Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PEQUENINO E A EMPREGADA.

Oi boa noite, esse é meu primeiro conto e pretendo ser breve.rnrnMe chamo felipe tenho 25, mas na época que aconteceu essa situação eu tinha apenas 5 aninhos, sim eu era quase um bebê, lol. rnrnNa época meus pais saiam a noite pra ir a cultos na igreja e ficavam fora por um longo tempo deixando eu(5 anos) e a minha irmã(8 anos na época) aos cuidados de uma empregada que devia ter uns 25 anos, uma morena, 1,60m, magra e com o semblante sempre muito sério, o rosto eu não me lembro com perfeição pq faz bastante tempo mas seu nome eu me lembro, era Regina.rnrnMe lembro que na época passava uma novela chamada Tieta, era uma novela bem picante com cenas de sexo e a abertura com uma música assim: Tieta do agreste é cheia de tesão ... e n lembro o resto, mas td começou a partir daí. rnrnComo eu era muito pequeno eu tinha o hábito de andar sá de cuequinha pela casa o dia todo. Estava passando a novela e começou a música de entrada. Nessa hora a minha irmã já tinha ido dormir ficando apenas eu e Regina no sofa da sala vendo tv.rnrnEu assim como toda criança, era muito curioso, e perguntei pra Regina, o que era tesão. Ela sempre séria nem me deu muita bola pois a novela já havia começado, começou o comercial e ela foi na cozinha pegar um copo d'água, ela tava vestida com um short curto e uma blusa normal justa ao corpo, típico de ficar em casa. Quando ela voltou eu perguntei novamente o que era tesão, ela ficou em silêncio por um momento e me respondeu meio impaciente, que era coisa de gente grande, quando uma mulher ficava querendo um homem. Eu muito bobo, perguntei, pra que um homem, ela respondeu impaciente, pra fazer coisa de gente grande ara ! Eu fiquei sem entender mas percebi uma malícia por se tratar de assunto de gente grande. rnrnA novela voltou e me lembro que passou uma cena de sexo, lembro de ficar excitado, quando a Regina falou, olha aí, isso que é tesão. Eu fiquei sá observando a cena. rnrnLembro que acabou a novela e ela falou pra eu ir dormir, eu disse que estava com medo, pra ela ficar comigo até eu dormir. Ela ficou meio brava mas foi junto comigo até a cama dos meus pais, eu estranhei, mas fiquei de boa, ela me deitou e se deitou do meu lado. Ai eu perguntei inocentemente pra ela se ela ficava com tesão que nem a Tieta, ela riu de mim e me perguntou se eu sabia transar. Aquela hora eu pensei mil coisas, nunca tinha ouvido falar aquilo, respondi que não e perguntei o que é isso. Ela respondeu que é quando o homem fica pelado em cima da mulher. Eu fiquei maluco na hora, e meu pauzinho ficou duro. Ela perguntou se eu queria transar com ela, eu sá acenei com a cabeça que sim. Lembro dela apagando a luz, ficando tudo escuro e tirando a roupa, depois ela deitou e me puxou pra cima dela. Lembro de sentir o calor do corpo dela e eu em cima dela sá de cuequinha. Ela falou pra eu colocar meu pinto e mexer. Eu não soube o que fazer, ela impaciente abaixou minha cuequinha até o tornozelo e me encaixou entre as pernas dela. Ela com uma voz mais embargada falou pra eu mexer, eu fiquei mexendo pro lado esquerdo e direito, ela não explicou também e eu n sabia rsrsrsrs, hj eu acho graça disso, mas na época ela ficou brava, hj eu sei, pq meu pintinho não tava dentro dela ainda, devia ter nem 5cm durinho. kkkk que mulher louca, enfim, eu me mexendo em circulos ela me pegou pela cintura e me encaixou, foi quando eu senti meu pintinho entrando na perereca dela que era muito quente, eu senti deslisando pra dentro, foi uma sensação muito boa, fiquei em extase, ela ficou rebolando a cintura e me puxando pra ela (ela devia ta sentindo prazer apensas com o tribbingfricção meu pau era menor que um mindinho rairairairairai).rnrnFicamos um bom tempo nessa, eu sendo "abusado" pela empregada, não me lembro quanto tempo durou, mas foi o suficiente pra ficar na minha memária até hj, não vou mentir, gostei muito, não vou ser hipácrita de julga-la, afinal de contas eu curti e faria tudo de novo. rnrnEla gemeu e eu comecei a rir pq achei engraçado, ao mesmo tempo sentindo uma cosquinha no meu pintinho muito boa, provavelmente um pseudo-orgasmo. Instintivamente fiquei chupando o peito dela como se estivesse mamando, fiquei assim por um bom tempo. Ela suou como uma porca, deixando meu corpinho todo molhado, ela gemeu mais um pouco e eu ri novamente, ela me deu um tapa duplo com as duas mãos na minha bundinha e me puxou pra ela, eu fiquei meio assustado, hj eu sei que ela tava gozando, meu pintinho não amoleceu, ela parou os movimentos e me largou. Eu continuei fazendo errado, me mexendo em círculos e sugando o peitão dela, sentindo uma sensação muito boa no pintinho, como se estivesse afundado numa gosma bem quente. rnrnEla me levantou de cima dela se vestiu e me levou pro banheiro, la ela pegou papel higiênico e passou na xota dela, me lembro até hj que o quarto tava com um cheiro muito forte de buceta e no banheiro também. O papel estava sujo de sangue, provavelmente a menstruação dela tava descendo sei la, cabaço eu sei que eu n tirei kkkkk. Ela ligou o chuveiro e me deu um banho, eu tava alegrinho, pensando mil coisas. Dessa noite não me lembro de mais nd. rnrnMe recordo que nas noites seguintes eu ficava louco pra minha irmazinha ir dormir pra eu transar com a Regina. Ela me tratava muito mal, devia ter medo de eu contar alguma coisa, mas me lembro bem no dia que ela pegou com a mão nas minhas boichechas e apertou sacudindo minha cabeça dizendo que se eu contasse alguma coisa ela ia contar td pro meu pai e que ele ia me bater, eu com medo respeitei. Regina era má, até hj eu não me lembro dela sorrindo, nordestina hj eu imagino que ela deve ter tido uma vida fudida pra krl, enfim. rnrnTeve um dia que a novela já tinha acabado, eu como sempre de cuequinha, morrendo de vontade de brincar com Regina, mas daí ela mudou de canal, e tava passando Arquivo X, eu tinha medo da música, das coisas que passava, eu pedi pra mudar, ela não quis e daí eu comecei a chorar, ela me deu um tabefe na perna e mandou eu ir pro quarto, eu fui. Estava com medo e não consegui dormir e fui atras dela, ela ja tinha desligado a tv e ido pro seu quarto, eu voei igual uma bala em direção ao quarto dela com medo (quem nunca correu no escuro ? rsrsrs), chegando la ela estava no banheiro, eu tentei ver pela fechadura e ela estava mexendo na xoxotinha dela, eu bati e perguntei pra ela se podia transar, ela mandou eu esperar, lembro que eu comecei a rezar pedindo: papai do céu, por favor, faça com que a Regina transe comigo por favor, amem.(lembrando disso da pra fazer ideia da minha inocência rsrsrs, na minha cabeça aquilo era uma coisa boa e não tinha nd de mal, apenas que era uma brincadeira secreta).rnrnRegina saiu do banheiro sá de calcinha e sutiã sempre de cara fechada, me levou pro quarto dela, eu morrendo de alegria quando ela apagou a luz, Daí foi novamente aquelas sensações, corpo no corpo, eu chupando os peitões dela feito um bezerrinho e meu pintinho durinho roçando na perereca dela. Ela agarrou na minha bundinha e me puxou, senti o pintinho entrar, ela rebolando feito doida e gemendo mais alto que da outra vez e eu mamando, dessa vez senti uma cosquinha por mais tempo, ela deu uns trimiliques e me soltou ... mesma coisa da outra vez, me levou pro banheiro e me deu um banho, lavou meu pintinho que tava sempre durinho. rnrnMe lembro que aconteceu uma vez durante o dia, quando a minha mãe foi no verdurão e eu fiquei a sás com a Regina, ela fez bem rápido, a gente se deitou no corredor do apto e fez la mesmo. rnrnBom apás alguns meses minha mãe mandou ela embora, não fazia o serviço direito e era muito "estranha". Até hj minha mãe não sabe, apenas duas ex-namoradas minha sabem dessa histária e uns 2 melhores amigos, apesar de que eles não acreditaram a histária que contei aqui foi real e aconteceu cmg. Não cresci com traumas e sou muito bem resolvido, apenas tive uma iniciação precoce. Apás isso eu descobri a punheta e outras coisas mas fica pra outro conto pois este já extrapolei. rnrnrn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto minha mulher aronbadaContos eroticos fudim minha mae a foçapadrinho comer afilhada cem pentelhodanada da minha cunhada louca pra darfotos esposas lindas no ménageconto fudendo minha sogra velhaTia dando o cu para sobrinho garotinho contos eróticosconto de cunhada depilando o cu para levar varaminha noiva com porra dos macho pra mim contoscontos eu dancando funk para o titiosou eteto mbte contosempregada ê chantageada e tem que dar para seu patrao o cabacinhoRenato shortinho coladinho fazendo na rolaa crente e a zoofilia_contosfui dormir na casa da tia e comeu o HelenaPorno mobile boqueternoContos eroticos iniciando as meninasconto erótico gay com estupro e muito dor e sangue em cima de uma camaContos her¨¦ticos incesto comi minha m0Š0e Contos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorconto erótico pagando a carona com a bucetacontos eroticos, comendo a filhapeguei meu pai comendo meu amigo conto eroticocontos eroticos a sogra regina parte 2contos eróticos ai fode ai fode porracontos eróticos de velhas crentes donas de casacontos eróticos meu sobrinho punheteironovinha andando de camisola dentro de casa so pra provocar pornocontos incesto engravidando a propria tiacontoerotico virgem pai 2filhaseu gemendo de calcinha em cima da picona do meu macho contos gaysconto de rasguei o cu da minha avócontos eroticos vizinha curiando por cima do muroque cunhadacontos meus tios me bulinaramContos de sexo en onibusDei meu cu gay pro seguraca do meu paicontos eroticos de despedidas de solteiraContos casal pelado na praiacontos gay meu amigo me ensinou a darler contos eroticos de casais fudendo dentro de cinemas com outros homensminha mulher puts molecada contospassinho de várias lésbicas se chupando uma volta sem pararque cunhadaso sadomasoquismo com maridos violentos contos eroticoscontos eroticos de despedidas de solteirafui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticomeu irnao mas velho dormiu bebado bitei i pau na bunda delecaralho anaconda destruindo cucontos erótico moleque safadoconto etotico antebraco na vaginacontos eroticos gays e mendigocontos de casadas que se entregam a outro homemhistoriaseroticasswingboquete sem lavar baixarcontos eroticos "cadela" "sem comida" "fome"foda louca na empregada até o orgasmopunheta pro sobrinho contos eróticostres comendo uma mulher e um socando no cu do outro uma filinhaicontos de casa de swingImagem Carla danada na zoofoliacontos erótico de estupro em boatescontos eroticos com cu ragadoscontos online sexo casal bi em familiacontos meu primo me comeudormindocontos eroticos esfreguei um bundão gostosocomendo meu cunhado gay conto part 1lésbicas esfregando pernas de rã veridicocontos eroticos com objetoshomens lanbendo o xinou da mulher na cama fotoscontos erotic quarto empregadacontos/ morena com rabo fogosocarla doida por roludos contos