Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FLAGRANDO A IRMÃZINHA

Flagrando a Irmãzinha

Meu nome é Alex, tenho 19 anos e uma histária incrível para contar. Aconteceu num dia em que, chegando do colégio, entrei em casa, indo para meu quarto. Parei ao ouvir sons vindo do quarto de minha irmã Vanessa, uma deliciosa ninfeta de apenas treze aninhos. Eram risadinhas e cochichos nervosos. Curioso, grudei o ouvido na porta, tentando entender o que se passava. Logo identifiquei a voz de um garoto da vizinhança, um pirralho de não mais do que onze anos. Imaginando que o que se passava lá não eram inocentes brincadeiras, abri a porta bruscamente, flagrando Vanessa sem blusa, com a saia levantada e a calcinha arriada, exibindo para o garoto os peitinhos ainda incipientes e a xaninha quase nua. Ainda pude percebê-la tirando a mão do pau dele. “Ah! Mamãe e papai vão adorar saber disso...”, disse eu. “Não, por favor Alex, não conte nada...”, implorou minha irmãzinha quase chorando. Congelado de medo, o garoto permanecia imável, sequer recolocando o calção arriado. Lancei-lhe um olhar fulminante, dizendo, ameaçador: “E você, seu pirralho, o que espera para sumir ?”. Ele não disse absolutamente nada, saiu correndo apavorado ainda recolocando o calção. Eu, então, voltei a atenção para Vanessa. Para minha surpresa, minha irmãzinha exibia um sorriso cínico. Deitando-se de costas, apoiada nos cotovelos, tinha as pernas abertas. “Se não contar, posso ser boazinha com você...”. Não acreditei em ver minha prápria irmã que, até pouco tempo antes brincava de bonecas, oferecendo-se a mim como uma vadia. Pensei em xingá-la, mas a visão de sua xoxotinha me fez hesitar. Cheio de culpa, porém, muito excitado, abri o zíper da calça expondo meu cacete duro, agarrei-a pelos longos cabelos negros e a puxei para junto de mim, obrigando-a a abocanhar-me. A habilidade de sua linguinha me fez delirar. “Para quantos você já deu, putinha ?”, perguntei, louco de prazer. Tirando meu pau da boca, ela respondeu com o mesmo sorriso cínico: “Para todos os garotos da vizinhança... O que você acha ?”. “Ah, é ?”, devolvi no mesmo tom, “Pois agora chegou a vez do teu irmão !”. Puxando-a pelos cabelos, fiz Vanessa ajoelhar-se e ficar de quatro. Meti a mão em sua bunda lisinha e acariciei o cuzinho com os dedos. “Não! Assim não!”, protestou ela. Â“É o seu cuzinho ou papai e mamãe sabendo de você e aquele pirralho ...”. “Seu tarado desgraçado!”, gritou ela, mas sem resistir. Não respondi, apenas coloquei meu pau na deliciosa bundinha de Vanessa e tentei enrabá-la. Porém, por mais força que fizesse, não conseguia meter em seu cuzinho ainda virgem. Cheio de tesão, estiquei o braço e apanhei de cima da mesa de cabeceira um pote de creme para espinhas que minha irmã putinha usava. Abri o pote, lambuzei os dedos e besuntei meu pau com o creme. Limpei os dedos entre as nádegas de Vanessa, ajustei meu pau em seu cu e forcei a cabeça da pica contra as preguinhas ásperas. Não precisei mais do que duas estocadas para mergulhar o pau na bundinha deliciosa. Vanessa gritou, contorcendo-se de dor enquanto meu pau entrava todo em seu cu. Comecei então a bombar contra suas coxas. Não demorou muito e o que eram gritos de dor viraram gemidos de prazer. Vanessa começou a rebolar a bundinha, tomada pelo prazer do primeiro sexo anal de sua vida. Quando gozei, enchendo sua bunda de porra, ela gritou para que eu não parasse. Aquilo me deu forças para prosseguir. Quando senti a ponto de gozar novamente, retirei o pau de seu cuzinho e o enfiei na xoxota, completando ali o delírio. Acabamos por cair os dois sobre a cama, exaustos. Para minha surpresa, minha irmã, depois de alguns instantes ergueu-se e me beijou na boca. “Você foi incrível !”, ela disse. E daquele dia em diante nos tornamos amantes. Bastava nossos pais se ausentarem e lá estava Vanessa em meu quarto com o pote de creme para espinhas... QUEM SE INTERESSAR POR CONTOS ENVOLVENDO NINFETAS E INCESTO, ENTRE EM CONTATO COM [email protected] TENHO VÁRIOS OUTROS DE MINHA AUTORIA E GOSTARIA DE LER DE OUTROS AUTORES.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


marido sortiado a esposa contos eroticosainda havia dor mamilo grande e pontudo vídeo pornôcontos eroticos de mulheres com cegosContos gay studio fotograficocarlão socando ate as bolas no cu da vadiaContos erotico sinco meninina inocentescontos eu marido na prai de nudismoConto erotico Seu Madruga gay.minha mae me fez gozar gostoso contosestrupei o gay contos eroticosTravest litoral contosfode a mulher do irmao para provar que ela é uma putasai p festa com minha sobrinha e fudi ela na volta contosconto maridoviadocasada da bunda maior de todas contosminha tia esfregou/a/bunda/dee/vestido/no.meu/pau.contos gay sou submisso ao meu irmão mais velhomeu primo rasgou meu cu gaycontos eroticos de orgias com minha mãe negracontos eróticos dr meninacom homens e negros dotadosquero uma buceta envolvendo meu paucontos sado marido violentosMelhores E Gostei Contos De Celebridades QUE Praticam Zoofiliacontos eroticos de homens que vestem as calcinhas das esposas e saem com travesticontos eroticos gemi no cacete do marido da minja amigaconto menage com minha namoradaContos gays vestido de mulher a noite na borrachariamenina sapeca danada enganou todos contos eroticoscontos eroticos primeira vez siririca com 07 anos sozinhamconto erotico meu irmão me fez mulherchorei mas aguentei tudo contos eróticoscontos eroticos cunhadacontos eroticos de sogras velhasconto erotico mulher gostosa trai marido com um delegadocontos gay meu paicontos senti cutucandocontos eroticos de meninos gay o dia q dei o cuzinho pela primeira vez e virei menina da molecadacontos eroticos dando o cu numa apostaCadê acabou comendo cunhado cadê aquela veztocando punheta no maracanabrinco com tio levou no cuzinhocontos de corno com pedreiros negros hiper dotados e jumentosestou comendo a mulher do amigo caminhoneiro na viajem contosDanadinha sapeca contosmeu grelo est louco de tesaoestrupei minha tia-contoseroticosFodi a flora no cu conto heroticocontos eroticos de transando com a cunhada casada com o consentimento do seu maridoconto erotico de tutorarrombada no rodeio comtossobiu no cu delamoramoa no litoral eu e minha esposa e recebemos um primo dela para pasar um fim de semana conoscocontos senti cutucandoporno mobile sequioso animal com mulherescontos ninha cachorra chupou minha bucetaconvenci minha irmã fuder comigo e gozei dentroWww.contos.eroticos.mulher.casada.traindo.homem.caralhudo.egrossocontos gay fetiche em gordinhoconto gay meu cunhado comeu meu rabo e virou meu namoradocontos com fotos de zóofilia de casadas que curte sexo com animaisConto gay irmão caralhudopornô grátis boa f***.com só contos preta peituda transando com genroconto erotico engoli 1 litro de esperma no vestiariofrancisca coroa ruiva contos eroticoscontos de filhas enrrabadas pelos pais de pénis grandes e grossoscontos eroticos estupradas por animaiscontos hot festa no iateempregada amamentando contos eroticoscontos comer cu sogra e filhamae e filha sendo arrombadas contoContos gozei com nerd grandecontos eroticos de padres e pastores roludos com meninasSou casada a muito tempo e amo muito mesmo meu marido mais acabei traindo eConto erotico dotado no vilarejo