colocou o vibrador na potência máxima na minha bucetacavalocomendoeguanovinhacontos eróticos de bebados e drogados gayscontos eroticos estrupando a novicame casei com um cornoporno chupando buceta de cocararcontos eroticos de sexo oraldividi minha mulher com outro comto eroticoDei o rabo no estoque contosconto gay pirocudo da academiapica fexada que regasa sem por amãocontos eróticos de incesto acordei e meu irmão estava em cima de mimcontos eroticos tia marta morena coroa tenho bunda grandecontos esposa olhos vendados fudendoEu vi o tamanho da rola do meu irmão na sauna contos de incesto femininoMulher dando cu pra coroa do pinto torto contoscontos de pegando um cuzinho laceadoDiaristasafadinhaPapei o meu sobrinho Jorginho contos eróticos gayscontos comi minha filhacontos eroticostransei com meu amigo gayscadela tarada contos zoofiliatoda raspada na praia de nudismo contosmenina você já passou o dedo no cu e cheirouLambie o cu da minha esposaConto porno de estuprada por pai da mim amigaconto erotico menina senhor bigodao sou viciada em chupar piroca contosmeu primo pegou no meu penis de 10cmporno desmarcada do funkcontos eroticos fui comida pelo meu chefe e chingada feito uma puta vadiacontos eróticos de bebados e drogados gaysComi minha filhacontos comi minha filhacontos eroticos chifreComendo cu de mulher dormindo conto eroticoEmrabado por travestis na frente da mulher contostravesti dotadu no rnchantagem contos eroticoscontos gays tio e sobrinhoconto eroticos esconde escondecontos transex fudendo com entregador de pizzacontos eróticos com secretáriaesposa taradadpquentes carentes cariocasComtos eroticos dei pro tio jorge com pau minusculoconto de meu avô rasgou meu cuputinhas inocente contoscarla dando a buceta ora o seu filho de 18assistir o video completo socando o anchinho no cu e na buceta da mulherifeta sandalilhacorno chupa caralho contosnao contar para ninguem da familia. Quando eu achei que o papo ia terminar ali, ela me fez a pergunta que levou a tudo: perguntou porque eu tinha tanta coisa sobre lésbicas incestuosas no pc? Quando ela me perguntou isso, confesso que pensei em desconversar, mas aí pensei também que ela não faria essa pergunta à toa. Aí comecei a falar que aquilo me excitava muito, que gostava de ler sobre aquilo. Sem brincadeira, acho que a gente deve ter ficado uns 10 segundos em silencio ali na cama, depois que eu falei isso. Uma olhando para a outra. Aí, ainda bem, ela tomou a iniciativa, colocou a mão na minha perna e perguntou: Você pensa em mim?  vidios porno dona de casa carente gosa com seu cachorro